História Rumo ao Sucesso - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Tags Comedia, Drama, Got7, Musica, Romance
Exibições 48
Palavras 1.248
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom dia , boa tarde e boa noite. Essa fanfic foi feita de fãs para fãs, espero que gostem. Boa leitura!


Relembrando que essa história é totalmente fictícia, nada aqui foi baseado em fatos reais (exceto o grupo GOT7)

Capítulo 5 - Mudanças, heróis e piano


Fanfic / Fanfiction Rumo ao Sucesso - Capítulo 5 - Mudanças, heróis e piano

                Tomava café da manhã junto com meu pai, por sermos americanos estávamos comendo panquecas. Há muito tempo que não fazíamos uma refeição juntos, eu sei o quanto ele estava preocupado comigo devido o acontecimento da noite passada.

                A campainha tocou. Corri abrir, eram os meninos.

- Você realmente ama esse pijama! – disse YoungJae sorrindo ao ver meu pijama/macacão de panda.

                Todos entraram e se sentaram no sofá, meu pai conversava com Mark, os dois pareciam ter muito assunto.

- O que vocês tanto conversam? – me aproximo deles e abraço Mark.

- Sobre quando você e ele iram se casar.– meu pai disse sorrindo.

- Casar?! – os seis garotos falaram em uníssono assustados, enquanto nós três riamos.

- Vamos empacotar suas coisas. – disse Mark me arrastando junto com ele, enquanto os meninos nos seguiam.

                Estávamos prestes a entrar no corredor quando meu pai falou:

- Kat, tenho que ir. Tchau meninos.- ele se despede.

- Tchau Sr. Price! – os seis gritam enquanto acenam.

- Tchau Pai. – Mark e eu falamos juntos.

                Todos pegaram caixas e nos dirigimos ao meu quarto. Me posiciono em frente a eles.

- Ok! Então, cada um terá uma função. Jackson, você empacota meus livros. Jr. , as roupas que colarei na cama irão nas malas. YoungJae, pegue as coisas da Whoopy.

- Não posso, – diz o mesmo me interrompendo – tenho alergia a gatos.

- Eu faço. – JB se prontifica.

- Hmmm, ok! YoungJae, cuide dos calçados. BamBam, coloque em uma caixa as maquiagens  que estão na penteadeira. Yugyeom, você fica com as roupas de cama, travesseiro e cobertores. Mark, pegue os objetos de decoração no closet.- finalmente termino.

                Pego meu celular conectando-o à caixa de som, coloco minha playlist para tocar. Todos começam a trabalhar e envolvidos pela música começamos a dançar e cantar.

                Vou para o closet com Mark, enquanto ele enche a caixa com decorações, pego minhas roupas. Tiro do cabido meus inúmeros pijamas de animais, vestidos, calças e camisetas. Levanto tudo até a cama, Jr. olha assustado para mim.

- Quantas malas, exatamente? – percebi que a cama estava entulhada de roupas.

                Volto para o closet, mas agora levo cinco malar para ele.

- Se faltar malas me avise- abri um grande sorriso e voltei a arrumar minhas coisas.

                Assim que terminamos, carregamos tudo até a van que estava esperando na frente do apartamento, nos dirigimos à JYP. Ao chegar fui recepcionado pelo diretor, que me entregou a chave do quarto.

- E então? Qual o quarto? – pediu YoungJae pegando uma caixa.

- 101, – respondi – sabe onde fica?

- 101? Mas é no dormitório masculino.– disse BamBam.

- Ela foi uma das últimas. Não há mais vaga no dormitório feminino, então abri uma exceção após conversar com o Sr. Price, conseguindo um quarto só para ela.

 

                Chegamos no meu quarto, era bem simples, só havia uma cama, um guarda roupa e um banheiro. Levamos todas as caixas e malas, o que levou um bom tempo, era muita coisa. O quarto que antes estava vazio, agora estava cheio, todos estávamos cansados.

- Por que não contratamos alguém para fazer isso? – disse Yugyeom.

- Do que você esta reclamando? Foi você quem deu a ideia de ajudar.- repreendeu Jr.

- Katherine Price? – um homem com uniforme de trabalho pediu ao aparecer na porta subitamente.

- Sim? - assim que respondi, outros homens com o mesmo uniforme entraram no quarto carregando uma TV, uma penteadeira e um puf novo. Eram entregadores mandados por meu pai.

                Começamos a desempacotar tudo quando chamaram alguns dos meninos, restando apenas Jaebum, Mark e Jackson me ajudando.

