História RUN - "Se ficarmos juntos..." - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Block B, Got7
Personagens BamBam, B-Bomb, D-Lite (Daesung), G-Dragon, Jackson, Jaehyo, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Kyung, Mark, P.O., Personagens Originais, Rap Monster, Seungri, Suga, T.O.P, Taeil, Taeyang, U-Kwon, V, Youngjae, Yugyeom, Zico
Tags Army, Babe, Bigbang, Blockb, Blockbuster, Bts, Godofdestruction, Got7, Jeongkook, Jhope, Jimin, Jin, Like, Love, Rapmon, Suga, Vip
Visualizações 13
Palavras 2.227
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Annyeong...

Como não pude escrever por um tempo este capítulo vai estar mais curto do que eu planejava.

Para quem gosta da minha fic... Sorry pela demora

'3'

Capítulo 8 - Para os meus pensamentos,


Fanfic / Fanfiction RUN - "Se ficarmos juntos..." - Capítulo 8 - Para os meus pensamentos,

Namjoon já estava a dias enfrentando brigas diárias em sua casa, quando não com seu pai com sua madrasta. Min sua irmãzinha passou em seu quarto chorando nessa noite fria de inverno.

 -Me desculpa oppaaa...

 -Min o que foi?- ele falou a olhando nos olhos e segurando aqueles pequenos bracinhos gordinhos- por que você está chorando tanto?

 -Eu...- ela o abraça e completa- você está triste por minha culpa. Eu não queria ver o papai e a mamãe se irritar tanto com você. E é sempre por minha causa mas você não me culpa é e eu sempre fico com medo de admitir pra mamãe que é minha culpaaaaa... Sniff... Sniff...

 -Min, escuta.- ele a afasta do abraço e a faz olhá-lo novamente nos olhos- Não é sua culpa, me desculpe por fazê-la sentir-se assim. Eu estou passando por uma fase difícil. Quando crescer eu te explico

 -Não é minha culpa?

 -Não.

 -Eu te amo oppa

-Eu também minha dongsaeng fofinha

 -Você pode fazer um rap pra eu dormir?

 -Claro, venha nas costas do oppa cavalo do rap minha princesinha do hip hop com glitter.

 -Você decorou meu nome de princesa e o seu também- ela falou sorrindo e fazendo cafuné na cabeça de Namjoon- Bom garoto- ela completou com um sorriso gentil.

                      >Boa noite <

---''-------'''--------'____♡_____'----------'''--------''-


 -Você vai mesmo fazer isso?- J-Hope falou com olhar desconfiado.

 -Vou

 -Mas você nunca morou sozinho antes

 -Pois é,  já passou da hora.

 -O seu salário mal da para o depósito de segurança.

 -Eu sei- Namjoon colocou as duas mãos atrás da cabeça como sinal de preocupação e completou otimista - EU ESTOU FERRADO.

-Estaria.

-Estaria?

-Sim, estaria se não tivesse um amigo genial, lindo e perfeito em tudo.

-Quem?

-Só escuta- J-Hope continuou mudando instantaneamente sua feição de desapontado para um sorriso largo ao dizer- podemos pensar num plano, você pode pensar em morar com mais pessoas.

-Quem aceitaria algo do tipo?

-J-HOOOOOOOOOOOPE -Suga grita enquanto entra pela porta do café para se encontrar com os indivíduos ali parados.

-Min Sugaaaa-Hyung

-Iai o que as meninas estão discutindo tão seriamente? -Suga fala enquanto vira a cadeira com o encosto para a parte da frente e sentando-se de frente para mesa repousando a cabeça sobre os braços cruzados.

-Rapmonster quer fugir de casa- J-Hope fala desvalorizando a real intenção de seu amigo

-Que?...-Namjoon reage

-Você está na puberdade?- Suga questiona apontando o dedo na face de Rapmonster.

-Não é isso.

Rapmonster explica sua situação familiar e financeira.

-Entendo. Eu preciso ir morar em algum lugar também, estou tentando convencer o Kook a voltar para casa dele. Assim que conseguir esse feito eu pretendo me mudar, mas isso vai levar pelo menos uns três meses.-Suga diz seriamente - Poderíamos fazer um esquema de divisão de despesas, assim não pesa pra nenhum dos dois.

