História Saint Seiya: Desafio ao Tempo - A Guerra do Fogo! - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saint Seiya
Tags Cavaleiros Do Zodiaco, Saint Seiya
Exibições 21
Palavras 1.777
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Romance e Novela, Saga
Avisos: Mutilação, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


No capítulo anterior os cavaleiros de Ouro no Star Hill se surpreendem ao verem 5 dos 7 generais marinas de Poseidon vivos. Shura comenta que Chronos alterou o tempo cronológico e os levou ao passado, e fez com que os generais marinas pensassem que os antigos cavaleiros de Bronze estivessem mortos. Riyho chega a sexta sala e encontra Hennie morta, e parte para a próxima sala. Yanni e Sehun seguem medindo forças na sala de Cavalo. Na sala de Cabra, Alysia e Tâmara se desvencilham das lãs. Tâmara percebe que Alysia é fissurada por beleza e lhe conta ser irmã da antiga princesa da guerra Candra, a surpreendendo. Alysia golpeia Tâmara e a surra. Alysia convence Tâmara que ela é uma fraca que despertou apenas a pena dos cavaleiros por conta de sua triste história, a deixando chateada e se sentindo sem motivos para viver. Tâmara baixa a guarda e é novamente atacada por Alysia, aceitando sua derrota. Os cosmos de Shaina, Aioria e Marin entram em contato com Tâmara e ela percebe ser querida e estar equivocada em acreditar em Alysia. A amazona de Raposa desperta um cosmo poderoso e golpeia duas vezes Alysia, que é ferida. As duas se preparam para a verdadeira luta.

*Olá pessoal, mais um capítulo da nossa história saindo. Gostaria de saber o que acharam do capítulo e o que acham da história. Sugestões e impressões serão sempre bem vindas ;)

Boa leitura"

Rodrigo

Capítulo 22 - CAPÍTULO 22: A Coragem de Hyoga e da Princesa Amazona!


Fanfic / Fanfiction Saint Seiya: Desafio ao Tempo - A Guerra do Fogo! - Capítulo 22 - CAPÍTULO 22: A Coragem de Hyoga e da Princesa Amazona!

SANTUÁRIO – COLISEU

 

Pierro ronda Hyoga, que agora é apenas uma criança. Pierro olha com desdenho para Hyoga.

- Olá garotinho! Está pronto para morrer fraca criança? É só eu levantar uma mão para você morrer.

Hyoga da um passo para trás.

- “Clepsidra atômica”

- Aaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhh

- Hahahahahaha, pronto. Que fácil. Esse maldito me deu trabalho antes de voltar a ser criança. Agora tenho que ver aonde foi parar o cavaleiro de Sagitário!

- Espere!

- O que?

Hyoga se levanta com dificuldade.

- O que? Mesmo como criança você conseguiu sobreviver? Ainda tem um cosmo que o protege.

Hyoga respira fundo demonstrando cansaço!

- Muito bem Hyoga, vamos acabar logo com isso. Vou lhe dar um golpe que vai arrancar sua cabeça e acabar com essa sua coragem de vez!

Hyoga emana um cosmo e continua indo para trás.

- Mesmo ainda tendo um cosmo considerável não adianta tentar fugir cavaleiro.

- Quem disse que estou fugindo?

- O que?

- Olha atrás de mim!

- Mas o que? Você congelou minha clepsidra inteira? Mas isso pouco importa, você já se transformou em uma criança e agora está fraco hahahahhaha

- Olhe nos meus pés!

- Estão congelados também e daí?

Hyoga da mais dois passos para trás e afunda no gelo, entrando novamente dentro da clepsidra.

- Está se matando cavaleiro hahahaha... O que?

Hyoga entra no recepiente de baixo e volta para o de cima. Ele retorna à sua idade atual e coloca novamente a armadura de Aquário.

- Mas que desgraça foi essa?

- No momento em que você me atacou com sua clepsidra milenar, eu consegui congelar seu tempo. Ela me levou ao passado, e com isso retornando ao primeiro recepiente voltei ao presente.

- Maldito!

- Chega de conversa coronel de Clepsidra. Exploda cosmo: “Pó de diamante”!

- Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhh

Pierro levanta com dificuldade. Ele olha com muita raiva de Hyoga.

- Você se esqueceu de um detalhe muito importante cavaleiro de Aquário. Quando você voltou a ser criança emanou mais energia e agora está praticamente esgotado.

- Sim, nisso você tem razão.

- Mesmo com esse cosmo você não tem mais forças em seu corpo.

Hyoga fecha os olhos!

- Agora vou te matar com minha clepsidra da morte. Seu corpo não tem mais condições de resistir!

- Talvez você tenha razão coronel atemporal. Mas não pense que venceu!

