História Saga Marians: Crazy in love - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Comedia, Romance, Yaoi
Exibições 2
Palavras 719
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


oi essa é a "sequencia" da serie Marians, mas não se preocupe não não é preciso ler a primeira para intender a segunda, porque ele apenas se passa no mesmo universo.

Só umas coisinhas antes de começar essa história:
1- Tive a ideia da história ouvindo Crazy in Love da Beyoncé (e por isso do nome) então recomendo ouvir a musica ( de preferencia com a tradução) antes de ler. Embora não seja completamente necessário porque o enredo não é afetado pela musica.

2- A história não se passa em um pais ou cidade específico , porque eu sou meio doente da cabeça, ( a unica coisa clara é que eles estudam na escola Marians).
3- Todo o capitulo vai ter uma música "tema" que eu recomendo que vocês ousam.
4- Se as musicas forém em inglês recomendo que escutem com a tradução.
5- Eu sou um pesadelo quando se trata de títulos e nomes então estejam avisados.

Boa leitura!!!!!!!!!!

Obs: O garoto da imagem é o Manuel!

Musica: Dollhouse de Melanie Martinez

Capítulo 1 - Oi! Sou o Manuel!


Fanfic / Fanfiction Saga Marians: Crazy in love - Capítulo 1 - Oi! Sou o Manuel!

Manuel on 

Meu nome é Manuel que significa Deus conosco... É com isso já deve imaginar que sou um garoto casto é religioso, só que não sou... Bom... Tecnicamente falando, mas infelizmente meu pai sim, então quando decidi contar ao meu pai que sou gay (sim eu sou, lide com isso) ele fez com que eu me retirasse de casa por livre espontânea pressão, sendo mais tarde acolhido pela minha avó materna, o que para mim na realidade não foi um grande transtorno, eu sempre adorei a minha avó. Agora eu avia me transferido para uma nova escola como bolsista no turno da tarde já que aparentemente o turno da manhã era reservado aos clubes, e gosto do fato de não precisar  de uniforme como minha antiga escola, sinto como se esse lugar tivesse personalidade.

No meu primeiro dia, me levantei bem sedo da cama, tomei um banho é vesti uma camiseta de botões branca e um blusão laranja (eu sentia muito frio quase o tempo todo), peguei meu material escolar é fui ate a cozinha/sala, minha avó estava cochilando no sofá, tinha almoço no fogão então não a acordei, comi voando e comecei o meu caminho até a escola imaginando o que poderia ter acontecer no meu primeiro dia de aula...

*dez minutos depois em algum lugar da escola*

Eu estava perdido, literalmente perdido em todos os sentidos. Justo no meu primeiro dia de aula eu avia me perdido dentro da escola, suspirei olhando ao redor tentando lembrar de onde eu tinha vindo, quando avistei um grupo de garotos, eles estavam rindo é brincando e mesmo eles sendo bonitos, tinham algo que eu só podia descrever como uma aura maligna. Estava pensando se ia até eles ou não quando percebi que eles estavam vindo até mim, em questão de segundos todos eles estavam na minha volta, o maior deles  agarrou meu blusão é me empurrou contra a parede, 'essa não tipico jeito de valentão' pensei.

-Porque você estava encarando a gente sua bichinha? - isso me causou certa irritação.

- Em pleno seculo vinte é um é babacas como você ainda usam o termo bichinha ou gay de forma depreciativa, é por gente como você que esse mundo está soterrado de preconceito.

-Há e então você mesmo uma bicha né? 

- É se eu for, o que você tem a ver com isso em?

- Então e isso? Você tava cuidando a gente seu filho da puta - sabia que ia acabar mal, mas eu não ia perder essa chance.

-Porque você queria que eu estivesse - Dei um sorriso de deboche segundos antes de sentir o primeiro soco vir. 

E depois outro é outro é outro, conseguia imaginar minha cabeça como uma bola de pingue-pongue, mas não tirei o sorriso da cara, não sou o tipo de cara que se dá por vencido tão fácil, levantei as duas mão fazendo um escudo pro meu rosto, então ele começou a socar meu estomago é o meu peito, até que se cansou é me largou, cai de bunda no chão e olhei pra cima. 

-Que tal um pedido de desculpas agora?

- Vai se foder - dei uma risada debochada é dolorida, ele veio pra cima de mim de novo mais um outro cara o impede.

-Deixa esse bosta ai não vale apena! - eles foram embora, fechei os olhos... Pensei que ia morrer.

-Já arranjando problemas com o Angelo novato - Abri os olhos, tinha uma garota loira me encarando - Mas você foi um dos poucos que já desafio o Angelo então... - senti meu rosto esquentar, sabia que estava corando, eu tinha sérios problemas em receber elogios.

- Se você estava aqui o tempo todo podia ter ajudado pocha! 

-É perder a diversão de jeito nenhum - ela estendeu a mão para me ajudar a levantar, aceitei relutante - Mas se você está procurando por ajuda pra não apanhar mais eu conheço alguém...

-Serio? - perguntei intrigado, não sabia se ela era alguém querendo ajudar, ou era uma lunática querendo ferra com a minha vida de vez, mas a ideia de não apanhar todos os dias pelos próximos trés anos era tentador.

-sim, serio! 

- Defina alguém?

-Quanto você tem de dinheiro ai? - ela me encarrou é senti que me arrependeria disso depois!

Manuel off


Notas Finais


Vou deixar o link pra quem quiser olhar a primeira historia (que ainda esta em andamento):
https://spiritfanfics.com/historia/saga-marians-joao-de-barro-7046452
Obrigada por lerem, comentários, opiniões e criticas construtivas são sempre bem vindas!

*3* bjs!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...