História Sakura e Sasuke ''simplesmente acontece'' - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ai Yori Aoshi
Visualizações 52
Palavras 2.389
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


oiii amores mais um capitulo..


espero que gostem!

Capítulo 5 - We have no choice!!


Fanfic / Fanfiction Sakura e Sasuke ''simplesmente acontece'' - Capítulo 5 - We have no choice!!

- QUER – diz Sakura se aproximando da sala, eu ainda não estava acreditador no que acabei de escutar.

 

 Enquanto eu via meus pais falado que eu e Sakura iriamos nos casar, e ela lá parada sem nem ao meus se mexe ou pisca os olhos, acabei por lembra de ontem á noite em que ela disse que os meus tios haviam avisado que ela se casaria, mais nunca em importe-se alguma eu imaginaria que fosse eu ou que essa história sem pé e cabeça fosse verdade. Eles estavam indo longe demais com essa história de casamento e negócios de empresa, será que meus tios não ver o mal que eles estão fazendo a Sakura já não a fizera chora o suficiente, ela acabará que completa seus 18 anos e uma garota ainda.

 

- VOCÊS VÃO FICAR PARADOS AI ME OLHADO, EU QUERO UMA EXPLICAÇÃO – grita Sakura criando lagrimas em seus olhos, ela estava fazendo de tudo para não as derrama só eu sei o tanto que ela queria sair dali correndo para seu quarto como sempre faz, Sakura barca a forte o tempo todo não cansa, está tudo bem não precisa ser forte sempre, solta o que estamos sentidos as vezes faz bem, então não se limite a isso.

 

- Olha filha se acalme, vamos lhe explica tudo – dizia minha tia indo até Sakura fazendo ela se senta calmamente, percebo que ela respirava rapidamente.

 

-Isso não é verdade né, e uma brincadeira de vocês – diz ela voltado sua respiração formal.

 

- É verdade minha filha, mais eu pensei que você ficaria feliz, você e o Sasuke se conhecem desde de novinhos – dizia o meu tio, ele dever está confundido as coisas eu e Sakura sempre formos amigos desde de novinhos e não namoradinhos. Eu simplesmente me calei só observado a cara de pau de meus pais em aceita tudo aquilo.

 

- Pai eu e o Sasuke somos amigos, isso não faz o menor sentido – fala Sakura baixinho.

 

 - Você é a nossa única filha e é a única herdeira, vai ser bom essa união, ambas as empresas então contentes e feliz com a ideia – dizia meu tio como se aquilo tudo fosse algum plenamente normal, mais ele e interrompido brutalmente por Sakura que se levanta.

 

- Isso mesmo eu sou sua filha sua única filha, como pode me trata como um objeto, eu sou uma pessoa não algum que se pode troca por algum valioso – meu coração doeu com as palavras de Sakura, não pude me conte depois de ouvi tais palavras.

 

 - Isso mesmo, como vocês pode aceita isso assim sem nem ao menos nos consulta antes, eu definitivamente não aceitarei isso –disse já me alterando com tamanha loucura dos meus pais e tios.

 

- Sasuke não dificulte as coisas ainda mais – fala meu pai me olhado.

 

- Pai não somos objetos, somos seres humanos – quando disse isso, Sakura sair correndo em direção a escada, ela dever ter chegado ao seu limite dessa vez, suspirei fundo tentado raciocina tudo isso me sentei passei minhas mãos pelo meu cabelo o bagunçado em uma frustrada tentativa de me acalma. A senhora Mebuki faz menção de subir as escadas mais é parada pelo meu tio – Deixa-a sozinha um pouco – diz e minha tia se acalma mais.

 

- Filho você sabe que não há nada que você possa fazer – droga porque faz isso comigo pai está tentado fazer eu te odiar. Fico ali ouvido cada explicação que eles me deram até parece que eles decoraram um discurso muito bem feito, mais nada justifica o que eles estão nos obrigado a fazer.

 

- Olha eu tenho uma condição, se vocês querem que eu faça isso sem fazer escândalos ou sem brigar, vocês vão ter que me fazer um favor – falo isso olhado para meus tios, que me olham desconfiados.

 

- O que você quer?

 

- Eu quero que deixem a Sakura fazer faculdade de medicina, ela já sofreu demais com tudo isso de ser herdeira ela merece pelo menos uma alegria na vida – falo sério, me lembrado do sonho de Sakura em ser medica.

 

- É a empresa, quem vai toma conta dos negócios – interrompo.

 

- Se permiti que ela faça medicina, eu tomarei conta de tudo dos negócios da empresa, já que vamos nos unir vai ser mais fácil, pode deixa todo o fardo para me, só peço que não contem para Sakura sobre isso – paro por um instante de falar, Sakura minha melhor amiga sempre me ajudado me dando conselhos me tirando de várias encrencas eu só quero pelos menos uma vez consegui realiza um sonho seu.