-Eu também -J-Hope diz

-Também o que?- Namjoon questiona mesmo tendo entendido o que o amigo disse.

-Quero ir morar com vocês, mas eu também só vou poder daqui cerca de uns quatro ou cinco meses.-J-Hope explica

-Eu acho uma ótima ideia- Namjoon os observa por alguns milésimos de segundo- Assim que puderem me avisem, mas eu preciso sair ainda hoje de casa. Já até avisei o Tae que não vou para a faculdade.

-Hoje?- Suga questiona- Você não aguenta esperar um pouco, são só três meses. E eu...

-Não dá hyung- Namjoon olha nos olhos do Suga- Não dá.

-Eu não posso ajudar, vou trabalhar o dia todo hoje.-Suga diz olhando-o sério

-Relaxa

-Eu posso ajudar mas só por duas horas, logo vou ter que ir resolver umas coisas também- J-Hope disse com ar de decepção consigo mesmo.

-Tranquilo.- Namjoon bateu nos ombros de seu Hyung e se despediu.

Agora Namjoon e Hoseok estavam em  busca da moradia mais barata possível em Seul.

》-música tema missão impossível-《

-Em outro lugar no mesmo dia


-Eu tô com fomeeeeeeeee...
Fome. Fome. Fome.

-Cala a boquinha porque eu não consigo me concentrar no que  estou estudando Tae.
-Mas Jimin nada entrou nessa cabeça oca nas últimas duas horas de estudo, parar meia hora não vai te matar. 

-Só fique quieto- Jimin falou empurrando o rosto de Taehyung para longe dele- Sai...Sai      ... Saia Tae.


-Jiminie eu já disse o quanto você está lindo hoje?- Tae fala fitando os olhos de Jimin seriamente

-Você acha?...-Jimin ia continuar quando percebeu o sorriso sorrateiro no rosto de seu amigo. - Você não vai me convencer com uma bajulação barata.

-Jiminie. Lindo. Saranghae. I love u. Jimi...

-Tá! Vamos seu morto de fome.

-Obrigado gentil criatura- de repente Taehyung põe as mãos na barriga e a olha sorrindo exageradamente e diz- Vamos viver felizes filho.

-Pff...Alien...

-Ooooooooh Annyeong Hyungs - Tae fala correndo animado na direção de Namjoon e Hoseok que estavam indo atrás de casa.

-Oi Tae e oi Jimin- Hoseok sorri levantando a palma da mão para os amigos em seguida ele se vira novamente para Namjoon - Vamos.

-Ei onde estão indo?- Jimin olha atento esperando a resposta dos mais velhos

-Vamos resolver umas coisas, na sexta conversamos- Namjoon falou lembrando os dois cabeças de vento do que haviam combinado para sexta.

-Boa Viagem- Tae acena sorrindo para os dois e sai correndo em direção ao café por estar morto de fome.


-----¤-----------------------------------------------¤------

                  》TRIIIIIMMM《

O celular de Namjoon toca incessantemente.

-Alo?... Tudo bem senhora Kim... Ne...Ne... Okay... Eu busco a Min. Eu não quero ouvir isso de você senhora, com todo o respeito se a senhora vai me pedir tanta coisa tente pelo menos ser gentil, sim?... Okay... Eu não me importo. Annyeong Ajummah.

-O que foi isso?- Hoseok o olha estranhando seu tom de voz e olhar um tanto irritadiço- Ela reclamou de alguma coisa de novo?

-Não Hope, não é nada. Vamos ter que mudar um pouco a direção.

-Por causa da Min?

- Tudo bem?

-Claro cara. Ela diferente de você é tãoooo fofa.

-Sou obrigado a concordar.


                   》TRIIIMMM《

                 O celular de novo.

-Alo?... Ah, ne Senhor. Mas como assim? Por que?  Mas o senhor disse que pelo menos até o fim do ano eu estaria garantido... Okay... Mianhaeyo.

-Namjoon?

-Hope...

-Ne?

-Acabei de perder o emprego, você não imagina o quanto ele é importante. Demorou para encontrar um lugar flexível e com aquele salário. Como vou pagar a faculdade? O emprego era meio cansativo mas era importante pra mim. Só de ficar fora daquela casa já era um alívio... Aaaaahr 

-Mas por que cara?

