História Safe and Sound - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Emily Rudd, Logan Lerman, Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Tikki
Tags Chat Noir, Ladybug, Ladynoir, Marichat, Queen Bee, Volpina
Exibições 4
Palavras 852
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Capítulo 3 - Novas heroínas.


Fanfic / Fanfiction Safe and Sound - Capítulo 4 - Capítulo 3 - Novas heroínas.

Chloé andava pela Champs-Élysées. Os cabelos loiros estavam presos em rabo de cavalo,mas batiam incessavelmente nos ombros. Ela bufou de raiva enquanto procurava algum item do seu agrado. A verdade era que ela queria esquecer que aquela foto da Antibug existia. A noite já chegava e com ela vinham luzes de natal que já brilhavam intensamente,fazendo os olhos azuis da garota piscarem tentando se acostumar com o brilho forte. Ah,Natal. A melhor época do ano em que as pessoas demonstravam amor,não que Chloé fosse carente disso,muito pelo contrário, ela se considerava venerada por todos. 

Os pensamentos da garota foram interrompidos por um vestido amarelo, que aos seus olhos brilhava mais do que um diamante, em uma vitrine da loja Prada. "Oh,minha santa Chanel. É perfeito" ,a garota pensou deslumbrada,"Papai vai ter que me dar um desse de natal. Ou seria melhor esse?" 

Chloé andava tão distraída enquanto admirava as roupas que não se deu conta de onde estava andando e se esbarrou em um senhor. Ela iria reclamar e pedir que ele olhasse por onde anda,mas ao ver o rosto do senhor ela sentiu uma paz intensa.

— Me desculpe,estava distraída. Mas ainda acho que o senhor deveria olhar por onde anda — A garota disse enquanto ajudava o homem a se levantar.

— Não acha perigoso andar por aí distraída em plena a noite enquanto os vilões estão à solta? 

Chloé não respondeu. 

— Você verá que o trabalho de Ladybug e Chat Noir não é tão fácil o quanto parece. 

A garota piscou. Oque ele queria dizer com isso? Ela fitou o chão vendo uma caixinha hexagonal no chão. Ela pegou a caixa enquanto o homem estranho com camisa havaiana se afastava. 

— O senhor esqueceu isso... 

Tarde demais: Ele já estava longe e Chloé não tinha cordas vocais boas para gritar. A loira segurou a caixinha na altura dos olhos,havia um bilhete. A garota franzia o cenho enquanto lia o papel.Abra o quando chegar no hotel. Então a caixa era pra ela mesmo? Se bem que ela não era a única a morar em um Hotel. Então,oque poderia haver ali dentro? Uma bomba atômica é que não seria,mesmo não sendo tão inteligente,disso ela tinha certeza.

Aquilo foi extremamente estranho. E no meio de toda essa bizarrice e curiosidade em abrir ela até desistiu de comprar o vestido que tanto queria. Aproveitando que o Le Grand Paris estava próximo a garota correu para o Hotel.

O elevador com paredes douradas abriu, dando acesso ao quarto de Chloé.Ela se sentou na sua cama abrindo a caixinha misteriosa. Uma luz amarela brilhou fazendo a loira jogar a caixa no chão e colocar as mãos sobre o rosto e fechar os olhos com força. Quando a luz cessou, havia um pequeno ser amarelo com detalhes pretos,parecido com uma abelha, voando em frente ao rosto coberto de maquiagem da garota. Ao ver isso Chloé entrou em pânico e atirou todos os batons e lápis de olho que via pela frente em direção ao ser.

— Calma criança,não precisa ter medo. — O serzinho amarelado tentou acalmar a garota.

— Medo? Eu não tenho medo de nada. — Chloé riu.

— Não é oque parece. Ei,que roupa legal a sua!

 O ser amarelado voou em círculos ao redor da garota.

— Gostou? Comprei em uma das melhores lojas de Paris. 

— Você deveria ser mais humilde. 

— Falando assim você parece meu mordomo. 

— Ele tem toda razão. Se quiser ser uma heroína,terá que se comportar como tal. 

— Heroína? — Os olhos de Chloé brilharam. 

— Esqueci de me apresentar, sou Bee e pelo que Mestre Fu me disse você deve ser Chloé Bourgeois ... 

— Bee? Tipo abelha em inglês ? 

— É... Agora me deixa falar! Eu sou um Kwami,concedo poderes. 

— Como faço para ter esses poderes? 

Chloé começou a pular de alegria, enquanto seu kwami bufava de raiva. Chloé era... histérica? desengonçada? bipolar? Bee poderia passar horas citando o quanto a loira era louca e ainda não conseguiria concluir porque Mestre Fu escolheu logo a patricinha para ser QueenBee,Chloé era tão fútil. Enquanto isso,em uma casa não muito longe do Le Grand Paris,uma garota de cabelos castanhos encaracolados e óculos de grau conhecia seu Kwami.

— Espera ai,você está me dizendo que eu vou lutar ao lado da Ladybug?

— Pela milésima vez, sim. — O pequeno Kwami laranja,que mais parecia uma miniatura de uma raposa,voou atrás de Alya.

— Uau, O Ladyblog precisa saber disso. — A garota ia pegar seu celular,mas foi interrompida por Trixx.

— Não! Eu já disse umas dez vezes,você não pode contar para ninguém sobre minha existência e nem sobre você ser a verdadeira Volpina. Nem mesmo pra sua família. 

— Mas... 

— Nada de mas,Alya. Se você contar para alguém, tudo oque você ama estará em jogo.

— Mas você não disse que o Tal Hawk Moph persegue Ladybug e Chat Noir? Então ele não faria mal a mim,faria?

— Hawk Moth. — Trixx corrigiu. — Você não me entendeu, a partir de agora vocês serão como um time, se ele souber quem você é ele pode... não sei, pode te subornar em troca dos Miraculous da Ladybug e do Chat Noir.

— É mesmo. Você é muito esperta,Trixx. — Alya brincou um pouco com seu Kwami.


Notas Finais


Oii gente,tudo bem? espero que sim,hein. ♥ O capítulo ficou bem curtinho,porque eu tava meio ocupada lendo uns livros que esqueci de continuar a fanfic haha. Hey,eu cortei a resposta da Kwami da Chloé sobre os poderes, já que não sabemos ainda os poderes dela e eu não consegui pensar em nada... Então,me ajudaria muito se vocês me dessem algumas idéias nos comentários. Beijos e até mais 😘💙
TRAILER 1 - https://youtu.be/gf8ixCZSn0o
TRAILER 2 - https://youtu.be/cIMIfXzzjGY


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...