História S E C R E T - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Hoseok Jin, Imagine, Jhope, Jimin, Jungkook, Namjoon, Rapmon, Suga, Taehyung, Yoongi
Exibições 434
Palavras 1.583
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olááá coisas gatans da minha vidinha

Primeiramente deixa eu começar com as minhas listinhas de agradecimento
AAAH SOCORRO MUITO OBRIGADA PELOS 346 FAVORITOS
E POR TODOS OS COMENTÁRIOS LINDOS E SUPER ENGRAÇADOS
EU NEM TO ACREDITANDO

Segundamente:
pra todas as pessoinhas que estavam morrendo de curiosidade,
espero que esse capítulo mate um pouco dela,
mas já vou avisando que ainda tem muita coisa pela frente, então segurem a respiração pro final

Aproveitem mais esse capítulo meus amores lindons que da vontade de esmagar
até daqui a pouco ( * ▽ * )

Capítulo 18 - Linda, simpática e meiga


Fanfic / Fanfiction S E C R E T - Capítulo 18 - Linda, simpática e meiga

~ Olá filha, lembra da Soo He Min?

Eu não podia acreditar, era a...  ~

 

     Eu não podia acreditar, era a mesma moça que há duas semanas ajudara-me consolando a mim enquanto eu chorava amargamente naquela praça

     Fiquei alguns instantes ainda raciocinando o porquê de ela estar ali; minha cara deveria estar semelhante a uma mosca morta 

- Nós nos conhecemos a algumas semanas, não é mesmo? – a garota levantou do seu lugar estando-me a mão para me cumprimenta, soltando um sorriso extremamente meigo e simpático

- A-ah, sim – a cumprimentei tentando voltar ao meu estado normal – Aliás, obrigada por me ajudar naquele dia, não sei se consegui te agradecer

- Não à de que, adoro ajudar os outros

     Além de linda, simpática e meiga, ela ainda era gentil e adorável? Com certeza He Soo Min é o conceito exato de perfeição!

     Aproximei-me de minha mãe que lavava algumas louças da janta da noite passada, e cochichei próximo ao seu ouvido:

- O que ela faz aqui? E como a senhora a conhece?

- Ah... – minha mãe virou-se secando as mãos em um pano – É que a Soo e o Yoon...

- Sou uma antiga amiga da família! – a mesma intrometeu-se rapidamente impedindo que minha mãe completasse sua frase – E só vim até aqui para matar a saudade – ela se aproximou deixando um beijo no rosto de minha mãe que sorriu boba

- Ah HÁ,HÁ, HÁ – soltei uma risada forçada que saiu extremamente alta liberando um som completamente ridículo

      Ver minha mãe e a tal garota tão próximas e conversando de um modo como que já se conhecessem à anos, liberou um sentimento estranho em mim, admito, fiquei enciumada, elas de certa forma pareciam muito intimas, o que eu não entendia pela visível diferença de idade entre ambas 

- Por que não fica para o almoço Soo? – convidou-a minha mãe

- ... – a menina me olhou – É melhor não dona Leyla, na realidade, eu já tenho até que ir – falou levantando e pegando suas coisas em mãos

- Mas já? – a mulher a olhava frustrada

- Infelizmente sim, mas eu prometo que volto... (S/n), você pode me acompanhar até a porta?

       Acendi com a cabeça e assim fomos 

- Obrigada por me receber tão bem, sei como é ruim e chato ver sua mãe com outras meninas... amigas?

    “Fala sério, além de todas as qualidades, ela ainda é compreensiva?”- pensava incrédula e cada vez mais me surpreendendo

- Claro, amigas – a mostrei um sorriso tímido, e a menina por sua vez em um gesto inesperado deu-me um abraço contente

- Vamos fazer assim – ela tirou um celular de sua bolsa – Vamos trocar os nossos números para mantermos contato

     Trocados já os números, e então por fim nos despedimos com um último abraço amigável; eu estava me sentindo totalmente tola por ter sentido ciúmes infantis de He Soo Min, ela era uma garota gentil que esbanjava qualidades, e a tal amizade com minha mãe era apenas uma conseqüência disso

 

                      ~❁~ ❁~

     Horas mais tarde e já se aproximava das 19h00min da noite, quando minha mãe alertou-me que iria ela e meu pai a uma tal festa de confraternização de boas vindas às novas companhias filias à empresa em que meu pai trabalhava; isso era algo bom, faz semanas que eu e Yoongi se quer conseguimos conversar ou ao menos aproximarmo-nos um do outro dentro de casa, eu já estava sentindo falta. Ajudei minha mãe com a escolha da roupa e logo eles já estavam para sair

- Não brinquem com fogo, não se matem, se seu irmão começar a te incomodar me liga que eu venho direto para cá...

- Ta bem mãe...

- Não passem trote, não saiam de casa, e não abram a porta para estranhos, eu e seu pai temos a chave, então não bateremos para entrar

- Ta bem mamãe!

- Ok, se cuidem – me deu um beijo na testa – Dê um beijo no seu irmão por mim

     Tranquei a porta como ordenado assim que meus pais saíram girando a chave duas vezes; ainda dando as voltas na mesma senti mãos quentes ao redor de minha cintura me puxando para trás; virei meu corpo dando de cara com Yoongi, seus cabelos estavam completamente bagunçados por conta do mesmo ter dormido a tarde inteira, seu rosto amassado e seus olhos inchadinhos; colei nossos lábios em um beijo rápido e senti seu sorriso de imediato

- A mamãe que mandou dar um beijo em você – falei brincando com seus cabelos embaraçados

- E ela deu mais alguma ordem?