-Uma pergunta melhor seria por QUEM!

-Naaamjoonnie Oppaaaa- Min corre na direção deles ao sair do portão principal da escola- HOSEEEOOOK OPPAAAA ANNYEONG- Ela vem correndo com um sorriso enorme na direção deles.- Eu tenho tanto para contar eu estava falando com a mamãe e ela disse que...

-Da pra ficar quieta um pouco? Ahn? -Namjoon fala alto sem nem olhar para o rosto da Min que ficou assustada com seu Oppa que nunca tinha agido daquela forma antes.

-Oppa...-Min diz com seus olhos cheios de lágrimas- Você está bem?

-Pareço bem por acaso?

-Calma aí cara - Hoseok põe a mão sobre o ombro esquerdo do seu amigo.- A Min não tem nada a ver com toda essa encrenca. 


-Sei disso mas A DROGA DA MÃE DELA TEM. ESSA FAMÍLIA É UMA MERD...- Antes de Namjoon terminar ele foi interrompido

-Desculpaaaa- Min sai correndo- Eu sabia que era minha culpaaaa

De repente a única coisa que pode ser ouvida é o misto de uma buzina de caminhão com o som ardido de seu freio. Namjoon e Hoseok não tiveram tempo de raciocinar. Apenas viram a menina caída no chão e uma poça de sangue se formando em volta dela.

Namjoon correu até ela é começou a Chorar mas não saia uma palavra de sua boca. Ele não encontraria tão facilmente palavras para expressar seu arrependimento.

-Min...-Ele sussurrou baixinho passando a mão no cabelo da pequena e - Não... Não... NÃO.

A AMBULÂNCIA CHEGA.

-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Ela teve ferimentos graves- O doutor na frente de Namjoon explicava a situação enquanto Namjoon parecia mais era estar vagando sem acreditar que aquilo era mesmo real- Ela vai ter que fazer uma cirurgia emergencial mas ela ficará bem, mas infelizmente, independente do quão bem a cirurgia corra ela terá sequelas sérias. Algumas serão temporárias mas outras não temos como saber ainda.

-Como o que?- Hoseok pergunta referindo-se ao que o Doutor dizia.
-Talvez ela fique paraplégica. Pode ser temporário como pode muito bem ser definitivo também.

-Por favor Doutor cuide dela...-a voz de Namjoon mal saía de sua boca.

-ONDE ESTÁ A MINHA FILHA? CADÊ MEU BEBÊ? -A senhora Kim chegou com o senhor Kim, ela chorava muito até que viu Namjoon -VOCÊ - Ela agarrou a gola da roupa dele e com um olhar cheio de raiva e tristeza cuspiu palavras que mais tarde o assombrariam muito- LIXO PSICOPATA, VOCÊ TENTOU MATAR A MIN! TENTOU DESTRUIR TODOS A SUA VOLTA. E ESTÁ CONSEGUINDO. EU PREFERIA QUE VOCÊ NÃO EXISTISSE! 

Que você não existisse.


-Eu... Eu... Não queria que a...-Namjoon começa mas logo o estalo de um tapa pode ser ouvido em todo o corredor do hospital.

-Suma.- O Senhor Kim falou sem olhar Namjoon nos olhos, fazendo a existência de Namjoon parecer ainda mais insignificante.

    _____------//-----------------\\------_____

-Namjoon-Hyung? -Jimin olha para um ser que está completamente escondido em baixo das cobertas- Hyung, você vai ficar aí de novo? Já fazem três dias. Você deveria sair um pouco para respirar ar puro... Okay. Pode ficar aí hoje.

...

-Namjoon? Vamos amigo. Já se passou mais de uma semana - Hoseok dava leves batidas em suas costas por cima da coberta em forma de consolo. -Namjoon morar neste container não é uma boa opção. Você deveria sair um pouco.

...

-Namjoon?- Hoseok o chama.

-Namjoon?- Jin o chama

-Namjoon?- Suga o chama

-Namjoon-Hyung? - Jimin chama

-Namjoon-Hyung?- V chama

-Hyung?- Kook chama.

