História Saint Seiya - Amor e Luxúria - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Ártemis, Deméter, Hyoga de Cisne, Ikki de Fênix, Julian Solo, Saori Kido (Athena), Seiya de Pégaso, Shiryu de Dragão (Shiryu de Libra), Shun de Virgem
Tags Afrodite, Ares, Atena, Hera, Saori, Seiya, Zeus
Exibições 115
Palavras 1.709
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yuri
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Saint Seiya não me pertence. Desculpem os erros de português.

Capítulo 11 - Capítulo 11


Capítulo 11

Mansão Kido - Japão

Nos jardins da mansão o cavaleiro de sagitário observava o céu noturno usando somente uma bermuda preta, tênis branco-preto e uma camisa vermelha, mas um cometa vermelho apareceu nos céus surpreendo cavaleiro de ouro.

Seiya: O que é esse cosmo!? - Exclamou surpreso com o poder e a aura assassina que estava sendo emitido dele.

Você irá morrer mortal! - Exclamou uma voz por cosmo de dentro cometa que pousou a poucos metros do cavaleiro de ouro.

Seiya! - Gritou a deusa da guerra usando uma saia preta e blusa branca correndo na direção do cavaleiro preocupada.

Seiya: Saori afaste-se! - Exclamou manifestando a própria cosmo-energia com a armadura de sagitário surgindo atrás dele olhando um homem usando uma armadura vermelha com detalhes em dourado e azul.

Além de ter a vagabunda de Afrodite, está se divertindo com Atena... - Falou sarcasticamente o recém-chegado brandando a sua lança - Eu Ares irei ter a sua cabeça em minha lança assassino dos deuses! - Exclamou liberando a cosmo-energia causando um terremoto na capital japonesa.

Seiya: Ares… - Sussurrou apertando o punho com força sendo coberto por sua vestimenta.

Saori: Ares!? O que está fazendo aqui!? - Indagou a deusa da sabedoria manifestando a sua própria cosmo-energia.

Ares: Você será a próxima Atena! Primeiro findarei com a vida deste maldito mortal! - Exclamou avançando contra o cavaleiro de ouro desferindo vários golpes com a sua lança numa velocidade que supera a própria luz..

Seiya: ‘A velocidade dele é similar a de Zeus’ - Pensou desviando dos golpes ao mesmo com concentrava cosmo na mão direita - ATOMIC THUNDERBOLT (TROVÃO ATÔMICO) - Disparou contra o adversário na forma de uma rajada reluzente, semelhante a um trovão, formada de centenas de rajadas contra o deus da guerra que moveu o seu escudo na mão esquerda para se proteger.

Ares: Nada mal para um mortal, mas esse é o meu corpo mitológico - Disse fincando a sua lança no chão com a imagem de marte aparecendo atrás dele.

Seiya: ‘Uma batalha contra Ares vai causar muitos danos’ - Pensou preocupado, mas curioso porque o deus da guerra tinha vindo atrás dele com tanta raiva.

Ares: Desapareça mortal! RUBELLU SIDUS GUNGNIR (EXPLOSÃO DA ESTRELA DE FOGO) -  Milhares de lanças vermelhas formarem-se no ar, começando a cair com uma força devastadora contra o cavaleiro de ouro e várias se concentrando em seu punho desferindo uma poderosa rajada de energia criando um poderoso abalo.

Saori: Seiya! - Exclamou preocupada ao mesmo tempo que usava o seu cosmo para criar uma barreira que deter que o ataque se expandisse.

Não ache que venceu com isso - Disse o cavaleiro de sagitário aparecendo nos céus para o alívio da deusa da guerra e irritação do oponente.

Ares: ‘Impossível! Ele escapou sem nenhum arranhão?’ - Questionou-se surpreso não notando nenhum sinal que o seu golpe tivesse lhe atingido.

Seiya: Se não fosse as minhas memórias passadas esse golpe teria me causado grande dano - Falou refletindo que em uma das suas reencarnações tinha lutou contra o deus da guerra, esse golpe foi um dos que ele presenciou o adversário utilizar.

