História Sangue de Hades - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Provações de Apolo (The Trials of Apollo), Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Afrodite, Apollo, Austin Lake, Caronte, Dionísio, Hades, Jason Grace, Júniper, Kayla Knowles, Nico di Angelo, Perséfone, Prometeu, Quíron, Will Solace
Tags Solangelo, Wico
Exibições 79
Palavras 575
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Fantasia, Luta
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Guardar Rancor é meu defeito fatal, tenho de aprender a me controlar, serei julgado por tudo que fiz ou irei fazer, e mesmo me arrependendo, sou o único que posso desobedecer as regras da vida e da morte

Capítulo 4 - Nico



Estou caminhando para meu chalé e vejo próxima Lareira de Héstia, duas silhuetas, meus olhos se encontram com os da Deusa, e sou levado na minha mente a exatos três meses atrás.
_Nico Di Ângelo... você...– Ela fala como uma convocação.
_Oi.. Raquel – digo tentando fechar minha porta. _Se eu não me engano, posso negar a sair em missão. - Falei tentando ainda fechar a porta.
_Você é o único Herói, que esta regra não aplica, você sabe o que fez! Sabe que terá de pagar. Sabe qual será o seu caminho, aonde ira ficar no Hades. Eu já vi o seu futuro, e sei... – falou com uma autoridade, parecia que tinha três metros de altura.
_Oráculo... a sua espécie já acabou com décadas da minha vida, tirou tudo o que eu deveria ter tido. E se conhece o meu futuro, sabe que no presente, sou filho de Hades e posso amaldiçoa-la, da mesma forma que meu Pai! Então fique longe de mim, com suas profecias! – Estava me esforçando para não gritar.
_Ok! Porem agora, não é minha espécie que estará tirando algo de você. Pois será você que aplicara os cultos neles. Você ouviu a profecia, eles irão falhar sem você. – Com isso ela virou e foi embora.
Estava tão viva aquela discussão em minha mente que nem notei que ela já estava afastada, caminhando agora próxima ao Anfiteatro. _Raquel...  Raquel... Oráculo... – gritei correndo atrás em sua direção.
_Filho de Hades – respondeu se virando para mim. _Soube que tinha retornado da sua... saída. O que necessita da Oráculo de Delfos. – Falou fazendo uma reverencia.
_Vim pedir desculpas... e agradecer... – falei engolindo as palavras. _Guardar Rancor é um defeito fatal, que tenho... de cuidar muito... porém, não devia ter ameaçado você. – Disse
Ela sorriu. _Creio que não posso prever seu futuro, agora... Nico, você é único... mais, aceito suas desculpas. E espero um julgamento favorável para você na época devida, e que esta demore. – Para minha surpresa ela me deu um beijo no rosto, e correu para as sombras.
Retornei para o caminho, dos chalés, na Lareira fiz uma reverencia a Lady Héstia, agradecendo a lembrança e entrei no meu chalé.
Como o quarto de Henzel normalmente ficava vazio, compartilhamos armário, onde também tem uma estante com meus livros, na parede ao lado ela colocou várias fotos, sou mais estilo rustico, Henzel não.
Fiquei um tempo vendo as fotos, de Bianca, Helzel, Frank, recoloquei algumas fotos no lugar, aquele quarto era bem ela, não lembrava Hades ou Plutão, é luminoso, vivo.
Voltei para o meu quarto, ele reflete a minha alma, retirei a camiseta, deitei e dormi rápido.
Estava ao lado de Caronte, na barca, ao sair caminhei pelos portões do Érebo, meu cão Cérbero não ligou para mim, ao me ver rosnou, me desaprovando, no pavilhão me aproximei dos juízes, três figuras de toga utilizando mascaras de ouro olhavam para alma para meus feitos e defeitos.
_Roubou uma Alma – disse o primeiro Juiz _Dando a ela uma segunda chance
_Desobedeceu às Leis - disse o segundo Juiz _Rompeu o lacre de memorias proibidas, libertando o Oraculo de Delfos.
_Permitiu e cooperou para tornar alguém invulnerável – disse o terceiro Juiz _Evitou a vitória de Cronos.
_Uma questão interessante – disse o primeiro Juiz _Filho que não aceita ordens.
Olho para o primeiro Juiz retira a máscara, é meu Pai. Acordo nesta hora, gelado. Will está ao meu lado. Demoro para perceber que estou no meu quarto.
 
 


Notas Finais


comentem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...