História Roslyn: Dramione - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Dumbledore, Argo Filch, Blásio Zabini, Cho Chang, Córmaco Mclaggen, Daphne Greengrass, Ernesto Macmillan, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Horácio Slughorn, Lilá Brown, Minerva Mcgonagall, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Pansy Parkinson, Ronald Weasley, Rúbeo Hagrid, Theodore Nott
Tags Amor, Draco Malfoy, Dramione, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Hogwarts, Romance, Rony Weasley, Theodore Nott
Exibições 512
Palavras 1.240
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Magia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Hogsmeade


Cheguei à biblioteca, Madame Pince estava dormindo sobre o balcão. Fui até uma das estantes e facilmente localizei um livro de poções, fui até uma mesa e abri no capítulo que falava sobre Amortentia, a paixão do amor mais poderosa, ela não causava o amor verdadeiro, mas sim uma paixão momentânea e obsessiva. Lembro-me de que no sexto ano tivemos uma aula sobre essa poção, seu cheiro tinha o cheiro da pessoa amada, na época senti cheiro de grama recém-cortada, creme dental de menta, pergaminho novo e o cheiro de Ron. Eu o amava, mas agora não sentia mais nada por ele.

Estava quase terminando meu trabalho quando fui interrompida por Theodore Nott, ele estava parado em minha frente.

- Hermione, eu sabia que estaria aqui. – ele disse.

- Estava me procurando, Theo?  - perguntei.

- Sim. Eu queria hm, convidar você pra ir comigo até Hogsmeade, esse final de semana – ele falou.

- Eu adoraria. – disse sorrindo.

Nott se despediu saindo apressadamente, marcamos de nos encontrar às 10 horas nos portões de Hogwarts. Terminei todo meu trabalho, peguei minha mochila e fui para o jantar no salão principal, sentei- me com Harry e Ron, Gina não havia vindo jantar. Comi rapidamente e fui para o salão dos monitores, subi e fui direto para o quarto de minha amiga.

-Gina – chamei.

- Estou no banho Mione – ela respondeu.

A ruiva cantarolava uma música das Esquisitonas, que eu não conhecia, ela estava demorando, já estava quase dormindo, em sua cama quando ela apareceu.

-Abaffiato – murmurei não queria que os garotos ouvissem nossa conversa

-Gina, eu vou pra Hogsmeade com o Theo, e você vai sair com alguém? – perguntei

- Sim, eu vou com Dino, ele me convidou – ela disse animada.

- Hm, Ginevra tem um encontro – cantarolei.

- Você também tem boba. – disse ela corada.

Fui para meu quarto tomei um banho quente, vesti meu pijama e fui me deitar. Levantaria cedo amanhã, combinei com Gina que nos arrumaríamos juntas. Sair do castelo me fará bem, sempre gostei dos passeios que fazíamos a vila bruxa. Estou ansiosa pra sair com Nott, eu gostava do jeito dele, ele era interessante, além de ser muito bonito.

Finalmente amanheceu, o dia, fui para o quarto de Gina, lá fiz minha higiene matinal e tomei um banho. Gina começou a arrumar meus cabelos, usou uma poção que deixou meus cabelos lisos e enrolou as pontas de modo trouxa, com um aceno de varinha pintei minhas unhas em um tom de vermelho escarlate, Gina fez uma maquiagem leve em mim. Fui para meu quarto escolher a roupa que usaria.

Abri meu guarda-roupa, peguei uma calça jeans, preta, um suéter caramelo, que combinou com o meu cabelo, e um casaco grosso, pois estava muito frio, calcei minha bota de cano alto e por último coloquei meu cachecol da Grifinória, olhei- me no espelho, estava apresentável.

Desci para o salão comunal, apenas Gina estava ali, ela elogiou-me e disse que esperaria Dino aparecer, saí correndo, pois estava uns 5 minutos atrasada.

Encontrei Nott, na escadaria, ele estava perfeito, todo de preto, deu-me seu braço, que eu aceitei prontamente.

- Você está linda. – ele falou.

- Você também não está nada mal. – falei sorrindo.

Pegamos uma carruagem, Nott sentou-se do meu lado e passou seu braço sobre meus ombros, estava frio me aproximei mais dele, me aconchegando em seu abraço. Estávamos em silêncio até que ele resolveu quebrar o gelo.

