História Sangue lupino - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Assassin's Creed
Personagens Altair Ibn-La'Ahad, Claudia Auditore da Firenze, Ezio Auditore da Firenze, Haytham Kenway, Kadar Al-Sayf, Leonardo da Vinci, Malik Al-Sayf, Personagens Originais, Ratonhnhaké:ton "Connor"
Tags Altmal, Assassin's Creed, Lobos
Exibições 7
Palavras 830
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Ficção, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Sobrenatural, Survival, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Prólogo


O barulho de uivo ecoava junto com o som do vento naquela noite fria. Os galhos das árvores balançavam, cobrindo a lua e formando sombras assustadoras na floresta. Mas, em meio à completa escuridão, dois pares de pontos amarelos se destacavam, movendo-se rápido e cortando as sombras. Logo apareceram mais pontos brilhantes, e então mais e mais. Silhuetas negras que se moviam rápido, deixando sua presença clara para os animais da floresta quando pisoteavam brutalmente os galhos e folhas secas, fazendo um barulho alto.

Finalmente, no limite da floresta, dois lobos saem dos arbustos correndo em direção a trilha de um trem, desesperados para poderem escapar da alcatéia que os seguia logo atrás. Seus corações batendo com força, talvez tanto pela adrenalina como pelo medo que sentiam. O mais novo dos lobos olhou rapidamente para trás, vendo de forma borrada os rostos de cada lobo raivoso que estava os seguindo. Isso até se focar na cicatriz, a inconfundível cicatriz que ficava em cima do olho escarlate.

O olhar daquele alfa conseguia fazê-lo gelar até a alma. Voltou a olhar para frente, vendo uma ponte que estava a alguns metros de distância e, logo abaixo da ponte, tinha um abismo com uma passagem de rio. Eles sabiam que se conseguissem passar por ela teriam a chance de despistar a alcatéia e, finalmente, conseguir viver livres e sem se preocupar em serem caçados.

Porém, alguns obstáculos os impediam de conseguir realizar tal sonho. O cansaço começava a ter efeito sobre os seus corpos, os deixando mais lentos. A adrenalina estava acabando e aos poucos a alcatéia começava a alcançá-los, os fazendo correr o risco de perder a chance de se verem livres daqueles monstros que os seguiam.

Ao chegar no meio da ponte, sem notar no vão que tinha entre as duas madeiras soltas, o lobo mais novo acabou pisando entre elas. O susto o fez se esquecer do cansaço momentaneamente e, quando tentou retirar a pata do buraco, entrou em pânico. Desesperado, ele começou a forçar o seu corpo para trás na esperança de consegui se libertar, no entanto foi inútil já que só conseguia se machucar com as farpas e os pregos presentes na madeira.

Com os grunhidos de dor do lobo mais novo as orelhas do mais velho reagiram, as virando na direção do som. Olhou de relance para trás e se assustou com a cena do irmão preso entre os trilhos do trem. Não parou de correr quando deu meia volta, deixando uma das patas traseiras cair para fora dos trilhos, mas conseguiu o impulso necessário para voltar e correr na direção do seu irmão.

Chegou perto do lobo mais novo e vendo que, além de sua pata estar presa ela estava com ferimentos de corte que foram feitos na tentativa do lobo de escapar, e não era para menos: a alcatéia só estava a alguns metros de distância da ponte. Logo chegariam ali e os matariam pela insolência de terem tentado fugir.

Sem mais alternativas o mais velho começou a morder a madeira, tentando deixar o buraco um pouco maior para o mais novo poder escapar. Todavia a sua preocupação ainda estava na alcatéia, quantos metros ainda restavam entre eles? E quem tinha a garantia que aqueles lobos já não tinham chegado na ponte?

Quando levantou a cabeça para conferir a distância entre eles e os outros lobos o seu olhar foi de preocupado para confuso em poucos segundos. Todos os lobos, incluindo o alfa, estavam parados, os encarando de longe. Nenhum deles encostava nenhuma pata sequer nos trilhos do trem.

O mais velho ficou confuso durante algum tempo por causa dessa atitude, entretanto, mais uma vez, sua audição foi mais rápida quando captou o som de rodas de metal sobre os trilhos seguido do barulho de motor do trem.

Era por isso que eles tinham parado, sabiam que eles iriam ser massacrados por aquela monstruosidade feita de metal quando ela passasse por cima deles sem piedade. Não havia saída, isso era óbvio, mas, pelo menos, se ele voltasse, se redimisse pelos seus atos e saísse daqueles trilhos enquanto ainda havia tempo...

Não, ele não iria deixar o seu irmão preso ali para morrer. Não iria se rebaixar ao nível dos lobos daquela alcatéia, ele não iria ser igual a aqueles monstros covardes e assassinos.

Com força começou a pular nas tabuas de madeira. Fazia isso continuamente e cada vez mais rápido enquanto o som do trem se aproximando ficava cada vez mais alto. O ganido de medo misturado com dor do lobo mais jovem o motivava para não desistir agora, para não morrerem ali depois de tudo que passaram, depois do tanto que lutaram.

A buzina do trem soou, madeiras quebraram e, com um último ganido alto, o silêncio reinou naquela noite.

O alfa, que observava tudo do outro lado da ponte com um olhar de desprezo, tinha ficado decepcionado e irritado em como as coisas tinham acabado daquela maneira. Sinceramente, esperava mais daqueles dois lobos.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...