História Sailor Moon Solaris SeRo! - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sailor Moon
Personagens Hotaru Tomoe / Sailor Saturn, Personagens Originais, Setsuna Meiou / Trista / Sailor Pluto, Usagi "Serena" Tsukino / Sailor Moon
Tags Sailor Plutão
Exibições 8
Palavras 3.063
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Refeito o capítulo que o aplicativo Google Documentos excluiu.

Capítulo 5 - O Encontro dos Três!


Conforme havia combinado com Ander no dia anterior, Serelly e Robertha caminham juntas com destino ao Parque da Cidade. Ao aproximarem de um homem sentado no banco observando os pássaros, estas duas sentam ao seu lado, reconhecem esta pessoa e lhe entregam um embrulho envolvido em papel alumínio.

Era o próprio Ander, que estava no local e recebeu de Robertha, uma deliciosa fatia de torta de morango. Sorridente, ele recebe o doce, devora em poucos segundos, lambe o creme que ficou na ponta dos dedos e conta o motivo da reunião entre estes três:

- Robertha, minha “maninha” do coração, a Serelly me contou o motivo da tristeza que você guarda no peito. Eu não gosto de ver a infelicidade de ninguém e quero voltar ao passado pra evitar essa tragédia na sua vida!

Os olhos de Serelly brilham. Demonstrando alegria e disposição, esta jovem dá apoio à intenção de Ander e reforça a vontade dele ao dizer:

- Sabemos da existência de uma guerreira que controla o tempo, a veterana Sailor Plutão. Se nós atravessarmos o Portal do Tempo que ela vigia, é possível sim!

Robertha lembra a respeito dessa sailor e faz um comentário pessimista:

- Ander, a sua intenção é admirável e estou muito agradecida por isso. Você não sabe quem é essa guerreira, mas conhecemos essa Sailor Plutão, considerada a mais poderosa das guerreiras antigas!

Ander abre os braços, esbanja um largo sorriso e expõe um certo tom de soberba. Ele olha para Robertha e deposita confiança na voz ao dizer:

- Minha maninha, deixa de “caô”. A gente “chega chegando”, manda um “papo reto” pra essa sailor e ela “libera geral”. A “gente iremos” atravessar esse tal Portal do Tempo e vamos evitar esse acontecimento na sua vida!

Serelly está super animada ao ver a disposição de Ander. Os seus olhos brilham como um lindo diamante azul e fala consigo mesma em pensamento:

- Esse é o meu querido Ander. Eu não entendi nada dessas gírias que ele falou, mas confio nele e sinto que algo maravilhoso vai acontecer!

Robertha abre um sorriso e se emociona com a boa vontade de Ander e Serelly. Ela olha para para os dois ao seu lado, suspira fundo e faz outro comentário negativo:

- Eu estou muito agradecida pela sua intenção, mas como chegaremos até o Portal do Tempo se não possuímos o poder do Cristal de Prata? Ander, muito obrigada por tudo, mas…

Outra vez, o brasileiro interrompe a fala de Robertha com uma alta gargalhada. Ele exibe o Pingente Solar fixado em seu fino cordão dourado e expõe mais uma vez, o seu jeito brincalhão de se comportar:

- Se eu não fizer nada por ninguém, minha vida não tem sentido. Eu sou o Guardião Sol e tenho o imenso poder solar comigo! Mudando o assunto, que “parada” é essa de cristal prateado?

Serelly é movida pela empolgação e emoção, comportamento bastante diferente de Robertha. A guerreira mais jovem, ergue a sua Caneta da Transformação e pronuncia a frase “Sailor Ceres, Transformação”!

Um turbilhão na cor rosa e branca, envolve esta jovem e aos poucos, compõe a sua vestimenta de guerreira. A sua tiara se estende para a parte de trás da orelha, possuindo ondulações semelhante a uma coroa de flores.  

Após a irradiante transformação, a representante do planeta anão Ceres, está apta para qualquer ação. Muito motivada, ela olha para Robertha e aguarda que ela faça o mesmo. Ander cruza os braços e também passa a olhar para Robertha, repetindo o mesmo ato da combatente mais jovem ali presente.

Desestimulada, Robertha retira a sua Caneta da Transformação do bolso de sua calça, olha para os dois em sua volta, ergue este objeto para o alto e sem firmeza na voz, pronuncia “Sailor Makemake, Transformação”!

Um outro turbilhão de cor branca, envolve todo o corpo desta moça. Lentamente, ela está coberta pela sua Vestimenta de Sailor Makemake, a guerreira deste longínquo planeta anão do Sistema Solar. O branco pérola do tecido, faz lembrar um belo vestido de noiva. A tiara de sua testa, tem uma pedra preciosa fixada, entre as suas mãos, há uma arma longa e ponteaguda, o mítico Cetro Infinito.