- Queria ter te convidado pra sair antes – disse o rapaz.

- E porque não me convidou?– perguntei.

- Você vivia colada no Weasley e no Potter, eles pareciam seus seguranças, daí teve a guerra e vocês não voltaram pra escola aquele ano. – ele explicou.

- Então vamos aproveitar e recuperar o tempo perdido – falei.

O resto do trajeto foi feito em silêncio, chegamos a Hogsmeade e ele me ajudou a descer da carruagem, a vila estava cheia. Theo e eu estávamos de mãos dadas, eu o arrastei até a Dedos de Mel, compramos varinhas de alcaçuz, feijõezinhos de todos os sabores e sapos de chocolate, eu particularmente adorava doces, Theo parecia gostar também.

Fomos até a Loja Penas Escriba, pois eu precisava repor meu estoque de penas que havia acabado. Nott esperou-me do lado de fora, fui rapidamente atendida, e saí agora era ele quem me arrastava, saímos em direção ao Três Vassouras, entramos no bar e fomos cumprimentados por Madame Rosmerta, a dona do estabelecimento, nos sentamos em uma mesa afastada, observei o lugar enquanto Theo pedia duas cervejas amanteigadas para nós, vi Gina em uma mesa próxima a nossa, ela veio com Dino Thomas, eles estavam se beijando, melhor estavam quase se engolindo.  Malfoy também estava lá, junto com ele estava Blás e duas garotas que reconheci sendo Pansy Parkinson e Daphne Greegrass, o loiro estava olhando em direção a nossa mesa.

Bebemos nossas cervejas e nos retiramos, flocos brancos caiam sobre nós, nossas pegadas ficavam na neve, andemos em direção a Casa dos Gritos, a casa mais mal assombrada de toda Grã-Bretanha.

Nott brincava com uma mecha de meu cabelo, eu estava perto de uma árvore, nós estávamos tão próximos que nossos narizes se encostavam, ele me olhava, seus olhos  nos meus, ele me beijou, um beijo que começou lento, ele passava suas mãos em meu corpo, estava esquentado, o ritmo acelerou, eu entrelacei minhas mãos em seus cabelos negros, ele me empurrou em direção á arvore , aumentando o contato entre nossos corpos, nos separamos, já estava sem fôlego, ele me abraçou. Afastei-me quebrando o contato entre nós.

- Nott – gritei.

Acabo de jogar uma bolinha de neve no rapaz, ele me olhou como se eu fosse uma criança de cinco anos que tinha aprontado.

- Você não devia ter feito isso – ele falou rindo

Estava correndo dele, ele tinha uma boa mira, acertou-me uma bola de neve bem em minha cabeça, estava distraída e tropecei, caindo na neve, o levei junto, ele estava em cima de mim, nossos corpos colados, ele acariciou minha bochecha, eu o olhei, ele estava sorrindo, o beijei, quebramos o contato quando já estávamos sem ar, ele ajudou-me a levantar, com um aceno de varinha limpei a neve que estava em nossas roupas.

- Theo, que horas são? – perguntei.

- 18 horas – ele respondeu.

- Theodore Nott, nós perdemos a hora, as carruagens já se foram faz uma tempo – falei desesperada.

- Calma Mione. – ele disse despreocupado.

- Não me peça pra ter calma, nós podemos ser expulsos sabia – falei nervosa e comecei a bater em seu peitoral.

- Venha, eu conheço uma passagem que dá acesso a Hogwarts. – ele disse calmamente, sem se importar com a minha birra.

O segui, estávamos no centro de Hogsmeade, entramos na novamente na Dedos de Mel, a loja ainda estava cheia de bruxos, fomos discretamente até o porão.

- Mione, eu lhe apresento a passagem da bruxa de um  olho só, ele disse entrando em um túnel.

- Lumus. – murmuremos juntos, um feixe de luz saiu de nossas varinhas iluminando o local, caminhamos em silêncio, percebi que já estávamos no terceiro andar de Hogwarts, em frente á estatua de Gunhilda de Gorsemoor.

Fomos para nosso salão comunal, Gina e Dino estavam se amassando no sofá. Subimos sem sermos notados. Paramos na frente de meu quarto, nos beijamos novamente, me despedi de Theo e entrei em meu quarto. Tomei um banho rápido, coloquei meu pijama, deitei em minha cama, e adormeci rapidamente.

 

 

 

 

.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...