História Sakura Of Love ( imagine Rap monster) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Imagine Rap Monster, Namjoon, Suga
Exibições 43
Palavras 964
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oieeee! Demorei? Espero que não.
o capítulo tá meio sem graça, desculpa, mas é necessário.
Mesmo assim espero que gostem, desculpe os erros de português.
Boa leitura 📖😘

Capítulo 4 - Just a normal day


Acordei com meu celular tocando. “Eu dormi?.. Devo ter caído no sono”. Penso. Levantei- me da cama e fui pegar o celular que estava na penteadeira.

LIGAÇÃO On1

- Alô? – Falo com a voz falha, ainda estava com sono.

- (S/n)?  Você já chegou em casa? – Era Sook, ela deve estar preocupada.

- Sim, já estou em casa. – Falo me sentando na cama.

- Que bom... – Suspira. – SUA MALUCA! EU PEDI PARA ME LIGAR ASSIM QUE CHEGASSE, EU ESTAVA PREOCUPADA!! – Gritou do outro lado da linha, quase me deixando surda.

- Aigoo unnie, foi sem querer, me desculpe. – Pois é, Sook é mais velha que eu. – Eu estava tão cansada que acabei dormindo. – Me explico ouvindo a mesma respirar fundo.

- Tudo bem, mas, mudando de assunto. Porque não fazemos uma festa do pijama aí na sua casa, hein? – Diz empolgada, “Sook e sua facilidade para mudar de humor.” Penso, revirando os olhos.

- Tá, mas, me deixa falar com meu avô primeiro e.. – Ouço a porta da sala ser fechada, meu avô deve ter chegado. – Unnie! Meu avô chegou, vou desligar tchau! – Digo levantando da cama.

- Tchau (s/n), me liga depois. – Diz Sook e eu apenas desligo o celular.

LIGAÇÃO OFF1

 

Saio do quarto e ando pelo estreito corredor, até chegar à escada, mal desci um degrau e ouvi meu avô aos gritos discutindo com alguém.

- EU JÁ DISSE QUE NÃO VOU ACEITAR ISSO!! – Ele estava no celular, parecia estar nervoso. – NÃO IMPORTA! NEM EU, NEM ELA IREMOS ACEITAR ESSE ACORDO! – Ela quem? – SE VOCÊ TOCAR EM UM FIO DE CABELO DELA EU JURO QUE TE MATO!! – Matar? Meu deus o que está acontecendo??

Quando ele falou isso eu dei um passo para tas, mas a maldita escada rangeu fazendo-o desligar o telefone e vim em direção à escada. “Essa “coisa” precisa de um conserto!” Praguejo mentalmente enquanto desço fingindo que não ouvi nada.

- Há quanto tempo está aí? – Pergunta grosso como sempre.

- Acabei de chegar, por quê? – Pergunto como se não soubesse de nada.

- Nada. – Fala indo se sentar no sofá. – (S/n).. – Me chamou, ele parecia um pouco indeciso sobre o que iria falar.

- Que foi vô? – Pergunto olhando para o mesmo, ele parecia tenso.

- Ah.. – Ele ia falar algo, mas meu celular toca e sou obrigada a atender.

LIGAÇÃO On2

- Fala. – Digo já sabendo quem era.

- Já falou com seu avô? – “Sook, eu te amo, mas não podia ter ligado outra hora?” Penso.

- Per aí, vô a Sook pode vim dormi aqui amanhã? – Pergunto e ele assenti. – Ele concordou.

- Ebaaa!! – Grito feito uma criança, realmente eu não consigo entende - lá. – Então amanhã depois da aula a gente passa na minha casa para pegar as roupas, tá?

- Okay. – Falo já desligando o celular.

LIGAÇÃO OFF2

- Então vô.. – Digo tentando recuperar o assunto que fora perdido. – O que o senhor queria falar?

- Bom.. Eu.. – Só queria saber como foi seu primeiro dia de aula. –“Hum.. Algo me diz que tem mais coisa aí.”

Mas como ele nunca se interessou por nada que tenha haver comigo, a não ser as notas, o comportamento, etc. Vou aproveitar esse momento de carinho com ele.

- Foi bom, obrigado por perguntar! – Falo um tanto feliz, pois realmente gostava quando meu avô demonstrava afeto por mim.

- Que bom que não teve nenhum problema. – Fala com um sorriso dócil. – Conheceu alguém novo?

- Sim, conheci um garoto. Ele é novo no colégio.

- Um garoto.. – Ele me olhou como se dissesse “tô de olho hein!”, o que me fez rir um pouco. – E qual seria o nome do tal “garoto”?

- O nome dele é Kim Namjoon. – Nesse momento vi meu avô engoli o seco, ele paralisou, como se tivesse um monstro em sua frente. Tento tirá-lo de seu transe o chamando.

- Vô! Vô! VOVÔ!! – Grito e ele rapidamente levanta do sofá assustado.

- Vovô, você está bem? – Pergunto me levantando do sofá e me aproximando do mesmo. - O que aconteceu?

- Ah.. Sim, eu estou bem sim. – Diz indo para a cozinha, o segui, pois queria saber o que aconteceu.

- Vovô, você está bem mesmo? – Perguntei na esperança dele me contar o que está acontecendo.

- Estou.. Estou sim minha neta. – Falou indo procurar algo na geladeira. Foi aí que eu percebi que faltava algo muito importante ali.

- Vô, cadê a vovó? – Pergunto ao sentir a ausência da mesma.

- Ela foi à casa de uma amiga, e irá chegar tarde. – Fala fechando a porta da geladeira. – Bom, e como ela saiu e só volta mais tarde, teremos que fazer o café. – Disse colocando o avental rosa de florzinha da vovó, eu não agüentei e comecei a rir, ele me olhou com cara de “pare de rir e venha me ajudar!” o que me fez rir mais ainda.

Foi aí que eu tive a brilhante idéia de pedir pizza para o jantar. Peguei meu celular e disquei o número.

- O que está fazendo? – Pergunta meu avô não entendendo nada.

- Pedindo uma pizza, vai quere ou o senhor acha melhor arriscar fazer uma gororoba que pode nos matar? – Pergunto e o mesmo assente.

Nós fizemos o nosso pedido e fomos para sala procurar algum filme para assistirmos.

Q.D.T

Não demorou muito para a pizza chegar, nós pagamos e fomos assistir ao filme. Ficamos um bom tempo assistindo até eu pegar no sono sem perceber.

- (S/n), acorda. – Ouço meu avô me chamar e lentamente abro os olhos. – Vá para o quarto, já está tarde e você precisa descansar.

- Humrum. – Falo indo pro quarto, ainda estava sonolenta então tropeçava em algumas coisas.

Quando finalmente chego ao quarto me jogo na cama, estava com preguiça de tomar banho.


Notas Finais


Iai? Gostaram do capítulo? Comentem!!
Soube que para o ano vai ter BTS in Brasil!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...