História Sakura Haruno - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hidan, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kankuro, Karin, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha
Tags Hinasaku, Itakarin, Kankuino, Narusaku, Sailee, Sasusaku
Exibições 72
Palavras 1.561
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi pessoal, voltei.

Minha fase depressiva já foi embora, de nada.

Capítulo 5 - Sábado de tarde.


 – Sakura-Chan, acorda – Naruto falou enquanto me balançava na cama.

– Espera aí – pensei um pouco – Naruto? – que que esse louco ta fazendo aqui?

Flashback On:

– SASUKE, ACORDA – eu gritava irritada – Agente nem chegou no meu quarto – resmunguei – A GENTE NEM CHEGOU NA SEGUNDA BASE – eu o empurrava freneticamente.

Filho da puta, dormiu no sofá bem na hora H, vai morrer no inferno esse cretino.

Saí de cima dele e fui para o bar de novo. Kiba estava dormindo na mesa, sabe? É estranho, ele não é do tipo que dorme em lugares públicos, Naruto é. Falando nele, estava – estranhamente acordado – sentado no balcão, com uma garrafa de cerveja na mão. O resto do pessoal, que era para estar aqui, tinha sumido. Então decidi perguntar o que aconteceu a Naruto.

– Eai, loiro. Cadê o pessoal? – perguntei sentando num banco ao seu lado e deitando minha cabeça em seu ombro.

– Sei lá, eu Sakurei e não prestei atenção no que eles falavam – ele falou rindo sem humor.

– Agora pensar em coisas mais importantes do que o que os outros falam é sakurar? – perguntei não contendo um sorriso.

– Não, ignorar o que os outros falam porque é distraída é sakurar.

– Eu não to com sono... – suspirei.

– Você não ia pegar o Sasuke hoje? – bebeu um gole.

– Acho que ele curte a mesma fruta que a Hina – eu disse pegando sua garrafa e bebendo.

– Hum... – Naruto levantou meu queixo, fazendo com que eu o olhasse.

– O que? – perguntei sem entender.

– Seus olhos são lindos – respondeu simplesmente.

– Nem vem que eu já conheço essa – eu falei.

– Cala a boca, Sakura – ele selou nossos lábios.

Sua mão, que estava em meu queixo, desceu para minha cintura e a outra subiu para minha nuca me puxando, fazendo eu sair da cadeira e ficar entre suas pernas. Ele aprofundou o beijo, pedindo passagem com a língua, o que obviamente, eu cedi.

Minhas mãos estavam em seu pescoço, mas logo deveram para se apoiarem, em suas coxas. Nos separamos rapidamente depois de um tempo.

– Você andou comendo o pózinho do suco de laranja do Kiba de novo né – perguntei e ele riu.

– Funciona com as garotas...

Flashback Off:

– Puta que pariu – falei me levantando da cama.

– Não se preocupe, Sakura-Chan. Estamos no meu quarto, ninguém viu sua fortaleza – ele disse se referindo ao meu quarto.

– Que dia da semana é hoje mesmo, Naruto? – eu perguntei.

– Ahh não, Sakura-Chan – reclamou – Hoje não, todo mundo bebeu ontem.

– Eu vou pegar o objeto sagrado – eu falei saindo do quarto.

O “objeto sagrado ”, se trata de um negócio que a Ino comprou que faz um puta barulho e acorda todo mundo, tipo sirene de bombeiro.

Toquei aquilo pelo corredor acordando todo mundo e derrubando Sasuke, que estava dormindo no sofá.

– Aí, caralho – ele resmungou.

– POR QUE EU FUI TRAZER ESSE MALDITO OBJETO PARA NOSSA CASA? – Ino gritou do quarto dela.

– VAMO ACORDA, INSETOS – eu falei.

Naruto saiu só de bermuda do quarto, Itachi e Sasori saíram do quarto de Kiba, se segurando um no outro e Ino saiu do quarto vestindo seu famoso pijama de carneiro. Sasuke ja estava de pé na sala.

