História Sad Girl - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Selena Gomez
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais, Selena Gomez
Tags Ashyan, Demi, Demi Lovato, Jelena, Justin, Justin Bieber, Ryan, Ryan Butler, Sasha Pieterse, Selena, Selena Gomez, Semi
Exibições 239
Palavras 1.183
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desta vez dei uma variada, postei até rápido, digamos assim. Gente, nas notas finais vou esclarecer este capítulo, pra vocês não confundirem as coisas!
Até as notas finais babes
Boa leitura

Capítulo 5 - Eu te quero perdidamente


Fanfic / Fanfiction Sad Girl - Capítulo 5 - Eu te quero perdidamente

Selena Gomez P.O.V's
House Gomez — 8h30min PM

       Após ouvir tais palavras serem ditas por Demi, fiquei calada enquanto estava pensando sobre tal assunto. Eu não queria sair desse momento, é tão bom ter alguém cuidando de mim, fazendo cafuné e carinho em mim. Nunca fui de demonstrar meus sentimentos, mas eu amo muito Justin e Demi, sem eles eu sou um nada.

      Eu amo tanto a amizade de Justin, e não quero que essa droga de sentimento que ele acha que sente por mim. Ele só pode estar confuso.

      –Ficar aí deitada esperando a vida passar não vai resolver nada. Levante sua cabeça e vai falar com Justin. Você merece ser feliz, vocês merecem. –Diz sorrindo, fecho meus olhos sentindo um aperto no coração. Justin é tão importante pra mim.

    –Você não entende. Não devemos ser um casal, eu não gosto dele desta maneira e ele deve estar confuso com os sentimentos. Eu sinto que estou destruída por dentro, não quero perdê-lo. Temos uma amizade de 12 anos, uma vida. Não quero estragar

     –Se você diz, –Da de ombros– mas quando descobrir que você é realmente apaixonada por ele, não diga que não te avisei. –Diz, me fazendo suspirar, aperto suas coxas me aconchegando mais.

   –Não vai rolar. Você pode dormir aqui hoje? Qualquer coisa você pede uma roupa emprestada para Hannah, já que as minhas não fazem seu estilo. –Digo, ela assente

    –Como se as dela fizesse meu estilo, dá até pavor de me imaginar nas roupas dela. –Diz com desdém, rio por segundos. Caminhamos pra cama, fiz questão de dormir logo, tomei banho a pouco tempo.

Algumas horas depois...

     –ANDA DEMI, QUERO TOMAR MEU BANHO! VAI ACAMPAR NO BANHEIRO?
–Pergunto, batendo na porta do meu banheiro. Ela abre me olhando com tédio, entro no banheiro.

    –Vou vestir uma roupa e usar suas maquiagens. –Diz ela, tenho maquiagem por pessoas que não me conhecem me dão de presente, achando que quando não conhece a pessoa acha que o melhor presente a se dar é maquiagem, o que é totalmente idiota, visto que, quem dá maquiagem a outra pessoa quer que ela se transforme em alguém que não é. Mas não irei questionar agora.

     Maneio com a cabeça levemente e deixo a porta entreaberta. Demi não tem frescura, assim como Justin... Ou pelo menos não tinha.

     Tomo um banho rápido e vou até o closet, não que eu ame usar várias roupas na moda, mas todos os quartos são dividos assim e eu, amo colecionar moletons e etc. Visto uma calça preta, um moletom acinzentado com a frase "patience ",visto uma bota cano médio e amarro a parte da frente do me cabelo, a franja, mesmo que a mesma já esteja no meu pescoço e faço um pequeno nó, para que não caia em meu rosto. Penteio meu cabelo e os deixo solto. Pego a mochila, porém desisto. Todas as coisas necessárias estão no armário. Demi vem até meu corpo magricelo e sorri largo.

     –Gostei deste penteado, está maravilhoso. Só ponha isso. –Ela diz, pegando um batom de cor de pêssego. Bem clarinho. Pronto. Odeio passar maquiagem, porém contrariar Demi seria minha morte. Caminhamos para fora do quarto, peguei meu celular e meu fone. Fomos até a sala passando por Ryan, Hannah e Nancy. Como de costume, beijei a testa de Nancy e desejei bom dia a todos.

     –Resolveu se arrumar? Finalmente né. –Diz Hannah, com seus comentários desnecessários.

    –Sim, e ela resolveu cuidar da vida dela também, sendo assim, você cuida da sua. –Demi diz, Ryan grita um "Uuuh"
  
   –Eu não deixava. –Cantarola Ryan.

   –Menino! Não provoque. –Diz Nancy, saindo da sala rindo. Hannah apenas grunhi.

