História Rose And Kiss Flower - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Tags Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Charlotte, Dakota, Debrah, Iris, Kentin, Kim, Leigh, Lysandre, Nathaniel, Peggy, Rosalya, Violette
Exibições 56
Palavras 2.508
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura, favoritem à história <3

Capítulo 2 - Episódio 2 : Piquenique


= NO DIA SEGUINTE =


Segunda-feira 6:00 AM

~ Pov's Victoria On ~

Acordei com o despertador  do celular, era 6:00 AM, me levantei e fui ao banheiro, fiz minhas higienes básicas e tomei banho, coloquei uma calça jeans preta rasgada, e uma blusa branca com um colete jeans por cima.
Vi o horário no meu celular e era 6:30 AM, eu devo sair 7:00 AM, então dá tempo para comer. Fui até  cozinha, percebi que minha tia não tinha acordado ainda, então eu fiz um Nescau e comi uma torrada. Depois voltei ao banheiro e escovei os dentes novamente. Peguei minha mochila e coloquei o meu material, e o celular, fechei o apartamento e desci as escadas, fui de apé até a escola.

= QUEBRA DE TEMPO, NA ESCOLA =


Cheguei na escola e vi uma garota de cabelos brancos vindo até mim.

- Oiii, você deve ser a nova aluna! Prazer me chamo Rosalya - Ela disse

- Oii, prazer me chamo Victoria, porém eu prefiro Vic - Respondi com um sorriso no rosto

- Ok então Vic! Vem eu vou te apresentar o pessoal - Ela disse puxando meu braço

- Bem essas são as meninas, Peggy, Violette, Melody, Iris e... - Ela disse, mais alguém atrapalhou ela

- Esse é o novo trapo da escola? HAHAHA - Disse a Loira com duas garotas junto com ela.

Não entendi à quem ela estava se direcionando, eu apenas ignorei, até que ela fala novamente.

- Já que você é nova aqui é bom saber que não é para encostar no MEU Castiel! - Ela disse passando a mão no cabelo e se exibindo.

- Pode deixar - Eu respondi num tom de voz frio e elas foram embora.

Rosalya terminou de me apresentar as meninas, gostei muito de todas menos das três que acabaram de vir nos incomodar.

- Quem eram aquelas três? - Eu perguntei curiosa para a Rosalya

- A loira é a Ambere... Ambre a morena é a Charlotte e a coreana ou sei lá que bicho é aquilo é a Li. - Rosalya respondeu com um tom de voz engraçado, confesso que ri com os apelidos mais enfim.

- Bom vou te apresentar os meninos vem! - Rosalya disse e me puxou novamente.

- Esse é o Castiel ou Tomate, como queira chamar - Ela disse

- Tomate é? Sua mãe não disse isso para mim ontem - Disse o Castiel colocando a mão na cintura e rindo, eu começei a rir também e parece que a Rosalya achou engraçado e riu junto.

- Bom esse é o Lys-Fofo ou Lysandre - Ela disse com um sorrisinho

- Prefiro apenas Lysandre, prazer como se chama? - Perguntou ele

- Me chamo Victoria, porém prefiro Vic - Eu respondi.

- Um nome realmente bonito. - Ele disse com um sorriso.

- Obrigado, o seu também - Respondi com um sorriso, eu dei uma leve corada no rosto, nunca fui elogiada assim.

- Esse aqui é o Ken... - Ela disse e eu a interrompi

- KEEEEEEEEENTIN, QUE SAUDADES!!! - Eu gritei meio alto e abraçei ele, ele é gay então não me importava.

- Vic menina tu tá me enforcando - Ele disse me afastando, todo mundo que estava ali começou a rir da cena.

- Vocês se conhecem? - Perguntou Lysandre

- Sim, ele mudou de escola no 6 ano, por isso não vi mais ele. - Eu respondi meio triste, era complicado para ele, ele sofria bulliyng naquele tempo por ser gay, por isso teve que mudar de escola.

- Entendo - Disse Lysandre já parecendo saber sobre a situação.

