História Ruska - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~shadowxcat

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Exibições 5
Palavras 1.055
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Suspense, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


・Anny: Alô, alô! Vocês sabem quem sou eu?
Aos que estão esperando uma atualização de Septima e Sete Demônios: sejam pacientes. Não posso lidar com três coisas ao mesmo tempo. Não mesmo. Como alguns já sabem, estou cuidando da saúde, entre outros problemas. Então eu e a minha sensate vamos cuidar de Ruska e nos dedicar completamente ao plot da história. Atualizações serão feitas em - quase - todos as quartas, eu acho. Depende MUITO do feedback de vocês, ou seja, comentem. Bora se amar. Bora interagir. Bora fazendo. Referências não faltarão por aqui. Fiquem atentos. Já quero agradecer quem começar a nos acompanhar. Sintam-se abraçados e preparem esse psicológico porque drama vai ser nosso foco. Até as notas finais, gente linda!

・Vall: OI SEUS VIADO!!!! Tenho duas fic em hiatus e to aqui postando outra com o amor da minha vida. dfnksngsn. Essa fic já foi yaoi, yuri e voltou pra yaoi com o maior otpzão que você respeita. Adaptar pra larry já era um sonho e daí nós duas conversando tarde e "vamo adaptar" VAMO E TAMO AQUI E OLHA, EU TO É MORRENDO. Eu nunca li essa fic no original, Simi. Tô esperando a anny me mandar mas tá dificil. ANYWAYS, espero que vocês gostem ♥

Capítulo 1 - Proêmio, 27 de Dezembro


PROÊMIO

 

.

 

“Eu, eu estava em pé. Você estava lá. Dois mundos colidiram. E eles nunca poderiam nos separar.” — NEVER TEAR US APART, PALOMA FAITH.

 

❅❅❅

 

Ruska é um termo escandinavo que indica uma época específica do ano, quando Lapônia fica repleta de cores. Ruska nada mais é do que as cores do outono; o último espetáculo da natureza antes da neve cobrir a paisagem mais uma vez. Muitas árvores, como a bétula, álamo alpino e sorveira, cujas folhas ficam com um amarelo brilhante ou escarlate intenso, deixam a paisagem mais bonita do que nunca.

As encostas se enchem de cores e o cenário em sua totalidade lembra o quadro de algum pintor impressionista. É impossível prever o tempo exato de duração das cores do outono, mas geralmente a melhor época é entre a última semana de agosto e meados de setembro.

O outono também é a época de colher os frutos da natureza. Nele, as florestas da Lapônia estão cheias de frutos, cogumelos e ervas prontas para serem colhidas.”

 

❅❅❅

 

27 de Dezembro, 2015. Sacramento, Califórnia.

 

Quando decidira participar dos testes de inverno, Harry Styles não imaginara a intensidade do nervosismo que ia dominar cada mínima parcela de seu corpo desde o instante em que instalara-se atrás do volante e colocara os olhos sobre os vários botões cravados nele.

Não pelo fato de estar correndo, isso não o assustava. Muito pelo contrário, estava certo de que seu lugar era ali e que conseguiria provar isso a todos que o questionaram desde que tomara a decisão de entrar para a principal competição na categoria do automobilismo.

Estava na Califórnia agora, por apenas alguns dias, para assistir à final da Sprint Cup com seu pai e irmã.

Gemma Styles, irmã mais velha de Harry, estivera na Formula 1 muitos anos antes de ele entrar para os testes; era frustrante saber que ela havia abandonado a carreira sem qualquer causa ou razão plausível aos ouvidos da imprensa. Mas a família compreendia.

Com exceção de Harry.

A decisão de Gemma fora tomada quando a família ainda vivia em Redditch, na Inglaterra. Harry não conseguia digerir a ideia de alguém tão dedicada à carreira desistir subitamente de seus sonhos daquela forma. Ainda mais por ela ser uma garota. Sabia que era importante que houvesse alguém para representar as mulheres naquele meio dominado por homens. Também não insistira para arrancar dela algo que o convencesse de que ela fizera a coisa certa. Não era justo. Além disso, Gemma estivera fora por um longo tempo após desistir de sua carreira. E Harry não queria afastá-la novamente. Sentira demais a sua falta.

