História Saindo da Rotina - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Brigas, Drama, Romance, Yuri
Exibições 14
Palavras 2.269
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Essa história é dedica pro ser mais importante da minha, a menina que me tirou da rotina chata de todos os dia e me trouxe uma divertida e complicada história....
Apesar das dificuldades eu sei que tudo isso vai passar, e uma hora tudo vai dar certo...
Espero que gostem, me perdoem os erros é minha primeira fanfic!
Vou postar mais capítulos assim que puder!

Capítulo 1 - Onde tudo muda


Fanfic / Fanfiction Saindo da Rotina - Capítulo 1 - Onde tudo muda

Viver em uma rotina, acorda, pegar o  metro, ir para o trabalho, ir para a faculdade, voltar para casa assistir tv e ir dormi, essa foi rotina ate o dia 19/08, quando  uma mulher que aparentava  ter uns 19 anos sentou-se ao meu lado, ela parecia ser muito diferente de qualquer outra pessoa que eu já vi, não em aparência ate por que ela era linda, mas algo que fosse bom, algo que contagiasse a todos.

Ela era mais perdida que não sei o que, falava ao telefone  alguma coisa sobre musicas e instrumentos, fora que estava  com muitas sacolas e por sinal jogou a maior parte em cima de mim- mas tudo bem- e por algum motivo eu não parava de prestar atenção  nessa mulher.

Ela tem cabelos cor de mel, olhos castanhos, magra mas gostosa, com um sorriso mais que maravilho... Ela parece ser realmente excepcional.

Até que ela desliga o  celular.

-Nossa desculpas! É que eu estou meio perdida sabe? E muita coisa para resolver ao mesmo tempo..

- Não tudo bem- falei tentando parecer normal

E do nada fica uma situação estranha, como se a gente quisesse  conversar - na verdade eu queria conversar mais não sabia como puxar assunto com ela- e ficou por aquilo mesmo

Cheguei no ponto e desci, fui para o meu trabalho e fiquei com aquela mulher  na cabeça. Como pode alguém ser tão incrível só pelo simples fato de  estar do seu lado sem ao menos você  a conhecer? Pois é também não sei.

Foi um longo dia de trabalho, até porque trabalhar  em uma lanchonete não e nada fácil. depois do trabalho fui para  a faculdade e aquela mulher não me sai da cabeça!

Bom fui para a faculdade, mais um dia chato como sempre,  nem sei porque eu escolhi fazer direito, mas tudo bem. Na saída eu  a Gaby  fomos come.

- Guria  você não sabe da maior! Lembra do Thomas, aquele  gatinho que encontramos na balada semana passada, então ele não sai do meu Pé me chamou pra sair com ele amanhã a noite para irmos jantar. Será que eu vou? - fala  animada até de mais.

- Claro que vai, ele e um  gato!- falo sem interesse nenhum, mas continuo- até porque faz bem sair um pouco da rotina de sempre.

- Ah então eu vou- fala mandando uma mensagem para o tal do Thomas.

- Olá suas gatas, o que estão fazendo aqui ?- grita Faby perto da barraquinha de cachorro quente.

- vocês saem sem chamar a gente, é isso mesmo que eu estou vendo ? fiquei  chateada agora-  fala Luana fazendo uma cara de triste.

- ah é só nos duas?- falo com um tom de ironia- saímos da faculdade agora, e vocês  o que  fazem aqui ?

-EEEUUUU NAAOO ACREDITO NISSO!- grita Gaby com uma cara de chocada- Vai ter uma festa de uns amigos meus domingo a noite, parece que o  Pedro Paulo e Alex vão estar lá. Querem ir ? eu consigo uns convites para nos quatro!

- Eu vou, não tenho nada pra fazer mesmo - Luana pega um cachorro quente  e senta em uma das mesinhas que tem ali.

- claro Gaby, festinha sempre neh... - Faby fala olhando o celular .

Enquanto elas conversavam  eu ficava pensando quando eu encontraria aquela mulher de novo...

Não só bem de festas vou mais por  causa das minhas amigas mesmo. É sempre bem divertido, mas não e algo que eu tenho no primeiro lugar da minha lista de desejos, igual elas.

- E você Kate vai querem ir ? – fala dando um tapinha  na minha cabeça- EII em que mundo você tá ? ate parece que viu um passarinho verde!

- Hã? Que foi que você falou ?- falo tentando entender sobre o que elas estavam falando

- Eu hein, que bicho pico você ?- Luana fala com um tom de ironia e desconfiança, ate parece que ela sabe de alguma coisa- você nunca é assim !

