História Russian Roulette - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bdsm, Contrato, Dupla Personalidade, Máfia, Russos, The Boss, Transtorno Psicopata
Exibições 10
Palavras 1.260
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Heey, esse capítulo ficou mas para mostrar a visão deles quanto ao que vai/poderá acontecer.
Espero que gostem ;3

Capítulo 2 - Irmãos .


Sebastian tamborilava os dedos na mesa de forma pensativa, e tentava encontrar uma solução para o grande problema que caiu em suas mãos .

 

Kevin Blake havia sido assassinado e sumido sem nenhum vestígio da terra, como se jamais tivesse existido. E fato era, que tal feito não tinha responsabilidade alguma sobre outra máfia rival, pois naquela área nem o maior cão ousaria enfrentar a sua autoridade ...Teria? 

 

O parceiro daquela noite com quem Kevin  havia saído tinha sido seu irmão. Mas aquele fodido ainda não tinha chegado em "level kentra" e entregado um relatório mais detalhado para ele, e com certeza iria puni-lo por tal negligência depois .

 

O maior problema era que Kevin tinha uma vida longa dentro de seu comando, e agora outros de seus agentes mais velhos buscavam vingança contra algum tipo de fantasma.

Daniel tinha muito a lhe explicar .

 

Sem uma solução para sua dor de cabeça ele afrouxa a gravata, e pega suas duas 9 milímetros debaixo da mesa.

 

Precisava descontar sua raiva em alguma coisa.

 

Como se os céus ouvissem suas preces, ele vê Daniel entrando com sua moto finalmente, e ao descer seu rosto parecia ansioso.

 

Ele dispara uma bala para cima, afim de chamar sua atenção. E com sussesso, seu irmão anda em sua direção de forma relaxada .

 

Ele espera ele se aproximar, e seu irmão faz a saudação honrosa obrigatória a ele, com sua adaga negra em seu peito e uma leve curvatura .

 

-Onde você estava Daniel ? -Diz de forma gelada e rouca .

 

Estava para enfiar chumbo pela garganta daquele inconsequente.

 

- Eu sei quem matou Kevin, e tenho uma proposta a fazer para você .- Ele diz direto.

 

- Me siga.

 

Sem esperar resposta, mas sabendo que seria obedecido, vira as costas a seu irmão e vai até  uma parte externa e aberta de Kentra, onde era afastada o suficiente e possuía uma parte escura .

 

Sebastian espera em baixo de uma árvore, Daniel começar a falar.

 

-Não fique irritado Sebby, eu tive um motivo para chegar agora.

 

-Eu presumo que seja um bom motivo, porque você tem 5 minutos para se esclarecer antes que eu quebre sua mão .-ele responde calmamente. 

 

Daniel se limita a sorrir. 

 

"Kevin estava comigo em uma ribanceira perto de uma represa, e eu estava procurando vestígios de dois corpos desovados de duas prostitutas de nossa marca. E eu havia penetrado mais no escuro ao ver um par de brincos brilhando longe do asfalto,  e ao observa-los  melhor vi o símbolo Bélikov em ambos. "

 

"Foi quando ouvi um grito abafado, e o carro começar a pegar fogo e partir em marcha até dentro da água. Mas antes do carro pegar fogo, eu ouvi uma voz feminina e logo após uma risada colérica. 

E Silenciosamente, vê uma mulher sair de dentro da água salgada e trocar de roupa, indo embora como se nada houvesse acontecido."

 

"Aquilo foi o bastante para tomar meu interesse, e eu busquei mais sobre ela o dia inteiro, afinal achando sua casa e observando seu cotidiano. Porem nada se encaixa com o perfil que vi na noite anterior. Ela estava completamente diferente. "

 

-Conclua sua observação quanto a esta mulher.

 

- Eu preciso observar ela melhor, e preciso que me ajude com isso. Ela não está segura agora.

 

-O que acha que vou fazer por isso ?- diz desinteressado .

 

-Ela me intriga... à algo nela que me interessa, preciso que ela fique mais próxima de alguma forma. - Daniel fiz risonho.

