História Saint Seiya: Desafio ao Tempo - A Guerra do Fogo! - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saint Seiya
Tags Cavaleiros Do Zodiaco, Saint Seiya
Exibições 29
Palavras 1.519
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Romance e Novela, Saga
Avisos: Mutilação, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


No capítulo anterior, os cavaleiros de Bronze sentem o cosmo de Jacó ficando fraco e chegam a segunda sala da Fortaleza, e encontram mais um marechal, Yin de Boi. Os cavaleiros de Ouro no Santuário se organizam, e enquanto Seiji leva Saori até a casa de Escorpião para cuidar de seus ferimentos, os cavaleiros vão proteger as casas antecessoras, exceto Seiya, Ikki e Shiryu que seguem na entrada das doze casas. Na sala de Rato, Jacó é mortalmente ferido mas consegue congelar Mencio dentro de um caixão. Na sala de Boi, os golpes dos jovens cavaleiros não surtem efeito em Yin, que marca seus corpos com seu ferrete, deixando- os gravemente feridos. No Santuário, Neos reaparece e avisa os cavaleiros que Miro foi assassinado, os deixando chocados. Na sala de Rato, Mencio pensa ter matado Jacó após ter arrancado a cabeça de seu boneco de gelo, porem Jacó consegue congelar toda a sala e prende Mencio em um esquife. Ao se desvencilhar do esquife, Jacó acerta um golpe fatal e derrota Mencio. Na sala de Boi, Yin prende os cavaleiros de um lado e amazonas de outro e comunica que matará os garotos primeiro.

Capítulo 11 - CAPÍTULO 11: A Estranha Morte de Miro!


Fanfic / Fanfiction Saint Seiya: Desafio ao Tempo - A Guerra do Fogo! - Capítulo 11 - CAPÍTULO 11: A Estranha Morte de Miro!

SANTUÁRIO

 

Os cavaleiros seguem em choque com a notícia dada por Neos.

- Como, como isso aconteceu Neos? – Questiona Shiryu.

- Foi um marechal das chamas, muito poderoso, ele nos pegou de surpresa. Eu o ataquei e ele repeliu meu golpe com facilidade. Se não fosse Miro eu estaria morto. Eu desmaiei. Miro lutou ferozmente contra o marechal, e eu pude avistar sua morte.

- Mas quem é esse marechal das chamas? – Questiona Seiya

- Eu não sei o nome dele, mas ele era muito poderoso.

- Vc está intacto, sem um único ferimento Neos... – Indaga Ikki.

- Pois é, depois que Miro foi derrotado, o marechal sumiu e minhas energias voltaram!

- Onde está o corpo de Miro? – Volta a questionar o cavaleiro de Gêmeos.

- O marechal o levou, acredito que o entregará a Zhu Rong.

- Não acho que um marechal ia querer o corpo de um cavaleiro de Ouro, essa história está mal contada cavaleiro! – Ikki se irrita.

- Isso não é hora para brigarmos Ikki, temos que vingar a morte de Miro. – Comenta Neos.

- Eu não acredito, Miro está morto! – Se desespera Seiya.

- Poderia me mostrar aonde tudo aconteceu Neos? – Questiona Shiryu.

- Claro que sim Shiryu, vamos!

Neos e Shiryu vão até o local do ataque do marechal. Ikki e Seiya seguem na entrada da casa de Áries.

 

FORTALEZA DO FOGO

 

- Morram vcs, os homens primeiro! “Chicote de fogo”... O que? O que está acontecendo?

Os três cavaleiros começam a rodopiar, eles giram tão rápido que formam um pequeno furacão. Yin se surpreende. Logo Kouga é arremessado para a direita, e Riyho para a esquerda.

- O que foi isso? – Indaga o marechal.

Yuri aparece atrás de Yin. Ele o agarra pelas costas.

- O meu poder também é fogo! Tome o último golpe que meu tio Ikki me ensinou: “Asas de fogo”.

Yuri e Yin sobem igual a um foguete. Uma explosão ocorre e eles quebram o teto da caverna, indo para o espaço!

