História Saint Seiya - Amor e Luxúria - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Ártemis, Deméter, Hyoga de Cisne, Ikki de Fênix, Julian Solo, Saori Kido (Athena), Seiya de Pégaso, Shiryu de Dragão (Shiryu de Libra), Shun de Virgem
Tags Afrodite, Ares, Atena, Hera, Saori, Seiya, Zeus
Exibições 67
Palavras 2.464
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yuri
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Saint Seiya não me pertence. Desculpem os erros de português.

Capítulo 23 - Capítulo 23


Capítulo 23

Santuário

Na área de treinamento do santuário a amazona de águia estava com o seu discípulo treinando, entretanto a expressão dela era distante sem a máscara.

Marin: Não consigo parar de pensar nele… - Sussurrou com a imagem do seu antigo discípulo não saindo da sua cabeça.

Marin-Sensei o que é aquilo!? - Exclamou o jovem por volta dos oito anos.

Marin: Um Pégaso dourado…  Seiya… - Sussurrou reconhecendo a cosmo-energia. - 'Ele está vindo para o santuário?’ - Indagou-se mordendo o lábio levemente.

É lindo… - Sussurrou o jovem com o Pégaso dourado pousando na frente deles.

Olá Marin - Disse o antigo cavaleiro de sagitário se revelando usando uma toga vermelha e branca.

Marin: Seiya… - Disse com os olhos inconscientemente cobrindo todo o corpo dele.

O cavaleiro de sagitário? - Indagou o pequeno na frente da amazona de águia.

Seiya: Bem… Não sou mais um cavaleiro - Revelou surpreendendo os dois presentes.

Marin: O que você disse!? - Exclamou surpresa não entendendo o que estava ocorrendo.

Seiya: Há algo que somente Atena sabe e por isso vim ao santuário… - Respondeu seriamente olhando para a antiga mestra.

Marin: Entendi… - Sussurrou com a mente em pânico. - 'Ele está mudado mesmo! Não foi só o corpo que está atraente como um homem completo’ - Pensou sentindo-se estranha com isso, mas no fundo era uma fantasia dela antiga ele e ela agradeceu aos céus para ter desaparecido do santuário, senão ela acabaria realizando com ele, entretanto agora o seu desejo estava mais atraente e com um toque de proibido.

Seiya: Marin está tudo bem? - Indagou olhando o olhar dela vagando como estivesse perdida em seus pensamentos.

Marin: Sim… - Sussurrou piscando os olhos voltando a realidade. - 'Controle-se mulher! Será que ele tem desejo pela fantasia professora e aluno?’ - Indagou-se mentalmente com sua mente lhe levando a outros destinos.

Seiya: 'Ela está realmente bem!?’ - Questionou-se mentalmente vendo o estado da sua antiga mestra.

Seiya-Sama o senhor pode me treinar!? - Exclamou o garoto moreno, cabelos escuros e olhos castanhos.

Seiya: Treinar? - Indagou levantando uma sobrancelha - Marin é uma ótima professora melhor do que eu… Qual o seu nome? - Questionou para o garoto.

Gabriel! Me chamo Gabriel! - Exclamou o jovem aprendiz.

Marin: Ele se parece com alguém veio ao santuário Hihihi - Riu refletindo que o jovem se parecia com o antigo discípulo.

Seiya: Sério? Hahaha - Riu tocando a cabeça do jovem lhe fazendo cafuné.

Gabriel: Seiya-Sama Hahaha - Riu o jovem gostando do carinho.

Seiya: Gabriel pode me chamar sem o ‘Sama’... Somente Seiya… Me sinto muito velho com isso - Disse manifestando a sua cosmo-energia.

Marin: Seiya o que você está fazendo? - Perguntou sentindo ele emanando um cosmo diferente.

Seiya: Eu vou dar-lhe um presente - Respondeu parando de emanar o seu cosmo.

Gabriel: O que você fez… Que energia é essa? - Indagou sentindo algo estranho dentro de si.

Seiya: Um poder que lhe ajudará no futuro, mas precisa seguir as ordens da sua sensei - Respondeu sorrindo com o garoto assentindo.

Gabriel: Sim… Muito obrigado! - Exclamou o jovem com os olhos brilhando.

