História S E C R E T - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Hoseok Jin, Imagine, Jhope, Jimin, Jungkook, Namjoon, Rapmon, Suga, Taehyung, Yoongi
Exibições 273
Palavras 2.962
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi oi minhas pequenas e grandes
Como vocês estão nessa linda noite de sexta feira?
Bom eu estou muito feliz,
hoje eu descobri que eu passei de anoooo, finalmente eu estou de férias (uhuuu)
Então se preparem que logo logo eu vou começar uma nova fic

(ΘεΘ)

Bom vamos logo a mais um capítulo né?
Aproveitem mais um, e até daqui a pouco minhas floflas
❤ (︶ω︶) ❤

Capítulo 28 - O jantar part.2


~ Eu não havia entendido tal ato, encarava a casa tentando semelha-la ela a talvez alguma que eu já visse, porém era impossível, cheguei à conclusão de ser uma desconhecida, apenas tomei consciência de quem era, quando vi uma pessoa sair de seu interior ~

 

    Ela estava linda, linda não, deslumbrante, vestia um vestido fino de manga longa (link do vestido nas notas finais), porém totalmente cravado nas costas, além de tudo seu andar era sexy e atraente, fez me sentir inferior assim que a vi: He Soo Min, óbvio, não importava a situação, ela sempre a tirava para o seu favor, tinha o poder de fazer com que todos a olhassem, e não só a olhassem, mas sim a admirassem, era incrível como em todos os momentos ela se superava cada vez mais. A menina veio ao encontro do carro praticamente como se estivesse desfilando, eu mesma já havia suspirado à vela; parou próxima a porta traseira arrancando diversos olhares

- O que ela faz aqui?! – perguntou claramente irritado Yoongi

- Ela é a nossa companhia de que eu falei – minha mãe sorria de ponta a ponta; abriu a porta do carro e saindo dele abraçou a menina que a retribuiu da forma mais meiga possível

- Olá – ela dirigiu-se para dentro do carro cumprimentando a todos

      Logo seguimos novamente a viagem. Eu olhava as nuvens passantes como uma tentativa de me acalmar, eram grandes e tão frágeis, embora o seu tamanho fosse inacompanhavel por meu olhar, eram assim como a minha paciência no momento: ambas se desfaziam com facilidade

     Meus pais não cansavam-se de puxar assunto com a menina, eles interagiam entre si com muita naturalidade, e riam de tudo que a ela falava, admito, além de todas as muitas qualidades, bom humor com certeza era um dos maiores de He Soo Min, apenas eu e Yoongi permanecíamos quietos, o garoto assim como eu não tirava o seu olhar da estrada e, de vez em quando soltava alguns suspiros pesados, claramente de irritação. Algum tempo depois e já estávamos com o carro estacionado à frente do incrível restaurante, era tão grande que eu mal conseguia ver o seu fim, deveria percorrer um quarteirão inteiro; descemos do carro assim que o manobrista pegou a chave do mesmo; não apenas eu como toda a minha família estávamos encantados

- Caraca! Esse lugar é grande pra cacete! – falei boquiaberta assim que desci do carro podendo analisar melhor a construção

- Vê se fecha a boca menina! – a mulher se aproximou de mim puxando meus braços – classe (S/n), classe!

     Minha mãe era o que podemos dizer de pobre soberba, ela não era rica, mas amava da uma de tal, era até engraçado a forma como ela levava a sério tudo isso, chegava a ser até exagerado; andava de peito estufado e nariz para cima, além de “tentar” falar com toda a “classe” do mundo usando palavras finas e pouco usadas

      Os últimos a deixarem o carro foram Yoongi e He Soo Min que parou logo ao seu lado, praticamente grudando no mesmo

- Ela não esta linda, Yoongi? – perguntou minha mãe ao ver a cena dos dois tão próximos

- Quem?

- Ora quem? A Soo

- Nem reparei – o menino de forma ignorante respondeu

- Então repare agora, repare bem!

- É, tá

     Bufei em tom baixo revirando meus olhos, minha raiva era tremenda, além de ter de aturar a presença daquela menina que acabara de revelar não ser quem eu achava que era ainda teria que aguentar os apelos de minha mãe para unir Yoongi a ela

- Sabe – a mulher aproximou-se dos dois – Olhando vocês dois assim me fez ter uma ideia... que tal uma foto?

- Acho que seria ótimo – Yoongi sorriu largo – Vem cá (S/n)!

- Não! Uma foto com apenas vocês!

- Vocês quem?

