História SANGUE RUIM- verdades nunca reveladas - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mitologia Grega
Personagens Personagens Originais
Tags Aventura, Diversos, Lendas, Mitologia Grega, O Hobbit, O Senhor Dos Aneis, Percy Jackson
Visualizações 5
Palavras 874
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


ESSA HISTÓRIA SE ENCONTRA NO WATT JÁ COMPLETA

Capítulo 2 - O ERRO COMETIDO POR ZEUS


P: ZEUS!- grita Poseidon furioso com o mais novo.- Porque foi tão... Teimoso, irresponsável e, tão... Arrogante- disse travando as palavras com raiva do mais novo que agia sem preocupação alguma- Como você pode ter feito isso, essa foi a gota d'agua irmão, isso não deveria ter acontecido,você sabe as consequências de se envolver com um elfo,destruiu uma simpatia que levamos 3 mil anos pra construir, já não somos mais aliados desde a quarta era das árvores graças a você, como os deuses vão reagir quando descobrir essa vergonha?- Poseidon andava de um lado para o outro olhando para a face relaxada do irmão.

Z: Acalma Se, pra que esse alvoroço? E,o que eu faço por ai não é dá sua conta irmãozinho, eu sou o líder, é minha vida, minha, só minha - disse se levantando todo relaxado- Eu a amo, e aconteceu.

P: Essa não é uma atitude digna de um líder, e desde quando você ama alguém além de si mesmo irmão, àquela criança que a deusa dá luz carrega não poderá nascer, você se lembra irmão ou se esqueceu que seu reinado dependerá dela.

<

Oráculo: Uma criança que a luz carregará veio para acabar com o derramamento de sangue que existe no mundo, portanto ela também poderá virar a profecia de cabeça para baixo,trazendo sangue, dor e sofrimento, mais isso tudo dependerá de qual lado ela ficará do bem ou do mal que cobrirá o mundo todo em sombras.

<

Zeus se lembrou dá profecia que o Oraculo entregou a os deuses, ele não poderia mandar um bebê para o tártaro, ainda mais um filho seu, mais o que ele poderia fazer?

Z: que assim seja, se ela se voltar contra mim que seja, eu não vou mandar meu filho para o tártaro que vá você no lugar dele... Essa discussão se encerra aqui- Zeus sai estressado batendo a porta,

P: ESPERO QUE ESTEJA CERTO SOBRE ISSO, POIS NÃO TERÁ COMO VOLTAR ATRÁS- grita o enfurecido Poseidon, que em seguida passa a mão nos lábios com raiva.

Enquanto as coisas no Olimpo estava esquentando, Galadriel (deusa dá luz e dos conselhos) estava fugindo dos Orcs mandados por Hera na floresta negra, teve seus poderes bloqueados por sua filha que estava se tornando mais forte que ela. Sem menos esperar

Gld: Aaaaaa... Não, Agora não minha filha- Galadriel teve a bolsa estourada, mais mesmo assim com dores continuo correndo dos assassinos. Ela subia e descia morrinhos com a esperança de despistar os Orcs.

Sem menos esperar surgiu um águia, era a águia de Zeus enviada por ele, pôs soube dá traição de sua esposa Hera. Galadriel reconhece a águia e a segue quase desistindo por causa das dores.

Ela é levada até as montanhas onde as luzes tocam o chão e, subindo teve uma de suas costelas quebrada e acaba caindo,mais no alto da montanhas foi vista por três ninfas dá floresta negra. Solema, Danka e Eren.

Eren: É a senhora de Galadrin- grita Eren.

Solema: rápido, levem ela pra caverna, não demorem- Solema dá uma ordem. Danka a ajuda junto a Eren, e a leva para dentro de uma caverna, a águia com autoridade forja uma onda elétrica, e a joga sobre os Orcs que morrem eletrocutados.

(...)

Dentro dá caverna as ninfas deitam Galadriel em uma cama de palha, a deixando confortável mais não aliviando sua dor.

S: está com a costela quebrada... E febre- diz Solema preocupada.

E: rápido Danka pega uma toalha com água quente- Danka se apressa, e põe na testa da paciente, mais não adiantou, Galadriel já estava perdendo os sentidos, mais Danka pensa alto.

D: A flor de escarlate- disse pensativa, as outras se olham pensando se iriam mesmo arriscar. - olhem pra ela, está morrendo, temos que salvar o bebê, Sol por favor... Eren!?- elas pensam e concordam, Eren se levanta rapidamente.

Com uma flor vermelha e brilhante na mão, vai em direção a um pote, há põe em água quente. 5 minutos depois Eren leva uma tigela até os lábios de Galadriel,fazendo a mesma beber o chá, enquanto a flor perdia a luz.

(...)

Já estava com sua bebê a salva nos braços, pensando no perigo que a filha estava correndo se ela continua-se ali com ela.

E: que linda, Qual nome dela?- pergunta a curiosa Eren, Galadriel não demora dizer seu nome.

Gld: Renesmee, A princesa Ruin Crinsom- Galadriel diz com um sorriso no rosto, mais some e Eren acaba notando.

E: O que ouve, minha senhora? não gostou do nome?- fala Eren a encarando.

G: Vou pedir um favor a vocês, e quero que me escutem- Todas prestam atenção.

S: Claro minha deusa qualquer coisa- diz Solema. Galadriel entrega Renesmee a Eren e se levanta ficando de pé com dificuldade.

G: Enquanto eu estiver do seu lado, perigos ela estará correndo mais do que já está, quero que se encarreguem de cuidar dá princesa Ruin Crinsom, pois essa que carrega em seus braços é a Herdeira de Zeus- todas arregalam os olhos não acreditando.

S: Eu juro proteger e cuidar de Renesmee, minha senhora- Solema diz com sinceridade nos olhos, as outras juram também cuidar e proteger Renesmee, enquanto houver amor no coração das três, Renesmee não estará correndo perigo algum.

Galadriel cortou a conexão com a filha e informou, a os elfos que a futura herdeira nasceu, enquanto no Olimpo o pior estava para acontecer. 


Notas Finais


Boa leitura 🌹


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...