História Sakura e Sai - Um amor atordoante - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sai, Sakura Haruno
Tags Amor, Naruto, Romance, Sai, Sakura, Sexo
Visualizações 19
Palavras 834
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção, Hentai, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Super demorei pra postar.A Facul,trabalho,cursinho enfim.Obrigada aos meus leitores fiéis.
Personagem novo! Garra do deserto.

Capítulo 26 - Ranking S


~Sakura ~
A hokage pediu para os ninjas médicos se reunirem para uma nova missão o mais rápido possível,e aqui estamos. Um grupo com sete ninjas.
Tsunade mal nos avista e grita :
É urgente.Missão de ranking S.
O kazekage estava vindo para cá para a nossa tão sonhada aliança,mas seu transporte foi interceptado,não temos mais notícias,mas já sabemos o que deve estar acontecendo. Eles estão ao Sul agora.Corram e salvem-no.Não entrem na luta se não for extremamente necessário.
Agora vão!
Partimos como um raio e não demoramos nada para chegar ao local,há um grupo de ninjas atacando os seguranças,ao vê-los não posso evitar um arrepio.São apenas três ninjas,mas não podemos nunca subestimá-los.São a akatsuki!
Ainda não fomos vistos.Ignoramos a luta e tramamos um plano para retirar o kazekage do veículo.
Partimos em direção ao veículo e é ai que tudo dá errado.
 Zabuza e deidara agora estão parados a nossa frente.
-Vão sem provar minha arte?
Pegunta o loiro com um tom de voz irritante.
-Não importa.A partir daqui vocês não tem mais propósitos.Estão mortos!
E com isso eles se preparam para o confronto.
Meus amigos formam uma muralha ao meu redor ao pedido de Karabe e logo entendo o que estão fazendo.
Karabe se pronuncia:
-Você é a mais experiente.Vai curá-lo de qualquer dano.Lembre-se:Nossa missão não é lutar.É protegê-lo.Agora vá!
Concordo com pesar.
Logo inicia-se a luta.Eu saio e vou ao encontro da carruagem.
Ele acaba de ser atacado pelo terceiro ninja.Eu me escondo.Itachi segue para onde eu estou. Me vê e eu congelo.Ele desvia o olhar e me ignora totalmente.Sigo a carruagem e ele ainda está vivo agonizando.Encaro incrédula! Como o famoso Gaara
do deserto pode estar tão fora de forma.O levo para a floresta e início meu trabalho mesmo sem saber se terá algum resultado.
Enquanto o curo,olho para o local da batalha e quase não vejo nada,mas esse lago rubro é inconfundivel. Sangue. Muito sangue.
Término os primeiros socorros,ele ainda não parece bem.Mas ainda está desperto.A missão pode falhar mas preciso resgatar meus companheiros.
Deixo-o na floresta.
-Você está louca! Eu sou o Kazekage.Não pode me deixar aqui! E pelo quê? Por alguns ninjas mequetrefes que já devem estar mortos! Você está matando a nós dois!
Ele me enche de fúria.Esses ninjas deram a vida para salvá-lo.Não me controlo.
-Cala a porra da boca!
-Como você ousa! Ele responde vermelho de cólera.
-Cala a porra da boca ou vão ouví-lo e seremos mortos antes mesmo de eu ter a chance de checar alguma coisa!
Ele se cala,me fuzilando com o olhar. Tanto faz. Sigo.
Chego ao campo de batalha e não há sinal dos inimigos.
Olho para o lado e vejo uma pilha de corpos. Sete corpos.
Lágrimas escorrem do meu rosto,mas logo ouço um gemido rouco.
Sigo e vejo karabe mover a mão,o retiro e ele sorri.
-Achou que eu ia ain..... morrer fácil assim linda?
Ele diz tentando ser engraçado,meio gemendo meio falando.Sorrio de volta.
Ele tem um corte que vai do peito ao quadril,mas não é profundo.Isso não quer dizer que a dor não seja!
Começo a trabalhar ali.
-Eu fui o último.Quando me cortaram eu pulei um pouco para trás e então não foi muito profundo.Eles acharam que acabaram comigo e eu não fiz muito para desmentir fingindo inconsciência.
-Alguém mais....?
-Não.Infelizmente não.
Concordo com a cabeça e continuo.Mas não dá tempo de curar tudo.Temos que voltar a vila e não posso esquecer daquele kazekage idiota.
Carrego Karabe ainda com dor,em direção a floresta.
-Que demora em...Achei Que estava morta!Ficou esse tempo todo jogando conversa fora com seu amiguinho? 
Ahhhh esse Kazekage!!!!!
-Vamos logo,que estou sem paciência.Temos que chegar a aldeia.Apoi-se em mim.
Ele faz sem titubear.Graças aos Deuses!
Paramos um pouco.Estou esgotada.
-Tá! Descansa logo que a minha segurança está em jogo,o que será da areia sem mim?
-Puxa que gênio você! A segurança de todos nós está em jogo!
Digo com raiva.ele faz careta.
-Ok,foi mal.Também não precisa ficar irritadinha.
Ele diz,acho que é o mais perto de um "me desculpe eu sinto muito " que ele já chegou na vida

Estou morta de sede e não há água em lugar algum.
Gaara percebe meu desconforto e começa a sugar areia de um lugar e logo aparece água. Fraquinha e cristalina.Olho para ele e nos encaramos e pela primeira vez eu vejo não um kazekage.Um menino.Um menino com toda a responsabilidade de carregar e cuidar de seu povo. Um menino assustado. Eu vejo através de seus olhos. Eu vejo sua alma.
Ele percebe meu olhar.Seus olhos deixam de ser transparentes e ganham uma sombra.Uma névoa densa.
Logo toda sua prepotência está de volta. Mas agora eu sei.Sei que ele só está tentando mostrar ao mundo que é capaz,que é forte,que é digno.Só que do jeito errado.
-Bom vai ficar só olhando ou vai beber? Quero chegar ainda hoje!
Um menino.Um menino muito mal educado isso sim!seguro a vontade de puxar sua orelha até doer.
Sacio minha sede e seguimos. Logo estamos na aldeia. 


Notas Finais


Obrigada por ler! ♡
Sem muito tempo pra revisões
Desculpem se acharem erros ortográficos
; )


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...