= TRIIIIIIIM =

O sinal bateu a minha sala era 1-B a mesma sala do Lysandre,Castiel,Rosalya,Kentin e etc...
Eu vi que o Kentin e a Rosa iam sentar juntos então resolvi sentar ao lado do Lysandre mesmo.
O professor não havia chegado ainda, vi o Lysandre com um bloco de notas e resolvi perguntar o que ele escrevia.

- Então o que você escreve nesse bloco de notas? - Eu perguntei com o cotovelo encostado na mesa e as mãos no meu rosto.

- Apenas alguns poemas e músicas - Ele disse sorrindo, eu corei na hora.

- Que legal, vou querer ouvir algum poema seu ou música um dia - Respondi sorrindo.

- Eu espero que sim - Ele disse com um sorriso de canto, o professor entrou na sala na hora.

- Bom hoje temos uma aluna nova, pode vir se apresentar - Disse o professor

- Claro! - Eu respondi alegre

- Bom eu me chamo Victoria, tenho 18 anos, espero fazer várias amizades aqui - Eu disse com um sorriso bem fofinho.

- AIIII QUE KAWAII!! - Disse o Kentin no fundo da sala com a Rosalya do seu lado.

- Se acalme Kentin - Disse a professora rindo, eu ri junto também, a professora disse que eu já podia sentar, a aula era Matemática, anotei algumas coisas sobre a explicação da matéria no caderno. O sinal bateu e a primeira aula acabou.

- O professor Faraize de História não veio hoje, temos aula livre - Disse o Lysandre

- Ah é? Que triste, eu amo história - Disse meio triste

- Vamos se anime, podemos ir ao jardim, lá tem algumas flores bonitas. - Disse o Lysandre

- Ok, por mim tudo bem! - Fiquei alegre por isso, gosto de flores, eu segui o Lysandre e fiquei pensando no meio do caminho como ele conseguia ser tão legal e sincero ao mesmo tempo.

Chegamos no Jardim com várias flores, eu achei realmente muito lindo.

- Gostou? - Perguntou ele com um sorriso

- Sim, é muito lindo - Eu disse meio corada com a situação, raramente passo muito tempo com um menino.

Ele pegou uma Rosa muito bonita que estava ali no meio de outras flores e colocou no meu cabelo acima da orelha.

- Ficou linda em você - Ele disse e sorriu

Eu fiquei sem reação mais depois eu corei

- Obrigada - Eu disse ainda corada.

Saímos do Jardim, pois ouvimos gritos vindo do pátio e ficamos curiosos.

- ANÚNCIO,ANÚNCIO NOVA ALUNA NO COLÉGIO SWEET AMORIS! - Peggy estava distribuindo jornais no pátio.

Não era nada de mais, então ficamos andando pela escola e conversando, quando a Rosalya aparece com um menino de cabelo Azul.

- Lys-fofo me desculpe, vou roubar a Vic um momentinho - Disse a Rosalya com um sorriso, tipo: O que vocês estavam fazendo safadinhos?

- Ok - Disse o Lysandre.

- Vic quero te apresentar o peguete do Ken... O Purpurina - Rosalya foi interrompida por um olhar ameaçador do "Purpurina" quando ela disse peguete do Ken... KENTIN?!

- Nossa, então o Kentin já tem um peguete - Eu dei um sorrisinho malicioso para o Purpurina

- Nada à ver! Me chamo Alexy, mais pode me chamar de Purpurina também.

- Ok Purpurina, me chamo Victoria, mas me chame de Vic - Eu respondi com um sorrisinho fofinho

- Que fofa! Mal chegou e já está abalando corações né - Disse Alexy

- Como assim? - Perguntei curiosa

- Parece que o Lys-Fofo gostou de você - Disse Rosalya com um sorriso no rosto

- Para Rosalya somos só amigos! - Eu disse corada com a situação

- Me chame de Rosa, mesmo assim a gente te viu no Jardim com ele
- Ela disse com um sorriso malicioso

Eu começei a rir e depois voltei à procurar o Lysandre.

