História Rubi - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 5
Palavras 564
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Estupro, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Bom, aqui tá o capitulo 😘
❁*.゚

Capítulo 8 - Capitulo 7


-Posso saber que merda é essa? -falou Christian. . .
Virei-me para encara-lo .
-Posso saber porque raio estás aqui ? -perguntei
-Eu vim porque a Glória me disse que estavas aqui! - Glória linguruda e falsiane - Eu simplesmente não queria que ficassemos zangados. Mas já percebi que não pensas o mesmo. Alias! Para ti, Miranda, tanto faz não é mesmo?
-Ae oh rapaz! Vê la como falas com ela! - falou Paula
-Por favor Miranda deixa-me falar contigo - falou Christian que suspirou
Dei um passo e ...
-Nananinanão! Tu não sais daqui! - falou Lucas segurando o meu braço
-Lucas - murmurei - Por favor.
-Ok. Mas não saiam da nossa vista! - completou o meu primo.
-Vêmo-nos em casa. - disse - Tia Paula, por favor, leve-os para minha casa, pode lá deixa-los com a Glória.
-Se tu o dizes. Cuida-te por favor - pediu Paula
A minha tia saíu levando Mariana pela mão, e Lucas andava mas encarava Christian.
-Que queres Christian? Fala de uma vez o teu objetivo.
-Miranda! - ele murmurou pegando a minha mão - Desculpa. Eu não suporto ver você perto daquele garoto! O sangue me ferve! Eu tenho vontade de matar ele entendes? E tu não ajudas. Durante aqueles cinco dias longe de todo o mundo, a gente se dava bem. Tens que admitir que a culpa é daquele garoto!
-Será a culpa não é tua? Tu metes ciúme em todo o lado, Christian! Não sei por quanto tempo vou superar isso.
-Poxa! - ele largou a minha mão -Porque você defende aquele ...
-Se completares essa frase podes esquecer tudo! - falei
- É não é? Viu como você defende ele!
-Ele é meu primo Christian!
- Pois, pensei que você não o pudesse ver à frente!
-E eu não ..
-Não mintas para ti mesma Miranda!
Eu e o Christian começamos a andar para perto de uma diversão abandonada onde não tinha ninguém. A gente continuava brigando.
-Chega! Se enxerga Christian!
-Você! Você que provoca estes problemas todos! Só você!
-Pera agora a culpa é minha!?
-Isso mesmo que você ouviu!
-Como podes dizer isso Christian?
-Simples! Você não gosta de mim,Miranda! O problema é que a gente está destinado.
-O que?
-Você gosta daquele filho da puta.
Dito isto, Christian me jogou no chão que estava com alguma lama por terem estado a regar a grama alí perto.
-Como você..
-Cala a boca! Eu vou fazer você esquecer aquele babaca.
Christian se jogou para cima de mim.
-Saí! - ordenei
-Para quê? Eu faço tudo por você, mas eu corno não vou ser!
Christian começou a beijar-me à força.
-Me solta!
Aquilo não podia estar a acontecer!
-Solto não. - ele esbofeteou-me -Cala a boca! Tu és minha! Eu vou fazer com que tenhas uma marca minha! - Christian me mordeu de leve mas deixou marca - A partir de agora eu que dito as regras fofinha!
Christian tirou o cinto e prendeu as minhas mãos, eu sentia o meu cabelo úmido de lama e as minhas roupas igual mas que agora, Christian rasgava.
-Para por favor. Tu não queres fazer isto.
-Enganas-te, eu quero.
Fiquei apenas em roupas intimas, Christian chupava minha pele em todo o lado. Não adiantava gritar, ninguém iria me ouvir. A minha bolsa estava fora do meu alcance.
Era alí só eu e aquele monstro.

  


Notas Finais


。。
   ゚●゜

  。。
 ゚●゜

    。。
   ゚●゜

  。。
 ゚●゜

    。。
   ゚●゜

  e agora?


Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...