História Sad Girl - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Selena Gomez
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais, Selena Gomez
Tags Ashyan, Demi, Demi Lovato, Jelena, Justin, Justin Bieber, Ryan, Ryan Butler, Sasha Pieterse, Selena, Selena Gomez, Semi
Exibições 249
Palavras 1.460
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Tava ansiosa pra postar gente, ahsuahas.
Espero que gostem, logo posto mais
Alguém sabe alguma pág ou pessoa que faz capas para fanfics, gente?
Boa leitura babes

Capítulo 6 - Você está me matando!


Fanfic / Fanfiction Sad Girl - Capítulo 6 - Você está me matando!

Justin Bieber P.O.V's
House Gomez – 16h40min PM

       Ignoro totalmente a voz de Hannah, tentando voltar a beijar Selena, porém ela me afasta. Bufo. Que saco, não tinha outra hora pra ela aparecer não!?

      Selena a olha assustada, encaro suas coxas desnudas e seu cabelo caído sobre o rosto, olho para sua boca que está vermelha pelos beijos que dei na mesma... Seus lábios são tão convidativos... Céus!

     –Nossos país queriam se despedir antes de viajar. Mas já vi que está ocupada, volte a fazer o que estava fazendo. –Diz ela irritada. Por quê isso? E bate a porta. Selena tenta seguir ela, porém seguro em seu braço, fazendo-a me encarar, ainda ofegante 

     –Ignore-a. Vamos continuar de onde paramos. –Sorrio largo e me aproximo dela quase tocando seus lábios, se ela não tivesse me empurrado eu já estaria saboreando o gosto da sua boca, novamente.

     –PARA! VOCÊ TÁ BÊBADO, POR QUÊ ME BEIJOU!? VOCÊ MAGOOU HANNAH! TEM NOÇÃO DISSO? A CULPA É TODA NOSSA, PRA QUE EU FUI RETRIBUIR AO SEU BEIJO? –Ela grita tudo, me fazendo sentir um grande aperto no coração, não é porque estou bêbado que não vou me sentir mal com suas palavras grossas.

     –Eu não beijei sozinho, você não negou. Eu posso até ter magoado ela, sem ser ao menos amigo dela e ela tendo apenas uma quedinha por mim, mas você me magoou mais com suas palavras. –Digo calmo, levantando e cambaleando para trás, saio andando até a porta do quarto e a abro, antes de sair, me viro para ela. –Você retribuiu na mesma intensidade que eu te beijei. E, quando um não quer, dois não fazem. –Digo, saindo do quarto a deixando lá. Eu não sei se ela poderá ficar triste com minhas palavras, fui muito grosso com ela, sendo que ela só estava preocupada com Hannah. Mas, eu também me magoo, ela podia ter sido menos grossa sabendo que gosto dela. Saio de sua casa porém vejo Ryan me seguir, é um bom momento, preciso desabafar.

     –Ei, cara, o que aconteceu? –Falou, fiz nosso toque e caminhei pra minha casa, subindo as escadas e indo junto a Ryan por meu quarto, me jogo na cama e ele se senta na poltrona.

     –Ontem a noite eu disse a Selena sobre meus sentimentos por ela e... –Sou interrompido por ele, com a voz elevada.

    –VOCÊ CONTOU TUDO A ELA? –Pergunta com o tom mais alto que o normal. Assinto.

    –Contei. Continuando... Discutimos, então eu sai por aí e comprei várias bebidas pra mim, me deu uma saudade imensa de Selena e uma vontade de tê-la pra mim. –Pauso, sorrindo largo. –Quando percebi já estava no quarto de Selena, eu não consegui me conter ao vê-la apenas de calcinha box e um blusão, eu falei algumas coisas a ela e comecei a beija-la no pescoço e... –Sou interrompido novamente.

     –Poupe-me dos detalhes sórdidos. –Dz com cara de nojo, rio fraco.

     –OK. Porém Hannah chegou lá e viu a gente se beijando, tava um clima tão bom. –Suspiro – Ela começou a gritar comigo e me magoar, eu disse algumas coisas e saí. Sei lá cara, eu estou tão saturado de tudo isto...

    –Calma, dude, veja bem, Selena nunca passou por isto, ela está confusa. Dê um tempo pra ela, espere ela vir falar com você. Selena provavelmente se arrependeu de ter falado coisas que te magoaram. E outra, se ela retribuiu ao beijo, ela talvez goste de você. Dê tempo para ela pensar. –Diz e assinto. Depois de terminar nossa conversa ficamos jogando videogame. Logo depois, Ryan disse que ia pra sua casa, normalmente iria com ele, mas achei melhor ficar aqui.

    Levanto da cama e olho uma nova mensagem no meu celular de alguns amigos me convidando para ir a uma festa. Olho para a varanda olhando para Selena, abraçando seu joelho, tento ao máximo não me sentir mal com aquela cena e aceito o convite, indo me arrumar.

