História RUN || Park Jimin - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, JR, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Bangtan Boys, Bts, Got7, Imagine Bts, Park Jimin
Exibições 121
Palavras 613
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura meus cheiros <3

Capítulo 9 - Só amor


    Aquilo me deixava perplexa, que número era aquele? Por que estava mandando essa mensagens? Estou cada vez mais curiosa.

— Hey, tudo bem? — Jimin pergunta me tirando do transe.

— Yah!

— Certeza?

— Yah! Por que não estaria?

— Não sei! Está com uma cara estranha, fiquei preocupado.

— Está tudo bem, não precisa se preocupar. — Disse sorrindo simplista.

Estavamos no jardim da casa, em uma cadeira de balanço, conversando e vendo o céu.

— Acho que vai chover. — Ele diz e eu assenti.

— O tempo está fechando!

— Eu gosto de frio.

— Eu também! — Sorri.

Estava sentada ao lado dele, estávamos em uma parte coberta da varanda do jardim, bem de frente pra piscina. Começou a ventar e foi ficando frio.

— Vou buscar uma coberta pra gente, já volto.

— Okay!

Ele se levanta e entra na casa, fiquei olhando pra piscina e sinto alguem sentando do meu lado.

— Foi rápi... Ah, Hoseok! — Sorri.

— Esperando o Jimin? — Ele pergunta se ajeitando e eu assenti.

— Pensei que fosse me ignorar depois do beijo.

— Por que ? — Ele pergunta confuso.

— Fiquei sabendo que tu é daqueles que pega e joga fora! — Disse e ele riu nasal.

— E sou! Mas você é legal! — Ele disse sorrindo. — E eu gostei do teu beijo, s/n! — Ele me olhou e mordeu o lábio. Corei na hora.

— Agora eu fiquei sem graça! — Escondi o rosto nas mãos.

— Relaxa, não vou te beijar, só se você pedir, só não demora muito pra isso! — Ele disse e beijou o topo da minha cabeça. — Seu protetor tá chegando, vou indo! — Ele sorriu e saiu.

Jimin voltou com uma coberta.

— O que ele queria? — Ele pergunta sentando e jogando a coberta em volta da gente.

— Nada! Só conversar. — Sorri.

— Ah sim! Bom, agora estamos quentinhos. — Ele disse sorrindo, seus olhos ficaram como risquinhos. Meu Deus, que coisa mais linda.

Fiquei encarando seus lábios, eles se abriram em um sorriso e eu encarei seus olhos.

— Isso me deixa constrangido! — Ele diz e eu sorri. Encarei seu lábio novamente e ele mordeu o mesmo... Ahhhhh meu senhor, me ajude. Corei. — Acho que não sou o único que fica constrangido com coisa besta. — Ele sorri e eu abaixo a cabeça.

— Desculpa! — Disse rindo nasal.

— Não precisa se desculpar, pode olhar se quiser. — Ele levanta meu rosto e eu encaro seu lábio por uns cinco segundos e olho em seus olhos. — Só não me responsabilizo pelos meus atos. — Ele morde o lábio.

Por impulso, acabo mordendo o meu também, esse foi meu erro... Ou talvez meu acerto.

— Não morde seu lábio! Morde o meu! — Ele diz e me puxa pra mais perto de si, colando nossos lábios em um selar.

Ele aprofunda o beijo e eu me entrego totalmente a isso, ele pede passagem com a língua e eu sem hesitar, cedi. Um beijo calmo, que logo vai esquentando, sua língua percorre minha boca e ele morde meu lábio parando o beijo, colou nossas testas e ficou me olhando. Coloco minha mão no seu rosto e o puxo pra mim, começo outro beijo e no final deste, mordo seu lábio. Paro o beijo e ele sorri.

O que está acontecendo?!

— Isso pode se repetir mais vezes? — Ele pergunta sorrindo.

— Acho que sim! — Disse meio baixo, mas foi o suficiente para ele ouvir.

— Ótimo! — Ele sela nossos lábios e sorri. Corei na hora. — Não precisa ficar com vergonha, vem cá! — Ele me puxa pra sentar na sua frente e me abraça.

Ficamos alí, abraçados, olhando o jardim e vendo o céu escurecer cada vez mais. 


Notas Finais


Até o próximo <3
Comentem <3
Favoritem <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...