Serelly como Sailor Ceres e Robertha como Sailor Makemake, estão trajando as suas fabulosas vestimentas e permanecem curiosas para verem a atitude de Ander.

A grande expectativa, é de saber se ele utiliza alguma roupa especial, armadura ou algum tipo de arma. Ander segura firme o pingente de seu cordão e ao dizer "Vestimenta Solar", ele é envolvido por uma esfera luminosa que provoca uma forte claridade.

A intensidade deste poder é tão grande, que balança as árvores do local e as duas sailors foram lançadas a distância deste círculo luminoso, uma clara evidência da imensa força solar.

Após o apogeu desta esfera luminosa que envolveu Ander, as duas sailors estão maravilhadas ao observarem o amigo e comentam eufóricas entre elas:

- Essa é a Vestimenta Solar? Ela brilha como o próprio Sol. O Ander possui uma linda manta da cor azul celeste que lhe cobre os ombros e as costas!

- Ele tem uma larga tiara de ouro na testa, uma manopla em cada punho e também uma placa dourada presa por fivelas em seu peito sobre a blusa. Ela parece resplandecer a luz do próprio Sol!

O Guardião Sol abre os braços, faz um movimento com as mãos, chamando as sailors para se aproximarem. Sempre extrovertido, ele abraça Ceres e Makemake numa só vez e cria uma nova onda de luz solar. A sailor mais jovem reclama do intenso calor e o autor da alta temperatura, responde com uma gargalhada:

- Mas é lógico, meu bem. Esse calorão todo, é porque você está em contato com dois septilhonésimos da fração do poder do Sol, tenho patente alta e “bigode grosso”. Agora vamos “vazar” daqui, rumo ao Portal do Tempo!

Em outro ambiente, justamente em frente ao Portal do Tempo, se encontra a solitária Sailor Plutão. Em meio a névoa e o frio que envolve a região, esta guerreira aponta para frente o seu Cetro do Tempo, pois ouve os passos de duas pessoas.

Logo em seguida, a densa neblina se espalha e só assim, a plutoniana reconhece quem são estes visitantes que se aproximam, caminhando ao seu encontro.

Um pequeno sorriso e o seu cetro em postura baixa, a combatente reconhece quem se trata e demonstrando felicidade, recepciona com a voz branda:

- Hotaru, quanto tempo… Serena, quero dizer, minha Rainha Serenity. O que a Vossa Alteza faz aqui, neste lugar inóspito e indigno de sua presença?

A garota corre em sua direção e se atira em seus braços, transmitindo um grande sentimento muito além de amizade. A Majestade Lunar sempre sorridente, olha atentamente para ela e sempre transmitindo uma presença pacífica em sua voz, lhe faz um pedido:

- Minha querida Setsuna, eu assumi a criação de Hotaru após a morte do doutor Tomoe. Além disso, você sabe da existência de duas novas guerreiras no plantel das sailors. À partir de hoje, você estará livre dessa penitência de vigiar o Portal do Tempo, vai cuidar dessa simpática menina e vai morar com uma pessoa muito importante, onde a luz e o calor do Sol transbordará, iluminará e aquecerá o seu coração!

Sailor Plutão continua sorridente. Ela olha para Hotaru, olha também para a rainha à sua frente e com a voz branda, dá a sua resposta:

- Eu sempre tive um carinho e um sentimento muito especial por ela. Se eu for a responsável pelo crescimento dessa menina, farei de bom grado. Conhecemos essas duas novas Sailors e creio que viveremos juntas pacificamente!

A rainha Serena abre um novo sorriso e volta a dizer:

- Não é nada disso. Quero que você tenha uma vida normal. Quero que você cuide de Hotaru junto de um homem muito especial. Através de vocês dois, ela ganhará uma convivência familiar e na sua união com esse homem, surgirá uma bela menina, a lendária Sailor Terra!

Este pedido, surtiu como uma bomba de emoções e sentimentos no sofrido coração da plutoniana. Ao ouvir que cuidará de Hotaru, viverá com um homem e assim surgirá a inédita guerreira, a sua reação foi de susto, misturado a diversas expectativas e emoções.

O impacto de ouvir este pedido, estremeceu o emocional de Sailor Plutão, ao ponto de deixar o fabuloso Cetro do Tempo cair ao chão e dar alguns passos para trás. Vacilante por receber este inimaginável pedido, a bela guerreira cobre o envergonhado rosto com uma de suas mãos e na sua mente, surgem vários pensamentos:

- Serena, você nunca me chamou pelo nome de guerreira, mas sim pelo meu nome próprio. Eu não estou duvidando de suas palavras, mas será que eu mereço tamanha honra? Será que eu cumprirei esse pedido tão importante? Eu terei um digno e verdadeiro amor só pra mim e terei a minha própria família?

