História Sakuratale - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Frisk, Mettaton, Napstablook, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Chariel, Undertale Versão Asiático
Exibições 83
Palavras 1.528
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Ecchi, Fantasia, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Sobrenatural, Super Power, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


🌸Hoi amores finalmente postei um capítulo nessa fanfic🌸
Nessa fanfic vai ter alguns minis poemas feitos por mim e o por que é por causa dos haiku, os poemas japoneses que usam a natureza como assunto, porém a estrutura do haiku é diferente dos poemas que eu criarei aqui, bem era essa a referência que eu quis fazer ^-^
Vai ter umas palavras asiáticas que alguns de vocês não irão entender então eu irei colocar as traduções delas nas notas finais!
E para quem já me conhece não se preocupe eu postarei em breve um capítulo de majoratale e de reversetale também
Tenham uma ótima leitura amores!
😘

Capítulo 1 - Chara


Era uma vez, um mundo reinado por dois povos, os humanos e os youkais. Os humanos viam os youkais como seres malignos, os mesmos sempre tiveram medo dos youkais, e devido a esse medo, os humanos passaram a querer viver distante dessas criaturas as quais viviam isoladas ao redor de um monte chamado Ebott com o objetivo de não causar um conflito entre as duas raças.

Mesmo assim os humanos não se contentam, os próprios querem selar os youkais afim de não se sentirem ameaçados. Porém nem todos os humanos pensam assim, alguns conseguem ver os youkais como criaturas iguais a raça humana, alguns conseguem ver eles como amigos.

Talvez um laço forte poderia unir esses povos, poderia criar uma harmonia, poderia acabar com todos esses conflitos.

Um encontro de uma humana com um youkai estará prestes a acontecer e esse será um começo de uma nova aventura, de uma nova jornada em busca do caminho pacifista.

O primeiro humano que se atreveu a ir em direção ao monte Ebott não foi mais visto pela humanidade até que depois de um ano desse desaparecimento o humano voltou, no entanto ele voltou sem nenhuma memória guardada, esse humano era uma criança, uma pequena garotinha com os olhos rubros, pele pálida, cabelo curto castanho claro e com uma grande determinação guardada na alma .

Essa criança se chamava Chara, uma humana que assim como os youkais era temida pela humanidade, os seus olhos escarlates simbolizavam o ódio e a maldição para os humanos. A criança passou a sofrer muito com a humanidade, esse sofrimento a transformou em algo solitário, sem esperança e sem determinação.... mas não por muito tempo, porque depois, no seu "reaparecimento" a criança voltou com uma determinação imaginável, nem parecia ser a mesma de antes. Com toda essa determinação Chara conseguiu vencer todo o sofrimento o qual a humanidade a fez passar.

O que teria acontecido no monte para ter tornado Chara em uma pessoa determinada? essa era uma das perguntas a qual Chara fazia para sí mesma.

*****

Agora é primavera

No vale das sakuras,

Uma fera

​Caminha pelas rochas escuras,

Uma pisada na rocha emitiu um som na sua cratera,

A fera aprecia a belezura

Da paisagem cheia de ternura,

​Uma pétala de sakura cai no ombro da fera

​Que com doçura

​Toca na pétala e a solta no ar,

​Essa fera nada mais é do que uma guerreira

​De belos olhos rubros cheios de

​Determinação.

*****

Chara já tinha os seus dezenove anos, ela era uma bela garota com um espírito de guerreira, ela era conhecida por ser uma pessoa durona, forte e um pouco mal educada as vezes, porém ela também era vista como uma pessoa especial para alguns. Chara vestia um hakama cinza, um kosode vermelho, uma tabi branca e um waraji normal. Ela equipava uma katana vermelha junto de uma espada de madeira e usava um medalhão em formato de coração de ouro em seu pescoço, Chara era uma sensei de kenjutsu no seu dojo o qual não tinha a participação de muitos alunos devido a rigidez da mesma, devido ao medo e o ódio que a humanidade tinha dela e também por ela ser uma mulher, mas a garota não ligava, ela conseguia sobreviver com o dinheiro que ganhava desse trabalho.

Chara estava andando em um caminho entre as cerejeiras no alto das montanhas, ela estava indo até um templo onde sua prima Frisk ficava de sacerdotisa. O doce aroma das sakuras acalmavam a moça, os ventos frescos e a diversidade das cores das árvores deixavam Chara ainda mais animada.

-Chara- (eh hoje até que foi produtivo, três pessoas quiseram praticar kenjutsu no meu dojo, bem acho que com esses ienes eu poderei comprar mais arroz e peixe para mim, já gastei um pouco comprando esse tokkuri cheio de saquê, mas ainda tenho dinheiro de sobra! vou dividir esse saque com Frisk, ela deve estar se sentindo solitária cuidando daquele templo velho) huh...

Chara com a canhota ela toca no medalhão de ouro o qual tinha as seguintes palavras:

"Best Friends Forever" *melhores amigos para sempre*

-Chara- quem tinha me dado isso?...... por que não me lembro do que aconteceu depois de ter ido para o monte?.... (esse colar por algum motivo ele me faz tão bem, eu nunca irei perde-lo! eu gostaria de lembrar do que tinha acontecido comigo naquela época.... eu irei voltar para lá um dia)

Chara chega em uma grande escadaria a qual mostrava o templo no topo, a garota passa a subir a escadaria.

-Chara- aff essas escadas são chatas demais!

Depois de um minuto ela chega ao topo chegando então na entrada do território do templo.

-Frisk- Chara você veio!!!