– Sakura – Ino me chamou.

– Que?

– Você tá usando a minha calcinha? – perguntou.

Eu estava usando só uma calcinha e uma camiseta preta do Naruto – acho que devo ressaltar que eu estava sem sutiã.

– Ah, então essa calcinha é tua. Legal – eu falei.

– Porra, Sakura! Para de usar as minhas coisas – ela disse.

– Olha, foi só aquela vez, tá? – me defendi – E foi por causa da Hinata que jogou minhas coisas fora.

Longa historia, conto depois.

– Affs – Ino suspirou.

– Desculpa interromper – Itachi interrompeu – mas que merda de barulho foi aquele?

– Já que tá todo mundo acordado, vamos dividir as tarefas – eu disse.

– Hum? – Sasuke.

Sasori estava praticamente dormindo no ombro de Itachi.

– Eu explico, eu explico! – Naruto implorou. Haha.

– Vai Naruto – eu falei.

– Sexta-feira a noite, o pessoal se reuni no bar pra trocar um papo e beber e sábado, mesmo com a ressaca e tudo mais, a gente arruma o ap para a noite – explicou – A noite, a gente convida uns amigos e faz uma janta, deixa tudo limpinho e no domingo, a gente descansa, estuda, dorme ou contempla a parede.

– Isso é bizarro – Sasuke disse.

– É só uma das idéias estranhas da Sakura – Ino falou.

– Se lembra quando ela queria comprar um pula pula e colocar na sala – Naruto riu.

– Foi uma ótima ideia – falei.

– Oh, cadê o Kiba – Ino perguntou.

– Deve tá fugindo do trabalho, aquele filho da puta preguiçoso – Naruto respondeu.

– Naruto! Vai fazer o café da manhã – eu mandei – Depois de comermos, Ino limpa a sala, Sasuke o corredor, eu o banheiro, Sasori e Itachi a cozinha e o Naruto faz o almoço. Kiba vai ficar com o quarto dele e o do Naruto, já que a Ino gosta de limpar o próprio quarto e eu não gosto que mexam nas minhas coisas – dividi as tarefas.

– Por que eu tenho que ajudar – Sasuke perguntou.

– Porque você tá morando de caridade aqui. Você acha que mendigo reclama quando dão cinco centavos pra ele? – eu perguntei.

– Não.

– Então não reclama.

Naruto fez torradas e suco de maracujá, todos nos sentamos na mesa e comemos em silêncio, só escutando a música que o Naruto colocou (LMFAO). Depois de comer, fomos limpar a casa. E, sério. Aquele banheiro tava podre. Eu, Ino, Naruto, Sai e Kiba, dividimos o mesmo banheiro, para resumir nossas manhãs quando estamos atrasados: eu e Ino tomamos banho juntas, enquando Naruto escova os dentes e Kiba mija – Kiba se sente muito confortável com o próprio corpo, devo dizer, confortável até de mais –, mas não é todo o dia assim. Só quando estamos atrasados.

Resumindo, nos atrasados todo dia, porque o Sai acorda mais cedo e fica horas no banheiro.

Em uma hora eu terminei e sai de lá. Ino estava batendo o tapete pela janela – só consigo pensar no pó caindo nas pessoas –, Sasori esfregava o chão da cozinha, Itachi lavava a louça, Naruto cozinhava e Sasuke passava pano no corredor.

– Gente, to ficando preocupada com o Kiba – eu disse me sentando em um banco na cozinha.

– Deixa, Sakura-Chan! Se lembra quando ele sumiu por duas semanas e depois ligou pra gente de Tokio dizendo que tinha sido sequestrado por macacos usando botas? – Naruto tentou me confortar – Ou quando ele estava em um hospital em Suna doidão, trepando com as enfermeiras.

