História Sabimaru - a Lua antecedente - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 6
Palavras 2.094
Terminada Não
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 22 - O segundo ato... (parte 1)


Enquanto isso... Com Clint...

Clint estava afastado da Escola, à muitos 3 quilômetros. o mesmo estara correndo esse tempo todo. Os pensamentos de Clint estavam conflitantes... Tudo em sua mente estava bagunçado.

Clint se aproximou de uma árvore... As folhas eram Roxas e haviam muitas flores pela mesma, assim como frutos vermelhos e muito lodo.

Ele se sentiu na árvore, olhando para a lua.

Em um movimento rápido, Clint pegou a máscara, e começou a olhar pra mesma, com um olhar odioso...

— Maldita... — Disse Clint, jogando a máscara no chão.

Ele começou a olhar a mesma no chão, porém, tentava de qualquer forma desviar seu olhar.

Clint estava em conflito... Ele não conseguia sentir a mesma motivação que tinha antes...

" Porquê ataca-me ?..." — Disse a máscara... com sua voz na mente de Clint... Uma voz já conhecida, que alterava entre o Fino e o Grosso de maneira estridente.

Clint se aproximou, pegando a máscara e colocando-a no rosto.

Clint apareceu em um lugar negro e imaginário, apenas com um enorme olho a o observar. Aquele era o lugar na mente de Clint onde era capaz de falar abertamente com a máscara.

— Você se sente... Mal ?... — Perguntava a Asmodan.

— Sim... — Respondeu Clint, cabisbaixo.

— Por quê ? — Perguntou a máscara.

— Me sinto.. Desmotivado... — Respondeu o garoto.

— Algo te aflige? — Questionou a Máscara.

— O Sabimaru.. Ele... — Dizia Clint, contendo as lágrimas a todo custo.

— Você me disse.. — Disse a máscara.

— Mas observe... — Começou a dizer a máscara enquanto o enorme olho rodeava o jovem.

— Se não force por causa dos malditos que te obrigaram a ir naquela missão... Você e Sabimaru estariam bem, juntos e tudo seria melhor. — Continuou a Máscara.

Clint tremeu, sentindo rapidamente seu corpo ficando mais gelado...

Ele secou as lágrimas dizendo:

— É verdade...

— Bom... Eu sei o que você pensa... — Disse a máscara, em um tom sarcástico.

— Você não percebe que tudo o que tem ocorrido... Vem pois essa escola treina vocês para serem arma?... — Questionou a máscara Sarcasticamente.

— Sim... eu já havia percebido isso há muito tempo... — Respondia Clint, com expressão ficando mais irritada.

— Então... Acho que a motivação de acabar com esses corruptos... Ainda está aí ? — Questionou a máscara.

— Está... ESTÁ! — Disse Clint, rapidamente, acordando da conversa mental com a máscara.

Clint começou a fazer matéria negra, ela se acumulava como ondas... Então, Ele subiu sobre as mesmas e em alta velocidade foi sendo levado de maneira rápida até a escola.

Clint sorria um sorriso odioso e maligno... Ofuscado pela máscara de Asmodan em seu Rosto.

A noite serena, onde a lua estara apagada e mais escura... Agora começava a ganhar seu brilho novamente.

Clint sendo levado pela matéria negra, finalmente se aproximava dos portões da escola, com alta velocidade. Ao ver que estava próximo, ele parou, e da onda que o levava, Clint ergueu uma enorme barricada, a fazendo bater com tudo no portão dos fundos da Escola.

A barricada de matéria negra bateu no muro da escola com muita força, abalando e fazendo um grande barulho.

Então, Clint começou a repetir os movimentos de ataque com a barricada, com força total.

Os professores dentro da escola ouviram o som dos ataques aos muros. E rapidamente, começaram a organizar um tipo de defesa, já desconfiados de que poderia ser o mascarado.

— Klyser, você à esquerda! Medicty á Direita! Hanscrill e eu ficaremos de apoio — Coordenava Bowers.

— Certo! — Disse Medicty tirando as faixas de seu punho, que havia sido gravemente ferido por Mascarado.

— Pode deixar! — Disse Klyser no mesmo momento, sumindo em uma nuvem de gás.

— Vamos Bowers! — Disse Hanscrill correndo para o lado de fora da escola, Bowers o seguia com velocidade.

Os grandes cabelos de Bowers balançavam ao vento, juntamente de seu sobretudo.

Mascarado continuava seus ataques, até que finamente fez o pedaço do portão ruir...

Bowers ouviu o estrondo e gritou aos funcionários de nível mais baixo da escola:

— Os alunos! Mantenham eles nos dormitórios!

