História Safety Pin - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Danielle Campbell
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Danielle Campbell, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Tags 5 Seconds Of Summer, Ashton Irwin, Calum Hood, Danielle Campbel, Luke Hemmings, Michael Clifford
Exibições 223
Palavras 1.527
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


*Oi oi
*Mais um capítulo dessa fanfic maravilhosa para vocês!
*Antes de dizer algumas outras coisas queria agradecer muito as pessoas que votaram e comentaram no capítulo anterior, aquilo me deixou muito feliz e me incentivou bastante. Vocês são incríveis, espero que continuem assim.
*Faço questão de ser amigo de todos vocês que lêem e favoritam a história, ser amigo dos leitores é algo maravilhoso
*Queria muito pedir a vocês que deixassem o user do Twitter de vocês nos comentários. Irei fazer uma dinâmica em um dos capítulos que está por vir e o user de todos vocês serão mencionados nele.
*Acho que é só isso. Não esqueçam daqueles comentários enormes que incentivam bastante e aqueles que me pedem para continuar também.
*Boa leitura!

Capítulo 8 - You are my friend


Fanfic / Fanfiction Safety Pin - Capítulo 8 - You are my friend

Charlotte's POV.

A porta do quarto se abria, era Luke.
Após ter passado pela porta, ele a fechou sem trancar, direcionando o olhar para mim com um leve sorriso, suas covinhas ficavam a mostra, isso o deixava adorável.

— Oi. – Ele se sentou próximo a mim na cama pegando uma das minhas mãos.

— Oi, tudo bem? – Ele assentiu e eu recolhi minha mão pondo uma mecha de cabelo atrás da orelha.

— Como está se sentindo? Acha que vai se sentir bem durante esses dias? – Luke perguntou encarando a face do meu rosto com aqueles lindos e meigos olhos azuis.

— Estou bem, bem melhor do que na minha casa. – Soltei um longo suspiro deitando minha cabeça no ombro do Luke. — Espero me sentir confortável aqui.

— Poderia dizer que é certeza, você vai se sentir confortável. – Ele estava envolvendo seu braço direito em minha cintura após ter deitado a cabeça em seu ombro. — Logo de cara fez amizade com o Calum, uma das pessoas mais carinhosas e amigáveis.

— Sim, ele é bem amigável, sempre soube disso. – Eu conhecia Calum muito bem, conhecia todos na verdade, poderíamos dizer que eu era uma grande fã, quer dizer, ainda sou.

— Só cuidado, como disse antes, ele é meio que pegador, então existe chances dele querer beijar você.

— Sei me cuidar quando o assunto são homens, tirando aquele.. – Eu me referia a meu pai, era impossível não lembrar dele, aquele homem era o meu inferno.

Luke apertou seus dedos em minha cintura me fazendo tirar a cabeça de seu ombro para olhar seu rosto.

— Essa pessoa não deve ser lembrada, a única coisa que deve ser lembrada agora é o quanto você vai se divertir aqui conosco. – Ele havia sorrido outra vez, suas covinhas surgiam em suas bochechas deixando sua face mais linda.

Aquelas covinhas tinham me hipnotizado, Luke poderia ficar bravo, mas eu não iria deixar uma oportunidade dessas passar.
Depositei um rápido beijo em suas covinhas me afastando um pouco de seu corpo sentindo as minhas bochechas queimarem.

— Me desculpa.. Eu..eu sempre quis fazer isso, beijar suas covinhas. – Disse um pouco sem jeito enquanto olhava para baixo deixando uma risadinha sair da minha boca.

—  Pode beijar quando quiser. – Ele riu me puxando para perto outra vez.

Beijei a bochecha dele no mesmo instante em que me puxava.
Após isso ele me perguntou se poderia saber um pouco mais sobre minha vida, eu disse que sim. Suas perguntas não eram muito relacionadas ao meu pai, ele evitava perguntas que eram relacionadas a ele, contei sobre a minha irmã e como ela era, ele gostou de saber sobre ela, em um dos seus comentários, ele disse que ela era fofa, o que não era mentira.

[...]

A partida de FIFA estava disputada, Calum era ótimo naquele jogo, mas para o azar dele, eu também era.
Michael me dava apoio, era bem engraçado, o certo seria ele apoiar o seu amigo, não a mim, uma completa desconhecida.

— Parece que alguém vai ter que passar o controle. – Ashton ria do Calum, ele havia levado um gol no último minuto.

— Temos uma vencedora, Charlotte! – Michael pegou minha mão direita e a levantou, eu ri tímida.

Calum era zoado por seus amigos, ele inventava inúmeras desculpas, tentou até dizer que não viu direito a tela porque tinha olhos puxados, isso era mentira, ele não tinha olhos puxados.

— Michael, você vai jogar depois que eu ganhar dela. – De maneira convencida Ashton disse.

— Veremos Ash. – Eu já me sentia íntima deles naquele momento, isso era bom, pelo menos para mim.

— Cadê o Luke e a Arzaylea? Eles sumiram. – Comentou Calum, eu não prestei muita atenção nas palavras dele, apenas fiquei concentrada no jogo.

Michael havia acabado de se sentar em meu lado, ele mexia na bandana do Ashton na intenção de o atrapalhar, mas ele não sabia que estava me atrapalhando também.