Selena Gomez P.O.V's
House Gomez – 22h00min PM

     Vejo Justin sair arrumado, sinto se cheiro daqui, não que esteja forte, e sim que ainda estou cm seu cheiro em mim, e por algum motivo, eu estou me sentindo mal. E por algum motivo, eu estou olhando sua boca em uma foto que tenho dele.

    Levanto desesperada e corro pra fora do meu quarto, desço as escadas correndo, escutando gritos de repreensão.

   –Cuidado, menina! –Disse Nancy preocupada

   –Selena, tá louca? –É a vez de Ryan.

   –Se cair, vou rir. –Diz Hannah, com um olhar superior

   –DESCULPA, TÔ COM PRESSA! –Digo ofegante correndo pra fora da minha casa, como tenho intimidade com a família Bieber, entro rápido e corro pro quarto de Justin, tentando alcançá-lo. Ao chegar ao seu quarto, não o encontro, porém vejo sua irmã logo atrás de mim, Jazy. –Cadê o Justin? –Pergunto impaciente, ela solta uma risada, temos uma boa relação.

    –Ele saiu, mas se quiser esperar–Ela sorri, assinto. –Queria ficar aqui com você esperando, mas meu namorado me espera. Desculpe. –Diz sorrindo e saindo em seguida. Jazy é muito bonita, cabelos negros, olhos claros, rosto angelical.

     Olho cada canto do quarto de Justin, sorrindo fraco. Me sento na cama dele e logo deito. Para todo lado há foto nossa ou dele com Ryan.

    Fico observando até cair no sono

Algumas horas depois...

    Sinto algo vibrar no meu bolso, é uma mensagem de Justin.

"Por que você faz isto comigo? Você está me matando! "

    Leio mas não entendo nada, como assim estou matando ele? O que eu estou fazendo. Resolvo responder.

"O quê? Justin, me desculpa pelo que disse mais cedo"

    Raramente me desculpo, pois sou quase sempre ignorante e dona da razão.

    Ele não responde, se passa horas ou até mais, já estou quase dormindo quando sinto um braço em minha cintura, a apertando e colocando todo meu cabelo para um lado, respirando pelo meu pescoço desnudo.

    –O que faz aqui, latina? –Ele diz embolado, caindo sobre o colchão e rindo de si mesmo, faço um "shh" e ponho o indicador sobre os lábios carnudos. –Tão sexy...

    Rio de seu estado. Ele me puxa para si e pisca várias vezes.

   –Estou tendo alucinações? –Ele pergunta, gargalho rápido. –Você me dará uma chance, morena? –Ele sorri largo, abaixo o olhar.

  –É complicado e... –Sou interrompida por ele.

  –Não, você não pode fazer isso comigo! –Choraminga ele, mordo meu lábio inferior. – Por quê não podemos? Só tente! Se você se quebrar eu irei juntar seus cacos. –Diz com a voz embriagada.

  –Você iria juntar o que você mesmo quebrou? –Pergunto, ele sorri e assente.

  –Eu sempre irei proteger você. Se formos um casal, em primeiro lugar seremos melhores amigos. Nunca iria conseguir te magoar. –Ele diz, e por impulso, me jogo em cima dele e o beijo, ele me ajeita em seu colo e continuamos com beijos calorosos, ele desce sua mão até minha bunda e bate na mesma, me fazendo arfar. Eu mordo seus lábios com força e sorrio entre nosso beijo. Ele afasta nossos lábios e sorri, um sorriso de rasgar a bochecha, de orelha a orelha, ele está com um brilho no olhar incrível. –Você é mesmo real? Não é efeito da bebida? –Pergunta, mordo meus lábios.

   –Temo, Justin, que agora você terá de me suportar. –Digo, ele me deita na cama e sobe em cima de mim, distribuindo beijos pelo meu rosto inteiro. –Ei, calma. Para de ser grudento.

    Ele gargalha, ficamos conversando sobre coisas aleatórias até cairmos no sono.

Horas mais tarde...

    Acordo, isso deve ter sido um sonho bem louco, não teria coragem de ficar com ele... Ou teria? Sinto uns braços sobre minha cintura e grito alto, fazendo Justin acordar assustado.

–EU E VOCÊ? NÓS ESTAMOS JUNTOS!? ESPERA... O QUE ACONTECEU AQUI? –Pergunto, Justin bufa.

   –Selena, já chega. Ou você me quer, ou não me quer. Não dá para ficar em cima do muro, ok? Eu sou completamente apaixonado por você. Mas você precisa se decidir. –Ele desabafa e levanta, indo pro banheiro. Droga.

   –Mas... Eu posso estar confundindo meus sentimentos por você. Somos só amigos. –Digo, tentando convencer a mim mesma.

   –Uma amizade arco-íris, por quê amigos não beijam os outros como eu e você fazemos. –Ele diz, saio do seu quarto descendo a escada com rapidez e indo para minha casa.

   Isto fora uma recaída, não irá se repetir. Foco, Selena! Vocês são amigos e não podem confundir tudo.

"Ele se apaixonou por sua melhor amiga, quando ela está por perto, ele não sente nada além de alegria"Fall, Justin Bieber



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...