Mascarado começou a adentrar no campo da escola, com passos leves e pensados com cautela. Ele ergueu suas mãos para o alto, movimentando um pouco de matéria negra em volta de si com velocidade, a matéria começou a ficar mais veloz, Clint moveu ela com total força, assim, batendo ela contra uma das paredes da escola.

A parede ruiu, logo, onde Bowers e Hanscrill passavam... no corredor próximo a enfermaria. Lá, Mascarado se preparava pra atacar Bowers, assim, dando um fim à o que ele achava correto.

Mesmo com todos os estrondos de destruição assustando os alunos, Sabimaru continuava em sua cama, dormindo mais do que tranquilamente.

Bowers ergueu seu punho direito pra cima, e colocou o esquerdo pra frente, Apontando para Mascarado.

Bowers carregou sua energia espíritual, rapidamente, lançando um feitiço em Máscarado:

— JANERI DEFUIT — Gritou Bowers, lançando um ataque de fogo em Mascarado, uma rajada de fogo que fazia uma espiral no ar, liberando alto calor.

Bowers estava desconfiada de que o Máscarado poderia ser Clint...

Ela sabia que Clint tem sangue Wagmare, o clã das chamas, exímio usuários de fogo. Então, ele saberia algum método de como desviar as chamas. Bowers tinha Certeza de que Clint sabia desviar as chamas e controla-las, ela já havia visto Clint usando essa técnica mais de uma vez.

Porém, Mascarado ao ver as chamas, lançou algumas movimentações de matéria negra, que logo, eram grossas e faziam bastante vento, o que começou a diminuir as chamas de Bowers.

Mascarado estava parado no ar, em uma pose "Heroica". Pernas retas, e braço levantado, guiando a matéria negra na defesa.

Bowers foi para trás, analisando Mascarado. Ela Pensava:

"Então... Ele não usou desvio de fogo... "

Mascarado então começou uma serie de ataque em ondas de matéria negra, visando acertar Bowers. Ele fazia os ataques cada vez mais rápidos e Bowers desviava deles com velocidade.

Mascarado movimentava suas mãos rapidamente, erguendo e abaixando a matéria negra e e de consistência não tão solida e nem tão liquida.

Ele ria por baixo de sua mascara. As marcas vermelhas por ela, causavam terror, medo... Os olhos em um brilhante amarelo davam a sensação de um ser maligno e sem alma... O que, naquele momento, era o que Clint mais se igualava...

Bowers apenas desviava dos ataques de Mascarado sem grandes problemas.

De repente, pelos lados de Clint, Surgem Medicty e Klyser.

Klyser corria carregando algum tipo de Feitiço, já Medicty vinha carregando um soco, seu punho brilhava em tons amarelados.

Os dois corriam para acertar os golpes consecutivamente, mas, em um reflexo incrível e quase milagroso, Mascarado pulou, puxando junto de si uma enorme pilastra de matéria negra. Que logo, quando Medicty e Klyser iam bater, a mureta criou duas extensões, parecidas com braços, que foram em lados contrários... As pilastras de matéria negra tinham acabado de acertar um soco na cara de Klyser e Medicty. Os dois, no mesmo instante foram jogados ao chão, caindo nos escombros da parede destruída.

Mascarado caiu de seu pulo, em cima da pilastra de matéria negra, logo ficando um pouco mais liquida. Ele então começou a usar da matéria negra como um tipo de transporte, ele se arrastava pela escola.

Logo ele começou a se erguer, olhando os professores por cima. Bowers olhava pra ele, finalmente, parando de se mover, ele já havia parado os ataques com ondas no momento em que ergueu a pilastra.

Bowers lutava, mas sua cabeça estava em conflito... Ela observava Mascarado, prestando muita atenção em traços nele que poderiam liga-lo a Clint... Analisando a altura... Mascarado era mais alto que Clint, mas ela tinha desconfiança sobre ele poder apenas ter aumentado seu tamanho com a matéria negra. Ela observava em volta do rosto... Um tecido preto tapava as arestas do rosto, queixo, orelhas, cabelos e pescoço do Mascarado, assim, escondendo sua verdadeira identidade com mais segurança... Começou a analisar as roupas... Nada de símbolos dos Wagmare...

Bowers analisava tudo, fazendo ligações rápidas se aquele Mascarado poderia ser realmente poderia ser Clint... Ou tudo aquilo era apenas coisa de sua imaginação... Ela na verdade, só tinha medo de que um de seus alunos fosse capaz de fazer tudo aquilo...

Mascarado colocou suas mãos pra trás, cruzando-as, enquanto a matéria negra o fazia andar em volta dos professores. Ele nem percebia... Mas Hanscrill estava furtivamente por trás dele, seguindo todos os movimentos sem dificuldades.

