História Saigo no nozomi - Interativa - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~HADUUUUKEN

Postado
Categorias Originais
Tags Guerra, Horro, Interativa, Original, Sangue, Terror, Tortura
Exibições 54
Palavras 1.013
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Finalmente o tão esperado primeiro capítulo, espero estar a altura de todos vocês que esperaram tanto

~❤❤

Capítulo 2 - Novos integrantes


Fanfic / Fanfiction Saigo no nozomi - Interativa - Capítulo 2 - Novos integrantes


2593, um ano que decidi que a humanidade não merecia mais chances para reparar seus erros, pensando nisso decidi criar um grupo para devastar tudo e todos oque conhecemos e começar um mundo melhor, começar um mundo onde todos podem presar pelo oque acham certo, um mundo a onde humanos imprestáveis não existem.

Foi andando em meio a chuva forte e destroços de casas, prédios e carros que pensei em tudo isso, enquanto eu vagava por meus pensamentos percebi a presença de uma menina de cabelos longos e negros, olhos roxos, aparentemente rica sentada a beira de uma calçada, claramente estava desamparada, um pouco assustada com o apocalipse e desapontada, então resolvi interferir em seus conturbados pensamentos

- É... Garota... Você parece brava oque você tem? -perguntei pausadamente-

A garota de cabelos negros olhou para mim séria e ao mesmo tempo brava

- Hunph, não entendi o por quê que eu deveria dar satisfação á você...-disse a garota-

Fiquei surpresa com seu comportamento arrogante, mas não desisti, eu precisava de alguém em meu grupo

- Poxa, mas que pena, eu tinha uma proposta para te fazer, mas já que não quer, vou procurar alguém que queira -disse eu colocando minhas esperanças na picícologia reversa-

- ... Oque você quer, e oque eu ganho em troca? - disse a morena-

- Há, já vou te dizer, mas antes, me responda isso...

Oque você acha dessa coisa chamada humanidade? -perguntei indo direto ao ponto-

- Acho que são uns merdinhas - disse a morena- Por quê essa pergunta?

- Eu preciso juntar um grupo para acabar com tudo isso, e preciso de sua ajuda, em troca, você poderá descontar sua raiva e ser protegida - eu disse com determinação -

- Não gosto dessas pessoas, eu gostaria de vingança... então aceito - Há há, baixou a guarda, consegui um integrante-

- Espero que nós possamos nos dar bem, eu me chamo Akemi Nori, mas me chame de Nori. - eu respondi MUITO entusiasmada -

Começamos a andar, mas foi aí que me ví pega em meus pensamentos novamente, eu não podia confiar por completo ainda, a única coisa que eu saiba até agora era que seu nome era Karuta Momonya, e por experiência própria, percebi que não era nada amigável

- Me conte um pouco sobre você menina! - disse confiante - Não posso te aceitar sem nem saber o básico sobre você né!

- Aff, você não cala a boca nunca! Já percebi que isso vai se tornar um inferno - para que agredir, eu não precisava disso - Eu vim de uma família rica vendedora de roupas, e por isso muitos mantiam distância de mim, sei manusear bem o arco e flecha e minha espada e tenho 17 anos, já acabou o interrogatório?!

- Nossa, já acabou sim, se eu fosse você tentaria ser mais gentil, pessoas como você ficam sozinhas para sempre! - respondi devolvendo na mesma moeda -

- Hunph!

- Vamos Karuta, temos muito o que andar ainda

~Enquanto isso

Hoje é um dia chuvoso, isso não é bom, um de meus informantes me disse que um grupo que quer destruir tudo se formol, eu ainda tenho esperança, eu não posso desistir, enquanto vagava por meus pensamentos, quando vejo de longe uma estranha menina de cabelos longos e brancos com olhos de duas cores, cobrindo um pequeno gato da chuva, ela parecia desamparada, quando viu o prédio em que eu estava decidiu entrar

-OLÁ ? Tem alguem aí ? Diz a menina abraçando seu gato -

-Sim? - respondi a menina aparentemente confusa por ter encontrado uma pessoa parecendo 8 anos mais velha que ela, ou seja, me encontrando -

-Posso ficar aqui temporariamente senhorita ? - perguntou educadamente a garota -

- Depende...qual lado da humanidade você está? - isso foi tão repentino que a garota aparentou-se bem confusa -

- O que ? Não entendi - respondeu a mesma -

- Conte-me sobre você! - respondi, eu precisava saber logo disso, ela não pareceu entender totalmente oque eu quis dizer, mas logo respondeu -

- Eu sou Ayumi Takahashi, vim aqui em busca de um lugar para eu e minha gata ficarmos. Minha casa foi destruída e minha madrasta desapareceu. Preciso de ajuda! - Falou aflita -

-Defina a humanidade em uma palavra - Eu disse sendo bem fria e direta novamente -

- Mas... por que essa pergunta? - disse a mesma confusa -

- Apenas me responda! - eu já estava ficando brava, e precisava de uma resposta -

- Esperançosa - disse a esbranquiçada calmamente -

- Explique sua escolha - eu disse confiante -

- Quando tive esperança consegui tudo o que queria? - mas, ela está me fazendo uma pergunta, que menina engraçada, gostei dela -

- Hahaha - eu rí de uma forma um pouco discreta -

- Pra que essa pergunta? - novamente a menian perguntou confusa -

- Então você acredita que a humanidade é capaz de mudar? - eu esperava menos dessa garota -

- Acredito - disse ela confiante

Após sua resposta, tentei esboçar em meu rosto um sorriso de gratidão, e Ayumi parecia mais confusa do que nunca

- Mas por q- - tentou fazer uma pergunta -

- Quero lhe fazer uma proposta - disse eu ainda com um sorriso -

- Continue... - espero que ela aceite -

- Vou te dar comida, abrigo e moradia por tempo indeterminado, mas em troca... - eu disse um pouco insegura -

- O que ? - respondeu a mesma curiosa -

- Você irá lutar e formar um grupo comigo, um grupo capaz de proteger a Terra - eu respondi decidida-

Quando eu disse oque realmente queria, Ayumi fes uma expressão difícil de deduzir, parecia que muitas informações estavam passando em sua cabeça

- Temos um acordo? - eu perguntei a garota ainda mergulhada em seus pensamentos -

- Meu gato pode ficar conosco? - perguntou a menina preocupada com seu animalzinho -

-Sim - mesmo que não pudesse, não seria bom desperdiçar uma chance dessas -

- Então nós temos um acordo! - disse a mesma entusiasmada -

-Legal!!! Me chamo Amaya Norami. Venha! - eu disse entusiasmada também -

-Sim, líder... - pelo visto ela não gostou de ter um "líder", mas pelo visto gostou de mim -

-Temos muito coisa pra fazer 


Notas Finais


Espero que tenham gostado e que isso esteja a altura de tudo oque vcs esperavam novamente
Mais um aviso, os personagens vão ser apresentados de 2 em 2, diacordo com a ordem de entrega
Desculpe os erros de português

~❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...