História Rosa Laevigata - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Carol Peletier, Daryl Dixon
Tags Amizade, Amor, Carol, Caryl, Daryl, Flor, Rosa, Rosa De Cherokee
Exibições 49
Palavras 323
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá! Vim trazer aquela Rosa que Daryl deu a Carol de volta, já que ele nunca mais fez isso. Espero que gostem.

Capítulo 1 - Rosa de Cherokee


A besta disparou pela última vez na noite, e Daryl matou pela última vez do dia. Os seus pés doíam tanto por causa da caminhada de mais cedo, tentando se livrar inutilmente dos salvadores. Se não tivesse encontrado Carol em meio a floresta, cederá ao chão e seria decapitado na primeira chance que Negan tivesse de ve-lo ajoelhado. 

A mulher Levou-o em meio a campina Florida até um campo coberto de árvores tortas.Ali havia uma casa campestre, completamente de madeira, mas limpa, com apenas dois zumbis sangrentos. A tarde ensolarada deu lugar a noite estrelada, e com ela veio o frio intenso, um vento forte que quase quebrava as tábuas de abeto e desabando a estrutura. 

Carol acendeu a lareira sem se importar muito com a luz que emanava e Daryl iria se desapontar com a falta De prática de sobrevivência dela, mas estava tão cansado que deixou Carol o guiar. Primeiro o levou até uma sala pequena e o deu alguns baldes de águas que ela pegou enquanto eu arrumava a madeira. Mandou eu banhar meio autoritária e me deu algumas roupas de frio, bordadas com as asas angelicais nas costas. Esperou que a outra se acalmasse e parasse ali para descansar. Ela só parou quando achou alguns coelhos no quintal extenso.Ela sentou do meu lado e estendeu um cobertor em nossos corpos, então aproveitamos o calor que emanava do fogo. O silêncio era bom, mas sentia vontade de a abraçar. Ela mesma se acomodou do meu lado:

-Eu já tinha vindo aqui, preparei algumas coisas.Talvez eu achasse alguém. 

-Tem razão. Carol, obrigado mesmo, por me salvar. Tome. 

Estiquei uma Rosa de Cherokee para ela. 

-Eu a guardo desde que saímos correndo naquele matagal. 

-obrigado. Me traz lembranças boas. 

Você, leitor, pode imaginar o que quiser desta cena. Algo caiu sobre eles depois disso, e não foi apenas silêncio. Interprete como quiser. Ninguém saberia se Daryl Dixon sentia algo a mais por Carol. 


Notas Finais


Olá! Trouxe essa One que eu estava morrendo de vontade de fazer. Espero que gostem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...