Marin: 'Esse cosmo que senti agora não é de um mortal e sim de um deus!’ - Pensou surpresa olhando para o antigo discípulo.

Seiya: Gabriel você pode me deixar à sós com a sua sensei? - Perguntou com o jovem assentindo e saindo do local sorrindo.

Marin: Você é um deus… - Sussurrou surpresa com ele se aproximando dela.

Seiya: Sim e por isso estou no santuário - Falou ficando frente à frente da amazona.

Marin: 'Ele é um homem casado!’ - Exclamou mentalmente sentindo que queria abraçá-lo.

Seiya: Eu queria ter tido a sorte de ver o seu rosto quando pequeno - Sorriu com a amazona lhe abraçando.

Marin: Você tentou algumas vezes quando criança Hihihi - Riu abraçando ele sentindo o seu cheiro com os olhos fechados.

Seiya: É… Eu tive uns problemas com isso Hahaha - Riu sem graça com a antiga sensei lhe abraçando.

Marin: 'Eu preciso parar com isso!’ - Exclamou mentalmente recuando o abraço porque ela estava querendo aumentar as carícias nele.

Seiya: Marin… - Sussurrou olhando nos olhos da amazona. - 'Eu não deveria fazer isso, mas ela está estranha’ - Pensou começando a ler os pensamentos dela.

Marin: Seiya você está bem? - Questionou olhando para a expressão do antigo discípulo.

Seiya: Sim… Estou pensando em algo… Nada importante - Respondeu normalmente. - 'Não acredito que ela está com esses pensamentos!’ - Completou mentalmente.

Marin: Entendi… Todos ficarão felizes em vê-lo! - Exclamou contente segurando no braço dele.

Seiya: Bem… Eles já estão me esperando no salão do grande mestre - Disse sorrindo normalmente.

Marin: No salão do grande mestre? - Indagou levantando uma sobrancelha.

Seiya: Sim, eu enviei uma mensagem telepática para eles - Respondeu com a amazona amazona arregalando os olhos levemente.

Marin: 'Meus deus será que leu a minha mente!?’ - Indagou-se mentalmente, mas após alguns segundos ela sorriu enigmaticamente.

Seiya: 'O que ela está fazendo?’ - Questionou-se vendo os pensamentos dela ficarem bem mais ousados.

Marin: Vamos logo! - Falou puxando o deus pelo braço.

Seiya: Marin… - Falou com ela lhe puxando. - 'Isso é provação!’ - Pensou parando de ler os pensamentos da antiga sensei que estavam muito quentes envolvendo ele e ela.

Templo de Afrodite - Olimpo

Nos jardins do templo as deusas do amor e sabedoria estavam conversando normalmente sorrindo abertamente.

Saori: Você o tornou um grande, indomável e fogoso garanhão divino Hihihi - Riu maliciosamente lembrando da noite do que tinha ocorrido e do modo que Seiya lhe domou na cama.

Afrodite: Um garanhão divino para nós duas hihihi - Riu a deusa do amor lambendo os lábios.

Saori: Ele era bom quando tivemos a nossa primeira vez, mas agora senti que podia me quebrar quando quisesse céus Ahhh - Gemeu se abanando com a mão direita.

Afrodite: Eu fui uma ótima professora e ele um aluno exemplar - Falou sorrindo fechando os olhos com a imagem do marido aparecendo na sua mente.

Saori: Um aluno muito exemplar! Tenho que admitir hihihi - Riu chegando a fonte que tinha no meio do jardim - Nós duas estamos numa situação única - Completou a deusa da sabedoria tocando a água da fonte.

Afrodite: Sim, uma situação que não me arrependo - Falou seriamente olhando para a deusa da guerra - Eu o tornei meu companheiro Atena por isso ele está assim - Finalizou com a deusa arregalando os olhos levemente.

Saori: Afrodite você… - Foi interrompido pela deusa do amor.

Afrodite: Eu o amo e não queria ceder à luxúria com alguém no futuro - Começou falar apertando a saia do vestido rosa de leve - Eu o marquei como meu único companheiro através do meu Ikhor - Continuo sorrindo não mostrando dúvidas no olhar - Seiya agora é parte de mim como eu sou dele - Finalizou com a deusa da guerra tocando a sua mão direita.