- Você e a Soo Yoongi! Ta difícil de entender as coisas hoje hein menino! – minha mãe sem ao menos esperar pela resposta, pôs se a endireita-los, ela mandou que se aproximassem mais e que Yoongi pusesse uma de suas mãos ao redor da cintura de He Soo Min; de inicio ele tentou resistir, mas logo minha mãe começou o seu famoso drama e logo foi obrigado a lhe obedecer; eu mal conseguia ver aquela cena, queria poder impedir, queria poder puxar Yoongi para mim, porém de nada pude fazer – Olha como estão lindos! Parecem até um casal!

    Tudo o que eu pude fazer naquele momento foi fuzilar a menina que aproveitando a situação, agarrou o corpo de Yoongi em um abraço apertado; respirei fundo e junto com meus pais adentrei finalmente ao ambiente do restaurante; tudo lá dentro era tão deslumbrante, as mesas, os papeis de parede, exatamente tudo, até mesmos os menores detalhes que preenchiam o ambiente eram totalmente impecáveis, senti-me entrar em uma nova atmosfera. De longe vi um senhor alto, de cabelos quase por completo em tons branco, e muito bem apresentável, levantar-se com um sorriso em seus lábios e de forma discreta chamar a atenção de meu pai que logo foi ao seu encontro, deduzir ser o chefe dele; antes que fossemos segui-lo também, minha mãe puxou-nos para um canto e pôs-se a falar:

- Olha, aqui é um lugar muito, muito chique, então não me façam passar vergonha! Se vocês – ela apontou para eu e Yoongi – Começarem a discutir ou começarem a se matar, eu acabo com os dois! Entenderem?... menos você querida – dessa vez ela direcionou-se a He Soo Min – Você é um amor, continue assim que vai encantar a todos, você sim sabe se pôr em um ambiente como esse! Não é que nem esses dois animaizinhos aqui que mal sabem segurar um garfo... vocês dois, pelo menos hoje finjam que tem classe e se comportem ok?

     Depois das tais exigências de minha mãe, enfim pudemos seguir destino a mesa; meu pai já encontrava-se lá, ele ria de forma intima com o homem mais velho, pareciam se conhecer muito bem; assim que chegamos lá fomos cumprimentados pela família, mas analisando eles melhor tive minha segunda surpresa da noite

- Ah não! O que esse moleque ta fazendo aqui?! – falei de forma escandalosa e mal educada provocando olhares de sangue de minha mãe sobre mim, eu mal podia acreditar em quem estava a minha frente

- Olá (S/n) – Hoseok demonstrou-me um sorriso malicioso

- Não acredito que até aqui eu vou ter que te aturar!

- (S/n)... filha, cadê os modos? – minha mãe já não sabia mais a onde poderia esconder a sua vergonha, ela fuzilava-me com o olhar como se implorasse para que eu parasse de fazer aquela cena

- Deixa eles Leyla! – uma mulher muito bem vestida distribuindo joias que aparentavam ser extremamente caras meteu-se distribuindo um olhar doce – Eles só estão surpresos por já se conhecerem, não é?

- É-é... me desculpem

    Eu estava confusa, em nenhum momento Hoseok demostrou ser filho de alguém tão importante e influente, ele poderia ser mimado e mal educado, porém nunca imaginei tal coisa. Sentamo-nos todos em uma grande mesa de forma oval, para o aumento de minha raiva He Soo Min sentou-se bem ao lado de Yoongi e eu fiquei entre meus pais, Hoseok acabou por ficar de frente para mim e, a todo o instante lançava-me olhares indiscretos e maliciosos que percorriam todo o meu corpo, até mesmo senti raiva por não ter escolhido um vestido menos chamativo e um pouco mais coberto (link do vestido nas notas finais). Começamos a janta com comidas que eu nunca antes havia visto, confesso que algumas eram muito apetitosas, mas outras eu mal conseguia engolir sem sentir vontade de as devolver para o externo, minha mãe percebendo em minha ânsia dava-me olhares pavorosos e eu logo engolia tudo fazendo cara de reboliço; conversávamos todos de vários assuntos agradáveis e aleatórios, e eu me perguntava como em uma família tão fina e simpática poderia existir Hoseok inserido

- E essa bela moça é filha de vocês? – o senhor bem aparentado perguntou referindo-se a He Soo Min que encantava a todos com seus incríveis modos excelentes

- Ah não, He So Min é a namorada de Yoongi – minha mãe falava emproada

- Não somos namo... – antes que Yoongi pudesse completar sua frase, He Soo Min lançou-se sobre ele dando-lhe um breve selinho, vendo aquela cena eu que antes me preparava para engolir mais uma garfada de uma tal comida indefinida por meus olhos comuns, engasguei provocando a atenção de todos sobre mim; eu tossia com força buscando devolver o ar para os meus pulmões; todos levantaram-se de seus lugares e vieram para perto de mim buscando me ajudar, incluindo Yoongi que sem importar com ninguém gritava para conseguir ajuda, ele segurava em minhas mãos e buscava tentar me acalmar, porém eu apenas consegui acalmar-me após um médico ter vido me ajudar tamanho foi o meu susto com a cena do beijo