 

- Tudo bem, se é isso que você quer – meus tios concordaram em deixa a Sakura fazer medicina, mais pedi a eles que deixasse que eu mesmo desse a notícia, queria muito ver sua face nesse momento que dirá que pode fazer medicina ela ficara realmente feliz.

 

 Vou para casa sem falar com Sakura, eu a entendo, que ela precisava de um tempo só para ela é isso ninguém poderia a negar, meus pais me colocaram contra parede em relação ao casamento não tinha como negar tal pedido, mais usei isso a meu favor para consegui algum em troca para a felicidade de Sakura que seria sua tão sonhada faculdade de medicina. Agora algum me preocupa eu e Sakura sempre formos bons amigos, será muito estranho casamos assim do nada viver juntos na mesma casa e o pior dormi na mesma cama, nunca em hipótese alguma imaginei isso com a Sakura, é todos esses pensamentos estavam me deixado ansioso e nada relaxado.

 

Nossos pais avisaram que ninguém podia saber que esse casamente era para unir as empresas, que eles tiveram essa ideia depois do casamento, seria um grande escândalo ser todos soubessem que estávamos no casado para facilita a união das empresas então acharam melhor mantemos segredo. Agora não faço ideia como nossos amigos vão reagir quanto a isso, eles sempre souberam que eu e a Sakura era amigos, nunca demostramos nenhum outro tipo de relacionamento além de amizade entre amigos, tenho certeza que eles irão fazer várias perguntas, e nós tinham que treina essas perguntas para respondê-las sem dar na cara que estávamos sendo forçado a isso tudo. Já sei pego meu celular e mando uma mensagem para Sakura.

MENSAGEM:

 

- Oi Sakura, como você está se sentido em relação a tudo isso?

 

- Oi Sasuke, estou muito confusa sem saber o que fazer.

 

- Desculpa por isso, não pude fazer nada, meus pais me colocaram contra parede L

 

- Não se preocupe, eu sei que você não tem nada ave com isso, nossos pais são loucos.

 

-Depois que eu fui embora vocês conversaram?

 

- Sim.

 

- O que eles disseram?

 

- Que ninguém podia saber sobre o acordo das empresas, é que iriamos nos casar por vontade própria porque estávamos apaixonados...

 

- Precisamos nós encontramos.

 

- Para quer, olha não to muito afim de sair hoje, só quero ficar no meu quarto até morrer.

   Essa Sakura dramática como sempre isso será difícil, penso em ver a mensagem que ela mandou.

- Eu sei que você está chateada com tudo isso mais precisamos nos encontra, amanhã darão a notícia do casamento precisamos arruma uma boa desculpa para dar aos nossos amigos, eles farão várias perguntas.

 

- AMANHÃ, MEU DEUS ESTOU PERDIDA.

 

- Pois e, me encontra perto do parque naquela lanchonete que sempre vamos lancha nos domingos. Até mais te encontro daqui 30 minutos.

 

- OK.

 

 

 Encerramos as mensagens vou para o banheiro tomo um banho, saio visto uma calça preta e uma recata branca calço um tênis preto arrumo meu cabelo e passo um perfume pego o celular e saio com o meu carro mal falo com os meus pais que estavam na sala conversado. Quero chegar primeiro que a Sakura, enquanto eu dirigia meu carro tentava encontra as palavras certas para inicia uma conversa, que seria pra lá de estranha e constrangedora tanto para me e para ela. Chego na lanchonete me sento perto da janela para ver quando ela chegar, e ponho em pratica em como começa a falar sobre relacionamentos com a Sakura que nunca se quer beijo ainda, isso seria uma tarefa difícil.

 

SAKURA

~~

 

Depois de toda a revelação que tive assim que acordei não paro de chora, depois que subi para meu quarto me sentir uma idiota como pude demostra tamanha fraqueza daquele jeito, eu sempre me mantive forte e determinada nunca demostrado minhas emoções, mais naquele momento na sala não pude me conter a não se sair correndo e me tranca no quarto chorado horas. Recebo uma mensagem do Sasuke falado para nos encontra na lanchonete que sempre vamos nos domingos, tento recusa mais ele insistir, acabo cedendo já que eu estava desesperada com toda essa história de casamento, não faço ideia de como contar aos nossos amigos sobre isso, eles iriam fazer várias perguntas eu iria me senti totalmente perdida ao respondê-las. Depois de marca de nos encontra vou toma um banho, saio visto uma saia rodada preta e uma blusa maga comprida vermelha, penteio meu cabelo bem de lado e passo uma leve maquiagem bem natural, nunca gostei de nada exagerado ou muito extravagante e pego uma sapatinha rosa e casco, logo em seguida pego uma bolsa que também era preta coloco meu celular dentro e desço as escadas vou até a garagem e pego meu carro, sim eu ganhei um carro quando completei meus 18 anos, segui em direção a lanchonete que não era muito longe. Quando cheguei estacionei meu carro e fui em direção a porta procurei a moça se Sasuke já tinha chegado ela me levou até ele.

