História SANGUE RUIM- verdades nunca reveladas - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mitologia Grega
Personagens Personagens Originais
Tags Aventura, Diversos, Lendas, Mitologia Grega, O Hobbit, O Senhor Dos Aneis, Percy Jackson
Visualizações 2
Palavras 485
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


Boa leitura 🌹

Capítulo 6 - VISITA INESPERADA


NARRADOR: Zeus

Andando para o lado e para o outro no pátio vazio de meu templo, sem tirar dá cabeça os anos que passei ouvindo besteira. Não me conformo com as opiniões alheias, meu sangue corre pelas suas veias, ela é minha filha, a cicatriz em sua testa, tudo... Nada prova ao contrário, querem que eu a abandone, já chegaram a esse ponto.

Decido sem mais e sem menos, ir à Valfenda, mas seria errado, não posso aparecer lá depois do crime que cometi, mas tenho que ver como ela está, não vou deixar que mais um filho meu sofra, já não basta Thaliá.

Tempos depois........

Ando pelo pátio vazio de Valfenda, sem ninguém notar minha presença. Do pátio de cima onde me encontrava dava a vista para o campinho, e acabo notando uma menina linda, correndo e colhendo flores pelo campo, ela parece feliz. Já se passou seis anos desde de seu nascimento e...

???- linda, não é?- sou tirado de meus pensamentos- ainda está em observação

- como vai velho amigo,Elrond?- digo sorrindo de lado

Erd: Ora, ora, o Zeus que eu conheço não se preocuparia tanto assim- disse sarcástico- e eu vou bem obrigado

- pensei que nunca pisaria aqui novamente. Quero saber tudo que aconteceu durante esses 6 anos longe

Erd: Ainda bem que veio. Quatro semanas atrás ela caiu, tropeçou na escada e ralou o joelho

- Coisas de crianças, não deveria estar me contando isso

Erd: Bem, isso não é tudo. Quando Arwen foi ver o ferimento tinha se regenerado, sem rastros de ferimentos

- Então já começou

Erd: E pensar que todo o esforço não vai valer. Se acontecer algo maior ela irá partir.

Me viro sem acreditar nas palavras dele. Partir? Partir pra onde?

- Pra onde ela irá?

Erd: Para a floresta negra, o reino de meu irmão,Thranduil, lá aprenderá controlar seus poderes, se não funcionar irá para o acampamento meio- sangue no mundo moderno

Fico processando suas palavras, que não descia de jeito nem um. Vejo que que Renesmee já não está presente, e uma moça se levanta e creio que vai a sua procura.

- Há muito tempo que não vou para aquele mundo, os seres humanos são tão irracionais

Erd: eles são uns hipócritas. Só vêem felicidade nos bens matérias, você se lembra quando me convidou para conhece lo?

- hahaha- ri de leve-  eu esperava um severo não seu, se arrependeu- se depois?

Erd: Não sei se arrepender- se é a palavra que eu usaria. Acho que fiquei traumatizado com o instinto humano, acredite

Na última vez que vim para essas terras, estava havendo uma das maiores guerras dos séculos. Nós deuses não interferimos a guerra, e a quarta era das Arvores foi um pesadelo. Os elfos ficaram desapontados com a nossa atitude, e juraram nunca mais se submeter à política dos deuses...

- Elrond, quando ela voltar dê isso a ela diz que foi um presente de alguém que a ama muito- digo e entrego um urso de pelúcia a ele

Erd: eu vou entregar.

Continua............



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...