- Nada gente que isso, eu estou normal só estou meio cansada. Esses últimos tá foda sabe ?! kkk- falo tentando parecer convincente mas não engano nem a mim mesma.

- Estava falando que uns amigos meus vão dar uma festa domingo, vai querer ir?

- Acho que não,  estou bem cansada mesmo- na verdade ate iria mas  não tô afim- acho que vou  tirar um tempo para atualizar minhas serie  com um pote de pipoca bem grandão...

- AAAAH vamos e bom sair da rotina, lembra?- fala  implorando para que eu ir- vai ser muito legal, você tem que achar um cara amiga, lá vai ter um monte! você com essa beleza toda ai, hahahah vai achar altos gatinhos vai dar ate para escolher...- a Gaby fala como se fosse a coisa mais normal e mais divertida do  mundo.

- Aff, vou ver ai te mando uma mensagem domingo, pode ser? – falei já me levantando da mesa – agora eu tenho que ir, já esta na minha hora.... beijos para vocês!!

- Tchau- falam todas juntas- você e maravilhosa   vai  mostrar isso pro mundo fofa- falou Faby com seu jeitão de sempre...

Cheguei em casa e fui tomar  um banho bem quente, eram 00:30  e minha mãe já estava dormindo.

Não fui  ver tv como sempre faço. Fui deitar, e fiquei escutando musica por um bom tempo e adivinha mais o que? Aham, eu estava pensando na moça do metro.

Quando finalmente durmo escuto uns gritos  no andar de cima, mas que merda o casal que mora no  apartamento em cima do nosso briga quase sempre, até parece que gostam disso, isso é sempre as três quatro da manhã..

Depois de uma longa noite de sono acordo com a minha mãe limpando a casa como sempre faz aos sábados. Vejo minhas series durante a tarde inteira já que não  tenho que estudar nem nada de muito importante para fazer. Gaby começa a me mandar muitas mensagens, PEDIDNO AJUDA PARA ESCOLHER ROUPAS...

Domingo de manha eu, Faby e a Gaby saímos corre de manha em um parque próximo a nossa casa.

- Meninas ele e muito gato mais nada inteligente, e bem romântico também, mas não e tudo aquilo que aparenta -   Gaby  fala como o Thomas e só um rostinho bonito. bingo eu sabia, normalmente é assim- que decepção..affz

A Gaby e meio louca mas faz direito também – pois é não sei como ela acha tanto tempo pra sair e estudar- mas gosto dela assim. Faby também é meio louca mas e boa pessoa faz engenharia civil  é bem  inteligente.

Bom enquanto elas conversavam sobre  faculdade e coisas do tipo, eu ficava no meu  canto pensando na minha faculdade, na minha vida, no meu trabalho... enfim

- Nossa, fofa que bicho te pico? Você tá bem ? aconteceu alguma coisa ? desde ontem você ta caladona assim- Faby fala com um tom de preocupação .

-estou sim, só estou meio na minha mesmo , mas não aconteceu nada  podem ficar tranquilas-falo tentando parecer que não estou preocupada com nada- hein Gaby eu vou na festa hoje tá !

- Finalmente amiga, agora botei fé- Gaby sai dando pulinhos- vamos sair hoje  a tarde sei Lá fazer umas compras. Tô precisando de uma roupa nova  mesmo!

- Demoro!! Haha-falei em um tom de animação que ate assustou as meninas.

- Fecho então vamos no shopping  hoje, vamos almoçar lá ate porque não podemos voltar muito tarde .

Passamos  a tarde inteira fazendo compras e coisas inúteis do tipo.

Passamos umas três horas para nos arrumarmos ate o horário da festa, chegando lá a Gaby sai desfilando  na nossa frente ate  que do nada ela para e chega falando um monte de coisas  pra mim, Faby e à Luana que por sinal  estavam lindas ate de mais.

-olha vai chegar uma galera aqui que são amigo do Lucas e do Joao, eles pediram para nos enturmar com elas por que elas  não são muito de festas assim sabe? Bom meninas vamos fazer novas amizades e a cima de tudo se divirtam o máximo possível!!!!

-Eu vou fazer novas amizades mesmo- Luana fala  encarando um GATO que esta a nossa frente- com aquele gato lá, me de licença meninas...

- Bom uma já começou- Gaby me da umas encaradas- e você Kate? Já esta de olho em alguém?

- Eu? Haha tô longe dessas tretas gata tô afim  só de ficar de boa hoje!

- Cara você já viu como é linda, maravilhosa??- o tom de indignação da Gaby é tão grande que  ate eu me assunto- para com isso vai fazer  amizades pelo menos!

- Gaby deixa a garota em paz!! Se ela esta afim de ficar sozinha deixa ela- juro que não espera isso da Faby..