~ Pov's Lysandre On ~

Eu começei a escrever um poema no meu bloco de notas, eu estava embaixo de uma árvore pensando em algo.

*Se você quer ser minha namorada
Ai, que linda namorada
Você poderia ser
Se quiser ser somente minha
Exatamente essa coisinha
Essa coisa toda minha
Que ninguém mais pode ser
Você tem que me fazer um juramento
De só ter um pensamento
Ser só minha até morrer
E também de não perder esse jeitinho
De falar devagarzinho
Essas histórias de você
E de repente me fazer muito carinho
E chorar bem de mansinho
Sem ninguém saber porquê
Porém, se mais do que minha namorada
Você quer ser minha amada
Minha amada, mas amada pra valer
Aquela amada pelo amor predestinada
Sem a qual a vida é nada
Sem a qual se quer morrer
Você tem que vir comigo
Em meu caminho
E talvez o meu caminho
Seja triste pra você
Os seus olhos têm que ser só dos meus olhos
E os seus braços o meu ninho
No silêncio de depois
E você tem que ser a estrela derradeira
Minha amiga e companheira
No infinito de nós dois.*

Eu havia terminado de escrever quando percebo alguém se aproximando de mim

~ Pov's Victoria On ~

Encontrei o Lysandre, ele estava de baixo de uma árvore, ele estava com os seus cabelos voando por conta do vento fraco que batia naquela manhã de segunda-feira.

- Bom acho que jaja vai bater o sinal - Eu disse me sentando ao lado dele

- Provavelmente, nossa próxima aula é Educação Física - Lysandre disse

- Você estava escrevendo algo no seu bloco de notas? - Perguntei curiosa

- Sim, eu estava escrevendo um Poema, eu nunca largo esse bloco - Ele disse levantando a mão com o bloco de notas e com um sorriso

- Que legal, um Poema sobre o que? - Eu perguntei

- Sobre Amor - Ele disse

= TRIIIIIIIIM =

O sinal bateu e fomos até o ginásio, a professora me deu o uniforme adequado para esportes, eu peguei e fui até o vestiário. Eu encontrei a Ambere, ou Ambre no vestiário, porém ela não implicou comigo.

= QUEBRA DE TEMPO, FINAL DA ÚLTIMA AULA =


Faltava alguns minutos para acabar a aula de Inglês quando a Rosa e o Lysandre me chamaram para um piquenique no parque.

- Ok às 13:30 então? - Disse Rosa com um sorriso no rosto

- Sim, você vai convidar o Leigh?  - Perguntou o Lysandre

- Sim - Disse Rosa

- Quem é o Leigh? - Perguntei curiosa

- Ele é meu irmão, namorado da Rosalya, e dono de uma loja de roupas na cidade - Disse o Lysandre

- Entendi - Eu disse

= TRIIIIIIM =

O sinal bateu e eu me despedi do pessoal, uns 20 minutos depois cheguei em casa era 12:20 PM, resolvi ligar pra minha tia para saber se eu podia ir ao Piquenique.

* Chamada *

- Oiii tia, me desculpe te ligar agora, eu queria saber se eu posso ir num piquenique com meus amigos? - Eu perguntei

- Oiii, meu amor, pode ir sim - Disse a minha tia com a mesma voz doce de sempre

* Chamada Off *

Desliguei o celular e fui ao banheiro tomar banho,terminei o banho e me vesti um vestido verde-água de bolinhas brancas que ia até meu joelho, calçei uma sapatilha branca com um laço rosa na ponta.
Vi horário era 13:20, resolvi passar um batom rosa fraco nos lábios. Fechei o apartamento e desci as escadas, o parque ficava na frente do apartamento então era mais fácil pra mim.
Chegando lá eu encontrei o Lysandre de baixo da árvore com seu bloco de notas, me aproximei e me sentei ao seu lado.

