História Sad Flowers - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Suga
Tags Jung Hoseok, Min Yoongi, Romance, Sad Flowers, Sope, Yaoi, Yoonseok
Exibições 56
Palavras 1.411
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Fluffy, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Minha primeira fanfic postada no Spirit!
Tô sentindo aqui a emoção *-*

Mas vamos lá, leiam esse yoonseok!flowers (?) que eu fiz com muito amor.

Boa leitura 🐝

Capítulo 1 - Único.



Quando Min Yoongi decidiu comprar uma casa com jardim, foi exatamente pelo motivo que ele adorava flores. Porém, suas flores não evoluíam e isso resultava em plantas mortas e secas pela terra.

Pobre Min Yoongi, se entristecia quando via aquilo. Flores que ele cuidava com todo seu carinho, terminavam naquele jeito. Era uma dor em seu coração.

E mesmo que todas as vezes que suas flores morressem, não era hora pra desistir.

                                 ❁

Yoongi chegou do trabalho, cansado. Verificou seu jardim e se surpreendeu. Um brotinho crescia colado na cerca, pegando sustentação. Yoongi ficou contente ao extremo, tirou até foto.

Mas logo pegou-se olhando para o jardim do seu vizinho, Hoseok, querendo ter para si aquilo tudo. Seu vizinho tinha o jardim mais colorido e bem tratado da vizinhança.

Não era a primeira vez que Yoongi invejava aquele belo jardim, mas era a primeira vez que foi pego pelo próprio Hoseok enquanto invejava o seu jardim.

- O que tanto olha?

O branquelo surpreendeu-se, e engoliu o seco para que conseguisse responder.

- D-do que está falando?

- Por que olha tanto para o meu jardim? Não é a primeira vez te vejo fazendo isso...

- Stalker?

- Também sim, talvez não, quem sabe?

Yoongi arregalou seus olhos.

Hoseok continuou:

- Não, calma. - ele deu uma risada fraca - Não sou. Mas então, o que quer?

- Agora não posso mais olhar pras flores?

E saiu, deixando Hoseok sozinho.

                               ❁

Nosso querido Yoongi havia passado a semana inteira cuidando com cautela do brotinho. Mas naquela manhã de segunda-feira, ele se deparou com o brotinho, o seu brotinho, morto. Ele sabia que aquela futura flor estava enfraquecida mas, ele cuidava tão bem que não entendia o porquê aquilo havia acontecido. Ele não aceitava.

Yoongi pensou em ter um animal de estimação e esquecer as flores. Desistiu da ideia.

                                 ❁

Domingo tinha chegado, Yoongi tinha um grande dia pela frente. Ele dissera a si mesmo que tentaria o quanto fosse preciso pra ter um verdadeiro jardim.

Enquanto ele plantava todas suas flores, e assim, as regava, estava tranquilo e confiante. Até que percebeu uma presença não tão longe dele e olhou para trás.

Era o vizinho.

Seu vizinho que sem incômodo nenhum continuou a observá-lo, o julgando mentalmente, era óbvio, estava claro em seu olhar.

Você acha que Hoseok sorriu amigável?
Ele não fez isto.

Por acaso você pensa que eles se cumprimentaram?
Também não aconteceu.

Mas realmente acha que Yoongi ficaria naquele silêncio torturador sendo observado por um estranho?
De forma nenhuma.

- O que você quer? - disse sem paciência.

- Agora não posso mais olhar?

Yoongi suspirou pesado.

- Jardinagem não parece sua cara. Flores são tão suaves, e bem, você parece ser tão… - ele forçou a palavra - Tão…

Quando Hoseok queria ser implicante, ele conseguia. Ele sempre conseguia.

- Bruto?

- É…

- Não é da sua conta o que eu sou ou deixo de ser. - ele o encarou. Seu vizinho riu. Yoongi revirou os olhos e voltou o que fazia.

O silêncio se estabeleceu e Yoongi não tinham planos para que ele acabasse. Mas Hoseok tinha.

- Está fazendo errado.

- Hã?

- Se plantar a semente tão perto uma da outra ela não conseguirá pegar Sol, ficará escondida, e assim, morrerá sufocada.

Hoseok estava certo. Yoongi sabia disso, mas seu orgulho não o permitia seguir aos conselho do vizinho.

- Está bem, agora você quer dizer o que devo fazer?! Está tão incômodado assim? Não quer logo me ensinar, não?!

- Me deixa entrar que eu ensino como se faz algo direito! - ele disse firme, assustando o outro, que não esperava sua resposta.

Yoongi cedeu.

                                ❁

Os acontecimentos foram passando lentamente, e quando Yoongi percebeu, em seu jardim nascia flores saudáveis.

Ele agradeceu muito a Hoseok. Muito mesmo. Além disso, quando Yoongi precisava de ajuda em algo relacionado ao jardim, seu vizinho sempre o ajudava, porque o mesmo dissera uma vez que poderia contar sempre com ele.

E isso já é um grande começo para duas pessoas que não se suportavam, não é mesmo?