Bowers já havia notado Hanscrill atrás de Mascarado, assim como os outros professores também. Em segundos de pensamento, Eles decidiram não se mover, fingindo cansaço e para que o fator surpresa de Hanscrill fosse executado com destreza.

Bowers então juntou o útil ao agradável... Ela decidiu fazer uma pergunta que ecoava por sua mente, como gritos no silencio:

— Porque você está fazendo isso?! — Peguntou Ela, olhando para Mascarado com os olhos raivosos e ao mesmo tempo, cheios de medo.

Mascarado ouviu a Pergunta, se movendo até eles ainda em cima da matéria negra.

Ele ergue seus braços pra cima, e começa a rir, sarcasticamente.

A risada se torna uma gargalhada...

Hanscrill pula por cima de mascarado, de maneira rápida. Em sua mão, um ataque  mágico estava sendo preparado.

Mascarado olhou Hanscrill se aproximando... Rapidamente virando o corpo pro lado e violentamente, movendo o braço, fazendo com que uma movimentação de matéria negra fosse até Hanscrill, atravessando seu corpo.

No movimento, os pensamentos de culpa ecoavam na cabeça de Clint... Mas logo... Eram trocados por outros.

"Esse foi o professor que ensinou o Sabimaru aquela técnica maldita! Por causa dele... Sabimaru está em coma" 

Os professores viam a matéria negra atravessar Hanscrill, com suas caras cheias de medo.

Mascarado, ergueu Hanscrill para o alto pela matéria negra, olhando pra ele... 

O estranho... Nenhuma gota de sangue estava sendo derramada pelos ferimentos de Hanscrill.

Clinton observou, estranhando tal fato.

Hanscrill colocou a mão em uma das estacas de matéria negra que o prendia, se erguendo levemente.

— Oh... Que coisa... Parece que você me acertou! — Diz ele, sorrindo.

— Morra, velho inútil! — Disse mascarado, afundando mais as estacas de matéria negra.

— Morrer...? Já tentei... — Disse Hanscrill retirando o sobretudo que o cobria.

A parte de cima do corpo de Hanscrill pode ser vista, o peito cheio de várias Runas, tais runas, eram Kinjies tatuados. Alguns  pinos/parafusos pela pele, além de grandes cicatrizes.

Hanscrill na verdade... Não sangra pois não é humano. Ele é na verdade uma arma perfeita!

Mascarado olhou pra, analisando rapidamente. Por trás da máscara, a expressão era assustada.

Mascarado rapidamente usou da Materia negra pra bater Hanscrill na parede com muita força.

Bowers e os outros partem ao ataque.

Klyser juntou as mãos velozmente, correndo pelo local até o mais próximo de Mascarado.

Ele correu, soltando as mãos e recitando uma feitiço: 

– Teririkoro koroe kegsi! – Após terminar de recitar o feitiço, uma grande lança de gelo surgiu nas mãos de klyser. E, em movimentos de Entocada, começou a se aproximar de Mascarado.

No mesmo instante, Medicty vinha ao outro lado, carregando seu punho, que se energizava rapidamente, soltando várias faíscas amarelas pelo ar.

Também correndo, ele partiu pra cima do Mascarado.

Bowers, Juntamente deles prepara novamente outro ataque de fogo, lançando-o ele em Mascarado novamente.

Mascarado rapidamente, se colocou pra baixo, indo para o chão, e em passos firmes, fez várias linhas cortantes de matéria negra irem ao ataque de todos eles.

Klyser desviou de maneira voraz de um dos ataques, se jogando no chão na hora perfeita, antes que fosse acertado por uma enorme e cortante linha de matéria negra.

Mascarado percebeu a proximidade da lança de gelo, fazendo que rapidamente um pouco de matéria negra assegurasse.

Em mais um movimento veloz, Mascarado completou seu ataque, fazendo a matéria jogar a lança, para acertar Medicty, que vinha correndo.

Ao ver a lança se aproximando, Medicty ergueu seu punho, absorvendo o impacto com precisão. A lança batia no punho, se quebrando em milhares de pedaços.

Após atrasar Klyser e Medicty, mascarado viu Bowers novamente o atacando com fogo

Mascarado olhou rapidamente, tentando erguer seu braço para mover a matéria negra de novo, mas, é surpreendido por uma corda que segurou seu braço, evitando o movimento. Assim, o ataques de Bowers o Acertou, porém, sem deixar ferimento.

Mascarado caiu pra trás, ainda sendo puxado pela corda...

A corda em questão, era de Hanscrill, que puxava Mascarado pra baixo.

Hanscrill segura a corda de maneira bruta e violenta, dando um puxão... Mascarado é puxado com velocidade total.

Hanscrill joga várias adagas, que vão indo em direção de mascarado, e o mesmo, não vê saída pra situação...

CONTINUA...











Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...