História Sangue derramado (Ruki Mukami)♪ - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Shu Sakamaki
Visualizações 90
Palavras 474
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Hentai, Magia, Misticismo, Sobrenatural, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente! Voltei e esganei o zubumafu, o filhote de quenga que me amarrou!

Capítulo 4 - Amizades malucas


Fanfic / Fanfiction Sangue derramado (Ruki Mukami)♪ - Capítulo 4 - Amizades malucas

Eu fiquei lá, deixando ele tomar meu sangue, e eu me sentia bem, mas tive que para lo.

Eu-Ruki para por favor, me sinto fraca- falei baixo, mas ele não parecia querer parar, então comecei a tentar empurralo.

Quando senti minhas pernas bampreocupado eu etava caindo quando Ruki me segurou, me pegou no colo e me colocou em sua cama. (Safrados🌚)

Ru- Sinto muito, eu não queria te deixar nesse estado - falou de modo muito fofo, mas espera ele pedido DESCULPA?! ( o mulher escandalosa)

Eu- Tudo bem, eu to bem- falei para tranquiliza lo, mas ele fica tão fofo preocupado. Quando batem na porta, o ser que bateu era Kou que al nos ver deu um grande sorriso.

Kou- Já estavam se pegando?- perguntou de forma debochada, eu acho que nassa hora virei um pimentão humano.

Ru- Toma vergonha na cara Kou - falou, mas não me parecia serio nem bravo, mas minha surpresa foi quando ele abraçou o irmão.

E mais estranho foi quando o loiro se sentou na berada da cama, e começou a me fazer cafuné enquanto o Ruki ficava na cadeira, me olhando.

(Surubaaaaaaaaaa)

E assim que peguei no sono, não pude saber de mais nada. Acordei no dia seguinte na minha cama, me levantei, me troquei, e fui andar pela casa.

Fui guiada pra cozinha, por um cheiro maravilhos, assim dando de cara com Yuma.

Eu- Bom dia! - falei animada, por que eu queria comer.

Yuma- Bom dia! Com fome?- perguntou, e eu só balancei a cabeça em forma afirmativa, oque o fez dar um sorriso.

Yuma- Diga haaaaaa!- falou, e eu fiz, recebendo um pedaço de chocolate na boca. Fechei e comecei a mastigar, ele apenas me olhava sorrindo.

Eu- Obrigada! - falei e o abracei, ele tem um cheiro maravilhoso diria até viciante, alem dele ser um amor de pessoa. Quando Azusa entrou, parecia triste e carente.

Eu- Azusa oque foi? - perguntei preocupada, e ele chegou perto de mim 

Azusa- Você quer ir ver minha coleção de facas? - perguntou, e eu acenti indo com ele a seu quarto.

Ele me mostrou elas e eu fiquei maravilhada, sempre amei facas e armas brancas, de tão feliz acabei o abraçando, oque ele parece ter estranhado mas retribuio.

 Eu- Azusa você tem bom gosto para armas!- dito isso, vi ele sorrir, e que sorriso fofo! Quando virei pra trás lá estava Ruki nos observando, com um sorriso e olhar amável e gentil.

Azusa- Irmão ela gostou das adagas e facas! - falou alegre, e Ruki bangunsou seus cabelos, oque me fez sorrir com a situação.

Ru- É eu vi, que tal irmos almoçar? - perguntou sorrindo, e que sorriso MEU DEUS!

E assim fomos almoçar, diria que estou virando amiga deles, não sei como não gostam deles, Yuma e meio esquentado mas é amável, Kou é tarado mas engraçado, Azusa é fechado mas muito fofo, e Ruki é misterioso mas é interessante e entrigante.





Notas Finais


Mitos dizem que ela comeu mais que eles. Obs: Oi gente desculpa pela demora pra lançar é que eu tava sem criatividade.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...