Dando a si mesmo um intervalo, afastando-se do paddock onde seu pai e irmã estavam, Harry Styles seguiu por um corredor estreito e longo que o levava para fora do local, onde os convidados, membros das equipes e oficiais de prova poderiam adquirir bebidas e tomar ar fresco.

Direcionando-se para uma máquina de refrigerante, ele pressionou um dos botões que imediatamente encheria o copo de plástico posto embaixo da pequena torneira. Contudo, nada acontecera, fazendo-o franzir o cenho e apertar o botão com mais força.

Aparentemente aquilo não estava fazendo diferença alguma.

— Está quebrado — a voz aveludada de tom áspero e ao mesmo tempo graciosa soou muito próxima do garoto.

Harry virou-se na direção do som, pego de surpresa. De estatura mais baixa, a figura à sua frente possuía a pele lívida, os cabelos castanhos e olhos azuis-claros. Os lábios eram finos, bem delineados, além das maçãs do rosto ressaltadas.

Vestia-se com uma camiseta de algodão branca e jeans, parecendo muito confortável com o clima da ensolarada Califórnia. Até mesmo mais que o próprio Harry, que passara muitos anos de sua vida vivendo no país.

Ele estava parado ao lado de Styles, encarando-o sem qualquer emoção, parecendo – no entanto – esperar uma reação ou resposta da parte dele.

O garoto levou tempo para sair de seu transe, pois, era inevitável não desejar ficar ali para admirar a rapaz o máximo possível.

— Pode ficar com o meu, se quiser — só então Harry se deu conta de que o jovem lhe estendia uma lata de metal em um gesto extremamente gentil e educado. — As outras máquinas estão na mesma situação.

— Ahn... — Styles se recompôs, imediatamente tomando a lata de refrigerante da mão estendida diante dele. Descobriu que o objeto estava demasiado frio. Contudo, não fora isso que causara um arrepio por seus braços e pernas. — Obrigado.

Abriu um sorriso bobo para seu interlocutor e ele apenas assentiu, afastando-se dele sem entrar em um diálogo de verdade.

Harry sentiu que deveria ter se apresentado e iniciado uma conversa. Era o que sempre fazia. Gostava de conversar, ser comunicativo e social. Contudo, ao processar a informação de que acabara de trocar palavras com alguém que costumava ver na televisão, nas notícias e em confraternizações para as quais sua irmã era convidada, Styles compreendeu o provável motivo pelo qual a rapaz não se apresentara a ele.

Não era necessário. Todos o conheciam. E o mais interessante era que mesmo com a mídia se esforçando em torná-lo um assunto por conta de seus atrativos físicos, o motivo da fama dele era sua capacidade, sua determinação e seu trajeto no automobilismo nos últimos anos.

Tratava-se de Louis William Tomlinson, que iniciara sua famigerada carreira quatro anos antes. Desde então, o britânico mantivera-se quase invicto, sempre chegando entre os três vencedores ao final da competição anual.

O que importava, entretanto, não era apenas do fato de Louis ser excepcional no que fazia, mas sim de ser tão jovem e já estar representando tantos outros ali, em uma área tão delicada para a imprensa.

Tomlinson era um ícone, uma grande peça de representatividade e um exemplo para muitos.

Era por isso que gostavam tanto dele, que o admiravam. As pessoas gostavam e queriam tê-lo por perto. Com Harry aquilo não seria diferente. Sentiu-se aliviado ao pensar que não estaria entre estranhos naquele meio. Ainda mais por saber que muito possivelmente estaria em breve dividindo as pistas ao lado de alguém tão indizível quanto Louis Tomlinson.

Após sua reflexão sobre o futuro, muito entusiasmado, Harry Styles apertou com força a lata de refrigerante em sua mão e traçou de volta o caminho que o levaria para onde sua irmã e pai estavam, pronto para assistir volta final da disputa naquela tarde.

 


Notas Finais


・Anny: CAPÍTULO CURTINHO, I KNOW, I KNOW. Mas, hold on, porque o primeiro capítulo será na próxima quarta. E, bem, ele será muito maior por motivos óbvios.
Vou ficando por aqui. Sintam-se esmagados desde já, porque vocês sabem como funciona. See y'all next wednesday!

・Vall: AQUI SÃO TUDO VIADO, TUDO DO VALE, TUDO ABIGO. ENTÃO COMENTEM, KAY? e só não beijo pq sou uma moça comprometida. sou de casa. aksfnsengskndgn. Bye!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...