- Não tinha visto você - Disse o Lysandre fechando seu bloco de notas e guardando a caneta

- Desculpa devo ter te assustado - Eu disse rindo, ele riu também e ficamos conversando até o Leigh e a Rosa chegarem

- Chegaram primeiro que a gente! - Disse Rosalya me olhando com um sorriso malicioso

- Prazer senhorita me chamo Leigh - Disse ele sorrindo

- Prazer me chamo Victoria - Eu respondi

- Bom vamos começar o piquenique? Eu trouxe pães, tortas e bolachas - Disse Rosa abrindo a sua sexta de piquenique.

Nós comemos um pouco um tempo depois Rosa foi dar um passeio com Leigh deixando eu e o Lysandre sozinhos, estava um silêncio constrangedor quando resolvi quebra-lo

- Você quer ler algum poema que você escreve? - Eu perguntei curiosa

- Bom vou ler um então - Ele disse sorrindo

Preciso Dizer que te Amo

Quando a gente conversa
Contando casos, besteiras
Tanta coisa em comum
Deixando escapar segredos
E eu não sei que hora dizer
Me dá um medo, que medo

Eu preciso dizer que eu te amo
Te ganhar ou perder sem engano
E eu preciso dizer que eu te amo
Tanto

E até o tempo passa arrastado
Só pra eu ficar do teu lado
Você me chora dores de outro amor
Se abre e acaba comigo
E nessa novela eu não quero
Ser teu amigo

É que eu preciso dizer que eu te amo
Te ganhar ou perder sem engano
Eu preciso dizer que eu te amo, tanto

Eu já nem sei se eu tô misturando
Eu perco o sono
Lembrando cada riso teu
Qualquer bandeira
Fechando e abrindo a geladeira
A noite inteira

Eu preciso dizer que eu te amo
Te ganhar ou perder sem engano
Eu preciso dizer que eu te amo, tanto

A voz dele me dava arrepios a cada palavra que ele falava do Poema, ele era bom com essas coisas.

- Você é muito bom em criar poemas, fez quando este poema? - Eu perguntei

- Fiz antes de você chegar ao parque - Ele disse sorrindo, percebi que ele estava meio corado

- Eu raramente crio poemas e amor - Ele disse com a cabeça baixa, parecia estar com vergonha da situação

Ele levantou a cabeça e ficou olhando para mim, quando eu corei, eu desviei o olhar, eu sou muito tímida com essas coisas, isso acaba sendo constrangedor para mim. Eu voltei à olhar para ele só dessa vez eu dei um sorriso tímido e ele retribuiu,  Rosa e o Leigh voltaram ( Pra estragar o clima hahahahahahaha :Autora)

- Estavam fazendo o que? - Perguntou Rosa com um sorriso malicioso, acho que ela percebeu que nós estávamos corados.

- Nada de mais - Eu e o Lysandre respondemos ao mesmo tempo, Rosa e o Leigh riram e eu e o Lysandre ficamos boiando na situação.

- Já são 17:00 PM, temos que ir - Disse Rosa

Guardamos as coisas, e nos despedimos, cheguei no apartamento ainda pensando naquele momento com o Lysandre, dei um sorriso de canto ao lembrar aquilo.

= QUEBRA DE TEMPO, DE NOITE =

Minha tia já havia chegado, ela foi fazer a janta e eu estava no quarto quando recebi uma mensagem de Rosa no Whats, da onde ela pegou meu número?

* Whats On *

Rosa: Oii Vic, vamos fazer uma festa do pijama amanhã na casa do Leigh e do Lys-Fofo, quer ir?

Eu: Claro! Quem vai?

Rosa: Alexy,Kentin,Iris e Peggy.

Eu: Ok, que horas vai ser?

Rosa: As 20:00 PM

Eu: Ok

* Whats Off *

Eu fui jantar e minha tia me autorizou à ir na festa, logo depois fiz minhas higienes básicas, tomei banho, coloquei o meu pijama rosa, e fui dormir.


Notas Finais


O que será que vai rolar nessa festinha em? Até o próximo episódio <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...