História Rose Williams - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drama, Ficção, Romance, Rose, Suspense, Tragedia
Exibições 23
Palavras 582
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Genteeh, desculpa mesmo essa demora toda pra postar, e desculpa o capítulo pequeno, meu computador tava quebrado e não tinha conserto, ai tive que comprar outro e esperar chegar, serio descupa :'(

Capítulo 4 - Socorro?


Me viro para John com uma expressão surpresa e ele retribui o olhar igualmente, puxo o cinto de segurança junto a ele, que acelera o carro em direção ao fugitivo, que insiste em correr logo conseguimos alcançá-lo, a rua era estreita o que nos dava uma certa vantagem, Joseph "joga" o carro, praticamente fechando a passagem do mascarado que tenta pular o veículo, porém é impedido por John, que pula para fora do carro e o-derruba imobilizando-o fazendo que deixe cair uma coisa que não identifico devido à pouca luminosidade, rapidamente desço do carro e vou em direção ao objeto, chego perto e percebo ser uma câmera semi-profissional, e digo mostrando o objeto para John:
     —Como eu pensava, ele deve ser um repórter, ou algo parecido
     O moreno, me olha triste e diz com uma certa calma na voz, ainda segurando o meliante que se debate desesperado:
    —Vagabundo! Provavelmente queria fotos de nós dois juntos
    Eu me mantenho calada consentido com a afirmação, John revista-o vendo se não tem outra câmera guardada e vemos que era só essa mesmo, Joseph solta o homem que corre pra longe de onde podemos ver, me aproximo um pouco do moreno e coloco meus  braços em volta de seu pescoço, olhando-o nos olhos que retribui colocando suas mãos em minha cintura, quando percebo já estamos nos beijando, interrompemos o beijo que já dura alguns segundos, pois estávamos sem ar, olho em seus olhos e digo:
       —Tchau John 
       Ele pisca pra mim dizendo:
       —Bem que a gente podia sair mais vezes 
        Rio, deixando um beijo em sua bochecha, caminho até o porta de minha casa e a-abro lentamente, subo para meu quarto e me jogo na cama, rindo de alegria, me troco e vou dormir.
      
 ---POV'S JOHN ON--- 
 
      Acordo e olho para a janela, vejo um filete de luz do sol invadindo o quarto por uma fresta da cortina, pego meu celular e envio uma mensagem para Rose:
      John= Bom dia!!!
    Vejo que a mensagem chegou, mas não foi lida, logo deduzo que ela deve estar dormindo, (também, quem vai acordar em pleno domingo às oito?) levanto da cama com preguiça, então decido  ficar deitado, ligo a TV e começo a assistir um programa qualquer, penso comigo, aff que merda, levanto e vou até o banheiro, termino minha higiene matinal e desço pro jardim, porém não encontro ninguém, tomo meu café sozinho, vou pro meu quarto e vejo que Rose já recebeu a mensagem, e está digitando:
     Rose= Oi, bom dia! Td bem?
     John= tudo, e vc?
     Rose= tudo! E aí, fazendo?
     John= nada! E vc?
     Rose= nada, também! 
     John= Kkkk
     Rose= Olha eu tenho que ir, combinei com a Lívia de sair hoje
     John= Ok, bom passeio então! 
     Rose= Obrigada!
     John= tchau!
     Rose= tchau bjs 
   
     Termino de falar com Rose e percebi que eu não tinha mais nada pra fazer, todo meu dever de casa já estava feito, então penso em ir até a biblioteca para procurar um livro pra ler, entro no imenso recinto e já sinto a euforia, uma vontade incontrolável de ler todos, olho atentamente cada prateleira da seção de mistério procurando um livro que desperte meu interesse e nada, acho que estou romântico demais hoje para ler um mistério, vou até a seção de romance e rapidamente encontro algo, me sento em umas das poltronas e começo a ler, ouço meu celular vibrar e automaticamente o tiro do bolço para olhar, e fico surpreso quando vejo uma mensagem de Rose 

Rose= Socorro
 


Notas Finais


Mil desculpas de novo, não me matem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...