História Saint Seiya no Brasil - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Personagens Originais
Tags Aventura, Comedia, Romance, Saint Seiya
Exibições 31
Palavras 720
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei trazendo o segundo capiyulo da fanfinc, espero que vocês gostem. Leiam com carinho bjs

Capítulo 2 - (Flash Back) um beijo pode acabar com uma amizade?


Fanfic / Fanfiction Saint Seiya no Brasil - Capítulo 2 - (Flash Back) um beijo pode acabar com uma amizade?

Pv's Shiryu

Entrei no meu quarto e fechei a porta, sentindo uma leve brisa entrar pela varanda, fui até lá andando devagar, e vi o céu do meio dia, estava tão limpo sem nuvem alguma, apenas o sol reinava naquele lugar, o jardim com a suas flores, tudo era lindo, e aquele vento que batia em meu rosto me trazia vagas lembranças dos 7 picos de hosan, e também da shunrey. Estou me sentindo muito mal, em ter dispensado ela daquele jeito, mais eu não tenho culpa, infelizmente não mandamos no coração, não queria usá-la desse jeito, mais eu precisava esquece-lo depois de tudo que ele me disse, é melhor desistir de uma vez por todas, ikki seu imbecil porque você falou aquilo pra mim.

*Flash Back*

-Ebaaaa, em fim estamos novamente em paz. -Disse Seiya se sentando ao lado de Saori na mesa de jantar do restaurante, da Itália, Hyoga estava do meu lado direito, e Shun ao lado esquerdo dele, e o ikki no meu lado esquerdo....ai ikki como eu gostaria de dizer o que eu sinto por você-Suspirar auto.

-Tudo bem Shiryu? -Me pergunta Saori olhando para meu rosto desanimado.

-Hum! T-tudo sim. -Baixei minha cabeça encarando minhas mãos, percebi que ela ia me fazer outra pergunta mais o garçom chegou bem na hora, o tempo todos eles falavam, eu só fica olhando e em alguns segundos eu olhava para o ikki, e sempre o encontrava sorrindo, não sei como surgiu esses sentimentos por ele, mais agora to sofrendo por amor. Logo deu 8:30 da noite que pra mim foi um século, fomos todos para a casa de praia muinto chic que Saori tinha alugado para nossa hospedagem na Itália, todos estavam cansados, e optaram em ir dormi, principalmente eu, não estava cansado, mais não queria ficar na sala, fui para meu quarto entrando no banheiro para tomar um longo banho...minutos depois sai, já vestido, nunca gostei de vesti minha roupa no quarto, era sempre no banheiro, olhei para o relógio digital que estava no criado mudo, e vi que já era 21:10 , não queria durmi então resolvi ir para cozinha, sai do meu quarto indo para escadas deci devagar, pois estava um pouco escuro, fui até a cozinha e indo até a geladeira e pegando um jarro de água e despejando em um copo, ao termina coloquei o copo em cima dá pia e logo após sai, ainda estava sem sono e optei ir para a biblioteca, passei pela varanda da sala e vi que a porta estava aberta, e resolvi fechar, mais primeiro olhei se tinha alguém do lado de fora, ao colocar minha cabeça para fora vi o ikki sem camisa com um copo de uísque na mão, eu queria sair dali sem que ele me visse, mais ele já deve ter sentido o meu cosmo, então resolvi falar com ele. -Sem sono ikki? -sai mais de casa fazendo ele me ver melhor.

-Hum! ah olá Shiryu, sim estou sem sono. -disse olhando para o copo que segurava. -E você?

-É eu também estou sem sono. -falei e o silêncio começou a predominar o local até eu falar. -Ikki.

-Hum!

-Você já penssou em ter uma família? -perguntei nervoso com a resposta dele.

-É, bom...na verdade...não.

-Porque não? -perguntei curiososo.

-Bom porque...Ah sei lá, acho que a família enfraquece você. -disse olhando para o céu.

-E porque diz isso? -perguntei confuso.

-Bom Shiryu, porquê somos cavaleiros, e se tivermos família, a primeira coisa que os nossos inimigos iriam afetar seriam elas, porque eles iriam imaginar que elas se tornam o nosso ponto fraco.

-É isso é verdade. -falei e olhei para o céu estrelado e de cara vi a constelação do Shun. -olha, a constelação do seu irmão ta bem visível hoje.

-É sim eu vi. -Sorriu. -Bom é melhor eu subir. -Ele quase ia saindo mais o chamei chamando a sua atenção.

-Ikki. -ele olhou pra mim curiososo.

-O que foi?

-Ikki m-me perdoa, mais e-eu não consigo mais esconder isso.

-Esconder o quê? -perguntou confuso, e eu de imediato o beijei, ele começou mim empurrar, mais demorou muinto e ele cedeu retribuindo , senti pela primeira vez a boca que eu tanto desejei, que eu tanto quiz, sua língua era quente e ao mesmo tempo macia, dava até vontade de morder, até ele se separar de mim bruscamente e me olhar com raiva.


Notas Finais


Uau, que lindoooo-adoro esse casal, iai gostou? Espero que sim, thau e até os próximos capítulos...ha e também não se esqueçam se quiserem participar da finc comenten #euquero participar o seu estado. Thau


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...