 

- Daniel, ela é só mais uma mulher qualquer com alguma coisa psicopatia, ela pode ter tido alguma relação com Blake e se vingado depois. Isso não quer dizer nada. E o que você pensa que posso fazer ? Sabe no que se meteu ? Com isso vou ter dor de cabeça até o final da semana e isso só vai acabar com uma coisa. A morte.

 

-Não vou deixar que matem ela, ainda Sebastian. Ela vai ser Minha.

 

- Então se ela vai ter sua proteção, coloque ela ao seu lado no altar, Se não eu mesmo à mato .- responde irritado .

 

- Ainda é cedo para isso, preciso ter mais contato com ela. 

 

- Então isso é o tipo de conversa entre irmãos em que você me pede dicas para chegar na garota ? Pensei que havia amadurecido a tempo Daniel .- fazendo uma pausa pensativa, ele logo vê uma solução. - Só vejo uma forma então. Faça que ela entre para o lado de minha Máfia, e ofereça o perdão a ela. Com o tempo ,eu irei dar a sentença final.

 

Sem paciência para lidar mas com aquele assunto, Sebastian decide dar tempo para seu irmão tomar sua decisão . Afinal, uma vez que se entra na máfia ... só se sai morto.

 

 

.............................................................

 

Valentina estava indo para uma conferência com dois homens de economia, que conversavam algo sobre crise existencial e bla bla números. 

 

O dia não podia ser pior, ela estava com uma cólica do caralho, e não estava com a mínima paciência para lidar com o setor econômico.

O trânsito estava livre agora, e ela só pensava em pisar no acelerador e acabar com aquilo de um vez por todas.

 

Uma olhada no retrovisor, e ela vê os olhos de Jhon, olhando pelo mesmo espelho que ela. O encontro dos olhares não passou despercebido e foi retribuído com um sorriso duvidoso dela.

 

Ela ja Podia sentir-se dormente e... Viky estava no comando.

...............................................

 

-Senhor ?

 

Jhon observava ao longe, Valentina digitar blocos e mais blocos de documentos com concentração. 

O que mais gosta nessa menina era ver isso, a sua concentração implacável, a forma em como cruzava as pernas e até o movimento sutil dos lábios ao reler cada parágrafo digitado.

 

-Jhon ? Senhor ?- diz uma voz persistente em lhe interromper.

 

-O que quer ?-diz de forma razinza e disfarça como se estivesse observando a televisão.

 

- Bom, preciso de sua assinatura para...

 

.................................

 

Daniel observa a mulher atravessar a rua e caminhar rapidamente até uma loja de departamentos. 

 

Sem hesitar, ele caminha em direção dela e aborda ela com tranquilidade contrastando com o olhar impaciente dela.

 

  - Eu tenho um acordo a fazer com você, e espero que me ouça com atenção. Você escolheu a vítima errada.

 

A compreensão mudou o olhar dela, e com um suspiro ela sorri gentilmente e diz:

 

  - Espero que não tome muito tempo senhor, eu tenho um compromisso agora. Podemos nos encontrar em algum lugar... daqui a 2 horas ?

 

  - Não sou do tipo que gosta de esperar.

 

  - Mas eu acho que vai valer a pena se o fizer desta vez. -Ela diz olhando sem hesitar em seus olhos .

 

Com um suspiro de evidente desagrado ele fala:

  

  - Espero que esteja certa, eu lhe espero na sua casa daqui a exatas 2 horas

 

Com um sorriso vitorioso e bem despreocupado para quem conversa com um estranho que sabe onde ela mora, Valentina se apressa e entra no prédio .

 

*Valentina*

Ela estava destinada à ser sua subordinada nem que mesmo a força . Agora ele podia ver claramente, sua presa bipolar e letal ... Sua futura submissa. 


Notas Finais


Então ? Comentários e críticas são aceitos, desculpe por qualquer erro que possa ter cometido (ou esquecido). E eu prometo que nos próximos capítulos as coisas vão realmente "Fluir melhor".!
Kissus na boka ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...