História Rude appa – Imagine Park Jimin ( incesto) - Capítulo 14


Escrita por: ~ e ~B-Pickles

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Suga, V
Tags Bts, Filha, Hentai, Incesto, Jimin, Jungkook, Médico, Pai, Putaria, Romance, Rude Appa, Seokjin, Sexo, Traição, Violencia
Visualizações 760
Palavras 1.156
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie meus amores <33 ah, estamos chegando aos 500 favoritos obrigada!!!! Não deixem de deixar seus corações apertados aí abaixo!! Aliás não deixem de guardar a fanfic em suas bibliotecas pois podem correr o risco de não receber as notificações de próximo capítulo...!!!

Capítulo 14 - Turbilhão de sentimentos


Fanfic / Fanfiction Rude appa – Imagine Park Jimin ( incesto) - Capítulo 14 - Turbilhão de sentimentos

Assim que Taehyung arruma o sofá da sala para que eu dormisse após tanta insistência de minha parte para ficar ali. Mamãe me oferecia seu quarto, mas eu não podia incomodar daquela forma. Depois de ter conversado um pouco com ela durante minha chegada. Vim para a sala, onde Taehyung me ajudava a arrumar o sofá para que eu pudesse dormir. Já se passava das dez da noite.

— E então... Você acha que aqui está bom para dormir?

— Ah claro senhor Kim. 

— Não precisa me chamar assim aqui em casa. Aliás agora sou seu padrasto.

— Você já sabia?

— Eu sabia que a Yujin tinha uma filha mas não sabia que era você.

— É isso realmente me pegou de surpresa.

O celular de Taehyung toca alto, ele o pega do bolso traseiro de sua calça e assim o desbloqueia vendo quem o chamava.

— Será que você pode me dar um minuto? É importante.

— Claro.

Sorri, enquanto ele foi para a varanda da cozinha. Eu estava muito apertada e não hesitei em ir até o banheiro para fazer minhas necessidades. Mas ao passar pela cozinha afim de acessar o banheiro. Ouço o nome de Min, e percebo que era a mesma pessoa que o professor Taehyung conversava lá na varanda. Me aproximo até perdendo a vontade de usar o sanitário. – Aliás Min era minha única amiga aqui em Seul, e fiquei preocupada por ela não ir ao curso hoje.

— Mas Min, já disse para tomar cuidado, não ainda saber por conta própria quem é a namorada do seu pai. Pode se meter em encrenca amor.

Espera, ou eu estava surda ou louca? Como assim o professor Taehyung havia chamado Min de amor ? – mas a coisa mais importante Min estava atrás da mulher que estava saíndo com seu pai. No caso eu.

— Amanhã nós dois nos encontramos no lugar de sempre. Não posso falar muito.

Assim o castanho desliga seu dispositivo e logo joga um olhar para mim que estava ainda paralisada pelo que ouvi em sua conversa por telefone.

— Ou... Você está aí por muito tempo? – ele sorri atrapalhado.

— Sim. Eu ouvi tudo. Então está com a filha de Jeon?

— Vai dizer a Yujin? Olha S/n...

— Não precisa me explicar muito, acho que agora estamos no mesmo barco. – puxo uma cadeira de dentro da mesa e me sento colocando os cotovelos por cima da mesa de vidro.

— Como assim? – ele também puxa uma cadeira se sentando ao meu lado pasmo com o que eu tinha verbalizado.

— Estou saindo com o pai da sua amante.

— Como? Você é a namorada de Jeon?

— Namorada não. Digamos que temos um “ Caso ”.

— Comigo e com a Min é bem diferente, eu gosto muito dela. Mas ainda me sinto confuso em relação a sua mãe.

— Minha mãe nem ao menos pode te julgar, ela traiu meu pai sem nem olhar para trás.

— Mas acho que foi um grande erro para ela isso.

— Não deve ser, papai nem mesmo a dava atenção pelo que me lembre ele se afundou no trabalho.

— As vezes nem parece que está falando de seus pais.

— Apenas não romantizo as coisas... Mas você está com a minha mãe porque? Gosta dela ou não?.

— Eu gosto. E já conversamos sobre o divórcio.

— E ela?

— Disse que ainda quer tentar resolver nossa relação.

— Então ela nem desconfia da Min?