Saori: Afrodite você contou para ele? - Indagou para a deusa do amor que abaixou a cabeça.

Afrodite: Não, eu não quero que ele pense que eu o enganei… - Sussurrou com vergonha.

Saori: Você fez isso antes que ele… - Não terminou de falar porque a deusa do amor assentiu.

Afrodite: Eu lhe concedi o meu Ikhor quando ele dormia e isso me liga à ele para a toda eternidade - Pronunciou levantando o olhar com a deusa da sabedoria acariciando o seu rosto.

Saori: Afrodite… Você aceitou eu ser a concubina dele por isso? - Questionou segurando a mão da deusa que estava no seu rosto.

Afrodite: Não, você o realmente o ama Atena e o coração dele sente um sentimento único por você - Respondeu tocando o rosto da concubina do marido - Eu como deusa do amor não poderia permitir que esses sentimentos não fosse realizado e também ele só bem indomável na cama Hihihi - Continuou rindo maliciosamente - A única que pode domar comigo esse garanhão é você e a que pode ter descendentes dele além de mim - Finalizou tocando a barriga dela e depois da deusa da sabedoria.

Saori: Eu sou com certeza estou grávida depois do que houve Hihihi - Riu acariciando a barriga, mas arregalou os olhos levemente se lembrando de algo - O seu filho será um semi-deus não é? - Indagou com a deusa do amor assentindo.

Afrodite: Sim, ele me deu a glória de ser mãe antes de se tornar um deus - Respondeu com a deusa da sabedoria tocando a barriga dela.

Saori: Eu queria ter tido um filho dele com ele ainda sendo mortal - Confessou acariciando a barriga da deusa do amor.

Afrodite: Hihihi... Bem… Ele acabará tendo uma segunda mãe não? - Indagou sorrindo com a deusa da sabedoria arregalando os olhos levemente.

Saori: Afrodite o que você… - Foi interrompida pela deusa do amor.

Afrodite: Eu não me importo se você quiser tê-lo como seu filho também e o seu se desejar também pode ser meu filho - Disse sinceramente com a deusa da sabedoria com lágrimas nos olhos - Nós filhos terão duas mamães Hihihi - Finalizou sendo abraçada pela deusa na sua frente.

Saori: Obrigada! - Agradeceu abraçando a loira surpresa com a atitude dela.

Afrodite: Atena… O que fará quando os sinais da gravidez aparecer? Não acho que o olimpo seja um problema, mas os humanos no seu santuário eles… - Foi interrompida pela deusa da guerra.

Saori: Eu abdiquei do controle sobre a terra - Revelou com a deusa do amor arregalando os olhos.

Afrodite: Você fez o que !? - Exclamou surpresa com a notícia.

Saori: Bem… Eu ainda continuarei como guardiã da terra, mas quem irá reger o santuário será o Seiya - Respondeu com um sorriso no rosto.

Afrodite: Então é esse o motivo dele estar na terra? - Questionou porque se surpreendeu ao sentir o cosmo do marido na terra.

Saori: Sim, ele irá oficializar a minha decisão que tomei ao falar com meu pai mais cedo - Revelou refletindo que os dois tinham acordado cedo e ido direto para o templo do deus do trovão.

Afrodite: Entendi, mas há algo que precisa saber Atena… - Disse mudando o tom de voz.

Saori: Afrodite! O que houve? - Indagou preocupada.

Afrodite: Há uma amazona no santuário que sentindo certos sentimentos por ele - Respondeu mostrando as imagens do santuário.

Saori: Marin!? - Exclamou sem acreditar com a ruiva segurando o braço do seu amante.

Afrodite: Ele está com a fantasia de professora e aluno Hihihi - Riu maliciosamente com a deusa da sabedoria piscando os olhos algumas vezes.

Saori: Você fez com ele já? - Indagou com os verdes brilhando com curiosidade.

Afrodite: Sim e muitas outras na nossa lua de mel Hihihi - Respondeu rindo maliciosamente com a deusa da guerra fazendo beicinho - Agora sua pervertida me responda o que faremos com a fantasia da sua amazona? - Questionou com a deusa na sua frente ficando quieta por alguns segundos.

Saori: Nós vamos… - Começou a falar com a deusa do amor rindo em cumplicidade.

