História Sailor Moon Solaris SeRo! - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sailor Moon
Personagens Hotaru Tomoe / Sailor Saturn, Personagens Originais, Setsuna Meiou / Trista / Sailor Pluto, Usagi "Serena" Tsukino / Sailor Moon
Tags Sailor Plutão
Exibições 6
Palavras 558
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Caso leiam, é uma daquelas histórias que coloquei o máximo de detalhes, na tentativa de transmitir ao leitor, tudo o que acontece.

Capítulo 2 - A chegada do Guardião Sol e a Amorosa Serelly!


Neste mesmo instante, um homem acima dos vinte anos de idade, caminha solitário pelas ruas de Tóquio. Ele usa um fino cordão que possui um pingente brilhante como o Sol, se chama Ander, tem a pele branca, barba cerrada e possui olhos e cabelo curto na cor castanho escuro.

Ele retorna do consulado brasileiro, local de onde recebeu as chaves do apartamento que lhe foi concedido, pois foi convidado para lecionar histórias e culturas latino-americana numa das mais tradicionais escolas de Tóquio.

Ao atravessar a rua, este estrangeiro visualiza uma jovem distribuindo flores e desejando um bom dia para todos os pedestres. Devido a vida urbana da cidade, nenhuma destas pessoa parou para receber o afeto e os votos de “bom dia”.

Ao ver que esta bela menina era desprezada por todos, Ander se aproxima, abre um sorriso e demonstrado simpatia, aceita a flor oferecida e diz para esta jovem:

- Bom dia pra você também. Eu aceito duas flores, porque uma delas, vou dar pra alguém que acaba de tocar no meu coração!

Esta linda jovem possui longos cabelos na cor rosa. Sua idade é aproximadamente quinze anos e seus olhos são azuis. Surpresa por alguém aceitar as flores, esta moça sorri e entrega a este homem as duas flores que lhe foi pedida.

Com as duas flores em mãos, este homem que veio do exterior, entrelaça a flor mais bonita entre a orelha desta jovem, segura em suas mãos e sempre sorridente, se apresenta e conta a sua origem:

- Meu bem, me chamo Ander, sou brasileiro e vim lecionar histórias e culturas latino-americana numa escola. Os seus olhos tem o tom de azul que eu mais gosto, é um azul oceano, uma cor profunda que me acalma e me faz bem!

A jovem que acaba de receber inéditos elogios, se envergonha por viver este tipo de contato. Devido a timidez, ela abaixa a cabeça para esconde o rosto totalmente corado. Com a voz baixa, ela o responde, expondo parte da sua vida:

- Eu me chamo Serelly, gosto de fazer panquecas e o meu sonho, é ver todas as pessoas felizes. Por isso eu estou aqui distribuindo gratuitamente essas flores!

Com delicadeza, Ander suspende o rosto de Serelly pelo queixo, olha atentamente no azul de seus olhos e volta a dizer palavras que entram no coração desta moça:

- Por todos os sóis do universo. Eu nunca vi olhos tão brilhantes e tão lindos como o seu. Eu adoraria provar de suas panquecas e convido você a conhecer a culinária do meu país!

Ander se encanta com esta menina, mas ele é um homem maduro. Pensativo, ele analisa a situação e fala consigo mesmo:

- Que garota linda! Que olhos lindos! A pele dela e esses cabelos soltos estão mexendo comigo. Mas ela deve ter uns quinze anos e acho melhor parar com esse envolvimento!

Serelly passou a olhar para Ander, até que o pingente que ele usa, passa a emanar um brilho dourado. No mesmo instante, um objeto escondido no bolso da calça desta jovem, entra em ressonância com o pingente, emitindo uma pacífica luz na cor branca e rosa.

Os dois percebem que se trata de algo em comum. Serelly o reconhece como o Guardião Sol, na mesma forma que Ander reconhece a jovem como Sailor Ceres, a guerreira representante deste planeta anão.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...