História Rude Love - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Tags Chanbaek, Sulay
Exibições 51
Palavras 1.025
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


NOS VEMOS NAS NOTAS FINAIS, BOA LEITURA :)

Capítulo 1 - Mais azarado que Park Chanyeol?


Fanfic / Fanfiction Rude Love - Capítulo 1 - Mais azarado que Park Chanyeol?

 

- Chanyeol, nós precisamos conversar. 

Chanyeol se amaldiçoou eternamente por ter dado aquela deixa. Vivia fugindo de Yixing porque já sabia do que tanto ele queria conversar: queria que o mesmo se mudasse para que pudesse ter privacidade com seu namorado, Suho. O problema é que Chanyeol não fazia ideia do que iria fazer depois, e por isso, vivia fugindo do Zhang como o diabo foge da cruz. 

- Hm... então, Xing, eu p-preciso sair, sabe. Eu não posso falar agora. Eu tenho... hm... um encontro. Isso. Um encontro. - respondeu, totalmente nervoso e com as mãos suadas.

Yixing suspirou fundo e, num tom cansado, o impediu de ir até a porta.

- Chanyeol, encontro? Só se for com o seu cachorro, que a propósito você também não tem. - retrucou, erguendo uma sobrancelha ao que o mesmo o olhava com uma careta indignada - Eu sei que você está fugindo porque sabe o que eu vou falar, mas eu já arranjei alguém pra você dividir um apartamento.

O Park abriu um sorrisão daqueles dignos do coringa, chegando a ser assustador. 

- Sério, hyung? Wooah, você é mesmo incrível. Então, quem vai ser o meu novo parceiro? 

- Eu marquei um lugar pra vocês se encontrarem comigo e com o Junma e se conhecerem amanhã. Ele é um calouro do curso de história, sabe, e é meio lerdo. Mas espero que vocês se deem bem.

Mesmo desconfiado com aquela descrição (porque se parecia com alguém que o Park não gostava muito) continuou com um sorriso animado,  e seguiu Yixing até a cozinha, tagarelando sem fim sobre um monte de coisas as quais o mais velho não estava dando a mínima.

Não deveria ser tão ruim, certo? Realmente, já estava cansado de ficar ouvindo a cama ranger à noite. Além disso, o chinês ouvia música clássica logo de manhã cedinho, mesmo sabendo que o estudante de engenharia, Chanyeol, o próprio, passara a madrugada estudando. Talvez aquilo também tivesse seus prós, o que fez o pseudo engenheiro químico ficar mais alegre ainda.

(...)

- Ele está atrasado. Pra variar.

Chanyeol franziu as sobrancelhas, irritado, ao ouvir as palavras de seu hyung. Odiava atrasos, e definitivamente odiava o namorado dele, Junmyeon, (ou só Suho mesmo), que é tarado e vivia dando beijos de língua em Yixing na sua frente.

Quando, mais uma vez, os dois começaram a se atracar  loucamente, Chanyeol revirou os olhos e focou seu olhar na janela, observando as pessoas na rua. Esteve fazendo isso até ser despertado com a voz do Zhang. 

- Ei, Chan, olha, ele chegou. Água mole em pedra dura, tanto bate até que enfim, Baekhyun! Vinte minutos atrasado, cara. - disse brincalhão, fazendo Suho rir da piada ridícula.

Quando ele disse "Baekhyun", a mente do Park entrou em colapso e ele se virou lentamente, com medo do que poderia encontrar. E lá estava ele. Os cabelos desgrenhados, os olhos pequenos  pesados de sono, o jeito desleixado e o cadarço desamarrado, como sempre. Vinha em sua direção com um sorriso pequeno nos lábios bonitos (Chanyeol se xingou mentalmente por achá-los bonitos, inclusive) e parecia mais estar numa passarela do que qualquer coisa. 