Frisk surgia saindo de dentro do templo e vai até Chara com o seu sorriso fofo de sempre. Frisk era um pouco mais morena que Chara e ela mantia os seus olhos fechados, Frisk usava uma tabi branca, uma waraji nova e a roupa de sacerdotisa.

-Chara- vim ver como você está aí maninha!

-Frisk- eu estava precisando mesmo de uma ajudinha na limpeza hehe!

-Chara- ehhh ah se eu soubesse disso tinha vindo mais tarde...

-Frisk- não fale assim mana!! *incha as bochechas*

Mesmo Chara e Frisk não serem irmãs, elas se tratavam como se fosse umas.

-Frisk- mas eai como foi o dia?

-Chara- normal, venci os meus alunos como o de sempre hehe! *sorria sarcasticamente*

-Frisk- você tem que pegar mais leve! não é atoa que os outros começaram a te chamar de megera *puxou a canhota de Chara, levando a para a varanda do templo*

-Chara- humpf! *desviava o olhar*

Frisk e Chara foram até um lugar no templo aonde tinha uma pequena fonte de água, bonsais e uma cerejeira. As duas se sentaram em um corredor enquanto apreciavam a paisagem do monte Ebott o qual era a maior montanha de todas por ali.

-Frisk- você ainda não se lembra de nada né...

-Chara- é, já se passaram treze anos... *pega o tokkuri cheio de saquê e toma um pouco em seguida.

...

-Chara- você quer?

-Frisk- sim quero.

Chara entrega o tokkuri para Frisk que toma o saquê com calma. As duas ficam um bom tempo conversando, o céu começa a escurecer e as duas permaneceram ali até outra sacerdotisa ter aparecido diante delas.

-Sacerdotisa- Chara você está aí é!

-Chara- oi Misty!

-Misty- já está ficando tarde, é melhor você ir para casa antes que escureça, tem muitos bandidos lá fora você sabe.

-Chara- huh tranquilo nenhum bandido é páreo para mim! se depender eu mesma consigo ser o terror da noite hehe *sorria*

-Misty- não duvido nada mesmo hehe.

-Chara- bem vou indo então *se levanta do chão* eu tenho que acordar cedo amanhã.

-Frisk- eu te acompanho até a saída.

-Misty- tchau garota!

-Chara- tchau Misty!

Chara e Frisk saíram do templo e foram até a escadaria a qual era a entrada e a saída da área do templo ao mesmo tempo.

-Frisk- tchau Chara, se cuida! *ascenava um adeus com a destra*

-Chara- pode deixar! tchau maninha! *sorri e se vira depois*

Chara foi seguindo o caminho de volta para casa, o céu escurecia rapidamente, a garota já estava ficando preocupada em não conseguir enxergar na noite. Depois de alguns minutos de caminhada o céu escurece por completo, as estrelas aparecem e a noite chega.

-Chara- (droga, eu estava perto de chegar em casa já, paciência Chara, agora é só tentar enxergar direito) *suspiro*

Chara consegue ver alguns pontos de luz a sua frente.

-Chara- (já cheguei na vila?)

O chão começa a tremer, gritos de cavalos são ouvidos, cinco homens montados em cavalos estavam correndo em direção a Chara.

-Chara- ah, é apenas uns homens então...

Os cinco se aproximavam cada vez mais perto de Chara.

-Um dos homens- SAÍA DA FRENTE MULHER!!! TEM YOUKAIS A SOLTA POR AI!!!

-Chara- youkais!?...

Eles estavam tão apressados que Chara teve que dar um pulo para trás para não ser atropelada, mas o caminho em que ela estava andando era na beira de uma montanha. Não sentindo os seus pés chegarem ao chão ela percebe que havia pulado para o lado errado, só que era tarde demais para se salvar. A humana cai rolando indo para baixo da montanha até chegar ao chão, Chara gemeu com a dor e acabou ficando bastante ferida, estava quase desmaiando até que sentiu algo a erguendo pelo braço direito.

-Chara- arggg.... hã... quem é!? *tentava manter os olhos abertos*

-?- a..ah n..não se preocupe eu estou a ajudando!

-Chara- (essa voz...... eu a reconheço de algum lugar)

A pessoa misteriosa ascende um fogo com a mão direita afim de iluminar o caminho escuro. Chara passa a enxergar melhor e fica surpresa ao ver o que a ajudava a andar.

Tinha pelos prateados, orelhas grandes para baixo e pequenos chifres.

-Chara- eesspera aí!! v..você é um youkai!?

Dissia surpresa.

-?- é... eu sou m..mas eu prometo não fazer nada com você! não se assuste! *vira o rosto para Chara*

Chara ao observar o rosto do youkai passa a sentir dores na sua cabeça, e memórias começam a surgir em sua mente.

Continua...........


Notas Finais


🌸Espero que tenham gostado🌸
Depois eu faço a capa do capítulo 😆
Traduções:
Youkais: monstros ou tipo de demônios na cultura japonesa.
Sakuras: árvores cerejeiras, flores de cerejeiras.
Hakama: um tipo de calça saia.
Kosode: kimono.
Tabi: meia.
Waraji: uma sandália feita de palhas, cordas, fios de algodão e etc.
Katana: uma espécie de espada da cultura japonesa.
Sensei: professor, mestre, instrutor e etc.
Kenjutsu: arte marcial japonesa de espada.
Dojo: tipo de escola de artes marciais.
Ienes: dinheiro japonês.
Tokkuri: um tipo de copo de saquê.
Saquê: bebida alcoólica fermentada tradicional do Japão.
Bonsai: espécie de árvore pequena, planta de decoração.
Fim.
Agora uma pergunta, as sacerdotisas do Japão antigamente podiam tomar saque? 😳


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...