- O que? O que é isso?

- É o jarro de aquário!

- Jarro de aquário?

- Sim, eu também tenho um recepiente, é o meu aquário. Ele é poderosíssimo e só se forma quando estou próximo do oitavo sentido. Usarei toda a minha energia em um último golpe!

- Muito bem cavaleiro de Ouro, mas você não tem mais condições de sobreviver. Adeus: “Clepsidra da morte”

- Encha jarro de aquário, encha com meu cosmo, encha com meu poder: “Execução aurora”.

- Mas o que é isso? O jarro está cheio, que gelo imenso, que poder é esse? Aaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhh

Pierro cai morto. Hyoga abaixa as mãos.

- Consegui amigos, salvem Atena!

Hyoga cai inconsicente.

 

FORTALEZA DO FOGO

 

Riyho chega na sétima sala e percebe o confronto de energias.

- Mas o que é isso? É o Yanni de Coelho ele está lutando com outro marechal. É o marechal de Cavalo.

Os poderes explodem. Sehun olha para Riyho.

- Então é você maldito. É o garoto que possui a luz de Aíon? Você tem que morrer imediatamente!

- Basta Sehun. Já disse que sua luta é comigo! “Dentes afiados do Coelho”

- “Coice da morte”

- Aaaaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhh

- Aaaaaaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhh

- Mas eles elevaram todas as suas energias. Que explosão foi essa? São muito poderosos!

- Você não podia Yanni, não podia fazer isso! – Sehun suspira e cai, e logo morre.

- O marechal das chamas de Cavalo está morto! – Se surpreende Riyho.

- Riyho!

- Yanni!

- Siga para a próxima sala. E me perdoe por não acreditar em vocês. Sehun é um dos mentores do grande mal que está ocorrendo. Mas ele está morto.

- Mas Yanni se eu for... Você morrerá!

- Não se preocupe comigo Riyho, sua missão é chegar até Zhu Rong. Vamos, siga.

- Muito obrigado por tudo Yanni, também por ter salvado Akemi. Você irá sobreviver.

Riyho toca em Yanni.

- Essa só pode ser... A luz de Aíon!

- Só sei que essa luz tem a ver com o tempo eterno. E eternizarei você vivo nesse momento.

- Obrigado Riyho. Agora vá.

Riyho sai correndo para fora da sala. A dor de Yanni cessa, mas ele está fraco e desmaia.

 

Na oitava sala. Alysia volta a golpear Tâmara. Ela pula e as duas trocam socos e pontapés.

- Maldita, realmente sua energia cresceu muito. Mas você já sofreu vários ataques meus. Não vai resistir muito tempo!

- Você também foi golpeada varias vezes maldita marechala. E a minha missão é acabar com sua vida, ser maligno!

As duas elevam suas energias e se golpeiam. Cada uma é arrastada para um lado, ficando com seus corpos debilitados.

- Eu não sei se vou resistir muito tempo. Mas você não vai sair viva marechala.

- Vou sim, quem não vai sobreviver é você amazona. E vai morrer sozinha! Prepare-se: “Furacão de texoplasma”

- “Cápsula do trovão”

- Aaaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhh – As duas gritam golpeadas.

Tâmara levanta com muita dificuldade. Alysia fica de joelhos admirada.

- Realmente eu nunca imaginei que uma amazona de Bronze chegaria a tanto. Realmente a subestimei. Não é a toa que Candra queria te treinar, você tem muito potencial. Poderia ser uma princesa da guerra se não fosse tão ingênua.

- Para mim ser princesa da guerra não é mais do que amazona de Atena!

- Pode ser, mas ser uma princesa da guerra a faria ser um escalão muito mais alto, muito mais do que uma amazona de Bronze. – Alysia ergue uma das mãos.

- O que vai fazer?

- Não vamos morrer Tâmara. Não temos mais condição de combate. Então elevarei meu cosmo e minha armadura para os marechais adiante. Eles usarão para ajudar Zhu Rong.

- Eu não vou permitir!

- Não adianta Tâmara, nossos corpos estão fracos para lutar. Agora temos que aguardar o desfecho dessa guerra.

- Não vou permitir que você dê um passo para atrapalhar meus amigos.

- Contenha-se, recue amazona de Raposa. Não tem necessidade de morrermos, só vamos aguardar essa batalha. Eu vou emanar meu cosmo para os marechais das chamas, essa será minha forma de matar Atena. Haaaaaaaaaaaa

Tâmara se levanta e mira o punho para Alysia.

- Agora queime o que resta cosmo.

- Para com isso Tâmara, iremos morrer!

- Você vai mesmo emanar seu cosmo para os marechais?