A simpática Hotaru se mantém abraçada a Sailor Plutão. Esta menina olha para a guerreira e muito sorridente, fala palavras infantis que tocam ainda mais o emocional da guerreira veterana:

- Eu serei o cupido de vocês dois. Não se preocupe, porque eu farei de tudo pra cumprir essa missão e tenho certeza que você será muito feliz, porque ele é forte, bonito e muito corajoso!

Sailor Plutão olha para frente e não encontra a sua Majestade Serenity. A rainha fez o seu pedido e desapareceu entre a névoa do local. As mãos trêmulas e o involuntário sorriso envergonhado da combatente, é acompanhado do constante abraço de Hotaru que permaneceu no local.

Ali próximo, o grupo formado pelos novos combatentes, caminham em direção ao Portal do Tempo. Devido a forte neblina e o frio, Sailor Ceres cruza os braços sobre o próprio peito, com a intenção de se aquecer. Sailor Makemake vê a cena, dá um empurrão na companheira e faz um comentário ríspido:

- Deixa de moleza, Sailor Ceres. Um friozinho desse e você está toda encolhida! Dê alguns pulinhos que você se sentirá melhor, porque o Guardião Sol já está lá na frente esperando por nós duas e você está atrasando a nossa missão!

A jovem guerreira fecha os olhos e mal consegue andar, quando uma manta de cor azul e quente, lhe cobre as costa e a parte frontal de seu corpo. Ao olhar para frente, ela vê o guerreiro solar que retirou de si mesmo, a manta de sua Vestimenta Solar e envolveu a frienta guerreira.

O guardião segura as mãos e olha atentamente para os lindos olhos azuis de Sailor Ceres. Em seguida, ele retoma a frente das duas guerreiras, ergue a mão direita aberta para o alto e pronuncia “Feixe de Luz Solar”.

Surge uma larga e comprida linha brilhante em sua mão, irradiando luz e calor. Esta técnica ofensiva, faz dissipar a forte névoa e o frio do local por onde este grupo está caminhando.

Diante do Portal do Tempo, Hotaru vê a aproximação de pessoas e de algo brilhante. Ela se solta de Sailor Plutão e caminha em direção a este grupo que se aproxima. A menina está sorridente e aguarda o encontro que mudará a vida é o rumo de todos os participantes desta história.

O guerreiro solar pressente a aproximação de alguém desconhecido. Ele se desfaz do feixe em sua mão, se prepara para um possível confronto, mas se surpreende ao ver uma garota sorridente, de braços abertos caminhando em sua direção.

Ele toma uma atitude inesperada. Apesar de ser uma pessoa extrovertida, ele nunca soube conviver se comportar com crianças. Não se sabe como, mas o guardião  fez o correto, ao se abaixar, abrir os braços e receber um beijo no rosto e o carinho desta menina ainda desconhecida por ele.

O coração do guerreiro solar dispara, seus olhos se enchem de lágrimas e vivendo este momento inédito, fala em voz baixa com esta garota:

- Eu nunca tive jeito com crianças, mas você é tão diferente. Sinto um conforto, uma sensação e uma paz tão… família! Minha florzinha, como você se chama e o que faz sozinha nesse lugar?

Esta menina se mantém abraçada ao Guardião Sol e assim desta forma, se apresenta para ele:

- Eu me chamo Hotaru, sou a Sailor Saturno e mesmo a sua barba ter me espetado, gosto muito de você. Venha comigo imediatamente até um lugar, onde você tem que conhecer uma pessoa muito especial!

O poderoso guardião está envolvido com uma frágil menina, que abalou emocionalmente o seu coração. Ele olha para trás e vê as duas sailors sorridentes, que correspondem com o dedo polegar, transmitindo um sinal de positivo e de aprovação.

Segurando em uma de suas mãos, Hotaru praticamente o puxa em direção à esta pessoa que ele precisa conhecer, que se encontra em direção ao fabuloso Portal do Tempo.

A neblina se dissipa por completo e finalmente o Guardião Sol e Sailor Plutão estão frente a frente. Enquanto a plutoniana mantém uma aparência pacífica, o guerreiro está boquiaberto ao ver esta guerreira tão bela, encantando os seus olhos.

A menina prossegue com o seu papel de cupido, a missão de unir estes dois. Sempre sorridente e com os olhos brilhando, ela balança o braço do combatente solar e lhe diz:

- Você gostou dela? Ela é a Sailor Plutão, se chama Setsuna e cuida de há muito tempo. Você sabia que ela vai procurar uma casa pra viver comigo?