 

- Oi Sasuke.

 

- Oi, senta Sakura – me sento na cadeira, e ficamos um de frente para o outro em silencio. Isso estava me deixa louco então aceno com a mão para moça vi até nos.

 

- Olá, o que gostaria de pedi? – Falar a moça educadamente com um livrinho na mão para anota nosso perdido. Olho para Sasuke que ainda se mantinha em silencio então me viro para ela.

- Eu gostaria de um suco de laranja natural, por favor.

 

- Ok um suco de laranja natural – fala ela anotado e logo olha para Sasuke – E você senhor vai querer alguma coisa – falar e ele a olha.

 

- Só um suco de abacaxi com pouca açúcar- fala sem muito interesse, então ela sair nos deixado a sós.

 

SASUKE

 

 Vejo Sakura chegar, confesso que estou ansioso demais e meio perdido nos pensamentos, como vou inicia uma conversa dessas com a Sakura que situação que meus pais me colocaram, ela chegar a olho e vejo que Sakura também estava tensa com toda aquela situação nunca imaginamos passa por uma coisa dessas. Enquanto eu esperava Sakura chegar fiquei me perguntado o que Naruto pesaria com tudo isso, eu sempre fui muito diferente de Sakura, ela sempre muito reservada não era uma garota como as outras que eu já conhece, que garota ficaria em casa em finais de semanas lendo um livro e assistido filme, a maioria preferiria sair para uma festa ou um cinema com os amigos mais Sakura não. Olhado ela agora, vejo suas roupas ela sempre gosta de roupas confortáveis e simples nada exagerado quem a ver de longe pode jura que Sakura é uma adolescente de 15 anos, Sakura sempre usava roupa que a deixava extremamente fofa, ela nem notara sua total inocência e sua leve maquiagem que demostrava sua pureza. Ela e guiada até onde estou, nós cumprimentamos e ela se senta mais nada e dito até então, ela chama a moça para nós fazemos os perdidos e assim que a moça sair eu falo.

 

   

- Como você está se sentido com tudo isso?

 

- E....e estou confusa não sei o que pensa com tudo isso – diz surpresa pela minha pergunta repentina.

 

- Sakura amanhã haverá uma festa para anuncia nosso noivado, e você deve saber que nossos amigos vão nos enche de pergunta sobre isso – falo e ela afirma um sim com a cabeça – Você pensou em alguma coisa para falamos com eles – disse e ela afirmou não com a cabeça, esse comportamento dela está me deixado louco.

 

- Eu pensei em dizer que estávamos namorado escondidos, e que não falamos por medo da reação deles – ela diz baixinho, confesso que fiquei surpreso bastante surpreso, essa foi uma boa ideia da parte dela – O que você acha?

 

- Eu achei uma excelente ideia – falo me sentido mais relaxado, a moça chegar com os nossos sucos e logo em seguia vai embora.

 

- E que bom, que gostou – fala ela dando um sorriso e bebendo um pouco de seu suco.

 

- E.…Sakura temos mais um problema - digo e ela me olha bebendo seu suco – Você ainda é BV e na festa vamos ter que nos beija – assim que digo isso ela se encasca toda com o seu suco, já estava nervoso e vendo a reação dela estava me deixando ainda mais nervoso – Sakura tudo bem-digo vendo ela tentado se recompor depois do ocorrido.

 

- Sim tudo, mais porque vamos nos beija Sasuke? – É sério que ela estava achando que nunca ia acontece um beijo entre nós, ela e tão ingênua que até me sinto mal com tudo isso, não queria chegar a esse ponto mais.

 

- Sakura vamos dizer a todos que namorávamos escondido, e amanhã iriamos anuncia o noivado, temos que fingi seres apaixonados um pelo outro e é claro que temos que nos beija na frente de outras pessoas vai ter vários fotógrafos lá amanhã esperando por isso – falo isso e vejo ela ficar toda vermelha e tira o olhar de me.

 

- E verdade não tinha pensado nisso, e agora o que eu vou fazer – dizia já desesperada, a olhado daquele jeito estava me deixado tenso ela não estava me ajudado muito.

 

- Sakura se acalma, vamos resolve isso.

 

- Resolve, mas como – ela não percebe nada mesmo, tão distraída tornando as coisas ainda mais difíceis para me.    

 

- Vamos ter que nós beijar, antes da festa – falo e vejo ela me encara meia sem jeito deve esta surpresa pelo quer eu disse ou com vergonha. Mais não tiver escolha vamos ter que nós beijar antes, não vai ser nada legal beija-la na festa pela primeira vez ela ficara muito surpresa e isso ia causa comentários.

 

 

 

    

 


Notas Finais


Até a próxima bjs...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...