Salão do Grande Mestre - Santuário

Na salão do patriarca os quatro cavaleiros de ouro estavam reunidos com o Seiya conversando e os cavaleiros de ouro tendo expressões sérias nos rostos

Seiya: Eu não quero que nada mude no santuário e o mesmo continua nas mãos de vocês quatro para a sua reconstrução - Falou o novo regente do santuário de Atena.

Shiryu: Seiya você... - Sussurrou surpreso com as revelações do amigo sobre ele ser agora um deus e o novo regente do santuário.

Seiya: Eu preciso que isso seja mantido em segredo por enquanto e por favor não se ajoelhem - Pronunciou vendo os quatro cavaleiros de ouro quase se ajoelhando perante ele.

Hyoga: Seiya não dá para agirmos normal depois do que vocês revelou - Disse o cavaleiro de aquário olhando para o amigo.

Shun: O Hyoga tem razão… - Falou se ajoelhando junto com os demais.

Ikki: Seiya nós fomos companheiros que lutaram juntos, mas como cavaleiros de Atena devemos mostrar respeito ao novo regente do santuário - Completou o cavaleiro de leão olhando para o marido da deusa do amor.

Shiryu: Não precisa se preocupar que não faremos isso muito, mas a sua cara está sendo ótima de observar Hahaha - Riu vendo a expressão do homem na frente dele.

Shun: Tenho que admitir que a cena é ótima huahuahuahua - Gargalhou olhando a expressão de desconcertado do antigo cavaleiro de sagitário.

Seiya: Ora seus… - Apertou o punho com força, mas depois caiu na gargalhada junto com os quatro.

Hyoga: Bem… Agora que passou o momento de constranger o Seiya Hahaha - Riu o loiro se aproximando com os outros três.

Shun: Nós precisamos de um favor meu amigo - Disse o cavaleiro de virgem.

Shiryu: Nós precisamos que você… - Começou a falar, mas foi interrompido pelo cavaleiro de leão.

Ikki: Você precisa trazer a sua esposa para passar uns dias no santuário Hahaha - Riu enigmaticamente assim como os demais.

Seiya: O que vocês estão planejando? - Indagou não entendo o estava havendo.

Shun: Bem… Nós estamos tendo algumas regalias de nossas esposas e namoradas Hahaha - Riu maliciosamente.

Shiryu: Elas muito mais atenciosas em todos os sentidos - Completou o cavaleiro de libra.

Hyoga: O motivo disso foi Afrodite e precisamos dela no santuário uns dias… - Revelou o loiro olhando para as outros.

Ikki: A Seika que era toda recatada foi uma leoa na cama esse dias Hihihi - Riu maliciosamente, mas ao falar isso um poderoso cosmo se manifestou no salão.

Shun: Essa não… - Sussurrou vendo o antigo cavaleiro de sagitário com os olhos brilhando em vermelho sangue.

Ikki: Seiya… Eu e ela somos noivos e… - Foi interrompido pelo irmão da sua noiva.

Seiya: VOCÊ DESONROU A MINHA IRMÃ ANTES DO CASAMENTO!? - Gritou apertando o punho com força.

Shiryu: Ikki é melhor você correr… - Alertou  o cavaleiro de libra.

Ikki: É… Eu concordo… SEIKA SOCORRO! - Gritou o cavaleiro de leão correndo o mais rápido que pode com o irmão da sua noiva correndo atrás dele.

Seiya: EU VOU LHE CASTRAR SEU LEÃO DE ARAQUE! - Gritou com uma poderosa aura assassina entorno de si.

Shun: O único que vai salvar o meu irmão é a Seika… - Falou assustado com a aura assassina do novo regente do santuário.

Hyoga: A grande pergunta é… O Seiya não vai conseguir pegar o Ikki primeiro? Afinal ela está em leão - Indagou controlando o riso.

Shiryu: Eu acho que não… Bem... Eu espero - Respondeu olhando a cena também controlando o riso.

Continua >


Notas Finais


Espero que tenham gostado. Uma revelação no capítulo rsrs. No futuro terá ação e outras mitologias entrando na história. Ah a fic será um 'harém' fixo mesmo só Atena, Afrodite e uma deusa surpresa.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...