   –Dane-se, vou indo. –Diz saindo de casa, logo vendo o carro extremamente chamativo de suas amigas, ela senta na traseira e sorri. Saindo com elas, reviro os olhos.

   –Vamos, gatinhas? –Pergunta Ryan, damos de ombro e fomos em direção ao colégio, falando sobre coisas aleatórias.

Ao chegar na escola, todos nos encararam. Consequências da popularidade deles, caminhamos até o armário, o de Ryan é longe, porém o meu é ao lado do de Demi. Pegamos o necessário e fomos pra primeira aula, fomos as primeiras a entrar na sala, logo entrando outros alunos barulhentos. Estranho, até agora Justin não chegou e nem ligou, será se aconteceu algo?

Algumas horas depois...

    Já estamos voltando pra casa, Ryan está conversando com uns amigos enquanto o espero, Demi já foi pra casa.

    Ryan entra no carro e dá partida, indo em direção a nossa casa. No meio do caminho, ele se pronuncia.

   –Você viu o Justin? Ontem ele saiu do seu quarto e nem me ouviu, saiu batendo porta. E agora, nem foi a escola. O celular dele está desligado.–Suspira, sendo acompanhado por mim. Estou começando a me preocupar. Chegamos em casa e fui direto pro quarto, tomando banho e ficando apenas de calcinha box e uma blusa larga. Deito e fico pensando no que pode ter acontecido com Justin. Após alguns minutos pensando em várias coisas, ouço a porta ser aberta e logo depois fechada.

    –Sel... –Ele choraminga e vem até meu corpo, caindo por cima, ele está totalmente bêbado. –Eu preciso de você. –Fala, me abraçando, apenas mexo o seu cabelo devagar. –Eu estou com tanta saudade dos seus lábios, de te abraçar. Por favor, fica comigo! –Diz, com a voz embriagada. Ele me olha intensamente nos olhos, estamos na ponta da cama, a qualquer momento podemos cair. Ele sorri me olhando, o encaro calada.–Seu cheiro doce... Selena!–Ele sorri, soltando um urro.–Por quê é tão difícil te ter? Eu te quero perdidamente! Não consigo explicar a intensidade que eu te amo, que eu te desejo sobre mim.— Já estava ficando quente suas declarações, eu sorri involuntariamente, algo raro. Ele se aproxima, beijando calmamente meu pescoço. Ele está fora de si, e acho que eu também estou por deixar isto rolar. –Não fuja de mim. Dê uma chance para nós. – diz entre seus choramingos. Me mexo em baixo de Justin e acabo caindo, por cima dele. Ele me encara intensamente e muda nossas posições, ficando por cima de mim. Num movimento rápido, ele ataca meus lábios com desejo, ele beija tão bem. Diferente da outra vez, seu beijo não é calmo, é totalmente desesperado, sensual, voraz e com desejo. Retribuo da mesma maneira, Justin aperta minha cintura com uma mão e a outra puxa meus cabelos de leve. Por impulso, levo minha mão até seu cabelo e os puxo, enquanto o beijo,a falta de ar chega, porém não ligamos. Ele morde meu lábio inferior puxando para si. E volta a atacar meus lábios, ele me beija tão desesperadamente e eu, por algum motivo retribui na mesma intensidade, eu não quero, mas é por impulso. Ouço a porta se abrindo.

–Sele...–Fala a voz conhecida por mim, calando-se após ver a cena em que me encontro.

"Estou com medo que você fuja
Se eu disser o que eu queria te dizer"Last First Kiss, One Direction.


Notas Finais


Selena ainda não está amando o Justin, foi desejo do momento, digamos assim. Ela ainda está super confusa, e antes que pensem assim "Ué, cadê a timidez do Justin pra se declarar? " ele tá bêbado gente, está fazendo tudo que não consegue estando sóbrio.
Ah, mudando o assunto. Eu tenho outra fanfic,
"Tá, e daí? Ninguém liga fia", o que quero dizer é sobre outra coisa, ela está em hiatus e estou escrevendo apenas está. Mas, estou com vontade de escrever uma outra, que também é Jelena
"fala uma novidade"
E ela vai ser diferente, com uma história sobrenatural, um romance proibido assim como Romeu e Julieta, porém é diferente, eles tem poderes como gelo, fogo, ar... Vocês entenderam. Digamos que a família deles são inimigas pelo motivo de uma dominar o fogo e a outra a água. Ainda não sei detalhado, terei de me aprofundar no assunto, será uma parada mais Romeu e Julieta, porém menos meloso e dramático. Por favor, me dêem sugestões!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...