História Rosa é a cor mais quente. - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Gajeel Redfox, Levy McGarden, Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel
Tags Colegial, Fairy Tail, Hentai, Nalu, Romance
Exibições 961
Palavras 1.501
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Problemas a parte.


Lucy andava calmamente pelos corredores da escola, passou na frente da sala do ultimo ano e viu Natsu na ultima carteira e seu namorado na primeira. Ethan a olhou e acenou dando um sorriso e uma piscadela, Lucy acenou de volta com um sorriso e quando Ethan voltou a fazer anotações ela olhou para Natsu que a olhou também. Lucy negou e voltou a andar, o rosado suspirou e olhou pela janela, toda vez que via Lucy agora era um furacão em seu peito, ele tremia, a barriga ficava gelada, as mãos suando frio, ele sabia que era por que estava gostando dela, mas era errado, e isso o fazia a querer ainda mais. Na oficina de marcenaria, Natsu fazia dupla com ninguém mais ninguém do que...

-Natsu, o que acha de cortar isso assim? – perguntou Ethan mostrando desenho na madeira.

-Acho que fica bom – disse o rosado medindo outra madeira.  Ethan o olhou e colocou a tabua na mesa.

-Natsu, você nunca namorou não é? – disse o loiro e Natsu resmungou.

-Na verdade, uma vez, por duas semanas – disse o jovem rosado e Ethan sorriu assentindo.

-Você e a sua namorada faziam sexo? – perguntou e Natsu assentiu – E ela era virgem antes?

-Nem da porta dos fundos – disse Natsu rindo – Por que quer saber?

-É que estou com uns problemas com a minha namorada - disse o loiro e Natsu apenas o olhou pelo canto do olho.

-Com a Lucy? – perguntou e Ethan assentiu – O que está acontecendo?

-Então, sabe nós namorados há dois anos e nunca rolou nem uma mãozinha lá sabe? – disse Ethan – E poxa, dois anos e nem isso é muito chato, não que eu não goste da Lucy, eu a amo...

-Ethan chega aos finalmente por favor – disse Natsu pegando uma ferramenta e o olhando.

-Ok – disse Ethan e Natsu voltou a trabalhar – Eu quero transar e ela não, disse que quer casar virgem... – nessa hora Natsu não conseguiu conter o riso, mas fora espontâneo.

-Desculpa, eu lembrei de uma coisa engraçada – disse o rapaz – Mas, nossa, casar virgem?

-Pois é, não é por nada, mas eu sou homem e admito... – ele disse indo para mais perto de Natsu – Às vezes eu não aguento e pulo a cerca... Mas bem escondido pra aquela vadiazinha da Gossip não saber...

-Sei – disse Natsu suspirando – Então você anda traindo a Lucy?...

-É mais forte que eu – disse o loiro – Eu amo a Lucy com todo o meu coração, afinal, ela é linda, gentil, meiga, tem um corpão... O que mais eu iria querer?... – nesse momento Natsu respirou fundo, ele sabia que Lucy era tudo aquilo e o machucava ver que outra pessoa a tinha.

-Sabe, eu acho que você tem que insistir com ela, sabe ficar em cima, encher a paciência mesmo – disse Natsu formulando um plano em sua cabeça.

-Acha mesmo? – perguntou Ethan e Natsu assentiu sorrindo.

-Oh se acho... – ele disse assentindo.

-Então beleza! – disse o rapaz dando um tapa amigável no ombro de Natsu que só faltou rosnar para ele. Mais tarde na hora do lanche, Lucy estava sentada na mesa com suas amigas e seu celular apitou:

Natsu-Então quer casar virgem? – Lucy arregalou os olhos e respirou fundo.

Quem te falou isso? –Lucy.

Natsu-Seu namorado, na oficina de marcenaria...

Por que estava falando com o meu namorado Natsu? –Lucy.

Natsu- Somos uma dupla ok? Não posso fazer nada se ele veio me pedir conselho sobre você, juro que me esforcei pra não dar risada na cara dele...

Você é um idiota Natsu! – Lucy

Natsu -Não se preocupa, eu não disse pra ele que eu tirei sua virgindade.

Engraçadinho – Lucy.

 A loira olhou em direção dele que sorriu olhando o celular e depois para ela. Lucy arqueou a sobrancelha e negou, Levy a olhou e ajeitou os óculos no rosto, limpou a garganta e Lucy a olhou.

-Lu-chan, vamos na biblioteca comigo? – perguntou a pequena azulada e Lucy assentiu.  As duas se levantaram com suas coisas e foram andando até a biblioteca. Natsu seguiu Lucy com o olhar e suspirou, ele adorava olhar ela quando a mesma estava de costas, para ele era um visão privilegiada, até por que, viu quando ela estava nua. Lucy olhava um livro e Levy a olhava seriamente.

-O que foi? – perguntou a loira rindo sem jeito.