                Tiramos tudo das caixas e organizávamos o quarto, Whoopy por ser preguiçosa ficou o tempo todo deitada.

- Vocês estão com fome? Ou sou só eu? – Jackson pede.

- Eu também, já estava na hora do almoço. Vamos em um restaurante, então? – falou Mark.

- Claro. – saíram do quarto sem esperar resposta minha ou do JB.

- Vamos? – me dirigi ao menino.

                Ele acenou com cabeça e saímos atrás dos outros dois.

                Fomos à um restaurante tradicional, a comida era muito boa, os meninos riam da mim pois ainda me atrapalhava com o hashi.

- E o que vamos fazer amanhã? – disse Jackson.

- Amanhã teremos ensaio. - JB falou.

- É verdade, quer assistir nosso ensaio Kat?

- Ensaio? Do quê?

- Nós sete formamos um grupo. – Mark respondeu- Quer ir?  Você  vai gostar.

- Claro. – “Então é por isso que estão sempre juntos”, pensei.

- Como você está depois de ontem à noite? - falou o mesmo mudando de assunto.

- Estou bem, graças ao JB – sorri mas ele continuou me olhando sério, logo meu sorriso desapareceu, aquilo não era motivo de alegria, ele ficara muito perturbado ontem e assim o astral do grupo baixou. Percebendo isso, logo Mark falou.

- Acho que todos já terminamos, vamos? Ainda não arrumamos metade das suas coisas, sem contar que falta a decoração.

- Por que levou tanta coisa aliás? Pensei que as caixas não acabariam mais.- Jackson diz ,rimos mas JB continuava sério.

                Pagamos a conta e fomos embora.

 

                Voltamos para meu dormitório, ainda tínhamos muitas coisas para fazer. Terminamos de organizar e começamos a decoração.

                Os três meninos estavam ocupados colocando meu mural na parede, peguei um varal de fotos tentando inutilmente pendurá-lo. Subi em uma caixa ficando na ponta do pé.    

                Estava fixando uma das pontas do varal no teto, mas ainda não conseguia alcançar. Me equilibrei somente com um pé.

- Kat você vai cair. Deixa que eu faço isso.- disse Jackson se aproximando.

                Me virei para olha-lo, perdendo o equilíbrio. Cai sobre o menino, que inutilmente tentou me segurar, derrubando-o comigo – isso me parece familiar-.

                Eu estava em cima de Jackson, depois que a surpresa passou  ambos começamos a rir sem parar. Os outros dois nos observam intrigados.

- Aigo, você é pesada.– Jackson diz bagunçando ainda mais meu cabelo.

- Yah! Isso é sua culpa.- falo levantando brava.

- Minha culpa? Eu te salvei, sou seu herói. – exagera Jackson enquanto faz pose.

                Jaebum e Jr. se entreolham e voltam a ajeitar o mural.

- Claro!- sorrio docemente- Então coloque o varal, meu herói.- falo com pesado sarcasmo.

                O sorriso estampado em seu rosto desmanchou em segundos, tornando-se uma cara emburrada. Entrego a ele o varal de fotos que sobe na caixa o pendurando.

 

                Caminhava pela escola, estava cansada mas não conseguia dormir. Resolvi dar uma volta para conhecer a academia, porém me perdi. Procurava pela saída quando encontrei uma sala com as luzes acesas, entrei para pedir onde era a saída mas não havia ninguém, apenas um piano.

                Imediatamente aquilo trouxe memórias da minha mãe, quando era criança ela tocava para mim, até havia me ensinado uma música.

                Me aproximei sentando, passei os dedos pelo teclado, decidi tentar tocar. Aos poucos consegui relembrar algumas notas. Meu pai não gostava que eu tocasse piano, era muito doloroso para ele lembrar do passado.

                Estava tão imersa nas memórias que a música trazia que não percebi a aproximação de alguém. Apenas notei a presença de Jaebum quando sentou-se ao meu lado, surpresa, parei de tocar.

- Continue.– ele falou sem olhar para mim.

                Fiz como disse, ignorei o fato de estar envergonhada, apenas toquei me perdendo em meus pensamentos.

                Suavemente ele aproxima seus dedos do piano começando a tocar junto comigo. Sua mão percorria o teclado se encontrando com a minha, a música inundou a sala, tive a sensação de que o mundo desapareceu, éramos apenas nós dois e o piano.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, vejo vocês no próximo capítulo semana que vem.
XOXO, Cute Couple <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...