História R.P.G - UnTrue


Escrita por: ~ e ~RaraWolf


Sinopse:
Role-playing game, também conhecido como RPG (em português: "jogo de interpretação de papéis" ou "jogo de representação"), é um tipo de jogo em que os jogadores assumem papéis de personagens e criam narrativas colaborativamente. O progresso de um jogo se dá de acordo com um sistema de regras predeterminado, dentro das quais os jogadores podem improvisar livremente. As escolhas dos jogadores determinam a direção que o jogo irá tomar.
Nosso jogo tem como tema uma misteriosa onda de crimes. Onde cabe aos personagens do Cast - Team Uchiha descobrir quem esta por trás dos assassinatos e cabe ao Cast - Team Hyuuga esconder este fato. O jogo ocorre inicialmente em Tokio, mas pode mudar ao decorrer da história. Cada capitulo será escrito por uma autora diferente (avá!! se não, não era RPG, sonsa!!!) e tem o prazo de uma semana para a resposta. Por ser um jogo com regra, damos aos leitores o direito de nos chamar a atenção caso uma de nós duas infligirmos alguma regra. <3
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Categorias Naruto
Tags Anko, Contos, Gaara, Gaasaku, hashirama, Hidan, Hinata, Hyuuga, Imanaka, Itachi, Itashi, Jiraya, Kiba, Madara, Naruto, Neji, Orochimaru, Sakura, Sasuke, Terror, Tsunade, Uchiha
Exibições 352
Comentários 10
Palavras 21.991
Terminada Não

Fanfic / Fanfiction R.P.G - UnTrue
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Policial, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Regras
2
72
423
 
2.
Reações... - Por ATiadasFic
1
59
2.865
 
3.
Encontro
1
39
2.390
 
4.
Intrigas - ATiadasFic
0
33
4.724
 
5.
Sentimentos Ocultos
1
39
2.806
 
6.
Repetições - AtiadasFic
2
54
4.255
 
7.
Intrigas
1
35
2.302
 
8.
UCHIHAS. - ATiadasFic
2
21
2.226

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por ~LRRondaoOficial
Capítulo 6 - Repetições - AtiadasFic
Usuário: ~LRRondaoOficial
Usuário
...

Uma versão minha poderosa e gótica, com direito a batom roxo e delineador mirava o objeto com pouca paciência.

"Espelho, Espelho meu.
Existe alguém mais agoniada que eu?"

O ser, que se resumia a uma cabeça dentro de onde deveria se haver um reflexo, somente suspirou. Esperava algo assim de sua rainha: ela não era conhecida por sua paciência.

"Senhora, senhora minha.
Mas é claro que não, vossa majestade."

Sorri maldosamente enquando endireitava minhas madeixas, que pelos menos nesse mundo, eram naturalmente ruivas.

"Então, o que está esperando?"

O ser suspirou mais uma vez, enquanto reuniu magia o suficiente para aumentar de tamanho. Depois disso o brilho que o ofuscava me envolveu.

Sorri fechando os olhos.

"Pronto minha senhora, majestade minha. Tens meia hora."

Abri os olhos e agora estava de tênis all star, uniforme escolar qualquer (KSH) com direito a sainha curta e meias três oitavos. Um pirulito também apareceu, o que foi bem vindo.

Procurei pelo local e num bar encontrei meio objetivo.

"Mi na to!"

Meu sorriso era doce, mas ele sabia que aquilo era sinal de problemas. Acho que minha intensão assassina ajudou a perceber isso também...

"Q- quem é você, sua louca?!"

Ele preferiu me ofender. Encarei os olhos azuis numa raiva profunda, s mágoa descrente, mas conti tudo.

Mesmo sendo uma péssima ideia.

"Você não vai querer saber, e isso não importa por agora..."

Vi que os agentes que deveriam protegê-lo finalmente se manifestam, porém eu sou uma rainha má, então me poupe. Parei as balas no ar, jogando-as para baixo e os encarei: caíram todos deismaiados e um pandemônio se formou.

Todos queriam fugir de mim e de meu poder.
Todos menos Minato.

"O que...?"

"Quero que me diga o que você e Naruto fizeram. E quero agora!"

Ele me olhou triste. A adrenalina passou e tudo que restou foi o efeito do álcool junto ao remorso.

"E-eu sou um pai horrível!"

Ele começou a chorar sem parar... E sem dizer uma única palavra. Uma parte de mim ficou com pena: era uma cena dolorosa de assistir.
Outra dentro de mim simplesmente suspirou e teve um último pensamento antes de consolá-lo:

"É. Parece que não é hoje que descubro isso." 💔