História Rosa é a cor mais quente. - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Gajeel Redfox, Levy McGarden, Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel
Tags Colegial, Fairy Tail, Hentai, Nalu, Romance
Exibições 1.824
Palavras 1.513
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Como pode fazer isso comigo?


Eu estava na escola, junto com as meninas, estávamos no lanche, até ai tudo bem, nada de anormal, até uma menina de outra mesa gritar para todos olharem o blog da Gossip, olhei para Levy e ela para mim, peguei meu celular e entrei, mas eu não devia ter entrado...

“BABADO! Nat D e Amber F foram flagrados indo para pro Motel Passion, antes rolou uns amaços dentro do carro e em seguida foram para o ninho da perdição da cidade! Eu não sei vocês, mas esse casal é super shippavel!!! – Fotos a seguir!!!!!”

Sabe quando seu coração começa a doer e lágrimas se formam em seus olhos? Estou desse jeito, olhei direção a Amber, ela está rindo e se gabando, ela é a garota mais bonita e popular da escola, então quanto mais atenção melhor, não me admira Natsu ter ido atrás dela, e pelas fotos, ele gostou bastante. Levantei correndo e fui pro banheiro, entrei num box e sentei em cima da tampa da privada, comecei a chorar como uma condenada, como ele pode dizer aquelas coisas e depois fazer isso comigo?! Eu devia ter desconfiado, eu sou mesmo muito burra!

-Lu-chan... – chamou Levy e eu secando as lágrimas, mas elas não paravam de cair.

-Vai embora Levy... Por favor, me deixa sozinha... – eu disse com minhas mãos no rosto. Levy foi embora e continuei ali, chorando, mas parei e fiquei olhando para o nada, quer saber, eu não vou ser boba, não desta vez, eu não vou ser mais usada pelo Natsu! Sai do box, lavei meu rosto e olhei meu reflexo, eu vou odiar o que irei fazer, mas pelo menos, vai ser com uma pessoa que eu posso. Depois que a aula acabou eu fui com o Ethan para minha casa, e depois eu ia na casa dele, mas antes, eu peguei uma pequena lâmina, coloquei no bolso da minha calça preta e um curativo também. Ethan veio me buscar e lá fomos nós pra casa dele, apenas eu e ele ali, já que os pais dele nunca estão em casa. Estávamos assentindo TV, então eu respirei fundo e comecei a passar a mão na perna dele.

-Ethan... – chamei ele me olhou – Vamos...

-Pra onde? Já quer ir para casa? – perguntou e eu neguei.

-Fazer aquilo... – eu disse e ele fez uma cara de quem entendeu e sorriu largo.

-Vamos pro quarto – ele disse pegando na minha mão e me arrastando pro quarto, quando chegamos lá ele começou a me beijar com euforia, nada calmo, nada como o Natsu...

-Ethan – chamei de novo – Como é a minha primeira vez, posso tirar minha roupa sozinha?

-Claro, vou esperar no banheiro – ele disse indo pro banheiro e já tirando a roupa.

-Deus me da força e não me deixa vomitar nele... – eu disse pegando a lâmina e deixando de baixo do travesseiro e o curativo também. Depois tirei minha roupa e esperei Ethan voltar, ele me agarrou na hora, totalmente pelado, assim como eu. Cada beijo dele no meu corpo me deixava desconfortável, mas eu fingi muito bem que estava gostando e na hora do ato, eu fingi que estava com muita dor mesmo, até chorei, mas não chorei de dor, chorei pensando no Natsu. Quando acabou Ethan estava exausto e muito, muito feliz, ele me olhou e eu estava deitada de bruços olhando pro outro lado.

-Gostou anjo? – perguntou dando um beijo carinhoso nas minhas costas.

-Foi um pouco dolorido, mas eu gostei... – eu disse o dando um selinho.

-Vou no banheiro, já volto – ele disse indo pro banheiro e aquela era minha chance. Peguei a lâmina e passei ela bem rápido na parte de dentro da minha coxa, deixei sangrar um pouquinho e depois fiz o curativo rapidamente, me levantei e me vesti, como minha calça é preta não da para ver o sangue. Guardei a lâmina no bolso e quando Ethan voltou também se vestiu.

-Você sangrou mesmo – ele disse e eu olhei pro sangue no lençol.

-Sim... Normal, foi minha primeira vez... – eu disse – Não precisa me levar, vou andando tá?

-Tá, vem cá – ele disse e eu fui, me deu um beijo carinhoso – Eu te amo muito...

-Também te amo – eu disse e fui embora depois. Andava calmamente pela rua, mesmo com o corte da minha perna ardendo, mas então eu lembrei do post da Gossip e das fotos daquela menina fazendo oral no Natsu, claro que não apareceu por que eles estavam dentro do carro, mas era óbvio que ela estava fazendo, e ele beijando ela, mordendo, lambendo.