Byun Baekhyun é, nada mais nada menos, o cara que foi o pivô para o fim de seu relacionamento com Kyungsoo. Claro, as coisas não andavam muito bem naquela época - até porque se lembra de ter broxado uma vez ou outra - mas não conseguia aceitar de ter perdido seu namorado para um cara como ele. Baixinho, preguiçoso, e - muito - desastrado, mais ou menos tudo o que Chanyeol não é. 

- Baekhyun, esse é o Chanyeol. Chanyeol, Baekhyun. - disse Yixing, com um sorriso simpático - Sente-se, Baek. 

O mesmo deu um leve aceno para Suho, logo depois abrindo um sorrisão para o Park, que lhe retribuiu com seu melhor olhar de desdém.

- Eu, definitivamente, não vou dividir o apartamento com ele. - disse Chanyeol, em tom irritado, mal se preocupando com o que Baekhyun iria achar de si - Você sabe o que ele fez, certo? Eu me recuso.       

- Beleza, então. Mas ou você mora com ele, parceiro, ou vai pedir dinheiro pra mamãe pra comprar um apartamento pra você.

A fala sem piedade do chinês fez Chanyeol engolir em seco e olhar para o Byun, que tinha o olhar meio perdido na mesa. Respirou fundo uma, duas, três vezes.

- C-certo. Quando posso me mudar? 

- Ah, quando quiser. - Baekhyun respondeu com um tom gentil, contrariando o tom que Chanyeol havia usado com ele agora há pouco. 

O Park assentiu e não falou mais nada desde então. Estava meio sem graça pela atitude que tinha tomado, e além disso, teria que se conformar, afinal, não tinha escolha. Ia realmente dividir um apartamento com o cara que mais odiava no campus, que havia roubado seu namorado, e, de quebra, vivia no mundo da lua. 

Conversa vai, conversa vem, e então resolveram finalmente ir embora. Quando Suho e Yixing se adiantaram à frente, Baekhyun segurou o pulso de Chanyeol e o encarou, meio irritado. 

- Ei, cara, não pense que só porque eu sou meio avoado às vezes que eu não sei que você me odeia por causa do seu ex. Saiba que eu não tive nada a ver com aquilo, e pra sua informação, sua antipatia é recíproca. Eu só estou te aceitando no minha casa, porque o Junmyeon implorou por causa do Yixing. Então vê se se toca, tá bom? Eu não sou obrigado a aguentar suas grosserias. 

E então saiu, deixando Chanyeol parado, boquiaberto. Nunca tinha o visto daquele jeito, era definitivamente assustador. Ainda mais envergonhado, voltou a andar com o outro em sua frente. Aquele dia estava sendo péssimo, parecia que todas as pessoas o tinham reservado para dizer umas verdades em sua cara.

Então, só para resumir: azarado, solteiro, pobre, empilhado de trabalho do seu curso para fazer, e, acima de tudo, solteiro. Definitivamente, o único sentimento que coube em seu peito naquele fim de tarde foi a vontade de se jogar de uma ponte.

Afinal, mais ferrado na vida do que Park Chanyeol, só dois Park Chanyeols. 


Notas Finais


Então, gostaram??? Queria pedir desculpas pelas capas simples, eu não sei mexer com essas coisas :(e ficou com essas estrlas pq ia ser de outro plot, dai ja sabe)
Enfim, eu ouvi algumas músicas pra escrever esse capítulo:
1. Girls Generation - Fire Alarm
2. Ladies' Code - Galaxy
3. Girls Generation - Bump It
(sim, eu sou bem sone mesmo)
Bom, faz um tempinho que eu não escrevo. Eu já postei várias fanfics aqui, mas apaguei todas elas porque não estava satisfeita, desculpem :(
Juro que dessa vez não vou desistir, porque me preparei bem pra esse plot. Comentem e digam o que acharam <3 uhul (e desculpa pela nota final bíblica que ninguém vai ler mas tudo buenos)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...