História Running for you - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Flash
Personagens Barry Allen (Flash), Dra. Caitlin Snow
Tags Amigos, Família, Snowbarry
Visualizações 132
Palavras 1.216
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drabble, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Heeeeeeeeeeeeeey gente, tudo bem com vcs?
Falta dois meses para The Flash aaaaaaaah <3
Nesse capitulo, o nosso Barry vai começar a desconfiar em nossa Caitlin <3
Sobre o pequeno detalhe, vocês perceberam que eu uso mais "POV.NARRADORA" do que POV.Barry ou POV.Caitlin? Pq gosto de escrever a terceira pessoa, então queria saber se está tudo bem para vcs???

Capítulo 5 - Capitulo cinco: Patty e Linda


Fanfic / Fanfiction Running for you - Capítulo 5 - Capitulo cinco: Patty e Linda

POV.Narradora.

Iris percebeu que Barry estava mais distraído, ela se sentia como se fosse excluída pois o seu namorado estava com sua preocupação sobre a "ex-esposa" dele. Ela não o culpava afinal, ambos são amigos e ele tinha todo o direito de se preocupar, mas ele precisava tirar sua preocupação de lado por um momento e ficar com ela.

Iris se sentia egoista por pensar assim, ela se odiava por isso. O Barry não só se preocupava com a Caitlin, mas também com as meninas. Se Ronnie fizer algo com elas? Se ele calou a boca de Amélia sobre o relacionamento dele com a mãe dela? Se a Caitlin deixou que ele fizesse com ela para proteger a Amélia? São questões que a Iris tinha nos pensamentos. Claro que faria sentidos em dois últimos opções, mas precisava de ter certeza de duas coisas: Uma que ele poderia ter calando a boca da Amélia ou ameaçar e outra a Caitlin estava protegendo a filha.

A reporter estava em Jitters, um cafeína de centro de cidade. Ela estava em mesa anotando algo e bebendo seu café, ansiosamente olhava para o relogio que fazia 15 minutos que estava á espera de duas pessoas. Por um momento ela ia desistir, mas duas mulheres apareceram. Uma loira com cabelos nos ombros com uma roupa de secretária e outra morena de cabelo curto, parecia jovem. Ambas se sentaram em duas cadeiras na sua frente:

-Pensei que não viriam.-Iris admitiu, elas se olham e depois voltaram para a Iris.

-Bom...vai nos entrevistar?-Perguntou a loira.

-Sim Patty...na verdade, está mais para um interrogativo.-A reporter respondeu e suspirou, preparando o caderno para anotar.-Me conte mais sobre Ronnie Raymond.

-Por que quer saber sobre ele?-A mulher de cabelo curto perguntou nervosa.

-Vocês foram as namoradas dele, não?-Iris perguntou séria fazendo com que elas hesitaram.

-Sim.-Ambas responderam.

-Então, como sabem que eu sou a reporter que é contra homens como Ronnie. Pois eu preciso de vocês para isso, preciso que vocês  me conte sobre ele, senão eu não posso mais ajudar uma amiga minha.-Ela disse ainda séria.

-Então sua amiga está namorando com ele, não é?-Linda Parker perguntou, Iris engoliu em seco.-Olha, se eu fosse você teria evitando. Se você divulgasse essa entrevista sobre Ronnie, ele ficará sabendo e vai nos caçar e ele vai nos matar, a sua amiga também.

-Se ele é esse homem que você diz que ele seja, dúvido que ambas consigam sair dele.-Iris falou com desconfiada.-Precisam ajudá-la, ela tem duas filhas. As filhas são do meu namorado, eu penso que elas não merecem sofrer com a mãe, elas não merecem ter essa vida destruida por Ronnie. Se algo acontecer com a Caitlin, Barry nunca me perdoaria.

Patty olhou para a Linda, Iris notou que um simples olhar delas significaria mais do que palavras.

-Não.-Linda respondeu ao entender o olhar da loira.