- Mandou eu ligar pra ela caso você me incomodasse

- Ah é? Que pena... – pegou-me no colo – Eu tava louco pra te incomodar todinha, vou ter que me comportar

     Yoongi foi andando comigo em seus braços até chegar ao quarto de meus pais, pôs-me sobre a cama e com uma mão em cada lado de minha cabeça me encarava

- Quer inaugurar a cama dos nossos pais? – o mesmo falou já abrindo lentamente cada botão de minha camisola de pijama. Era incrível como esse garoto não se cansava, mesmo depois do acontecido no quartinho do zelador ele ainda estava disposto, e o mais incrível ainda era que eu também estava. Mordi os lábios do mesmo como uma espécie de “sim” que gemeu abafado ainda concentrado em minha camisola; logo eu já estava sem a mesma e apenas minhas pecas íntimas permaneciam a mostra; Yoongi voltou sua atenção para meus lábios dando-me beijos ofegantes que só eram parados com a falta de ar dando presença; pus-me em cima de seu corpo sentando em seu abdômen, e arrancando do mesmo sua camisa que o tapava; dancei com minha intimidade em cima do seu membro com o propósito de o atiçar mais, não precisei me esforçar muito, pois logo o mesmo já se encontrava duro por entre minhas pernas

- Meu amiguinho quer conversar com a sua – falou o garoto entre gemidos baixos

- Ah é? Cadê seu amiguinho que eu não to vendo? – desci com minhas mãos até o mesmo que ainda estava escondido por uma bermuda azul marinho, e o alisei com a palpa de minha mão, passando-a de cima para baixo várias vezes, senti o membro enorme e pontudo que parecia crescer cada vez mais, vi uma expressão de prazer se formar no rosto de Yoongi apenas pelo meu simples toque. O garoto entrelaçou suas pernas ao redor de meu corpo jogando-me para baixo

- Você domina de mais – resmungou manhoso já fitando em minha peça de cima da lingerie; pôs sua mãos em suas alças provocando-me uma respiração forte sem saber o que ele pretendia, o mesmo foi descendo até meus seios, ainda sem tirar a peça de meu corpo, Yoongi colocou suas mãos dentro do sutiã acariciando-os; suas mãos estavam quentes, porém ainda sim senti minha pele toda arrepiar; eu gemia tombando a cabeça para trás , Yoongi por vez, sorria contente; o menino notou que o fecho da peça era na parte frontal e o olhou malicioso já querendo o tirar, porém antes que assim fizesse, ouvi um barulho chato vindo da sala; era meu celular que tocava; ambos reviramos os olhos irritados

- Calma ai – levantei imediatamente indo apenas com roupas íntimas sobre meu corpo para sala, notei fitadas de Yoongi que mordia os lábios a me ver levantar da cama e ir para longe dele; olhei para tela do aparelho sendo surpreendida:

# LIGAÇÃO ON #

- Alô, (S/n)?

- He Soo Min?!

- Oi, eu mesma – (risos) – Você ta ocupada agora?

- É... eu tava um pouco sim, mas pode falar, o que você quer?

- Desculpa, só queria saber se você quer sair comigo amanhã? Já que é sábado

- Ah... p-pode ser...

- Ótimo, às 14h00minh?

- `Às 14h00minh!

- Ok então, beijo linda, até amanhã!

    Voltei um tanto frustrada para o quarto sentando-me à ponta da cama

- Quem era? – perguntou Yoongi

- He Soo Min! – falei já sentindo um silêncio da parte do mesmo – Yoongi?

- Oi?

- O que vocês tiveram?

    Vi o garoto engolir o seco e fraquejar no olhar o direcionando ao chão

- (S/n)... é passado...

- Por favor – virei para ele o olhando fixamente – Eu quero saber

   O mesmo respirou fundo antes de prosseguir a falar:

- A He Soo Min já foi minha namorada há alguns anos atrás, antes de eu me entregar ao sentimento que eu sinto por você

     Abaixei meu olhar ao chão

- Ei, ei, ei, - Yoongi levantou minha cabeça – O que um dia eu senti por ela não chega nem aos pés do que eu sinto por você, eu te amo de uma forma que não sei explicar! – beijou minha testa envolvendo-me em seus braços

      Não existia mais clima para continuarmos com o ato de antes, pelo menos não para mim, decidimos apostar em algum filme que passava em algum canal perdido na televisão, nem se quer o vimos, ficamos na realidade entre beijos e amassos em cima do sofá maior da sala de estar, e assim foi praticamente a nossa noite inteira, porém logo depois de algum tempo já ouvindo barulhos do carro dos nossos pais, decidi então ir para o meu quarto e fingir já estar dormindo por conta da hora que já avançava. Meus pensamentos giravam em torno do namoro que recém eu havia descoberto justo com a garoto que me ajudara quando eu chorava e entre o tal passeio que terei que ter com ela no dia seguinte. 


Notas Finais


Volteei
Obrigada por lerem mais um capítulo meus bebens
Omma ama vocês todas
彡 彡 彡 彡 彡 彡 彡 彡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...