– Não ajudou, Naruto... Eu me lembro de procurar ele em tudo que é lugar e de fazer uma vaquinha pra comprar o caixão dele – eu disse.

– Falando na vaquinha, aonde foi parar aquele dinheiro? – Ino perguntou.

– Foi parar nos meus posters do Panic! At The Disco, em uma camiseta de Guns N' Roses e minha coleção de hot wheels – respondi.

– Ah, você gosta do Guns? – falou Itachi.

– Eu não gosto, eu amo.

Naruto terminou de fazer o almoço, comemos e pelas quatro horas, terminamos de limpar o ap.

– Okay gente. Peguem as carteiras, que a gente vai fazer rancho pra hoje a noite – eu disse.

– O que vão fazer? – perguntou Itachi.

– Vamos fazer nachos e apresentar vocês ao pessoal – falando nisso, eu tenho que chamar o pessoal – Vamos no mercado do shopping que é mais perto, daqui a uma hora estejam prontos.

Fui para o meu quarto e abri meu guarda roupa, peguei uma bermuda jeans branca e uma regata preta. Coloquei umas sapatilhas branca e preta e fui pra sala, sentar no sofá.

Não tenho problemas em ne arrumar rápido, mas a Ino demora e o Naruto fica arrumando o cabelo. Por isso uma hora, pra gente não se atrasar e o mercado fechar.

Acho que isso não faz muito sentido...

Sentei no sofá e peguei o celular, precisava chamar o pessoal.

Neji:

Eu: “Vem com a Tenten aqui em casa, a gente vai fazer nachos!”

Neji: “Claro que horas vai ser?”

Eu: “Chega daqui umas duas horas.”

Neji: “Tudo bem. Soube que você e a Hina brigaram.”

Eu: “É, longa história... Eu vou convidar o resto do pessoal. Tchau!”

Neji: “Tchau.”

Turma de Medicina:

Eu: “Pessoal, vamos fazer nachos aqui em casa.”

Konan: “Legal, eu to dentro. Posso chamar meu namorado?”

Eu: “Claro.”

Rin: “Eu também vou! Ninguém faz nada nessa merda de república 😑😑😑”

Eu: “Nossa, eu não sei o que você ainda tá fazendo ai.”

Rin: “Não acho ninguém para dividir apartamento...”

Konan: “Eu tenho uma amiga que tá precisando de alguém pra dividir.”

Rin: “Sério?”

Konan: “Sim, vou levar ela também, daí vcs conversão. ”

Eu: “Okay.”

Mito: “Do que vocês estão falando, fofas?”

Eu: “ Vai ter nachos aqui em casa, vem?”

Mito: “Claro!”

Eu: “Cade os meninos?”

Rin: “Sei lá, eu vou tentar falar com eles depois, mas acho que a maioria viajou.”

Konan: “Que horas vai ser?”

Eu: “As seis.”

Mito: “Ta bom, vejo vocês depois, gatas 😘😘😘”

Eu, Konan e Rin: “Tchau.”

Whatsapp Off

– NARUTO, CHAMA OS TEUS COLEGAS ENGENHEIROS? – gretei pra ele.

– TÁ – ele respondeu.

Todos já estavam na sala, então saímos.

– Convidou quem? – Ino perguntou.

– Coloquei no grupo de medicina e convidei o Neji e a Tenten – respondi.

– Não acredito que você convidou ela e ele, você sabe que eu não gosto de ver os dois juntos – ela falou.

– Olha Ino, não quero saber de você dando piti – falei.

– Falando em piti, cadê a bixa? – Naruto perguntou.

   Nossa, agora ta todo mundo sumindo...


Notas Finais


Desculpa gente, acho que vocês tinham outras espectativas para esse cap. Mas eu tava meio que pirando com isso tudo.

Então pedi ajuda para minha amiga, Lara, me dar uma ajudada com esse cap. Lara me salvou. VIVA LARA!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...