- Meu Deus você esta bem querida?! – a mãe de Hoseok aproximou-se com olhar de preocupação erguendo-me um copo de água gelada

- Estou sim senhora, obrigada

    Todos por fim acalmaram-se, e com a orientação do médico afastaram-se de mim para que eu pudesse respirar; senti o olhar de todas aquelas pessoas ricas sobre mim, literalmente parei o restaurante por minutos, esse é o resultado quando pessoas da nossa classe tentam se passar por chiques; literalmente o jantar foi um escândalo, mas nada que não arrancasse diversas risadas futuras, porém para a minha surpresa, as tais risadas não estavam guardadas apenas para o futuro, e sim naquele momento mesmo elas foram liberadas por todos os que ocupavam a mesa

- Você nos deu um grande susto hein menina! – o senhor mais velho, segurando-se para tentar parar de rir

    Ficamos no local por mais longos minutos conversando e rindo, não imaginava que a família de Hoseok, embora o estatuto de poder pudesse ser tão agradável; após todos satisfeitos nos dirigimos para o exterior do local para nos despedimos; meu pai e seu chefe terminaram a noite com um grande abraço amistoso deixando claro que a janta foi um sucesso, com certeza isso apesar dos desastres, renderia um futuro brilhante para meu pai na empresa; minha mãe e a senhora doce e gentil fez como eles de forma amigável e sincera

 - Tchau pequena, ve se se cuida hein – Hoseok aproximou-se de mim, era a primeira vez que ele havia sido gentil comigo, algo que para mim era novo

- Obrigada Hoseok, vou me cuidar sim – lhe dei um sorriso e logo fui surpreendida pelo maior que sem eu esperar me puxou para si dando-me um abraço quente e apertado, senti o olhar enciumado de Yoongi sobre mim, e aproveitando a situação fiz de tudo para que o abraço fosse o mais longo possível

             

                       ~❁~❁ ~

     Logo após deixarmos He Soo Min em sua casa acompanhada de uma longa despedida carinhosa e melosa de minha mãe para com ela, finalmente chegamos a nossa casa, já deveria passar da 12h00min quando finalmente adentrei ao meu quarto, nem mesmo troquei de roupa, estava na hora de finalmente por em pratica a minha surpresa a Yoongi, e eu já tinha tudo em mente; esperei até que meus pais fossem dormi, e assim que todas as luzes finalmente foram apagadas direcionei-me ao quarto de Yoongi que ficava praticamente de frende para o meu; bati na porta notando que ela já se encontrava trancada

- Que foi?! – gritou o menino lá de dentro

- Abre a porta! 

      Ouvi passos fortes se aproximando da porta e logo vi a maçaneta sendo girada calmamente a abrindo dando lugar a imagem de Yoongi

- Aish (S/n) eu já tava quase dormin... – ele interrompeu a sua fala assim que me viu ainda com o vestido em meu corpo

- Cala a boca! – o empurrei com dois dedos em seu tórax levando o mesmo até perto da sua cama, então o empurrei para que ficasse sentado na ponta direita da mesma, logo depois me afastei voltando novamente para a porta para trancá-la, foi ai que tive uma ideia para agitar o menino sonolento: propositalmente deixei a chave cair ao chão, e para pegá-la inclinei meu corpo deixando minhas pernas esticadas fazendo assim a minha parte traseira ficar para o ar, dando vez a minha calcinha branca de renda aparecer, olhei de relance e vi Yoongi já a morder os lábios me fitando completamente de forma desejante

- Você não é mole não hein! – ele dirigiu-me para próximo a mim agarrando em minha cintura a colando próxima ao seu corpo

- Não mandei você levantar! – virei para o garoto que já passava a tirar meus fios de perto do meu pescoço com a intensão de deixá-lo livre para seus beijos e chupões, o olhei em seus olhos e pude ver a sua vontade de me beijar, mas eu queria o ver implorar, dessa vez não queria ser a menininha que deixa ser levada, queria poder fazer ele me desejar e para isso queria faze-lo sofrer. Fiquei por alguns segundos apenas o encarando profundamente esperando uma reação, não demorou muito e o menino pôs suas mãos em minhas bochechas trazendo-me mais para si e, inclinando-se para perto de minha boca roubou-me um beijo que eu logo interrompi virando meu rosto para o lado

