História Sacrificio - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Piece
Personagens Basil Hawkins, Benn Beckman, Brook, Capone Bege, Crocodile, Eustass "Captain" Kid, Franky, Jewelry Bonney, Killer, Koala, Monkey D. Dragon, Monkey D. Luffy, Nami, Nico Robin, Personagens Originais, Portgas D. Ace, Rebecca, Roronoa Zoro, Sabo, Sakazuki "Akainu", Sanji, Scratchmen Apoo, Sengoku, Shanks, Tony Tony Chopper, Trafalgar D. Water Law, Trafalgar Law, Usopp, X Drake, Zeff
Tags Ação, Drama, Luffy X Nami, Luffyxnami, Luna, Lunami, Lunami One Piece, One Piece, Romance, Tragedia, Zoro X Tashigi, Zorobin, Zoroxrobin, Zoshigi
Exibições 83
Palavras 1.889
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Seinen, Shoujo (Romântico), Shounen, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Primeiramente desculpe, segundo, eu sei que não tenho perdão. Mas é dificil gente. Para essa Fic eu preciso de muito tempo para pensar simplesmente por ela ser grande, e além disso eu estou quase sem tempo pra nada T-T .
Pois bem.
Boa leitura.

Capítulo 31 - Fruta da vida ?


Fanfic / Fanfiction Sacrificio - Capítulo 31 - Fruta da vida ?

-Essa Navegadora, qual o nome dela? – Perguntou Marco.

-Ah, é Nami agora eu lembrei – Riu.

-Nami... Nome interessante, me parece familiar – Marco se levanta – Ace tem bons irmãos, seria bom muito se ele lhe encontrasse... Sabo – Sorriu e caminhou até a base.

                     (...)

    Os navios que se aproximavam dos chapéus de palha eram grandes e médios, isso deixou o moreno animado por fazer um bom tempo que não os vi-a, Luffy e a grande frota lutaram juntos em Dressrosa contra a Familia Donquixote, eles o ajudaram e conseguiram acabar com o reinado. Os capitães de cada equipe perguntaram a Luffy se eles poderiam beber saquê e tornar-se subordinados dele, mas Luffy recusou, mas deu um pedaço de vivre card para cada capitão.

-Uou – Luffy se apoiou no mastro e começou a pular igual uma criança.

    Um dos Navios deixou Nami com os olhos arregalados, a bandeira estava escrito Barto Club e o Navio era totalmente Baseado em Monkey D. Luffy e no Going Merry. Um homem de cabelo verde estava em cima da Grande estatua de Luffy com os braços cruzados e os olhos cheio de lagrimas, e um escândalo pode ser ouvido de lá.

-Luffy-Senpai!!!!

    A tripulação apareceu para fora para ver o que estava acontecendo, era um barulho muito irritante que o homem proporcionava de longe que fez Zoro se irritar, já sabe quem é o idiota maluco.

-Cala a Boca! – Gritou Zoro franzindo o cenho.

   Os olhos do homem começam a brilhar como estrelas e chorar igual um retardado com lagrimas excessivas e exageradas, tremeu as mãos e começou olhar para o céu e..

-Z-Z-Zo-zo-zoro-Zoro-Z—Zoro senpai!!!

   Uma gota sai na cabeça de cada Mugiwara presente tirando umas gargalhadas do moreno hiperativo que sabe o momento de rir e o momento de levar as coisas a sério.

   Enfim chegaram perto o suficiente do Sunny-go assustando também os marinheiros que não estão entendendo nada nesse momento, alguns estão apreensivos e outros não estão ligando porque acham que são amigos de Luffy, Já o Smoker os conhecem muito bem, sabem que esses piratas deram muito trabalho no Novo Mundo.

  Estavam os piratas Barto Club, Piratas belos e a Marinha Hapoo, ao total estão 3 Navios e ao total de piratas a soma seria de 2440 pessoas. Os 3 capitães são, Bartolomeo um fã fanático dos Mugiwaras e comandante da 2- divisão da grande frota, Cavendish, líder da primeira divisão da grande frota de Luffy e também considerado muito atraente pelas mulheres e que muitas vezes desmaiam ao vê-lo, Sai, também conhecido como Don Sai, é um membro da família Chinjao e também comandante da 3- divisão da grande frota.

-Luffy-Senpai!! – Gritou Bartolomeo, ele tem o cabelo da cor verde luz em um estilo roqueiro- like selvagem e sem sobrancelhas. Ele tem uma face demoníaca, dentes afiados, e um anel de perfuração em seu septo nasal.

    Tashigi saiu da biblioteca e viu milhares de Navios ao redor do Sunny, simplesmente ela subiu no ninho do corvo e pegou sua espada e desceu as escadas rapidamente, começou a correr onde se encontra o Bartolomeo, e simplesmente o atacou.

