História Runaway (Imagine Jin) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Imagine, Romance
Visualizações 8
Palavras 604
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - 6


Depois daquele dia exaustivo, tanto fisicamente quanto psicologicamente, eu literalmente me joguei na cama e apaguei. Na verdade foi mais como uma hibernação, pois quando acordei já era de tarde, como uma pessoa pode dormir tanto?

Me levantei da cama, com aquela preguiça matinal típica minha e resolvi fazer somente umas torradas hoje, nada que desse muito trabalho.

Após comer, para espantar a preguiça vi alguns programas culinários, me arriscando a até mesmo preparar alguns pratos. A maior parte ficou satisfatório para mim, então guardei tudo na geladeira de novo, olhei a hora e AH MEU DEUS, já são cinco e meia? O Jin havia marcado de me pegar aqui às seis.

Lavo as minhas mãos de qualquer jeito, correndo para o chuveiro e tomando o banho mais rápido da minha vida. Vou para o quarto, agora é a tarefa mais difícil, escolher uma roupa em cinco minutos. Boto uma calça preta e uma blusa branca junto a um sobretudo preto, talvez seja uma roupa meio simples, mas foram as únicas peças q vieram na minha mente.

Dou uma checada no celular e JESUS PAI AMADO FALTAVAM SÓ DEZ MINUTOS! Pego as primeiras peças que vem pega frente, prendo meu cabelo em um coque alto, já que este havia acordado meio rebelde hoje e não tenho tempo para arrumá-lo. Quando estava acabando de passar o batom, ouço uma buzina de carro do lado de fora, as minhas mãos começaram a tremer. Agora eu estou oficialmente atrasada!

Pego a minha bolsa preta, que comprei ontem numa lojinha aqui perto, botei meu celular dentro e saí em disparada pela porta. Só espero que eu não tenha borrado o batom.

O carro de Jin, como eu imaginava já me esperava do lado de fora. Ele abre a janela, dando um belo sorriso ao me ver. Abro a porta de seu carro, jogando a bolsa no banco de trás.

-- Achava que você não viria -- Jin diz olhando nos meus olhos.

-- É claro que eu iria vir, mas eu tenho o péssimo costume de acabar perdendo a hora. -- sua rizada toma conta do ambiente, me fazendo também involuntariamente rir.

-- Acabei de perceber isso, a sua maquiagem está um pouco borrada -- Depois da afirmação de Jin, eu comecei a tocar meu rosto, em uma tentativa inútil de ver o que estava fora do lugar.

-- Deixa eu te ajudar. -- seu polegar vai de encontra a minha bochecha esquerda, descendo até o canto da minha boca, esfregando-o levemente no local. Maldito batom!

Eu me sentia idiota por querer botar a culpa em um batom por estar claramente começando a nutrir sentimentos por Jin. O rubor das minhas bochechas todas vez que ele dizia ou fazia algo mais ousado, a sensação boa e gostosa quando estou perto dele é evidente o seu jeito puro e meigo estava fazendo com que eu quebrasse a minha promessa.

-- (S/N), está tudo bem? -- A voz de Jin fez eu voltar para a realidade bruscamente, sentindo seu olhar preocupado em mim. -- Está pálida.

-- Ah, não é nada. Vamos então -- Porque eu tinha que ser tão transparente com os meus atos?

O caminho até sua casa pareceu ser bem longo, se entendendo por quase uma hora. Já estava prestes a perguntar quanto tempo faltava, quando vejo o carro encostar na garagem de uma casa, relativamente simples por fora, mas que parecia ter bastante espaço por fora.

E lá estava eu, prestes a fazer ou a maior burrada de toda a minha vida ou talvez a melhor coisa que tenha me acontecido. Qual das duas seria a verdade, só o tempo poderia responder.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...