- O que foi? Pensei que queria! – sua expressão estava confusa

- E eu quero! Mas antes quero brincar um pouquinho mais – sem esperar por mais alguma reação do mais velho, pus-me a mais uma vez empurra-lo fazendo o mesmo cair sobre sua cama uma segunda vez, cheguei próxima a ele mandando que ficasse imóvel, corri para uma das gavetas de sua instante que eu sabia que estava repleta de “tralhas” e a vasculhei até encontrar o que eu tanto queria; aproximei-me novamente do maior com uma fina corda em mãos, vi que o mesmo me olhava um tanto confuso, então parei em sua frente e lhe estendi a corda deixando que ele a olhasse – Se você se comportar prometo que te solto depois! – o fiz sentar em uma cadeira no centro do quarto e, envolvi suas mãos para trás da mesma com a corda; ele me encarava malicioso esperando por mim, sabia que eu não iria decepciona-lo, e eu estava disposta a fazê-lo implorar por mim esta noite; então o olhando devolvendo o mesmo olhar malicioso direcionei minhas mãos até a parte de trás do meu vestido e calmamente de forma quase enlouquecedora, fui descendo o seu zíper ainda olhando profundamente Yoongi que já sorria de lado mordendo o lábio inferior, o tal que já se encontrava vermelho por conta da força aplicada nas mordidas; com o vestido já aberto comecei a tira-lo, primeiramente passando o pano por meus ombros, vi a expressão de Yoongi dessa vez de represaria, eu sabia muito bem o quanto ele gostava de ele mesmo me despir, mas eu estava mesmo querendo vê-lo assim; sorri vendo-o protestar com gemidos de raiva, não deixei isso me deter e, fui tirando-o com toda a calma existente em meus músculos naquele momento; a cada descida do pano Yoongi bufava, mas ao mesmo tempo soltava suspiros quase que inaudíveis ao me admirar, quando o vestido já se encontrava na parte próxima a minhas coxas o puxei rapidamente, dando lugar a minha surpresa ao menino

- Mas nossa, como você é atrevida! – ele ofegava – Se me permite dizer senhorita, você ta muito sexy nesse lingerie! Mas por favor vem cá e deixa o daddy jogar ela pra longe do teu corpinho, deixa? 

- Gostou é?

- Eu amei, e olha só aqui em baixo o carinha também gostou! Vem cá, vem

    Era claro que o mais velho já se encontrava excitado o bastante para desfazer o seu prazer em mim, eu também pulsava para tê-lo, para sentir o seu toque, porém repreendi-me voltando ao meu plano inicial; assim como pedido cheguei próximo a ele, e sentei em seu colo com uma perna de cada lado de seu corpo, senti o seu membro maciço pulsar entre minhas coxas, ele já estava animado o suficiente, mas eu não estava satisfeita, desci minhas mãos para a sua calça de moletom cinza, e as parei próxima ao seu cós o puxando para baixo, então com um pouco mais do ambiente liberado, pus minhas mãos para dentro da calça e consequentemente para dentro de sua box, cheguei com elas ao seu membro duro e o apertei retirando o primeiro gemido de prazer de Yoongi, comecei a rodeá-lo com as pontas de meus dedos, até começar pequenos movimentos de vai e vem no seu glande, mas nada muito brusco, apenas provoquei o garoto que tombava a cabeça para trás respirando forte; retirei minhas mãos de dentro da calça provocando um olhar de reprovação do menino, eu sei o que ele estava esperando que eu fizesse

- A-ah (S/n) por que p-parou?  

- Porque... - cheguei próximo a sua orelha mordendo a dobra dela, e continuei a sussurrar – Quero ver você implorar – afastei meus lábios de seu ouvido os levando para a boca do garoto, lhe roubei um beijo suave que logo deu vasão a um selvagem e desejante, nossas línguas se enroscavam entre si, e Yoongi praticamente sugava-me, ao tempo que começava a inclinar seu membro que batia em minha intimidade ainda coberta, estava tão excitado que chegava a contorcer-se na cadeira buscando unir nossos órgãos. O parei pondo as mãos em seu abdômen, o fitei ameaçando voltar a o beijar, porém não o fiz, mordia meus lábios encarando os dele, mas não me atrevia a me mover-me

- Uhur – o mais velho rosnava

- E ai – levantei de seu colo quebrando completamente o clima que se desenvolvia segundos atrás indo para frente do maior que olhava-me frustrado – Como foi o beijo da He Soo Min? 


Notas Finais


VESTIDO DA (S/N):
https://www.instagram.com/p/BNMA038DoU1/

VESTIDO DA HE SOO MIN:
http://weheartit.com/entry/252495921/in-set/15531107-dress?context_user=1delrey&page=2

Obrigada por lerem mais um capítulo amoras
Até terça-feira
Beijoo de jujuba em todas vocês
◎ ◎ ◎ ◎ ◎ ◎ ◎ ◎ ◎ ◎ ◎


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...