- Mas o que aconteceu? Yuriiii! – Grita Kouga.

Riyho acorda as amazonas. Ele golpeia o chicote e as liberta.

- O que aconteceu? Cadê o Yuri? – Questiona Tâmara.

- Ele golpeou o marechal de Boi e eles foram para o céu. Não sei o que aconteceu! – Responde Riyho.

- Mas agora o que faremos? – Indaga Akemi.

- Temos que seguir, não podemos ficar parados aqui. Lembrem, um de nós pelo menos tem que recuperar esse medalhão e salvar June. – Responde Riyho.

- Certo vamos! – Comenta Yuna que corre para fora da sala.

Todos correm. Na saída da sala de Boi Tâmara para e olha para trás.

- Boa sorte, Yuri, boa sorte!

 

SANTUÁRIO

 

Shiryu e Neos chegam na colina aonde o marechal teria atacado Neos e Miro.

- Foi aqui Shiryu, veja o sangue do honrado Miro! – Comenta Neos, apontando!

- Estou vendo Neos. Grande Miro. Não acredito que isso aconteceu com vc. Mas vc tem certeza que ele realmente morreu, Neos?

Nesse momento um brilho dourado se aproxima dos cavaleiros. Era a armadura de Escorpião.

- A armadura de Escorpião. Realmente o Miro... – Shiryu chora.

- Vamos levá-la de volta as doze casas Shiryu, para Miro descansar em paz!

Na entrada das doze casas o silencio paira. Kiki se aproxima de Seiya e Ikki, que lhes contam o que de fato aconteceu.

- Não, o Miro não, isso não pode ser verdade!

- Eu também não acredito Kiki! – Lamenta Seiya.

- Eu não acreditei na história de Neos. Muito contraditória! – Questiona Ikki.

Chegam Shiryu e Neos na entrada da casa de Áries. Eles trazem a urna da armadura de Escorpião.

- Kiki, está confirmado. Poderia avisar Atena?

- Sim Shiryu! – Kiki adentra as doze casas chorando.

- O que vamos fazer agora Shiryu, algum sinal do tal marechal? – Questiona Seiya.

- Nenhum sinal Seiya, apenas a armadura de Escorpião. O tempo do Santuário está parado, não sei o que vamos fazer agora! – Se desespera Shiryu.

Kiki retorna com Atena e Seiji. O aprendiz de Miro está em prantos.

- Por favor, me digam que isso é mentira! Meu mestre!

- Infelizmente não Seiji, infelizmente... – Responde triste Shiryu

- Ele não por que, por queeeeeeeeee... – Grita o jovem.

Nesse momento o cosmo de Seiji brilha e entra em contraste com a armadura de Câncer de Neos.

- O que é isso? – Questiona Neos.

- A armadura de Câncer... Está entrando em contato com o cosmo de Seiji... Mas por que? – Indaga Seiya.

- Miro me disse que Seiji é guiado pela constelação de Câncer, deve ser isso – Responde Kiki.

- Isso não é possível, será? – Cochica Neos.

- Cavaleiros, eu lamento muito e estou sofrendo muito pela morte de Miro. Eu não posso ficar parada. Como deusa, tenho que tomar atitudes. Graças a Seiji, já estou praticamente recuperada.

- Mas Atena, a senhorita ainda está fraca, não pode se expor! – Comenta Neos.

- Sim, mas já sei o que devo fazer nesse momento...

- O que? – Questionam todos!

 

FORTALEZA DO FOGO

 

 

Um cosmo cai como um foguete na sala de Boi. Yin e Yuri estão nele. Yin da um pontapé em Yuri. O marechal de Boi começa a dar uma surra em Yuri, que tem a armadura de Fênix rachada e começa a perder os sentidos.

- Achou que esse seu golpe temporário ia me surtir algum efeito? Vai pagar por todos que estavam aqui maldito!

- Pode não ter dado certo dessa vez, mas agora dará! “Asas de Fogo!”.

- Hahahahaha, isso não funciona! “Chicote de fogo!

- Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhh

Yuri é chicoteado diversas vezes e sua armadura é toda destruída. Ele começa a perder os sentidos.

- Hahahahaha, vou te matar lentamente. Seus amigos não chegarão muito longe. Vc pagará por todos!

 

Perto dali, no caminho da terceira sala, os cavaleiros sentem dores.

- Mas que dor, está ardendo aaaaaaaaaaaahhhhhhhh, são as marcas do marechal do boi com seu ferrete! – Comenta Kouga.

- Temos que usar nossas energias e agüentar temos que chegar até a terceira sala! – Comenta Yuna.

Eles seguem com muita dor em direção à próxima sala!

 

Na sala de Boi, Yin surra Yuri, que já perdeu suas reações.

- Agora o golpe fatal! O que? Aaaaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhh

Uma forte dor de cabeça ataca Yin de Boi. Yuri está aniquilado no chão.

- Quem fez isso? Sinto um fraco cosmo se aproximando. O que? Mencio está morto. Mas não é esse cosmo que está me incomodando. E sim um cosmo que vem de um lugar distante. Vem do Santuário!

- “O que foi marechal, está preocupado com alguma coisa?”

- Quem é vc maldito?

- “Vc acha mesmo que já matou Yuri, otário, não conhece o poder da ave Fênix. Ele é a sucessão da Fênix imortal. Vc não irá vencer otário”.

- Esse cosmo, vindo de tão longe, só pode ser. É claro, só pode ser o cavaleiro de Ouro Ikki de Gêmeos!

- “Até que vc não é tão burro infeliz”.

- Seu cosmo está começando a me incomodar, mas não pode sair daí né. Hahahaha, Chronos logo dominará tudo junto com meu senhor Zhu Rong.

- “Mas vc não estará vivo para ver isso, se isso vier a acontecer. Fora que eu não acredito nesses deuses malignos”!

- Como ousa!

- “Esses deuses não servem pra nada, são infelizes que querem dominar o mundo porque são fracassados, nós jamais perdemos para esse tipo de ser, deuses assim não existem, são farsas”

- Maldito! – Yin ataca o cosmo de Ikki.

- “Hahahahahaha, lembre-se das minhas palavras, maldito marechal” – A voz de Ikki some.

- Pronto, o cosmo sumiu, agora Ikki, saiba que seu pupilo será morto da forma mais dolorosa para vc aprender a nunca mais ofender Zhu Rong.

Yuri começa a queimar seu cosmo mesmo caído inconsciente sem armadura no chão.

- Ainda consegue queimar seu cosmo? – Questiona Yin.

 

SANTUÁRIO

 

Ikki se aproxima dos outros cavaleiros que estão na entrada da casa de Áries.

- Pronto Atena, tive que me retirar mas já estou de volta.

- Agora Saori, nos diga, o que vai fazer? – Pergunta Seiya.

Ela pega seu báculo e aponta para o relógio de fogo do Santuário, que continua andando de forma aleatória, acendendo e apagando a chama que representa cada signo.

- Cavaleiros, com o meu cosmo vou desfazer o que Chronos fez no Santuário, vou atacar com o báculo no relógio de fogo e com isso evitaremos esse mal momentaneamente!

- Mas Atena, vc não está completamente recuperada, isso pode ser perigoso pra vc! – Comenta Neos.

- Não tenho toda a minha energia, mas graças a Seiji já tenho suficientemente para evitar esse mal nesse momento! – Responde Saori, que solta um golpe com seu báculo em direção ao relógio de fogo.

Nesse momento, Neos acerta um golpe e evita que o golpe de Saori chegue até o relógio de fogo!

- Acho que vc não vai conseguir Atena!

- O que vc está fazendo Neos? – Questiona Shiryu.

- Basta Atena, esse Santuário não lhe pertence mais! – Neos ataca Saori, que se transforma em um bebê.

- Mas o que, o que é isso? – Grita Seiya.


Notas Finais


Próximo capítulo de Saint Seiya: Desafio ao Tempo - A Guerra do Fogo!
"A Verdadeira Face de Neos"


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...