História Rose Wesley e Scorpio Malfoy - Um Amor - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Potter, Draco Malfoy, Harry Potter, Hermione Granger, Lucius Malfoy, Ronald Weasley, Rose Weasley, Scorpius Malfoy
Visualizações 77
Palavras 884
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Reuniao em familia


Escorpio saiu do jardim e retornou para mansão Malfoy, ela era extremamente bonita, tinha dezesseis quartos todos com suítes,varias salas e escritórios , biblioteca, cozinha e sacadas elegantes. Era uma casa muito grande, normalmente só morava sua avó e seu avô e seus elfos domésticos, seu pai , sua mãe juntamente com ele só iam em épocas de férias, mas nestas férias a casa estava muito cheia, tanto que tinha que dividir o seu quarto com seu primo Erick, todos estavam ali por causa da reunião, reunião esta que contava com os ‘sócios’, ou em outra palavras seguidores de seu avô e sua ideologia de superioridade, Escorpio já estava acostumado com todos ali, conviveu com eles sua vida toda em festa e jantares que era obrigado a ir com os pais desde de muito pequeno. Essas pessoas tinham uma única coisa em comum, todos eram sangue- puro e odiavam trouxas ou nascidos trouxas, ou seja era as pessoas que minha família mais gostavam.

Na sala de reunião encontrava-se Lucio Malfoy na cabeceira da mesa, Draco Malfoy ao lado direito e Escorpio do esquerdo, do lado Draco estava Jhonson Haderick, pai de Erick que estava ao lado de Esorpio. Ao lado de Jhonson, Robert Grinkls e na sua frente sua filha Payton em seguida vinha Jhason Franchello, e seu filho Antonny e sua filha Brenda. Todos os principais estavam ali com seus filhos e Escorpio estranhou isso, parecia que era um momento de aceitação , ou melhor inclusão deles no meio do negócios, em meio a esses pensamentos Lucio começou a falar.

–Hoje é um dia importante para nós, onde nossos filhos e netos iram começar a nos auxiliar nos negócios, como todos vêem estes jovens,-apontavam para o lado no qual os jovens sentavam-têm idade entre quinze e dezesseis anos, eles hoje estudam na escola de Horgwts e são para nossa alegria alunos da Sonserina, eles representam nosso futuro, por isso não podemos admitir que eles sejam expostos a certos atos que o ministérios esta tentando  nos fluenciar.

–O que quer dizer com isso Lucio?- perguntou Jhason Franchello.

–Quero dizer, que o ministério da Magia de Londres esta querendo nos destruir mais uma vez, mas desta nós não vamos deixar, por nós nem por nossos filhos, que merecem algo melhor do que um lugar cheio de trouxas e sangue –ruim- enquanto falava estas palavras todos os admiravam, para a os presentes ali Lucio era um grande líder.- Não devemos permitir que por enquanto descubram os nossos planos, então para isso peço a vocês que não lancem maldições em nenhum trouxa para fechar negócios e não permitem que nenhum funconario de vocês façam os mesmo.

–Porque tanta preocupação agora?- Robert Grinkls pergunta com uma voz levemente irritada.

–Porque o ministério mandou dois aurores investigarem as estranhas mortes que esta ocorrendo aqui na América do Norte, estão começando a desconfiarem e não podemos por enquanto dar nos ao luxo de ser descobertos.

–Mais cedo ou tarde vão descobrir- Draco Malfoy fala.

–Na verdade até que demorou para que desconfiasse, já fazem quase dezessete anos que estou no negocio e eles nunca souberam, mas mesmo assim temos que tomar cuidado.

–Quem são os aurores e como você descobriu?- Robert Grinkls pergunta novamente, não acreditando muito nas palavras de Lucio.

–Robert eu tenho meus contatos dentro dos Ministérios tanto daqui como no de Londres, ou eu não estaria fazendo isto a tanto tempo,  quanto aos  nomes mandaram dois que têm fama de não encerrar uma investigação sem saber a verdade dela, Ronald Weasley e Harry Poter- quando falou estes nomes todos mudaram de expressões, sabiam de quem tratava e não queriam ser pegos e destruídos novamente por Potter.

–O que iremos fazer?- Jhonson Haderick pergunta com a voz angustiada .

–Nada, vamos continuar com os nossos negócios, só não iremos usar de magia para isso, se querem realmante minha opinião, tirem umas férias om a família e evitem negociar durante este dias, pois estes vermes vão investigar tudo, e nó s não podemos nos arriscar.E após os retorno das aulas iremos contar com a ajuda de nossos jovens, para despistar o Ministério daqui.

–Como ?- perguntou Erick todo empolgado.

–Conto com a ajuda de vocês para começa a colocar o medo nos alunos sangue-ruim e traidores de sangue, claro que tudo isso escondido para que não desconfie de vocês.

–Pode deixar Sr.Malfoy eu e o Escorpio já estamos acustumado com esse tipo de coisas, ainda mais com os filhos do Potter e dos Weasley- Erick falava todo orgulhoso- este ano então vai ser muito pior.

–Só tomem cuidado para não ser pegos- Draco falava olhando para Escorpio, que de imediato abaixou a cabeça perdido novamente em seus pensamentos. “como pode uma pessoa ser tão fria desta maneira, tenho que proteger Rosa este ano, para ela nada pode acontecer.

– Dou por encerrada esta reunião – Falou Lucio levantando-se da mesa- seja bem vindo meus jovens- olhou novamente para os jovens que se retiravam.

Escorpio estava pasmo por tudo aquilo, acabou de se torna membro de algo que al menos queria, ficou sabendo que o pai de sua namorada vinha para caçar ele e sua família e que teria que ajudar ao primo idiota a acabar com a família dela, que coisa horrível estava em uma cilada na qual não via saída.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...