História Roses 2.0 - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias David Luiz, Lana Del Rey, Thiago Silva
Personagens David Luiz, Lana Del Rey, Personagens Originais, Thiago Silva
Tags Futebol!
Exibições 55
Palavras 1.140
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Esporte, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

Capítulo 6 - Honneymon


P.v.o.s Vitória

Acordei com uma certa dor em todo o corpo, e quando abri meus olhos me deparei com um médico trocando alguma coisa de uma típica bolsa, que estava por meio de um cano ligado a mim. Droga! Eu to tomando soro!

- Aonde eu to?.- perguntei ao doutor que estava com uma enfermeira ao seu lado

-Que bom que acordou florzinha.- Fiz uma cara confusa.- Sim, você está em um hospital! .- falou

- COMO ASSIM? PORQUE? O QUE HOUVE? CADÊ MEU PAI? CADÊ A MINHA BABÁ ?.- Perguntei desesperada

- Sua babá e seu pai estão lá fora, agora descanse.- falou e saiu da sala

Como eu vim parar aqui? O que houve comigo? Eu passei mal? Meu Deus o que houve?

- Filha?.- meu pai perguntou entrando na sala sozinho, ele estava com uma roupa de treino, provavelmente deve ter vindo do CT.

- Oi pai.- falei e o mesmo pegou minha mão .- Porque eu to aqui pai? Pai eu vou morrer?.- perguntei e o mesmo riu

- Claro que não Vitória. -falou e me tranquilizou. - Você desmaiou por conta de uma anemia, e teve que ficar internada.- falou, como assim anemia?

- Mais como isso aconteceu comigo? Eu como de tudo.- falei e o mesmo riu novamente.- Cadê a Lana? .- perguntei

- Licença.- Lana perguntou abrindo a porta e colocando a bolsa na poltrona do lado

- Lana, pelo amor de Deus me explica o porque de eu estar com uma anemia?.- perguntei e a mesma sentou na poltrona

-Faz um seguinte? Tenta dormir, depois eu conto tudo pra você. - falou e eu assenti

- Pai, você saiu do treino pra vir me ver, Porque fez isso?.- perguntei

-Eu sou seu pai, independente de tudo, eu te amo acima de qualquer coisa.- falou

-Mais o senhor não pode ser prejudicar não ?.- perguntei

-Não se preocupa, você está acima de todas as conquistas que eu já ganhei.- falou e eu ri contente

-Que dia eu vou poder ir embora?.- perguntei

-Quando o médico te der alta.- Lana falou

- Então eu tenho que ir.... Lana eu posso falar com você um minuto?

-Pode sim, só um minuto!.- falou e vi os mesmos saindo da sala, isso vai dar namoro!

            P.v.o.s Lana

-Lana, bom é que. ..... Eu não tenho nem o que te dizer, mais obrigado .

-O que eu fiz foi a minha obrigação, eu tenho a Vitória como a minha filha, foi por puro amor que eu tenho por ela.- falei e vi o mesmo sorrir de gratidão

-É aquilo, obrigada mesmo, não tenho como te agradecer. - falou e reparei que ele me olhava demais, seu olhar era de desejo e ao mesmo tempo respeito, admiração sei lá, eu to ficando doida!

-É aquilo né, denada. -falei e o mesmo riu

-Já te falaram que o seu sorriso devia ser o sorisso mais bonito do mundo?.- me perguntou e senti minhas bochechas queimarem, ele estava me cantando?

- Ahm. ...oh.... obrigado.- falei e o mesmo riu

- Eu tenho que ir até mais.- falei e se despediu de mim com o classico abraço e o beijo na bochecha. Porque eu me senti mexida com aquele elogio e o beijo no rosto, eu to louca? Sim, louca, e cansada

           (***)

               1 semana depois....

Acordei com uma maldita dor de cabeça, não sei porque mais eu to me sentindo como se eu tivesse tomado uma coça, deve ter sido consequência de dois dias sem dormir, mais foi por uma boa causa! Levantei da cama e fui até o banheiro, escovei os dentes, vesti uma roupa e sai do quarto, eu e Vitória ainda estamos no hotel, afinal essa copa das Confederações ainda não acabou e eu tenho que ficar aqui com a bonita (Vitória)

- Lana meu amor, minah vida, minha flor!.- Vitória falou entrando no quarto, e eu ja sabia até o que ela queria

- Está me cantando! .- perguntei

- Esse papel o seu Thiago faz, e bem melhor que eu.- falou e eu revirei os olhos. -E vocês como estão?.- falou e a eu a olhei confusa

- Vocês quem?.- perguntei e a mesma revirou os olhos

- Você e meu pai ué.- me olhou debochada

- Eu não tenho nada com o seu pai. - falei e a mesma afirmou com a cabeça

- Pensa que eu sou lerda, Lana?.- perguntou. - Vocês se olham como, se já se conhece-sem a séculos, Lana só um cego não perceberia

- Tira isso dá cabeça!.- falei e a mesma riu

- Tabom então gata.- falou debochada.- É hoje a abertura dos jogos, eu vou e você também. - falou

- Eu odeio futebol, não tenho saco pra ver jogo!.- falei e a mesma me olhou feio

- Futebol é vida!.- falou e eu neguei

- Pra você para mim, não!

- Mais nós vamos, mesmo assim.- falou e eu assenti, fazer o que né

- Lana, eu vou sair com a Bruna okay?.- perguntou, afinal quem é Bruna?

- Quem é essa Bruna?.- peguntei

- Namorada do tio Ney.- falou.

-Quem é Ney?.- Perguntei e ela explicou nome por nome

- Vocês se tratam assim?  Tio, tia, subrinha?

- Sim, com o tempo você acostuma!

- Mais vocês nem são seus tios Vitória. - falei e a mesma riu

- Ta com ciúmes Lana?

- Ciúmes? Claro que não!

-Eles são seus cunhados, pelo amor de Deus Lana!

-Que cunhado oque Vitória!.- falei e a mesma riu

           P.v.o.s Thiago Silva

-O meu filho vai desenrolar a mulher lá pra mim quando?.- Oscar perguntou sentando no banco de reserva, o treino já havia terminado, e nós estavamos falando sobre mulher

- Sei lá, ela é muito parada pra essas coisas. - Falei

- Como assim parada?.- Fred perguntou

- Esse ai namora e fica dando uns pegas nas novinhas.- William falou

-Sei lá, eu dou encima dela direto e ela nem percebe. - falei

- Agora eu entendi porque do Thiago não me da o número dela.- Oscar falou. - É porque ele quer pegar ela. - falou e fez todos rirem

- Eu já quis, mais ela é muito lerda pra essas coisas. - falei

- Pelo que deu a entender, ela é lerda até em sexo, porque ela tem cara que não faz boquete de jeito nenhum.- David falou

- Concordo. - Ney disse

- Que papo mais idiota. - Felipão falou entrando no nosso meio

-Idiota é aqueles teus papos de velho. - Julio falou e ele riu

- Garanto que é melhor falar daqueles papos de velho, do que falar sobre a babá a Vitória. - Felipão respondeu

- To vendo que foi uma péssima idéia ter chamado a Lana pra ser babá da Vitória. - falei

- Ela é maior gostosinha.- Ney falou


Notas Finais


CONTINUA?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...