                                ❁

E os meses continuaram passando com calmaria, permitindo que Jung Hoseok conhecesse melhor Min Yoongi, e vice-versa.

Os dois descobriram que cada um tinha uma alma boa, o que não sabiam, era que também eram almas gêmeas.

Eles já se consideravam melhores amigos, despercebidamente. Mas não por muito tempo…

                                ❁

Quando Yoongi chamou Hoseok para sua casa, foi porque certa área do seu jardim estava morrendo e ele não sabia o porquê.

E naquela tarde, Yoongi errou, errou, errou; e Hoseok foi lá e ajeitou, ajeitou, ajeitou. Yoongi aprendeu, aprendeu, aprendeu e Jung se orgulhou, se orgulhou, se orgulhou. Yoongi sorriu, sorriu, sorriu e Hoseok se apaixonou, se apaixonou, se apaixonou…

                                ❁

O primeiro “eu gosto de você” veio de Hoseok, e em seguida um “eu gosto de você também”.

E tudo começou assim, sem pedido de namoro, sem declaração ou algo parecido. Afinal, pra que isto?
Eles já se gostavam!

Infelizmente, eu não posso lhes dizer quantos “eu te amo” foram ditos, porque, sinceramente, foram muitos!

Quatro meses. Quatro meses de namoro. Quatro meses saindo para beber juntos. Quatro meses de beijos apaixonados. Quatro meses andando de mãos dadas, mesmo com tantos críticos olhares sobre eles. Quatro meses fazendo muito amor entre quatro paredes. Quatro meses se amando. Os quatro meses mais felizes da vida deles.

Tudo parecia perfeito, mas nem tudo são rosas. É difícil acreditar, mas mesmo sendo amantes das flores, Yoongi e Hoseok ainda eram aqueles humanos. E então, os dois namorados brigarem feio. Com isso, todas as flores de Yoongi murcharam. Eles ficaram  um meses sem se ver, sem se falar, e foram o um mês mais triste da vida daqueles dois.

Min Yoongi não aguentava mais sentir aquela dor torturante no peito, e mesmo que seu namorado não tivesse ido atrás dele, ele deixou seu orgulho de lado e foi até Hoseok.

Yoongi não sabia como Hoseok estava, mas Hoseok estava chorando.

                                 ❁

Ele tocou na campainha. Nada. Tocou duas vezes. Nada. Bateu na porta, nada também.

- HOSEOK, ABRE ESSA PORTA AGORA!

Silêncio.

- HOSEOK, EU SEI QUE VOCÊ ESTÁ AÍ!

Nenhuma resposta.

- Se você não abrir essa porta agora, eu vou ter que arrombar ela!

- Duvido!

- Duvida?!

Barulho de chaves abrindo a porta. É, quem sabe Hoseok ainda lembrasse do temperamento do Min.

Hoseok estava enrolado numa coberta enorme, com os olhos inchados e o seu nariz vermelhinho. Nem percebeu que quando abriu a porta, segurava em mãos a blusa verde com desenhos de ursinho, que esta era do próprio Min Yoongi.

Num ato rápido o de cabelos verdes puxou o namorado pela cintura e fez com que seus corpos se chocassem. Aquele foi um abraço de minutos sem atrever-se a falar alguma palavra.

Mas no coração, suas almas já se perdoaram

                                ❁

Quando Min Yoongi convidou Hoseok para morar com ele, a casa se tornou menor para os dois, assim como o jardim. Não demorou muito tempo e eles já tinham comprado uma casa nova, com um jardim mil vezes maior.

- Hobi!

- Sim? - o mesmo apareceu com uma bandeja e sobre ela havia dois sucos, sucos esses que eram os favoritos de Yoongi.

- Eu acho que não plantei no lugar certo. - ele disse tristonho.

- Hmmm, deixa eu ver - se aproximou - Não tem problema, eu ajeito isso. Mas antes, vamos beber suco! - os dois sorriam largo.

- Hobi, você é maravilhoso! - o mesmo o entregou um copo e logo já estavam a beber juntos.

Hoseok sentou na grama assim como estava o namorado, e minuto sequer parou de observar o branquelo contente por causa de "simples" suco.

- Ya, o que foi? - Yoongi estranhou e Hoseok caiu na gargalhada. - O que deu em você, amor? - ele sorriu, embora tudo.

- É que suas expressões são tão fofinhas. - ele continuou, com um tom de voz fofo - Me dá vontade de te encher de beijos!

- Você quer?

- Eu posso?

- Sabe que não precisa pedir - ele riu.

E isso foi o bastante para que Hoseok selasse os lábios de Yoongi, sentindo então, a textura, o gosto e, primeiramente, o amor que transbordava entre ambos.

Juntos, amando e em meio de suas queridas flores. Esse era o conceito da felicidade para eles.


Notas Finais


"Quem é o homem da relação?"

"Que homem o que, aqui só tem duas princesinhas"

haushus ~

Espero que tenham gostado... ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...