— Não.

— Então estamos com segredos trocados? – sorrio fitando sua face desconfiada.

— Mentiu quando disse que estava com saudades da sua mãe não é?

— Pode ser.

— Então porque veio para cá?

— Digamos que o senhor Park Jimin saiu distribuíndo sementinhas na mãe de uma certa aluna do curso.

— A senhorita Sojung vai ser sua madrasta? – ele ri e se espanta com minha insinuação.

— Como sabe que é ela.

— Estava alterada quando conversou com a aluna Jung.

— Uma gracinha minha nova irmã não é? – mordo o lábio inferior segurando minha raiva pela situação.

Taehyung e eu conversamos pelo resto daqula noite na cozinha como se nos conhecêssemos por vários anos. Não sabia como eu e o Professor Kim poderíamos conversar tanto e sobre tabta coisa. Aliás éramos da mesma familia agora.

[...]

Assim que acordo pela manhã naquele sofá totalmente desconfortável, minhas costas doíam e apenas levantei quando senti o cheiro gostoso do café matinal feito por mamãe. Uau, fazia tanto tempo que não comia nada preparado por ela que até mesmo tinha me esquecido de como suas panquecas cheiravam bem, era realmente de se abrir o apetite.

Me levanto, passando minhas mãos nos olhos. Ando até o banheiro onde lavo-me naquela manhã com aquele sabonete líquido de pêssego que impregnava em minha pele. Penso em Jimin todos aqueles momentos, meu corpo arde mais uma vez ao passar minha mão por minha intimidade lisinha. Me pego imaginando ele e eu de novo. – eu gostei do modo que eu e Jeongguk transamos. Ele era um homem muito experiente. Mas depois que me afastei de papai comecei a sentir outra coisa... Um sentimento estranho. Não era um amor de filha para pai. Como se tivesse pela primeira vez aquele sentimento de querer revê-lo.

Lembro-me do delicado sorriso de Jimin e seus dentes frontais um tanto tortinhos. Seu eyesmile tão inocente mas carregado de perversão lá no fundo. Afundo dois dedos em minha bocetinha pensando em papai novamente. Os mexo por dentro mim. E agora mentalizava aquele corpo tão lindo nú como havia visto naqueles dias que ficamos. 

Mas porque estava pensando tanto em Jimin,  e por que apenas de eu pensar em seu sorriso largo meu coração estremecia. Eu jamais tinha sentido tal sentimento ao encontrar o mesmo e por que agora que estamos distanciados estou tendo um turbilhão de sentimentos em meu peito?

Saio do banho com ainda mais calor do que de quando entrei, assim que pego meu celular no bolso de meu roupão visualizo que o mesmo havia me ligado três vezes e mandado várias mensagens. Desbloqueio a tela de meu smartphone e resolvo responder suas mensagens pelo aplicativo.

8: 20 AM.

Jimin Appa: estou com saudades S/n, me responda nós precisamos conversar! - enviado  7:48 PM.

S/n: Tudo bem, me diga aonde e que hora. Mas não pense que vou voltar para casa. - visualizado 8:21 AM.

Jimin Appa: Pode vir até o café de frente do hospital? - enviado 8:21 AM.

S/N: As dez em ponto estou aí - Visualizado 8:22 AM.

Jimin Appa: :-D * emoji de coração *. Enviado 8:23 AM.

Fico em dúvida se enviava mais um coração. Papai jamais havia me mandado um coração e pela primeira vez tinha o feito...

Decido me arrumar e não responder mais pois Jimin já havia saído do aplicativo. Abro um sorriso ao ver sua foto de perfil. – tão lindo papai. Com a roupa que havia trazido na mala, me troco com uma calça jeans e uma blusa branca de alças finas, junto com um tênis converse vermelho.

Eu nunca estive tão ansiosa para encontrar com papai em toda minha vida. Meu coração balançava de emoção a cada segundo que ficava mais perto de nosso encontro.




Notas Finais


Só eu acho que a S/n está se apaixonando por Jimin??? Hhaha deixem seus cometários por favor!!! Não seja o leitor fantasminha seu comentário é muito importante para mim!!!

E também me sigam aqui no meu perfil!!! Para ser notificado sobre minhas novas PornFics hahha @Whiskaz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...