Ares: Então foi isso… - Sussurrou após ouvir o adversário apertando o punho com força. - ‘Ele possuindo as suas memórias passadas, vai ser um adversário que não posso me descuidar’ - Pensou com uma leve preocupação.

Seiya: Ares por que esse ataque? - Questionou o cavaleiro surpreendendo o oponente e a deusa da guerra.

Ares: Não é muito difícil descobrir não é? Trata-se de Afrodite que sempre uma vagabunda obediente e agora não mais por sua culpa - Respondeu maliciosamente com o adversário apertando o punho com força.

Seiya: Então foi você que… - Sussurrou fechando os olhos e abrindo com uma fúria que surpreendeu o deus da guerra - Eu não vou lhe perdoar! - Exclamou aumentando o seu cosmo de uma maneira incrível transformando a armadura de ouro em sua forma divina.

Ares: Uma armadura divina? Nada que faça lhe… - Parou de falar ao sentir o cosmo do cavaleiro continuando se expandindo - Não pode ser! - Exclamou sentindo um cosmo de um mortal começar a se igualar ao dele.

Seiya: Eu vou lhe matar seu maldito! - Esbravejou furioso ao lembrar do cosmo da deusa do amor.

Ares: Esse miserável… O poder que o seu cosmo está gerando é… - Apertou a lança com força ao reconhecer um cosmo similar ao do rei dos deuses.

Saori: Seiya controle-se! - Exclamou preocupada com a sua armadura aparecendo atrás dela. - 'Essa é a primeira que sinto o seu cosmo se expandir assim’ - Pensou com a sua armadura cobrindo o seu corpo.

Seiya: Essa é a primeira que utilizo esse cosmo em pleno potencial… Você irá desaparecer deus da guerra! - Gritou com a imagem do universo aparecendo atrás dele.

Ares: Maldito miserável! - Rangeu os dentes segurando a sua lança com a mão direita lhe envolvendo com uma poderosa cosmo-energia.

Seiya: Não ainda… - Várias galáxias e estrelas com um poderoso buraco negro aparecendo atrás do cavaleiro de sagitário - QUANTUM ANNIHILATION (ANIQUILAÇÃO QUÂNTICA) - O poderoso buraco começou a consumir tudo ocorrendo uma gigantesca explosão, mas antes que esse fosse lançado contra o adversário algo lhe deteve - Atena!? - Exclamou surpreso com a deusa da sabedoria segurando o seu punho.

Saori: Seiya não faça isso por favor! - Disse preocupada o punho do cavaleiro - Não se deixe levar pela raiva - Completou abraçando o mesmo.

Seiya: Você… - Sussurrou olhando nos olhos verdes da deusa da sabedoria e fazendo com o seu olhar mudasse.

Ares: Isso é inesperado, mas é a minha chance! - Exclamou o deus da guerra lançando a sua lança na direção dos adversários distraídos.

Acabou Ares! - Brandou uma voz feminina bloqueando a lança com uma espada.

Afrodite! - Exclamaram os presentes com a deusa do amor aparecendo trajando a sua Kamui.

Ares: O que você faz aqui sua maldita!? - Questionou surpreso com a presença dela e mais ainda o seu ataque ter sido detido por uma deusa como ela.

Afrodite: Eu não vou deixar no que você toque no homem que amo! - Respondeu com os olhos assumindo uma coloração rosa-vermelho.

Seiya: Afrodite meu amor… - Sussurrou o cavaleiro contente com a presença da deusa do amor.

Saori: Ares desista não há como nos vencer - Disse a deusa da sabedoria seriamente, mas não muito contente com a presença da deusa do amor no local.

Afrodite: Recue para o olimpo ou eu mesmo lhe matarei - Pronunciou apontando a sua espada na direção do deus da guerra.

Ares: A vagabunda acha que pode me deter? Você quase cedeu se não fosse minha mãe - Provocou sorrindo maliciosamente.