-2 semanas e meia não é demais Oppa?- Min fala sorrindo

Namjoon se espanta pela voz que ele ouve e levanta tão rápido quanto uma raio para ver se aquela voz era real ou se era fruto da sua imaginação.

-Uuuuaaauuu- Suga fala impressionado- você é incrível garotinha- ele faz um sinal positivo com sua mão sorrindo na direção de Min que ri da loucura do amigo de seu irmão.

-Min...-Namjoon mal consegue falar, principalmente por ver uma menina tão bonita e feliz presa numa cadeira de rodas, o que faz ele lembrar o quão horrível é e isso o faz chorar novamente- Mianhae minha Dongsaeng fofinha

Min vai com a cadeira de rodas até ele e o abraça.

Oppaaaa- ela começa a chorar junto dele- me desculpe Oppa. Desculpa por ter corrido e por trazer tantos problemas. Mianhae Oppaaaa

-Mas Min por minha culpa você...

-Oppa eu te amo. Você é meu irmão. Não foi sua culpa.- Ela de repente segura o rosto de seu irmão e diz- Eu vou odiar você se você me abandonar.

-Eu nunca faria isso.

-então me passa o número do seu celular- Ela de repente da um sorriso enorme e diz- a mamãe e o papai resolveram me dar um celular pra eu não ficar entediada durante os dois anos que vou ficar com essa cadeira.

-Espera. Dois anos?

-Sim. Não é uma sequela irreversível, a partir do mês que vem farei fisioterapia duas vezes por semana e depois de seis meses vou começar a fazer natação. - Ela suspira - UAU foi difícil decorar alguns desses nome, espero que você tenha entendido, mas não pense que eu não fiquei nem um pouco chateada, o papai e a mamãe acham que é culpa sua e por isso agora eu não posso mais ver o TaeTae- Oppa, como eu vou decidir sobre o nosso casamento desse jeito?  E se você não puder ir no meu casamento? Você vai de qualquer jeito né. Não se preocupe eu não vou por seguranças tão fortes assim você pode escalar o muro e correr para ver a cerimônia e aí...- Min é interrompida por mais um abraço de seu Oppa.

-Eu estava com saudades dessa falação irritante.

-Quem é irritante?

    -------^----------^-----------------^----------^--------

-Eu encontrei uns apartamentos interessantes nessa região- Suga diz para Hoseok e Namjoon que estão andando observando qualquer lugar que esteja alugando quartos ou apartamentos.

-Aquela menina é mais forte que nós três juntos não é mesmo Namjoon?- Suga fala no caminho ao se lembraro da pequena Min 


-Eu sempre me impressiono. Mas então vocês buscaram a Min escondido na escola e levaram ela de volta na hora da saída naquele dia? UAU. Nem acredito que fizeram isso por mim

-Claro, você parecia um maníaco depressivo. Você pode nos agradecer com comida depois. Agora vamos ver onde você vai morar, afinal até quando pretende ficar naquele container imundo?- Hoseok fala parecendo incrivelmente responsável.

-Eu sei, eu sei... Vou sair daquele buraco em breve.- Namjoon fala agarrando os ombros tanto do mais alto quanto do mais baixo que andam com ele a procura de uma nova moradia

-Namjoon - Suga o chama

-Ne Hyung

-Eu e o Hope decidimos uma coisa.

-Ne...?

-Vamos ajudar a pagar o depósito de segurança. Afinal nós pretendemos ir logo em seguida. Assim você vai poder procurar emprego sem ter essa preocupação. Pode focar nas despesas que virão a seguir.

-Valeu Hyung e Valeu Hope.- De repente Namjoon sai correndo e gritando- AAAAAAAAAAAAHHH

Logo ele é seguido por seus amigos. Não. Por seus irmãos!


Notas Finais


Uuuh.

Será que ele vai poder ver a Min mais vezes?
Cadê o Kook e o Jin que apareceram tão pouco hoje?
Será que eles vão finalmente viver com suas consciências livres?...
Huehue... Quem sabe?

Ficarei ansiosa por comentários. Se assim desejarem, saibam que irão me fazer Felizona.


UUUUH EU ESTOU DE VOLTA!

'3'
Kissus Kissus

Até o próximo *~^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...