Um enorme barulho tinha ecoado pela casa, parecia que algo tinha quebrado, o som vinha do quarto do Luke, parei o jogo e olhei para trás vendo o Luke sair de dentro do quarto junto da Arzaylea.

Os fios de seu cabelo estavam grudados na testa, estava um pouco suado e sua boca estava um pouco vermelha, Arzaylea que estava ao lado dele, tinha marcas de mãos em seus braços, eram da cor vermelha, quase roxo, ela também estava suada, qualquer um deduziria que eles estavam transando.

— Não se assuste, ele é meio masoquista, ou ela que é, não sei muito bem. – O hálito quente de Michael se chocava contra meu ouvido me causando arrepios, ri baixo e balancei a cabeça.

— O que estão olhando? – Disse Luke olhando para nós, ele estava com vergonha.

— Deviam fazer menos barulho durante as suas trepadas. – Comentou Michael olhando para Calum em seguida, os dois riram.

— Vai precisar de maquiagem para esconder isso tudo Arzaylea.. – Ashton comentou e voltou a iniciar o jogo marcando um gol no meu momento de distração. — Olha quem levou gol. – Ele sorriu.

— Ei! – Olhei para ele.

— Nossa Ashton, não me deixa com vergonha. – Disse Arzaylea caminhando para o sofá se sentando, Luke sorriu e se sentou ao lado dela.

Em um rápido momento em que olhei para o lado, vi que Michael não estava mais na sala, me perguntei para onde ele tinha ido, mas após segundos dei de ombros voltando a atenção para a partida.

— Aquela pergunta básica, usaram camisinha? – Calum se jogou no chão da sala com as mãos na barriga rindo alto.

— Eu não vou usar! – Uma voz surgiu do meio do nada, era Michael, ele estava sem camisa e com uma toalha enrolada em seu quadril, não demorou para a toalha ser tirada de lá e ele correu em direção ao Luke o agarrando e fazendo movimentos nele, parecia que estava o penetrando.

Deixei o controle cair no chão e comecei a rir, todos me acompanhavam na risada, inclusive o Luke que estava sendo assediado naquele momento. Michael ficou ali por segundos e logo correu para fora da sala rumo ao banheiro.

— Eu fui fodido... pelo..pelo.. homem da toalha! – A risada de Luke só aumentava, ele não conseguia se conter, ninguém conseguia na verdade.

— Parece que Hollywood vai ter um novo filme. Cinquenta tons de Michael Clifford. – Calum dizia, não tinha como se conter, a risada aumentava mais e mais naquele local.

— Na fala besteira! O masoquista ainda é o Luke. – Michael que já não estava, mas na sala falou alto para que todos pudessem ouvir.

Luke's POV.

Charlotte se divertia bastante, a tarde toda ela riu, o melhor momento foi quando Michael começou a me "foder" ela teve um ataque de risos, foi hilário.

No quarto, Ashton, Calum e eu cantávamos One Step Close do Linkin Park, também estávamos movendo a cabeça para frente e para trás como aqueles cantores de rock mais pesado.

— Eles são sempre loucos assim? – Charlotte comentava com a Arzaylea, elas estavam se dando bem, isso era ótimo.

— Sim, sempre. – Ela riu e desligou a música, parei de me mover assim como os outros.

— Não acaba com a alegria Arza. – Calum resmungou e mostro o dedo para ela, ela mostrou de volta.

— Respeita minha namorada Made in China. – Todos riram do que eu havia dito.

— O pessoal está chegando, vamos por o som na sala e por músicas melhores que essa para tocar. – Arzaylea disse e todos quase deram um berro defendendo a música que estávamos ouvindo, não se podia falar que o Linkin Park é ruim.

Todos se mobilizaram e levaram as caixas de som para sala, terei uma pequena festa essa noite, como havia dito para a Charlotte antes, mais pessoas iriam estar presentes aqui, então é claro que acabaria tendo festa.

— Charlotte, você bebe? – Perguntei me aproximando dela, ela concordou.

— Sim, mas bem pouco.

— Está bem, então não preciso me preocupar caso alguém te ofereça bebida. – Mordi o piercing por mania a olhando.

— Não, não precisa. – Ela sorriu.

— Só queria pedir para você não tirar fotos da festa e nem nada, sabe como é a mídia, eles inventariam milhares de mentira sobre a nossa banda com apenas uma foto. – Andei para a cozinha sendo acompanhado por ela, que balançou a cabeça.

— Pode deixar, não faria nada para prejudicar a minha banda favorita no mundo. – Ela me abraçou de maneira espontânea e eu apenas retribui o abraço ouvindo um obrigado logo em seguida.

— Obrigado? – Fiquei um pouco confuso continuando a abraçar.

— Sim, por meio que me acolher e me ajudar naquela situação horrível. – Sorri de forma larga ouvindo as palavras dela, um obrigado nunca tinha sido tão bem recebido por mim antes.

— Não precisa agradecer. – Aos poucos me separei do abraço ouvindo o som das pessoas chegando, a festa havia começado oficialmente.


Notas Finais


Sou eu de novo! Só queria lembrar vocês de lerem as notas inicias e deixassem o user de vocês, tenho certeza de que vão gostar de ter eles mencionados na história.
Até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...