-Linda, ela tem duas filhas, então vou ajudá-la. Tenha empatia.-Patty disse e se dirigiu seu olhar para a reporter. Ela suspirou preparando para falar.-Certo....Eu conheci o Ronnie na Universidade...na verdade um amigo meu me apresentou para ele na festa e tivemos longa conversa...ele parecia ser estremamente amigável e gentil. Ele era simpatio e legal....tudo por causa disso eu me apaixonei, então ele me pediu em namoro e eu aceitei, fui tão tola. Um mês depois nosso relacionamento estava em nível mais baixo e ele ficou....diferente. Ele só gritava comigo quando algo ruim acontecia com ele, eu só pensei que tinha usando drogas ou algo assim. Mas não, ele não precisou. Eu me dei conta de que ele era assim, usando garotas para ele não se sentir sozinho. Como fui boba continuei com relacionamento, morei com ele por um ano e ele não me deixava sair, quando eu mais ficava doente, ele mais me batia. Eu estava mais presa a ele...então.....cada vez mais ele saia, mais sentia que ele escondia algo de mim. Toda madrugada ele vai ao porão, eu tentei chegar para ver o que era mas....ele era mais esperto, sabe?-Patty falava enquanto anseiava.-Um dia ele tinha que sair com os amigos, fui ao porão e encontrei....varios cabelos de cores diferentes....ruivas, loiras, morenas....eu pensei que ele estava construindo bonecas, mas aquilo era os cabelos de verdade...-A expressão dela se mostrava enjoada, os olhos dela encheram de lágrimas.-Eu entendi tudo.....aqueles cabelos eram de todas as namoradas de Ronnie....ele as matou, Iris. Ele enganava todas e as matou.

Iris tentou não ser sentir aterrorizada mas ela estava.

-Como você está viva?-Perguntou.

-Eu consegui escapar na hora....Ronnie sempre chega mais tarde. Então arrumei as malas e fugi, fui para casa dos meus pais  pois ele não sabia onde eles moram e pintei meu cabelo para loira para que ele não me encontrasse. Acho que ele nunca mais me viu desde então, e eu descobri que ele estava continuando com esse teatro como fez comigo para a Linda, eu tentei avisá-la mas ela não acreditou em mim.

-Quando Ronnie se tornou agressivo comigo, eu entendi a Patty. Por sorte eu escapei e ela me ajudou...e agora, ele está aqui na cidade e está fazendo essa jogada com outra mulher. Lamentavel.-LInda disse com olhar reprovação.

-Porque não denunciaram para a Policia?-Iris perguntou.

-Não podiamos, Ronnie era manipulavel. Qem acreditaria de nós?-Patty disse.

-Essas hematomas mostram mais.-Iris disse confusa.

-Exatamente, Ronnie iria inventar algo.-Linda respondeu.-Você sabe como o mundo de hoje é, Iris.

-Sinto muito pela sua amiga, espero que ela consiga uma ajuda.-Patty disse sincera, com olhar de pena.

-Obrigada, isso ajudou muito.-Iris respondeu fechando o caderno e guardando as coisas na bolsa.-E também precisamos de provas, então se vocês fechar o bico e Ronnie não encontrar vocês, talvez um dia eu consiga achar as provas que levaria para a policia e vocês seriam testemunhas. Vocês são úteis, e acho que uma amiga minha também pode nos ajudar. Se chama Laurel Lance, é uma advogada. Aqui.-Ela entregou o cartão com o número de telefone de Laurel.-Já conversei com ela, tudo o que ela precisa é de vocês.

Elas assentiram com a cabeça, pareciam aliviadas.

 

 

Era noite, Iris estava em seu apartamento com sua pijama. Mexia em seu notebook pesquisando sobre Ronnie Raymond, mas não encontrava referências sobre o assassino das namoradas dele. Barry apareceu e ecostou na porta com sorriso malicioso ao ver sua namorada na cama fazendo sua pesquisa.

-Você fica linda assim, sabia?-Ele disse fazendo com que a morena levasse um susto.-Nossa, te assustei.

-Sim, pensei que fosse um bandido que entrou na nossa casa.-Iris disse apagando todas as suas pesquisas escondidos, disfarçadamente e fechou o notebook.-Está tudo bem?

-SIm. Olha, me desculpe se fui distraido hoje, só estava preocupado com a Caitlin, mas...

-Não, está tudo bem. Você tinha o direito de se preocupar.

-Então está tudo bem para você? Não está com ciumes ou algo assim?-Barry perguntou inseguro.

-Não. Está tudo bem.-Iris riu e deixou seu notebook fechado de lado assim que o Barry se sentou ao lado da cama.-Então, qual é a sua teoria sobre a Caitlin estar escondendo?

-Não sei, eu tenho uma teoria de que Ronnie estar sendo agressivo com ela. Eu não confio nele, Iris.-Barry falou e suspirou.

-Eu também não.-Iris concordou.-Barry, será que Ronnie ameaçou a Caitlin sobre a Amélia e ela escondeu todas as coisas de nós só para protegê-la?

Barry olhou para a Iris pensativo.

 


Notas Finais


Gostaram???
Qual é a teoria de vcs sobre a Iris não contar ao Barry sobre a entrevista??/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...