-Troca de olhares com o Natsu? – ela disse – Sério? Daqui a pouco você da um beijo nele no meio de todo mundo!

-Não exagera Levy – disse Lucy – Bom... Aconteceu de novo...

-Você deu pra ele de novo Lucy? – disse Levy indignada – Como? Por quê? Onde?

-Meu carro deu problema e meu pai mandou levar na oficina do pai dele, só que o pai dele não estava lá, só o Natsu e ele mora lá sozinho e bom... Aconteceu... – disse a loira suspirando.

-Ah e motivo? – perguntou a pequena azulada.

-Eu não resisto mais, é como se ele tivesse poder sobre mim, eu não sei o que acontece – disse Lucy – E foi melhor do que da outra vez por que não doeu... 

-Lucy, isso vai virar uma bola de neve se você não parar com isso, foram duas vezes, quantas mais vão ser? – perguntou Levy e o celular de Lucy tocou, era Ethan.

-Juro que não acontecer mais, vou com o Ethan, tchau Levy-chan – disse Lucy indo para o namorado e deixando a amiga sozinha. Levy suspirou, ela sabia que Lucy estava se metendo num lugar perigoso. Lucy chegou ao namorado e o beijou com carinho, estava tudo bem até ele pegar na mão dela e não ver a aliança, a loira arregalou os olhos.

-Posso saber por que você não está com a aliança!? – perguntou nervoso. 

-E-Eu... Eu devo ter tirado pra tomar banho e esqueci de colocar! – ela disse e Ethan se afastou dela.

-Lucy você sabe que me irrita muito quando você não usa a aliança! – ele disse e Lucy vendo que todos estavam olhando, inclusive Natsu, mas ele estava com uma expressão de braveza, Lucy percebeu que se ela não acalmasse Ethan, o rosado iria se intrometer.

-Eu sei amor, mas não vai mais acontecer, eu prometo! – ela disse e Ethan respirou fundo.

-Vamos ver se não, hoje de noite vou na sua casa e se você estiver sem a aliança a coisa vai ficar feia! – ele disse entrando no carro e indo embora. Lucy respirou fundo e negou, lembrou onde deixou a aliança, na casa de Natsu, e o pior, é que teria que ir busca-la.

 Mais tarde, Natsu trabalhava com seu pai no carro de Lucy, até que ela e Jude chegaram, Nate os olhou e olhou para Natsu que deu de ombros.

-Nate, quanto tempo – disse Jude.

-Bastante Jude – disse o moreno – Veio ver o estrago?

-Exatamente – disse Jude – O que minha princesa aqui aprontou com o carro?

-Bom, ela não notou nada diferente antes? – perguntou Nate e Lucy negou – O motor já era só por causa de uma válvula mal cuidada...

-E eu olho sempre pra ela... Bom, vamos discutir o preço? – perguntou Jude e Nate assentiu – Como anda Veronica?

-Ah ela está bem – disse Nate saindo com o loiro deixando Natsu e Lucy sozinhos.

-A minha aliança está com você? – ela perguntou e ele colocou a mão no bolso e tirou a joia.

-Eu podia ter jogado ela fora sabia? – disse o rosado entregando para Lucy que a colocou imediatamente no dedo.

-Você não é louco – ela disse o olhando e olhando para o escritório.

-Não sabe nem a metade... – ele disse sorrindo de canto e voltando ao motor do carro de Lucy.

-Sabe, é bom você usar pelo menos uma camiseta cavada, vai que uma senhora de idade vem aqui e te vê assim – disse a loira fazendo Natsu rir.

-É por isso que elas vem  - disse o rosado dando uma piscadela para Lucy que respirou fundo – Se nossos pais não estivessem aqui eu já tinha te deixado pelada...

-Natsu para com isso – ela disse olhando para o escritório – Nunca mais vai acontecer...

-Se você diz – ele disse e logo seus pais estavam voltando.

-É, obrigado pelo desconto... – disse Jude.

-Que isso, você nos ajudou muito naquela época – disse Nate.

-Disponha, e se precisarem eu estou aqui para ajudar... – disse Jude dando um tapa amigável nas costas de Nate.

-Não vamos precisar, mas, obrigado mesmo assim – disse o moreno dando outro tapa nas costas de Jude.

-Lucy, vamos querida – disse Jude e Lucy assentiu. Ela e Natsu se olharam por uma ultima vez e o rosado limpava as mãos olhando ela ir.

-Sabia que ela é praticamente noiva? – disse Nate e Natsu o olhou.

-Isso não me impede de olhar... – disse o rapaz e o pai jogou um pano sujo em seu rosto.

-Volta pro trabalho moleque – disse Nate e Natsu voltou a ajuda-lo. Lucy olhava pela janela do carro e mexia sem parar na aliança, ela sentiu que um peso havia saído dela quando não a usou, não sabia por que, mas aquela aliança parecia pesar mais de uma tonelada em seu dedo.   



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...