Sem largar da mão de Hotaru, ele se aproxima da guerreira do tempo e acontece o primeiro contato entre eles. Com delicadeza, o guerreiro do Sol move alguns fios de cabelos para trás da orelha de Sailor Plutão e faz um comentário:

- Por todos os sóis do universo. Como pode uma moça tão linda como você, uma pessoa que possui cabelos tão perfumados, uma rosto tão delicado e de olhos castanho-avermelhado como o entardecer, pode viver aqui nesse lugar? Olha, eu estou “caidinho” por você e faço um convite pra vir com a gente ao mundo onde o Sol transborda, ilumina e aquece a todos!

Hotaru pisca o olho para Sailor Plutão, enquanto o guardião fica cada vez mais envolvido com a situação. Ele se esqueceu do motivo que o fez ir ao portal e observa a plutoniana lentamente estende a mão em sua direção. Ela faz um suave carinho no rosto do guerreiro e logo depois, desliza até o seu peito. Um repentino susto, ela recolhe a mão para si, abaixa a cabeça e se envergonha pelo ato que cometeu.

Pensativa neste momento inédito, ela não consegue esconder a mesma sensação que o Guardião Sol também vive. Ela se mantém retraída e fala consigo mesma:

- Ele é diferente. Ele tem um rosto de homem rústico, cabelo curto, barba cerrada e um forte porte físico. Nunca antes, havia recebido elogios da minha beleza e ninguém havia tocado em meus cabelos. Não quero demonstrar isso, mas estou muito envolvida por ele. Será o que estou sentindo é amor?

Diferente dela, o guerreiro põe a mão por debaixo do queixo e delicadamente, suspende o rosto desta sailor. Ele mantém a voz firme e transmite a emoção que o seu coração transborda no momento:

- Minha linda, você é lindamente linda. Venha você e Hotaru viver comigo. Meu nome é Ander, sou brasileiro, professor de culturas latinas e o meu apartamento é pequeno, mas tem o conforto necessário pra gente viver como uma família. Não sei te explicar, mas essa garotinha “abalou Bangu”, mexeu com o meu coração!

Sailor Ceres cruza as mãos e se emociona ao ver o clima romântico entre estes dois. Hotaru está eufórica ao ver a mesma cena e Sailor Makemake pede licença e relembra um fato esquecido por todos:

- Ei, Guardião Sol, esqueceu que estamos aqui pra atravessar o Portal do Tempo e refazer um acontecimento do passado?

O maravilhoso clima harmonioso se encerra. Sailor Plutão muda a fisionomia de um envergonhado sorriso, para um semblante sério. Ela bate forte o cetro contra o chão, empurra o Guardião Sol com as mãos e responde em voz alta:

- Não importa quem seja e pra qual finalidade. Eu não deixarei ninguém passar além deste ponto. O meu dever é guardar este lugar, mesmo que custe a minha própria vida!

O clima fica pesado entre eles. O guerreiro solar fecha a mão direita, característica de um possível ataque e também levanta a sua voz em tom de seriedade:

- Não vai deixar “geral” passar pelo portal? Então “a gente passaremos” à força!

Sailor Plutão adota uma postura de ataque, mantendo o seu cetro apontado para frente. Hotaru e as duas sailors se surpreendem e se apavoram com uma possível luta, mas o Guardião Sol abre um sorriso e diz em gargalhada:

- Mas é claro que não farei isso. Setsuna, me ouça. Venha você e sua filha Hotaru ao mundo onde a luz e o calor do sol transborda, ilumina e aquece a todos. Eu gostei de vocês e quero ter um compromisso sério!

Sailor Plutão não recua. Há um conflito em seu coração, uma mistura de paixão com o dever de impedir o avanço de qualquer um. Furiosa, ela ergue o Cetro do Tempo em voz alta e diz para todos ali presente:

- Eu não quero mais ninguém aqui. Voltem imediatamente de onde viera, porque aqui não é o lugar de vocês. “Chronos Moving”!

Sailor Plutão bate forte o seu cetro contra o chão, criando uma grande onda de luz que irradia e envolve todo o ambiente. O Guardião Sol e as duas guerreiras, são enviadas à realidade, desaparecendo do local.

Após serem absorvidos na abertura do espaço-tempo, a simpática Hotaru faz um semblante de descontentamento e um questionamento:

- Poxa Setsuna. Estava tudo dando certo, mas você atrapalhou tudo. Acredite em mim, ele é carinhoso, gosta de nós dois e não quero ficar aqui com você pra sempre!

No interior do apartamento de Ander, surge uma abertura no teto, uma fenda do espaço-tempo e ele cai sobre o sofá da sala. Maravilhado com o que presenciou, ele não retira da memória a imagem daquela menina que encantou o seu coração e daquela sailor tão bela.

Ao se sentar, ele sente algo preso em seu rosto. Ao passar os dedos sobre o próprio nariz, ele olha para a sua mão e sorri, pois ele acaba de retira um longo fio de cabelo de Setsuna!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...