-Kuina, o que está fazendo? – Perguntou Zoro com os braços cruzados.

-Hm?! – Kuina/Tashigi, não estava entendendo – Espera, eles não são inimigos!?

-Se esse rockeiro aqui continuar a me irritar... Eu o mato – Zoro fez um olhar mortal para o Bartolomeo.

    Cavendish estava parado olhando a situação, ele estava com uma rosa em sua boca que por algumas vezes comia algumas pétalas, Sai estava sentado em cima de um barril virado olhando a conversa de Luffy e Bartolomeo.

    Sanji estava fumando observando tudo, aproveitou para ir na cozinha preparar alguma comida, Bonney ficou com uma cara de nojo ao ver Bartolomeo, Usopp e Nami estavam conversando sobre a grande frota, na verdade a Nami não sabe muito bem sobre eles. Franky estava tentando acalmar o pânico de chopper que corria pelo Navio inteiro.

-Ahh!! Marinha – Gritou o Rockeiro ao ver um navio fortificado da marinha amarrado ao Navio do Mugiwara.

-Não é nada, eles são companheiros e... ela também – Disse Luffy apontando o dedo para a Tashigi/Kuina que guardou a espada.

-L-Luffy-senpai, porque nos chamou? – Perguntou Bartolomeo cruzando os dedos e um sorriso mostrando seus dentes afiados.

-Para nos ajudar a passar pelo Novo Mundo – Luffy dessa vez ficou sério.

-Como assim? – Perguntou

-Todos estão atrás de nós, e a marinha e o governo mundial está de olho bem aberto depois que Luffy se tornou imperador – Disse Zoro sério com os olhos fechados e os braços cruzados.

I-I-im-im-impe-impera-Imperador! Luffy-senpai está mais perto de se tornar o Rei dos Piratas – Os olhos de Bartolomeo se encheram de lagrimas que soltou alguns sorrisos da Robin e da Tashigi.

    Sai arqueou as sobrancelhas e andou até o Mugiwara com um bilhete pequeno e entregou em suas mãos.

-Hm?!

-O velho que mandou – Sai sorriu. Sai é um homem de espessura construída com o cabelo castanho desgrenhado e patilhas.

-Chinjao quer que eu me case com uma de suas sobrinhas?! – Gritou o mugiwara espantado.

-O que! – A tripulação dos Mugiwaras ficaram de boca aberta ao ouvir isso, principalmente a Nami.

-Casar? – Disse Brook

-C-como assim? – Disse Nami com a mão no rosto.

     Uma porta foi aberta perto da escada no Sunny e quem apareceu foi law que fitou o mar e depois em seguida olhou para os Navios, depois cerrou os olhos e lembrou da grande frota. Fitou Luffy e os Mugiwaras por um instante recebendo a atenção.

-O velho melhorou? – Perguntou Luffy se aproximando de law e colocando as mãos em seus ombros e olhando-o nos olhos.

    Law fechou os olhos e os abriu novamente, tirou as mãos do moreno de seu ombro e o encarou com seu jeito intimidador.

-Ele...

-O que? – Dessa vez foi Nami e Zoro.

-O órgão... estava consumido pelo câncer, usei minha sala “Room” e consegui ir a fundo dentro do corpo dele retirando o tumor cancerígeno, simplesmente ele resistiu mesmo seu corpo estando velho... Ele está curado – Sorriu de canto.

     Todos os Mugiwaras ficaram felizes, o velho finalmente está bem, não tem mais risco de morrer, Luffy começou a chorar se ajoelhando e falando “Obrigado” para o Law a todo momento deixando o cirurgião meio que envergonhado pela atitude do moreno a sua frente, Nami ficou feliz, Zoro estava com um sorriso de canto, Franky estava passando seus grandes braços pelos olhos em lagrimas, Usopp e Chopper começaram a brincar e Robin estava elogiando Law.

-Incrivel – Disse Robin com um sorriso enigmático.

     Luffy correu a todo vapor para o quarto onde se encontra Raileygh, o resto ficou com Nami.

-Pois bem, ergam as velas! Vamos partir, iremos atravessar o Novo Mundo – Disse Nami dando ordens para zarparem de uma vez.

-Sim! – Disse todos em Unissono.

     Cavendish por um instante ficou paralisado pela tamanha beleza e bravura de Nami e Robin, ele as fitou por um instante e sua rosa caiu de sua boca. Cavendish é um homem extremamente arrogante, orgulhoso, prepotente e vaidoso e sempre adora chamar a atenção. mas apesar disso ele é honrado e educado quando quer ser.

-Que mulheres incríveis, nunca me apaixonei, mas... Essas duas – Sussurrou Cavendish. Cavendish tem olhos azuis, é um homem magro mas musculoso, com longos cabelos loiros que chegam até seu peitoral. Ele usa um chapéu de cowboy.