- hein cadê aquelas pessoas que nos tínhamos que fazer amizade- tento mudar de assunto..

- logo  chegam, bom eu acho!  - do nada alguém chama a Gaby,  um cara lindo e sai conversando com ele.

Depois de uns vinte minutos essas tais pessoas chegaram. Eu e a Faby fomos falar com elas e CARAMBA! É a moça do ônibus, como assim? M eu coração logo dispara e a vergonha chega !

- meninas essas são Leticia e a Julia- gaby traz as meninas para perto de nos- leticia e julia essas são a Kate e a Faby, são minhas amigas...

- Olá Leticia e Julia, tudo bem ?- falo normal por fora, mas por dentro eu estou surtando, caralho mano como como assim??-  e ai vocês  vem sempre em festas ?

-  Oiie meninas como vocês estão eu sou a Faby prazer !!

- Oii Kate e Faby haha estou bem e vocês ?- fala Julia super simpática-  eu não gosto muito  de festas  mas vamos ver no que da hoje

- Oii vem cá eu te conheço de algum lugar?- fala Leticia olhando para mim de um jeito que vamos combinar e pra foder o psicológico da gente- você é a moça do metro não é?

- Aah é verdade sim sou sim  ksksk – falo toda animada como se eu lembrasse sempre , mas eu lembro. Fazer o que é a vida- a moça das sacolas?

- SOU EU SIM !!- Leticia fala em um tom de animação mas continua com sua voz doce e delicada- desculpa, por aquele dia eu estava meio perdida, como sempre kk

- Que isso, não foi  nada eu sei bem como é isso- falo e finalmente sinto que essa conversa vai durar mais que 5 segundos- e ai você quer uma bebida ? vocês duas também querem eu vou ir lá buscar?

-  Claro gata, eu quero uma cerveja- Faby fala encarando uns caras lindos-  ou melhor deixa que eu pego e já aproveito aquele gato lá também. Alguém vem comigo, o gato lá tem um amigo que e lindinho também!

-  Eu vou com você – fala Julia toda empolgada

- Bom agora ficamos só eu e você- falo igual uma adolescente idiota dando em cima de um menino na 8 serie- vamos lá pegar uma bebida então ?

- Pois é, a Julia é a assim mesmo nem ligue- Leticia  vai seguindo para bar falando comigo- do que você  mais gosta ?

- Eu curto mais uma cerveja, e você ?

- Eu prefiro algo mais forte como eu tequila, mas hoje é uma pequena exceção

Pego duas cervejas e saímos para o jardim da casa, o lugar mais quieto que tem por lá.

- E ai me diz do que você trabalha ? – falo tentando puxar assunto.

- Eu sou professora de musica- fala dando mais um gole na cerveja- sendo mais especifica professora de bateria

- Nossa serio ?? eu amo bateria mas não tenho coordenação nenhuma para tocar- cara como assim ela toca bateria ??? ela e mais incrível do que imaginava.

- Eu toco desde os 8 anos, sempre gostei dessas coisas- Leticia senta no jardim e joga a latinha de cerveja fora e faz um sinal para que eu sente também.

- Mas como você começou a tocar? Tipo foi seus pais que colocaram você  em uma aula de bateria ou algo do tipo?

-  Eu sempre gostei dessa coisas de batucar kkk ai quando eu tinha 8 anos eu comecei a fazer aula na igreja que eu fui criada

- Você  foi criada em uma igreja ?- minha vontade de conhecer essa mulher  vai aumentando a cada vez   que essa conversa rende-  que religião você segue ?

- Eu nasci, cresci na assembleia de Deus, meu pais  sempre foram Lá.

Como alguém que nasceu na igreja evangélica   esta aqui no meio de uma festa, cheia de bebidas alcoólicas sabe mais lá deus o que?

- Então o que você faz aqui? Seus pais não brigaram ou coisa do tipo ?

-  Bom na verdade meus pais nem sabem que eu estou, para eles eu estou na casa de uma amiga- Leticia começa a fica sem graça com a situação então troco de assunto automaticamente.

Depois de umas três horas bebendo e  conversando a gente resolve sair da festa e ir para um parque, já que todas a nossas amigas sumiram.

Fomos para um parque  perto da festa que estávamos. A nossa situação era critica já, estávamos deita na grama dando risada do nada quando fomos ver  já era 5 da manha.

Como a Leticia não podia voltar para casa aquele horário, e nem sabia onde a amiga dela estava eu ofereci que ela dormisse la em casa e incrivelmente ela aceito.

Pegamos um uber e fomos para minha casa poucos minutos dali.


Notas Finais


...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...