Afrodite: Ares… - Apertou com força o cabo da espada preparando-se para atacar, mas antes disso o cavaleiro de sagitário surgiu na sua frente.

Seiya: Nenhuma das duas interfira - Falou seriamente avançando contra o deus da guerra em extrema velocidade.

Seiya! - Exclamaram as duas deusas ao mesmo tempo.

Ares: Prepare-se mortal - Avançou contra o oponente com ambos se colidindo no ar causando uma grande onda de choque com os cosmos dois se colidindo.

Templo de Zeus - Olimpo

No salão do trono o rei dos deuses estava sentado observando a luta na terra com interesse e um sorriso no rosto.

Zeus: Um humano controlar um poder similar ao meu é interessante - Falou olhando para o cavaleiro de sagitário, entretanto a porta do salão foi aberta com um homem por volta dos quarenta anos, pele bronzeada, cabelos castanhos, barba e olhos castanhos usando um toga marrom.

Zeus-Sama - Disse cordialmente se aproximando do trono do deus do trovão - Em que posso ajudá-lo? - Questionou o homem desviando o olhar de leve para o combate na terra.

Zeus: Hefesto obrigado por vir - Disse o nome do ferreiro dos deuses se levantando do trono - Preciso que prepare uma nova Kamui - Completou surpreendendo o deus olimpiano.

Hefesto: Uma nova Kamui!? - Exclamou surpreso com o pedido do rei dos deuses.

Zeus: Sim, em breve um novo deus acenderá no conselho ao qual Ares não irá fazer mais parte - Respondeu seriamente com o ferreiro dos deuses ficando em silêncio por alguns segundos.

Hefesto: Um novo deus? Quem seria meu senhor? - Indagou curioso com o deus do trovão sorrindo.

Zeus: Ele ascenderá nos domínios de Ares e outros que ficará responsável - Começou a falar fechando os olhos e os abrindo - O amor de minha filha Atena e de sua ex-esposa Afrodite - Completou com os olhos arregalando do ferreiro dos deuses.

Hefesto: Seiya!? - Exclamou surpreso mencionando o nome da reencarnação do cavaleiro de Pégaso.

Zeus: Sim, esse mortal serve a minha filha desde a mitologia no símbolo de Pégaso e nessa era é um dos doze cavaleiros de ouro na nova geração - Falou seriamente desviando o olhar para a luta na terra - Ele será o primeiro puramente mortal à ascender ao olimpo como um deus - Completou com o deus da forja assentindo positivo. - 'Ele logo conseguirá ascender ao nono sentido, eu somente estou apressando isso’ - Finalizou mentalmente o deus do trovão.

Hefesto: Eu providenciarei a nova Kamui meu senhor, mas qual serão as essências dos seus domínios? - Perguntou intrigado.

Zeus: Eles serão guerra, justiça, vida, esperança, vitória, fogo, luz e raio - Respondeu surpreendendo o ferreiro dos deuses e ao mesmo tempo manifestando a sua poderosa cosmo-energia e reunindo as essências desses domínios afinal ele é o rei dos deuses.

Hefesto: 'Zeus irá brindar um mortal que irá ascender aos céus com tantos domínios!?’ - Indagou-se surpreso com o deus do trovão reunindo todas as essências em uma única esfera de energia.

Zeus: Isso que irá reger a sua Kamui - Falou com a esfera de energia voando até o ferreiro dos deuses.

Hefesto: Eu a prepararei o mais breve possível meu rei - Falou seriamente se curvando levemente.

Zeus: 'Um humano ascendendo aos céus talvez essa a mudança para guiar novamente os deuses para o lado dos humanos’ - Pensou sorrindo e surpreso consigo mesmo com essa atitude de deixar um novo deus reger tantos domínios.

Continua  >


Notas Finais


Espero que tenham gostado. A história em si será longa e com um pouco de lutas as vezes, mas focado em amor e luxúria de os personagens irão provar no decorrer das coisas. Ressaltando que o Seiya só vai ter sentimento amorosos pela Atena e Afrodite, caso apareça mais alguém é do passado ou somente carinho e luxúria.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...