História Choices {Shawn Mendes} - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shawn Mendes
Exibições 98
Palavras 1.125
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Saga

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - The Weight


*SHAWN*

   Hoje é o dia em que eu vou morar com o meu pai e meu irmão Justin.

   Eu e Justin temos a mesma idade mas ele é filho do meu pai apenas.

 Estou voltando para Toronto nesse instante, onde nasci... Não poderia ficar mais em L.A. com minha mãe depois do que aconteceu.

  Minha namorada. Ex namorada. Camila havia me traído com minha vizinha, melhor amiga, amiga de infância. Lauren.

 Eu jamais poderia imaginar que algo assim poderia acontecer. Minha melhor amiga e minha namorada era algo que não tinha como suportar.

 Eu quero muito ficar e esquecer tudo, eu realmente estaria disposto a passar uma borracha em tudo isso e ficar com minha mãe e Camila em Los Angeles, amo minha mãe mais que tudo mas ter que olhar todo dia para a casa ao lado e me lembrar que fui traído ali por duas pessoas da qual considerava muito é um peso que não quero ter que suportar.

 Antes de eu entrar nesse vôo, Camila e eu tivemos várias conversas sobre isso, ela me dizia que estava feliz com Lauren mas queria que eu ficasse como se tudo para ela tivesse sido em vão.

Podem me achar estúpido mas de quem eu estava realmente com raiva era Lauren, minha melhor amiga e quem realmente sabia o quanto eu gostava. Gosto. De Camila e fazer isso comigo parte meu coração completamente.

E quando coloquei Camila contra a parede e perguntei quem ela queria de verdade. Eu ou Lauren, ela disse que precisava de tempo e essa não era a resposta que eu queria. Tempo.

Quer dizer que tudo que passamos juntos foi em vão? Que ela precisava pensar entre todos os momentos que passamos? Ela é uma idiota. Uma idiota que eu amo.

No mesmo momento em que Camila disse que precisava de tempo eu soube que precisava ir embora dali. Carregar o peso dessa traição é algo que realmente não dá.

No final das contas fiquei mesmo com pena foi de minha mãe, não queria deixar ela por nada mas morar com papai e Justin vai ser legal também. Prometi a minha mãe que iria visitar ela uma vez a cada dois meses.

 O avião aterrissa e então eu me levanto, minhas pernas estavam meio dormentes e formigando. Comecei a bater meus pés fortemente no chão para ver se passava e algumas pessoas começaram a me olhar então parei.

Quando desci logo vi Justin escorada na parede do aeroporto mexendo no celular, olhei mais um pouco e não vi papai com ele.

 Fui até Justin.

Justin: Hey Maninho - Disse guardando o celular no bolso quando me aproximei.

Eu: Maninho? - Disse rindo dando um abraço e um tapinha nas costas de Justin. - Sou maior e um mês mais velho do que Você chora vai.

Justin: Mas eu sou mais bonito você sabe disso não é?

Eu: Aham - Falei ironicamente colocando meu braço envolta de seu pescoço enquanto andávamos por dentro do aeroporto.

Justin: Então cara... Soube o que houve entre você e Camila... Sacanagem em - Ele falou meio receoso.

Eu: Ah... Sobre isso, não gostaria de falar não, quero seguir em frente realmente - Respondi sinceramente.

Saímos do aeroporto e entramos em um táxi que já estava a nossa espera. Estava sem bagagens, deixei tudo que era meu na casa de minha mãe, menos meu celular, fones e carregador lógico. Aqui em Toronto queria começar tudo novamente.

Justin: Você pode ir pelo mesmo caminho que viemos, vamos voltar pra lá - Justin falou do banco de trás onde estávamos colocando a mão no ombro do motorista que assentiu com a cabeça.

Eu: Onde está papai? - falei olhando para Justin que estava com o cotovelo encostado na porta.

Justin: Ficou em casa preparando alguma coisa pra gente comer lá - logo seu celular vibra e ele olha na tela o que era.

Eu: Sem tomates né? - falei rindo e depois fazendo uma cara estranha.

Justin: Que frescura essa sua com os tomates seu macio - ele falou rindo - O Mano me avisaram agora que amanhã vai ter uma festa na casa do Bruno, ele tem uma casa enorme e da sempre as melhores festas...

Eu: Ah não cara não sei se estou em clima de festa não.

Justin: E a história de seguir em frente como era mesmo? - ele falou passando a mão em seus cabelos - essa festa é perfeita, você vai pegar as gatas da nossa escola e esquecer da Camila entendeu? - ele falou com um sorriso malicioso.

Eu: Vamos ver até lá - falei retribuindo o sorriso de safado, Justin adorava pegar as garotas loucamente. Eu não era assim, mas agora que quero recomeçar por que não?

Justin: Vamos ver nada, hoje de tarde vamos comprar suas roupas e amanhã vamos ir nessa festa sim - ele falou dando um soquinho em meu ombro.

Eu: Tá mas que Bruno é? Eu conheço?

O táxi parou e Justin pagou ele, não acredito que papai ainda morava na mesma casa onde eu morava, eu e Justin descemos do carro.

Justin: Como assim que Bruno? O Mars cara - ele revirou os olhos - O dono das melhores festas da escola, ele será nosso colega esse ano.

Entramos na casa, era a mesma de quando eu morava lá, as cores, a mobília. Enquanto olhava como nada havia mudado noto meu pai na cozinha cortando... Tomates, reviro os olhos e papai nota que chegamos.

Pai: Shawn! Estou tão feliz de ter você de novo - ele falou com um sorriso enorme - Agora eu e meus dois garotos podemos jogar Baseball de novo - Ele me deu um abraço forte.

Eu: Também estou feliz de ti ver pai - falei sorrindo - Mas sobre o Baseball... Não sei se o coroa aí aguenta ainda - Soltei uma risada franzindo os lábios ironicamente.

Pai: Vamos ver quem vai ser esse tal Coroa aí - eu acabei rindo porque ele não tinha entendido - Justin leva Shawn lá no quarto.

Justin: Aham Pai - ele falou assentindo com a cabeça e me puxando pelo ombro.

Subimos as escadas e vejo que passamos pelo meu antigo quarto e logo fiquei nervoso por onde seria meu novo quarto até que Justin abriu o quarto dele. Puta Merda.

Justin: Então maninho... O seu quarto virou um mini estúdio e agora terá que ficar no mesmo quarto que eu - ele riu alto maldosamente - se prepara pra acordar com pasta de dente na cara.

Eu: Merda Justin! Por quanto tempo isso? - Falei me atirando em uma das camas, a arrumada que com certeza não era de Justin.

Justin: Acho que só uma semana - ele falou colocando o celular na cômoda - Vamos ir no shopping comprar alguma coisa pra você usar amanhã?

Eu: Ainda bem que você falou, não vou comer aqueles tomates - falei rindo.

Justin: Macio - ele riu.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...