    Nami olhou tudo ao redor e uma brisa bate em seu cabelo, um vento muito forte, na verdade viria uma tempestade e por isso tem que sair logo desse lugar. Ela olha para o chão e morde o lábio inferior por um instante com uma sobrancelha arqueada assustando o Usopp que pretendia conversar com ela.

-Casar? – Nami indagou para si mesma – Casar uma ova.

      (...)

10 Dias depois : Marinha.

    Em uma sala relativamente grande com inúmeras cadeiras e quadros e uma mesa no centro, se encontram marinheiros de quase todas as escalas sentados, no meio se encontra o Almirante de Frota “Sakazuki Akainu” e ao lado estão 3 cadeiras e duas pessoas a estão usando “Borsalino” e “Fujitora”.

-Onde está o “Ryokugyu”? – Perguntou Akainu, Almirante de frota.

-Ele não está aqui infelizmente – Disse Onigumo, Vice-Almirante.

-Pois bem, temos coisas avassaladoras para contarmos aqui – Disse Momonga, Vice-Almirante.

    Todos começaram a fitar momonga esperando o que ele irá falar.

-A ilha onde se encontra os Mugiwaras foi destruída... Parece que não sobrou restigios deles, e o mais estranho, um raio daquela magnitude não pode existir desta maneira, é fisicamente e cientificamente impossivel destruir uma ilha... A não ser que tenha sido algum usuário extremamente poderoso – Momonga colocou a mão na mesa – Esta pessoa tem um poder enorme comparado aos imperadores ou igual...

     Todos o olharam espantado, não queriam acreditar que exista outra pessoa com esse poder incrível, ficaram surpreendidos e alguns até suaram.

-Não vamos nos preocupar apenas com isso, Kaidou está em algum lugar do Novo Mundo e ele é o que mais nos interessa nesse momento. Os Mugiwaras não morreram, isso é certeza, e acredito que perdemos alguns marinheiros – Disse Fujitora. Almirante.

-O que quer dizer com isso? – Perguntou Maynard.

-Aquele pivete tem um bom coração, acredito que deve ter conquistado o lema e a justiça de Smoker e os seus soldados – Fujitora começou a dar uma gargalhada solitária.

-Hm! – Akainu reveste seu punho de magma e soca a mesa, fazendo seu lado derreter – Não diga besteiras - Seus olhos pareciam chamas.

-Os piratas estão lutando para acabar com esse governo corrupto! O que vocês fizeram em Dressrosa, Alabasta e o que fizeram para acabar com o sofrimento do povo? – Fujitora soca a mesa – Vocês são covardes, se escondem atrás do governo para fazer em nome da justiça apenas ligando para vocês mesmo. Se escondem atrás dos dragões celestiais runf...

    Garp está o observando, lembrando de seu neto Ace e das pessoas que encontrou em meio ao sofrimento em sua vida de marinheiro. Sempre se perguntou o que esse governo esconde, Porque as pessoas sofrem pelos Tenryubitos.

-Ele está certo – Disse Garp com os braços cruzados.

-Covardes! – Akainu se levanta e começa encarar Garp e fujitora.

-O que nós fazemos em relação aos escravos? O que nós fazemos quando um Tenryubito mata um cidadão por prazer? O que fazemos quando vendem alguem? – Garp aperta o punho – Roger em seu reinado como Rei dos Piratas, ajudou cidades, ilhas e até mesmo pessoas a beira da morte. Somos patéticos. – Garp se levanta e reverencia os marinheiros e sai da sala.

       Akainu olha para o lado, depois se senta novamente e acende um charuto dos grosso e começa a tragar, sua fumaça ia até o teto da sala.

      Um homem mais ou menos musculoso com um chapéu e uma capa do auto escalão da marinha aparece.

-Senhor? - Indagou
-Diga – Respondeu Akainu.

-Tenho uma noticia grave para contar – O Marinheiro estava tremendo.

-Diga de uma vez! – Esbravejou Sakazuki.

-Um Pirata usuário de uma akuma-no-mi muito estranha apareceu em uma das ilhas do Novo Mundo – O homem começou a ficar pálido.

-Qual o nome dessa fruta? –Akainu já estava perdendo a paciência.

-A fruta é a... Bida Bida No Mi

-Mas o que! \o/

     Os marinheiros ficaram apavorados quando ouviram isso. Essa akuma no mi era apenas um mito ou uma lenda ancestral que apenas ela existiria em Raftel. Ambos os marinheiros começaram a suar.

-Este homem precisa ser morto! Antes que ele ressuscite aqueles dois!

 

 

 

 

 

Continua...

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Eae o que acharam? Deixem seus comentários
Até mais pessoal,
Bye bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...