História Running The Risk of Loving - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drama, Redes Sociais, Risco, Romance
Visualizações 12
Palavras 400
Terminada Não
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Mais um capítulo!!!
Como foi pedido para continuar e não parar...esta ai.
Eu só estou com aquele probleminha de todas histórias. No meu notebook não tem o ponto de interrogação. Então estou usando o cifrão ($).
Mas tirando isso...espero que gostem.
Boa leitura.

Capítulo 2 - DISCOVERY


Certo dia estava voltando da escola, quando cheguei na minha casa tinha um carro muito lindo na porta e eu já comecei a estranhar...

Paro ou continuo...

_____________________________________________________________________________________________________

Abri o portão e toda minha família estava lá.

-Hello e ai$Como foi a escola$-Perguntou meu primo Erik.

-Foi normal-Respondi...pera...ele estava chorando$-Você estava chorando$

Ele só virou pro lado e eu pude ver toda minha família da mais nova a Júlia de 4 anos até meu avô o mais velho chorando.

-Gente o que aconteceu$-Perguntei

Neste instante minha mãe levantou correndo e saiu para a casa do meu avô que ficava no fundo.

-Mãe...-Sussurrei, mas não obtive resposta.

Ao chegar na porta da minha casa pude ver um homem alto de terno. Ele tinha os cabelos pretos e os olhos verdes escuros.

-Cecilia...prazer Brian Brenner.-Me estendeu a mão.

Eu estendi a minha como um gesto de educação.

-Igualmente Brian.   

-Bom...eu vim aqui porque eu preciso muito conversar com você a sós.

Neste instante ele olhou para minha família atrás de nós e eles foram para casa do meu avô.

-Pode falar.-Eu disse já ansiosa                        

-Cecilia.Eu quero que você se controle...o que eu vou dizer pode ser um pouco forte pra você.

Nesta hora eu já estava mais que ansiosa.

-Continue-Falei

-Bom...eu vou tentar ser o mais direto possível. Eu sou sei pai.

-O que$ Como assim mais e Roberto$

-Quando você nasceu eu e a sua mãe éramos jovens e deixamos você no hospital. Célia e Roberto te pegaram porque não tinham condição de ter filhos.

-A Célia também não é minha mãe$-Ele só concordou com a cabeça.

-Pra mim, quando vi você nas redes sociais, vi como você era linda eu quase entrei em depressão. Então me encontrei com o Rogerio o seu suposto tio. E ele me apoiou a vir falar com você.

-Bom...é até difícil falar uma coisa, porque é muito...ah sei lá.É tudo muito novo pra mim. E como vai ser$ Duas famílias$

-Bom...com isso sim, duas famílias. Mas eu vou te fazer uma proposta. Se você quiser você pode ver morar comigo. Eu prometo que nada irá lhe faltar.-Eu fiquei sem resposta na hora. Nenhuma palavra saia.-Você pode pensar.

-Então eu irei pensar e te falo. Você pode me passar seu celular$

-Claro.-Anotamos os celulares em cada celular.

-Eu vou ver minha família e venho aqui. Você pode me esperar...pai$-Como isso saiu da minha boca...

-Cl-aaro...                                                              

Continua...


Notas Finais


Foi isso Guys...
Espero que tenham gostado...
Até o próximo capítulo.
Beijos!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...