- Sim, é a forma que tenho para permanecer poderosa!

- Então agora exploda cosmoooooooooooooooo

- Pare Tâmara, paraaaaaaaaaaa

- “Perfume enfeitiçado”

- Não, que cheiro bom... O que é isso? Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhh

Alysia cai à beira da morte no chão.

- Você não podia garota, você me matou... E se matou! – Alysia morre.

- Obrigada meus amigos... Obrigada mestre Aioria... Por tudo... – Tâmara cai liquidada no chão.

 

Os demais cavaleiros de Bronze chegam na nona sala.

- Chegamos... Mas o que é isso... Tâmara! – Se assusta Yuna.

- Isso não pode ser verdade, isso significa que Tâmara... – Yuri deixa seu jeito durão e começa a chorar.

- Tâmara, eu não acredito! – Abaixa a cabeça Akemi.

- Querida Tâmara, você estará agora ao lado do meu tio Mikki que tanto lhe tinha apresso. Fique ao lado do meu pai também, você será nossa estrela! – Yuri chora.

Kouga se põe à frente de cabeça baixa e entra na nona sala. Os demais o seguem.

- Nossa essa sala parece uma mata perdida. Parece um labirinto. – Comenta Jacó.

Kouga sente um tapão em sua nuca.

- Por que fez isso Jacó? – Se irrita Kouga.

- Eu não fiz nada!

- Eu senti um tapa.

- Para com besteira Kouga, não estamos com tempo para brincadeiras, acha que lhe daria um tapa. – Diz Jacó se pondo a frente.

Agora é Jacó que sente um chute nas costas.

- Para com isso Kouga, já disse que não fiz nada.

- Eu que não fiz nada agora, nem encostei em você!

- Cavaleiros o que foi? – Akemi se aproxima

- O Kouga sentiu um tapa na nuca e eu um chute nas costas.

- Hihihihihi

- Que risada estranha. O que foi isso?

- Hihihihihi

- Quem esta ai? – Grita Akemi.

A voz desaparece. Eles continuam andando em alerta.

- Vejam isso... Aqui tem duas entradas. Para qual vamos? – Questiona Kouga.

- Vamos ter que nos dividir, não vai ter jeito. – Comenta Yuri.

- Sim, mas como vamos nos dividir, estamos em 5! – Pergunta Jacó.

- Vamos na sorte! – Responde Akemi mexendo em seus cabelos.

- O que está fazendo Akemi? – Questiona Yuna.

Akemi retira 5 grampos de seus cabelos. Ela quebra dois e esconde todos os grampos na palma da mão.

- Os que pegarem os grampos quebrados vão pela direita, os que pegarem o inteiro vão pela esquerda! – Propõe a amazona de Andrômeda.

Todos aceitam. Ela pede para cada um retirar um grampo sem olhar.

- O meu está inteiro! – Diz Jacó

- O meu também! – Diz Yuna

- E o meu também! – Diz Yuri

- O meu está quebrado – Diz Kouga.

Akemi abre a mão e vê que nela sobrou um grampo quebrado.

- Bom então Yuri, Yuna e Jacó vão pela esquerda. Eu e Kouga pela direita.

Os cavaleiros se separam. Yuri, Yuna e Jacó sentem golpes em suas nucas.

- Isso denovo! – Reclama Jacó.

- Para mim isso é apenas uma ilusão de alguém que está curtindo com a nossa cara! Aqui não tem cosmo energia! – Comenta Yuri

- E como vamos sair daqui? – Questiona Yuna.

Yuri rasga um pedaço de sua camiseta e fenda seus olhos!

- O que é isso?

- Faça o mesmo Jacó!

- Bom... Tá bom... Mas pra que?

- Não enxergando não vamos nos deixar ir por ilusões. Shiryu nos falou sobre isso uma vez. Vamos correndo e golpeando sem medo. – Yuri pega Yuna pelo braço.

Kouga e Yuri correm. Yuri puxa Yuna.

- Mas o que é isso? Cuidado vamos bater com tudo na mata fechada... Aaaaaaaaaaaaahhhhhh – Se desepera Yuna.

Uma explosão de luz ocorre. Os três se vêem do lado de fora da nona sala.

- Conseguimos sair. Você estava certo Yuri, era ilusão. Mas e Akemi e Kouga?

- Provavelmente o inimigo está no outro caminho que eles seguiram. Mas nós conseguimos escapar. Vamos seguir e confiar neles.

Os 3 partem para a próxima sala.

- Isso também foi por você, Tâmara! – Pensa Yuri emocionado.


Notas Finais


Próximo capítulo de Saint Seiya: Desafio ao Tempo - A Guerra do Fogo!
"Fazendo As Pazes com o Passado"


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...