-Merda... – eu disse e sentei na calçada chorando – Por que você faz isso comigo? Por quê?... – olhei pra Lua e pedi para que aquilo acabasse, que aquela dor sumisse do meu peito e que eu gostasse de fazer sexo com o meu namorado, por que foi horrível, foi simplesmente horrível.

Natsu On

Só sei que minhas redes sociais, meu celular, tudo virou uma bagunça por causa do post daquela puta da Gossip, eu nunca iria saber que tinha alguém perto para mandar para ela tudo aquilo, mas fazer o que, eu não liguei muito, a Amber muito menos, ela gostou mesmo de me chupar e essas coisas, mas o sexo em si... Foi uma bela e grande merda, ela é meio larga, sei lá, e ela sabe demais, eu gosto de ficar no controle, como eu fico com a Lucy... Ah, com ela é muito bom, ela é apertada, ela deixa eu fazer o que bem entender com ela, quer dizer, não o que eu bem entender, mas tenho ela na palma da minha mão na cama. Dei um sorriso pensando no sexo com a Lucy, isso medindo uma tabua para cortar na oficina de marcenaria. Então escutei o Ethan assoviando e cantando.

-Viu um passarinho verde? – perguntei.

-Não, ele era peladinho – ele disse rindo atoa e o olhei.

-Transou com alguém? – perguntei rindo.

-Sim – ele disse - Com a minha namorada... – sabe quando você engole alguma coisa forçado, que tem um gosto muito ruim, isso está acontecendo comigo.

-Mas não é ela que queria casar virgem? – perguntei cortando a madeira, mas estou me coçando pra cortar o Ethan no meio.

-Sim, mas ontem eu e ele estávamos lá em casa sozinhos, e ela disse, “Vamos” – ele disse – No começo não entendi, até que ela disse “Vamos fazer aquilo”, meu irmão, eu corri com ela pro quarto antes que mudasse de ideia...

-Fez bem... – eu disse fechando os olhos e respirando fundo – Vou no banheiro... – deixei as coisas na oficina e fui furioso pro banheiro, eu só não quebrei nada por causa das câmeras. Peguei meu celular e mandei:

FOI BOM DAR PRO ETHAN?! –Eu

Ela visualizou e não respondeu.

LUCY, ME RESPONDE AGORA! –Eu

Lucy- Isso não é da sua conta...

Depois disso ela me bloqueou, ELA TEVE A AUDÁCIA DE ME BLOQUEAR! Mas isso não vai ficar assim não mesmo! A aula acabou e como eu sei que ela estava na Educação Física fui até a quadra, mas ela não estava lá, então fui no vestiário e só tem as coisas dela aqui, escutei um grito e olhei para trás ela era toda molhada e enrolada na toalha.

-O que está fazendo aqui?! – ela disse.

-Por que me bloqueou?! – eu disse nervoso.

-Por que quer falar comigo?! – ela disse – Natsu já chega disso! Chega! – passou por mim e pegou as coisas dela e foi se trocar.

-Você sabe que quanto mais ficar esquivando de mim mais eu vou atrás de você! – eu disse e cheguei ela estava colocando a blusa cinza, ela está de short, então eu vi o corto na parte de dentro da coxa dela.

-Vai atoa então, por que eu nunca, NUNCA MAIS, vou deixar você tocar em mim de novo, entendeu?! – ela disse chorando – Nunca...

-Por que transou com o Ethan? Você não queria até ontem! – eu disse.

-Mas ontem eu achava que você realmente sentia algo por mim – ela disse – Mas a Gossip me mostrou as coisas, e ai, a Amber fez direitinho? Tomou o leitinho direito?

-Se quer saber sim – eu disse e ela assentiu arrumando as coisas dela e colocando o chinelo de dedo rosa – E você, gostou de ter a minhoquinha do Ethan dentro de você?

-Não... – ela disse chorando e eu fiquei sem reação – Foi horrível do começo ao fim...  

-Como fez pra ele não descobrir que não era mais virgem? – perguntei e ela apontou pro corte.

-Me cortei – ela disse limpando as lágrimas em seguida – Bom, agora eu fiz sexo com meu namorado e isso quer dizer que somos um casal mesmo... Então, é melhor você esquecer que eu existo... Não ficar falando coisas bonitinhas, me fazendo acreditar que se importava comigo, por que você não se importa com ninguém, só com você...

-Você sabe que não – eu disse e ela passou por mim.

-Então por que parece Natsu? – ela foi embora me deixando sozinho, maldita noite a que passei com aquela garota, maldita noite que aquela Gossip me encontrou, maldita noite em que perdi Lucy para o Ethan, de uma vez por todas.  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...